CarlosA

IVA

7 publicações neste tópico

Sei que ainda sou muito "novinho" nas "andanças aqui pelo fórum" mas gostaria de falar de um assunto que me tem revoltado imenso nos ultimos tempos... Apesar da anunciada descida do IVA de 21 para 20% e das campanhas de propaganda do ministro das finaças em visita aos hipermercados, indigna-me um pouco verificar que em algumas destas grandes superfícies (não sei se posso enunciar nomes, se sim, oportunamente o farei), o valor do IVA indicado nos talões realmente passou para 20% no entanto, o preço desses mesmos produtos mantém-se exactamente igual ao preço que tinham quando o IVA era de 21%! No fim, quem ganha, como sempre, são os grandes empresários...Para as pessoas mantém-se tudo igual...

Desde que o IVA "baixou" ainda não comprei nenhum bem de valor mais elevado com Iva a 20% (ex: automóvel) mas espero que nestes bens se note alguma diferença, caso contrário não passa de mais uma fraude para enganar o povo!

Cumprimentos a todos,

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Nos bens mais "caros" essa diferença dificilmente passa despercebida. Agora, se realmente vai chegar ao 1% ou não, não sei.

Há alguns factores que contribuem ou podem contribuir para não notarmos diferenças imediatamente:

* penso que os sistemas informáticos das lojas guardam os preços finais e não os preços antes de IVA. Depois fazem o cálculo do IVA para apresentar na factura (já repararam que os valores de IVA ou sem IVA muitas vezes são apresentados com mais uma ou duas casas decimais e nunca são valores certos?) Desta forma, alterar todos os preços da noite para o dia é uma tarefa morosa e que tem que ser feita aos poucos

* quem vende normalmente é livre de fixar o preço. Nada impede que uma subida do preço de um produto coincida com alterações à lei fiscal. Não é uma atitude muito transparente, é verdade, mas também não é ilegal e não há nada que o governo possa fazer contra isso.

* Muitos vendedores subiram menos os preços nos últimos meses do que aquilo que as condições eventualmente exigiriam - os preços de várias matérias primas subiram em flecha nos últimos 12/18 meses mas o preço final, em muitos casos quase não mudou para que os consumidores continuassem a comprar. Muitos aproveitaram esta folga fiscal para repor um pouco a sua margem de lucro que estava depauperada.

É também muito fácil reclamar sobre as coisas recem acontecidas. Mas às vezes requer-se uma visão de mais longo prazo:

* Por exemplo, quando subiram os 2% de IVA, pelo menos da última vez, eu lembro-me que havia imensos hipermercados com campanhas segundo as quais não iriam reflectir imediatamente os 2% nos preços, suportando o aumento através da diminuição das margens de lucro (provavelmente mais por questões logísticas que por bondade, como referi no primeiro ponto há pouco - mas fica sempre bem usar isso para fazer propaganda). Nessa altura ninguém reclamou (com excepção talvez do Governo que tratou de se assegurar que realmente recebia os 2% extra).

* No caso das comunicações (telemóveis, por exemplo) não chegaram mesmo a subir há uns anos e mantiveram-se nos mesmos preços (ou desceram) até Junho. E desta vez todos, sem excepção, descontaram o 1% ao preço. Ou seja, houve efectivamente uma redução no preço das comunicações comparando os preços antes da subida dos 2% e depois da descida do 1%.

* Em muitos outros casos de produtos onde a concorrência (ou concertação) são mais fortes, a descida do 1% fez-se sentir. Foi o caso dos combustíveis, comunicações, luz, gás, água, etc. Nos casos em que os preços já são diferentes no dia a dia, e pelo facto de existir a diferença de uns estabelecimentos para os outros, é fácil passar despercebido o facto de não se ter mexido no preço (por exemplo, quem sabe se a alface não desceu 1% ao preço? Tem um preço diferente todas as semanas...)

Uma vez mais, os comerciantes têm liberdade de fixar os preços. Logo não cometeram nenhuma ilegalidade se não os alteraram quando o IVA desceu. Há duas coisas que podes fazer para "lutar" contra isso - deixar uma reclamação nesses estabelecimentos (embora não garanta resultados, porque não se trata de uma ilegalidade, pode chamar a atenção para o supermercado que há pessoas atentas mas nada mais) e/ou mudar de supermercado, passando a comprar nos que, a teu ver, têm melhores práticas.

Porque a concorrência não se resume apenas aos preços mais baixos - passa também cada vez mais pelas atitudes perante o consumidor

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tambêm á que salientar que produtos são esses que podem não ter sofrido alterações nos hipermercados, se são produtos alimentares, logo de 1ª necessidade, não sofreram alterações já que a taxa se mantên nos 5%.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

D@vid, estava mesmo a referir-me aos produtos com IVA a 21% (agora a 20%). Também compreendo que, muitas vezes, por ser um valor tão baixo (1%) os hipermercados arredondem e o preços se mantenham igual.

Cumprimentos,

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Claro, um produto que tenha de base 25 € + IVA ficava em 30,25 € agora fica em 30 €, é obvio que vão meter á mesma a 30,25 €, a redução da taxa de IVA foi mesmo so para Inglês ver lol.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Mas é realmente frustante verificar que é mesmo como dizes D@vid ("é só para inglês ver")! Para o cidadão comum não faz grande diferença, já para as empresas...

Abraço,

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A margem deles subiu 1%, os lucros, em princípio, sobem 1% e pagam mais IRC por isso.

O Estado é perito em dar com uma mão para tirar com a outra.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead