Pedro Pais

Mudança de banco

23 publicações neste tópico

Mudei de banco mas não foi recentemente, foi há dois anos. Tinha o Montepio Geral e a Caixa Geral de Depósitos. Agora tenho o BPI e mantive a CGD. Não gostei do meu crédito à habitação, spread 1,4%. Na hora de vender a casa tive alguns custos que não estava nada à espera. É que eles nem avisam retiram da conta e pronto!

Até agora estou satisfeita com o BPI

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde!

Antes de mais quero dizer que sou novo neste forum, chamo-me Hélder Silva, resido no concelho de Marco de Canaveses.

Quanto ao tópico devo dizer que mudei da CGD para o BPI em Dezembro de 2006, para o qual transferi o meu crédito habitação por me oferecerem condições muito melhores e por ser mais perto da minha residência.

Até ao momento estou completamente satisfeito.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tive as seguintes vantagens ao transferir o meu crédito habitação para o BPI.

- Spread passou de 0,75 para 0,52

- Seguro de vida para duas pessoas ITP na CGD pagava cerca de € 36,00. Efectuei este seguro na Vitória Seguros e pago não chega a € 18,00 tb para ITP.

- Pagava € 110,00 pelo seguro de paredes, sem conteudo, sendo que a minha casa estava avaliada em € 94.000,00 o que é manifestamente inferior ao valor de mercado e não tinha o recheio segurado e ainda por cima um seguro com franquias e sem a garantia de fenomenos simicos. Agora tenho um multiriscos feito na Generali sem franquias, salvo erro considerado pelo Proteste como o melhor do mercado, onde pago € 159,00, mas com a casa devidamente avaliada em € 137.000,00 e seguro de recheio também sem franquias no valor de € 19.000,00,, tudo com a garantia de fenomenos sismicos, franquia de 5%, actulamente a minima aplicavel no mercado. Em suma muito mais garantias por pouco mais dinheiro.

- Como recebo o extrato trimestral (não vejo necessidade de receber mensal até pq qualquer dúvida consulto o homebanking) não pago aqueles € 1,04 mensais que pagava na CGD sobre a designação diversos.

- O cartão de crédito logo que movimente em média € 150,00 mensais fico isento da anuidade. Na CGd tinha sempre que pagar € 20,00 pelo cartão soma.

- Como tenho conta protocolos não pago pelo cartão multibanco meu e da minha esposa o que eram mais € 12,00 na CGD se o pretendesse.

- E uma atenção que nunca me fizeram na caixa que foi ligaram-me a questionar se pretendia reforçar o valor a descontar mensalmente para o meu PPR e para o da minha esposa, descontava € 20,00 mensais para cada um, ao descontar € 30,00 mensais para cada um reduziram-me o Spread para 0,35.

Em suma acho que fiz uma muito boa opção. Não fiquei "preso" em nada com o BPI, compreenda-se posso alterar seguros, anular cartão de crédito que nem por isso me vão alterar o Spread.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Foi uma óptima mudança, não haja dúvida.

E como surgiu tudo isso? Foi iniciativa tua ou foste contactado?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Foi uma óptima mudança, não haja dúvida.

E como surgiu tudo isso? Foi iniciativa tua ou foste contactado?

Fui contactado pelo funcionário responsável pela área do crédito habitação em Novembro de 2006. Tinham objectivos para atingir até ao final desse ano por causa da OPA do BCP.

Pagaram todas, mesmo todas as despesas de transferência, com um solicitador a tratar de tudo por mim, foi só mesmo ir lá no dia e assinar.

Ah, e por último o meu Crédito é jovem bonificado o que na altura nem interessava a alguns bancos, inclusive o BCP que contactei aqui na minha área de residência, porque argumentavam que o estado demorava mais que um ano a pagar o que ficava por conta deles.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde! O meu nome é Júlio e era leitor assíduo do antigo fórum/blog do Pedro. Parabéns Pedro, está com muito boa cara este fórum e a plataforma SMF é excelente! Eu gostaria de dizer o seguinte em relação ao tema em discussão: quando iniciei a vida académica, a CGD oferece tudo e mais alguma coisa, mas quando acabamos o curso, acabam-se as "borlas" e começam a cobrar despesas de manutenção, vou fechar a conta da CGD e o HSFarao está de parabéns, porque hoje em dia nem sempre é fácil termos tempo para procurar a melhor opção económica. Eu gostaria de saber a vossa opinião, já tenho conta no BPI e estou satisfeito mas gostaria de saber qual a entidade com melhores custos para investir em acções, Banco Best ou Gobulling? Obrigado e bons posts!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Júlio, é com que intuito? Ser um investidor muito activo ou fazer uma ou outra transacção, de tempos a tempos?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O novo banco seria para realizar algumas transacções de tempos a tempos, e estive a pensar que o best traria algumas vantagens a nível de fundos, pois a gobulling é só uma corretora...mas também não queria pagar muito pelas comissões de bolsa...daí a minha dúvida

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Se não é para ser um investidor super-activo, posso recomendar o Best, por experiência própria.

Não é muito caro e tem imensos produtos (demasiados até). Além disso, tal como diz, é um banco, com uma oferta variada e um conjunto de serviços acessórios a que pode dar valor.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde a todos! :)

Esta é a primeira vez que participo no fórum, pois apenas o descobri ontem... por um acaso. Acho-o de uma grande utilidade para todos. Parabéns!

Sou cliente da CGD há mais de 20 anos. Faltam-me 3 anos para liquidar um empréstimo que ali contraí para comprar casa. Tenho todas as prestações em dia. Actualmente encontro-me aposentado e a minha pensão da Caixa Geral de Aposentações é-me depositada mensalmente na CGD, porém não me encontro, por motivos de ordem pessoal, nada satisfeito com a Caixa e estou a pensar abrir uma conta ordenado no BPI ou no Finibanco, pois acho que me oferecem melhores condições que a CGD. E é por este motivo que venho hoje pedir a opinião dos membros deste fórum antes de me decidir a abrir a nova conta. Alguém, por favor, me pode aconselhar qual o melhor destes bancos ou mesmo outros com melhores ofertas?

Antecipadamente aceitem desde já o meu agradecimento.

Cumprimentos

Sultão 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sou cliente da CGD há mais de 20 anos. Faltam-me 3 anos para liquidar um empréstimo que ali contraí para comprar casa. Tenho todas as prestações em dia. Actualmente encontro-me aposentado e a minha pensão da Caixa Geral de Aposentações é-me depositada mensalmente na CGD, porém não me encontro, por motivos de ordem pessoal, nada satisfeito com a Caixa e estou a pensar abrir uma conta ordenado no BPI ou no Finibanco, pois acho que me oferecem melhores condições que a CGD.

Isso é muito vago... alguns tópicos a considerar na sua decisão:

  • Que tipo de produtos procura num banco? Costuma investir em fundos ou acções ou noutros produtos semelhantes? Talvez o BEST ou o BIG sejam uma boa opção.
  • Os seus investimentos não vão muito além dos tradicionais depósitos a prazo? Sugiro uma consulta a este tópico para descobrir quais os bancos que praticam as melhores taxas: http://www.pedropais.com/forum/index.php?topic=162.0
  • Tenciona manter a sua conta principal na CGD ou transferi-la para outro banco? Basta pagar a anuidade do cartão de débito num dos bancos, e é preciso confirmar se há despesas de manutenção de conta caso o saldo da conta à ordem num deles desça abaixo de certos limites, por exemplo. Preste também atenção ao preço de algumas operações correntes como as transferências para outras contas. A maior parte dos bancos disponibiliza o preçário completo no seu site.
  • Se apenas faltam 3 anos é capaz de não compensar transferir o crédito para outra instituição. Para além disso, se tiver negociado o spread e essa negociação tiver sido "indexada" à contratação de alguns produtos, confirme que não irá ver o spread agravado se desisitir desses produtos. Seja como for, após este tempo todo, a sua prestação já deve ter um peso baixo em juros e eventuais alterações nesta área não devem mexer muito no valor da prestação

Penso que em primeiro lugar deve definir bem o que procura na sua relação com um banco e se pretende romper completamente com a CGD ou não. Seja como for, se tiver dúvidas, cá estamos todos para ajudar ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado pauloaguia. :)

Efectivamente tem razão: o meu crédito na CGD está quase liquidado e os juros que pago actualmente não têm relevância de maior. Neste momento devo cerca de 6.500 euros e pago uma prestação mensal de 169 euros, e desta a maior fatia é para amortização da dívida. Estou com uma taxa de juro de 5,977% incluindo o spreed que é de 1%. (cho que não está mal de todo)

Irei manter esta conta até ao final do empréstimo tendo-a sempre com um saldo que me isente das despesas da sua manutenção. Quando o empréstimo chegar ao fim (fogo! foram 25 anos a pagar! :)) então penso terminar de vez com essa conta.

A nova conta ordenado que estou a pensar abrir noutro banco destina-se a receber a minha pensão mensal e ao pagamento do trivial: luz, água, tv cabo, etc. Não faço transferências para outras contas nem outros bancos e nem sequer sou investidor em nada. Vivi sempre do meu ordenado. O pouco que me sobra estava a pensar depositá-lo numa conta reformado (aposentei-me muito recentemente) ou noutra que me dê mais rendimento. Porém, como dei uma vista de olhos no tópico que me aconselhou, ainda vou pensar o que fazer com 2.500 euros que actualmente tenho disponíveis.

Gostei do que pesquisei no Finibanco acerca da conta ordenado e também não desgostei do BPI, mas ainda não decidi o que fazer. Que acha do Finibanco? É de confiar, mesmo sendo um banco recente?

Mais uma vez muito obrigado pela sua colaboração.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A nova conta ordenado que estou a pensar abrir noutro banco destina-se a receber a minha pensão mensal e ao pagamento do trivial: luz, água, tv cabo, etc. Não faço transferências para outras contas nem outros bancos e nem sequer sou investidor em nada. Vivi sempre do meu ordenado. O pouco que me sobra estava a pensar depositá-lo numa conta reformado (aposentei-me muito recentemente) ou noutra que me dê mais rendimento. Porém, como dei uma vista de olhos no tópico que me aconselhou, ainda vou pensar o que fazer com 2.500 euros que actualmente tenho disponíveis.

Se esse dinheiro for o seu "capital de segurança" (dinheiro posto de lado para alguma emergência) então recomendo que o coloque a render num depósito a prazo para não desvalorizar. Se se tratar de um dinheiro adicional a essa segurança, então amortize ao empréstimo - dificilmente consegue que ele renda mais num depósito a prazo do que o que vai poupar em 3 anos por amortizar o crédito. Para além do que passa a conseguir poupar adicionalmente pela redução na prestação - quem sabe não se livra da CGD ainda antes dos 3 anos? ;)

Gostei do que pesquisei no Finibanco acerca da conta ordenado e também não desgostei do BPI, mas ainda não decidi o que fazer. Que acha do Finibanco? É de confiar, mesmo sendo um banco recente?

Em princípio nunca tenho porque desconfiar de um banco que esteja registado junto do banco de portugal. Os critérios para essa actividade estão bem definidos e a maior parte deles protege o consumidor. Para além disso, os depósitos até 25000€ estão protegidos pelo fundo de Garantia de Depósitos: http://clientebancario.bportugal.pt/default.htm (procure garantia de depósitos no menu à esquerda) pelo que, mesmo que viesse a haver algum problema com o banco e este não lhe conseguisse pagar o dinheiro que lá depositou, conseguiria sempre reavê-lo de uma forma ou de outra.

Permita-me que lhe devolva a pergunta: o que lhe causa receio no Finibanco? Acha que os seus receios têm fundamento? Se não confia no banco, não invista lá o dinheiro, há muito mais por onde escolher. Se realmente achar que eles têm o serviço que mais se adequa ao seu caso é uma questão de decidir se as vantagens do serviço/produto superam os seus receios...

Já agora, gostava de fazer uma pequena sugestão - na maior parte dos comentários e análises que por aqui se veêm, comparam-se apenas os produtos "normais" abertos ao público em geral. Se anda a comparar produtos orientados para o segmento dos reformados, sugeria que colocasse as conclusões da sua comparação num novo tópico indicando o que escolheu e porquê, eventualmente a pedir comentários adicionais. Estou certo que há muita gente que se encaixa nesse segmento ou está a chegar lá e que poderia tirar proveito de uma discussão mais orientada para esse tipo de produtos...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu não mudei de banco mas sim mudei quase toda a minha liquidez que tinha na Millennium para o banco BPN para aproveitar o produto que eles têm, o DP Interactivo com juros de 5,5% TANB a 365 dias, podendo renovar automaticamente e capitalizando os juros anuais. Também me foi garantido de que caso a percentagem de juros subissem, por exemplo de 5,5 para 5,8 ou 6%, seria automaticamente beneficiado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não mudei mas estou prestes a mudar, da CGD para o BPI.

Já andava com vontade de fechar a minha conta na CGD pois cada vez

que preciso de alguma coisa no balcão tenho que enfrentar umas filas bem grandinhas....

Além disso recentemente desloquei-me ao balcão mais perto de minha casa para que me explicassem

o juro de uma conta que tenho (caixa projecto) pois pelas minhas contas não batia certo... ???

Ora bem...resultado da minha ida: pus 3 pessoas a fazer contas, ninguém me soube responder

e um "volte na próxima semana que já lhe posso responder" (era 6ª feira...) o que me deixou mais uma vez super contente! >:(

O que me ia fazendo ter a conta aberta era o meu MegaCartãoJovem mas como a validade do mesmo

está prestes a vencer fui direitinho ao balção do BPI da minha universidade para

abrir la conta pois tenho la mais vantagens, quando tiver paciência para as filas vou a CGD para um "até nunca mais!" :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu não mudei de banco mas sim mudei quase toda a minha liquidez que tinha na Millennium para o banco BPN para aproveitar o produto que eles têm, o DP Interactivo com juros de 5,5% TANB a 365 dias, podendo renovar automaticamente e capitalizando os juros anuais. Também me foi garantido de que caso a percentagem de juros subissem, por exemplo de 5,5 para 5,8 ou 6%, seria automaticamente beneficiado.

despesas de manutenção/ outras despesas existem?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu sou cliente da CGD, desde 1999 por ter sido estudante universitário, mas vou mudar para o Barclays porque tenho lá, desde o inicio deste mês, um Crédito à Habitação e porque não estou nada satisfeito com a CGD.

Quando andei a pesquisar pelo Banco que me oferecia melhores condições de Crédito a CGD portou-se muito mal porque desde Abril ainda não obtive a resposta ao mesmo! Tenho lá as minhas poupanças, o meu vencimento e o da minha namorada domiciliado e depois é isto.

Também já aderi ao CitiBank para colocar lá o dinheiro enquanto não o tenho investido, visto que tem uma rentabilidade de 4% (Brutos) sem quaisquer custos, e devo também abrir uma conta no BPN para os investimentos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado pauloaguia. :)

A nova conta ordenado que estou a pensar abrir noutro banco destina-se a receber a minha pensão mensal

Acho que CGA so paga mesmo as pensoes a contas da CGD não tenho 100% certeza mas tb desconto pela CGA e acho que para depois receber a pensão tem de ser peça CGD mas nao ha nada como nos informarmos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu não mudei de banco mas sim mudei quase toda a minha liquidez que tinha na Millennium para o banco BPN para aproveitar o produto que eles têm, o DP Interactivo com juros de 5,5% TANB a 365 dias, podendo renovar automaticamente e capitalizando os juros anuais. Também me foi garantido de que caso a percentagem de juros subissem, por exemplo de 5,5 para 5,8 ou 6%, seria automaticamente beneficiado.

Então mas isso não funciona assim, se tu fazes um depósito a 5,5 durante 365 dias, ele fica trancado. Se as taxas subirem (como subiram entretanto para 6), o deu depósito continua inalterado. Podes é desmobilizar e sujeitares-te a perder alguns ou todos os juros (conforme a tabela de penalização) e renegociar novo depósito.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Acho que CGA so paga mesmo as pensoes a contas da CGD não tenho 100% certeza mas tb desconto pela CGA e acho que para depois receber a pensão tem de ser peça CGD mas nao ha nada como nos informarmos.

Acho que já foi assim mas já não é. Há muitos anos que não se é obrigado a ter conta num determinado banco para efeitos de recebimentos... era concorrência desleal.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Então mas isso não funciona assim, se tu fazes um depósito a 5,5 durante 365 dias, ele fica trancado. Se as taxas subirem (como subiram entretanto para 6), o deu depósito continua inalterado. Podes é desmobilizar e sujeitares-te a perder alguns ou todos os juros (conforme a tabela de penalização) e renegociar novo depósito.

Também não é bem assim. Se o depósito tiver renovações automáticas, estas normalmente são feitas à taxa actualmente em vigor.

Ou seja, se fazes um depósito de 1000€ a 6 meses a 5,5% e passado um mês as taxas sobem para 6%, é verdade que só vais ganhar 1000*0.055/2 = 27,5€ de juros brutos. Mas, quando o depósito renovar passa-te a ser aplicada a taxa de 6% (se não tiver sido alterada outra vez entretanto, claro).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Também não é bem assim. Se o depósito tiver renovações automáticas, estas normalmente são feitas à taxa actualmente em vigor.

Ou seja, se fazes um depósito de 1000€ a 6 meses a 5,5% e passado um mês as taxas sobem para 6%, é verdade que só vais ganhar 1000*0.055/2 = 27,5€ de juros brutos. Mas, quando o depósito renovar passa-te a ser aplicada a taxa de 6% (se não tiver sido alterada outra vez entretanto, claro).

Claro, mas a renovação da taxa só ocorre no final do depósito.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead