Speedbird

Montepio cancela alguns PPR`s unilateralmente

14 publicações neste tópico

Montepio suspende algumas modalidades de reforma

Ontem às 19:36

O Montepio diz que a culpa é da crise. O banco suspendeu as pensões de reforma com taxas de 4 e 6 por cento e rendas vitalícias. A medida afecta mais de 4 mil beneficiários.

O Montepio Geral suspendeu as modalidades de reforma com taxas de seis e quatro por cento e rendas vitalícias, por causa das alterações nos mercados financeiros e o aumento da expectativa de vida dos portugueses.

Os mais de quatro mil beneficiários que tinham as pensões agora suspensas podem subscrever uma nova com uma taxa de três por cento ou levantar o dinheiro sem perdas em relação aos valores já entregues.

«É imperativo sempre que uma modalidade entrar numa situação de insolvência a lei obriga a que sejam tomadas as acções correctivas necessárias para que se reponha a situação de equilíbrio», afirmou o administrador do Montepio Geral.

À TSF, José Almeida Serra lembrou que «há 30 anos ninguém previu as crises dos sistemas sociais hoje existentes em todos os países avançados» e que houve uma «alteração radical da situação», dado que a maior parte das pessoas morre após os 80 anos.

Para Almeida Serra, o recurso que já estava a ser feito ao Fundo de Reserva iria acabar por provocar uma situação de esgotamento e «os que viessem a seguir não rigorosamente nada».

«Ao impor as medidas correctivas, faço-o no princípio de justiça distributiva, porque não faz sentido haver uns a meter no bolso aquilo que é retirado do bolso dos outros», concluiu Almeida Serra sobre esta suspensão, comunicada por carta, que está a suscitar várias reclamações.

in TSF

Por acaso isto é assim??? Eu sou um dos que tenho essas vitalícias.Pode-se quebrar um contrato assim sem mais nem menos??

Speedbird

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eles podem fazer isso quando virem que não há o retorno esperado para eles. Só em situações excepcionais desfavoráveis é que o fazem e esta é uma delas.

Realmente é de lamentar para os clientes do Montepio.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom , posso presumir então que aqueles papéis todos que assinamos são uma grande treta !!!

Eles fazem o que querem ...

De qualquer forma vou fazer queixa ao bdp,por princípio , apesar de achar que nesta treta de país dava mais resultado falar com o papa.

Speedbird

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Montepio suspende algumas modalidades de reforma

Ontem às 19:36

O Montepio diz que a culpa é da crise. O banco suspendeu as pensões de reforma com taxas de 4 e 6 por cento e rendas vitalícias. A medida afecta mais de 4 mil beneficiários.

...

Os mais de quatro mil beneficiários que tinham as pensões agora suspensas podem subscrever uma nova com uma taxa de três por cento ou levantar o dinheiro sem perdas em relação aos valores já entregues.

...

Por acaso isto é assim??? Eu sou um dos que tenho essas vitalícias.Pode-se quebrar um contrato assim sem mais nem menos??

Speedbird

Esse assunto foi discutido neste tópico: http://www.pedropais.com/forum/index.php/topic,4148.msg33108.html#msg33108

Os gurus da previsões, não previram que a idade estimada dos clientes após a reforma tem vindo a aumentar, e como tal os valores apresentados como chamariz para o produto não seriam comportáveis para a instituição!...

No Montepio é normal haver estes tipos de ajustes consoante as épocas e o que não faltam aqui, são tópicos sobre o assunto!...  :o

http://www.pedropais.com/forum/index.php/topic,228.0.html

http://www.pedropais.com/forum/index.php/topic,2642.0.html

http://www.pedropais.com/forum/index.php/topic,2183.0.html

...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Palhaçada. Os bancos sempre que não têm lucros podem mudar contratos!!!!!

Assim tb eu geria uma actividade e tinha lucro.

Qual é o risco dos bancos afinal?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tbm vou cessar actividade com acções do banco porque estavam-me a dar prejuizo...

Se eles reclamarem a dizer que não posso mando-lhes a noticia e a ilegalidade xD

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu sou um dos que subscreveu há 18 anos a modalidade pensões de reforma,

portanto fiz um contrato com o montepio que quando atingisse os 65 anos começava o a receber uma pensão sobre os valores que tinha entregue, Agora recebi uma carta do montepio onde suspendem entregas a partir de janeiro de 2011, mas garantem o pagamento de pensão sobre os valores entregues quando atingir os 65 anos, mas o problema é este eu quando fiz o contrato com o montepio era para quando chegasse aos 65 anos tivesse um determinado valor de reforma e o montepio durante estes anos todos sempre afirmou que garantia e por escrito. Mais o Montepio não me deixa levantar o dinheiro que lá coloquei e obriga-me a pagar a quota mensal da associação.

Será que o montepio geral são pessoas de bem ou uma quadrilha de malfeitores?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ah...essa é que eu não esperava !!! Ainda não pude ir ao Montepio ,mas pelo que eu li na imprensa quem fosse afetado por essa canalhiçe podia levantar o dinheiro sem penalizações ou subscrever outro PPR que eles agora tem a 3%...

Mas não podem dar-me o dinheiro por que? Qual e o argumento?

Speedbird

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não sou cliente do montepio, mas lembro de ouvir a noticia na tsf.

É muito mau saber primeiro através de um noticia da comunicação social do que através do banco. Demonstra muita falta de respeito pelo cliente/associado dessa instituição.

A solução apresenta é fazer um PPR à taxa 3%! Com as novas regras fiscais do IRS esqueçam, não vale a pena fazer PPR.

Eu sugiro que retirem todo o dinheiro e investiam nos certificados do tesouro ou noutras instituições bancarias.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O Montepio vai convocar uma assembleia para o proximo dia 4 onde vai ser aprovado pelos associados ao cancelamento do planpo de reforma.

Os associados poderão não aprovar e tudo ficará como antes. Será bom que quem tenha estes planos compareça na assembleia. Ver site montepio.

Montepio suspende algumas modalidades de reforma

Ontem às 19:36

O Montepio diz que a culpa é da crise. O banco suspendeu as pensões de reforma com taxas de 4 e 6 por cento e rendas vitalícias. A medida afecta mais de 4 mil beneficiários.

O Montepio Geral suspendeu as modalidades de reforma com taxas de seis e quatro por cento e rendas vitalícias, por causa das alterações nos mercados financeiros e o aumento da expectativa de vida dos portugueses.

Os mais de quatro mil beneficiários que tinham as pensões agora suspensas podem subscrever uma nova com uma taxa de três por cento ou levantar o dinheiro sem perdas em relação aos valores já entregues.

«É imperativo sempre que uma modalidade entrar numa situação de insolvência a lei obriga a que sejam tomadas as acções correctivas necessárias para que se reponha a situação de equilíbrio», afirmou o administrador do Montepio Geral.

À TSF, José Almeida Serra lembrou que «há 30 anos ninguém previu as crises dos sistemas sociais hoje existentes em todos os países avançados» e que houve uma «alteração radical da situação», dado que a maior parte das pessoas morre após os 80 anos.

Para Almeida Serra, o recurso que já estava a ser feito ao Fundo de Reserva iria acabar por provocar uma situação de esgotamento e «os que viessem a seguir não rigorosamente nada».

«Ao impor as medidas correctivas, faço-o no princípio de justiça distributiva, porque não faz sentido haver uns a meter no bolso aquilo que é retirado do bolso dos outros», concluiu Almeida Serra sobre esta suspensão, comunicada por carta, que está a suscitar várias reclamações.

in TSF

Por acaso isto é assim??? Eu sou um dos que tenho essas vitalícias.Pode-se quebrar um contrato assim sem mais nem menos??

Speedbird

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Onde é que vai ser isso? O pobre mortal também pode ir?

Se não puder ir , onde posso saber o que é que ficou decidido?

Speedbird

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Onde é que vai ser isso? O pobre mortal também pode ir?

Se não puder ir , onde posso saber o que é que ficou decidido?

Speedbird

Vê aqui: http://www.montepio.pt/imagens/34/AG_Extraordinaria_2011.pdf

convoco os Senhores Associados para a reunião da Assembleia Geral em sessão extraordinária, que terá lugar no Auditório do Edifício Sede (6.º Piso), na Rua Áurea, 219- -241, em Lisboa, pelas 21:00 horas do próximo dia 17 de Fevereiro de 2011, em 1.ª convocação

...

para a Assembleia Geral funcionar, em primeira convocação, é exigível a presença de, pelo menos, dois terços de todos os associados efectivos, com direito a nela participar (artigo 23.º), número que é de admitir não consiga alcançar-se, designo o dia 4 de Março de 2011, no local a designar, através de publicação nos jornais, para a Assembleia reunir em 2.ª convocação, às 21:00 horas, podendo então deliberar com qualquer número de associados.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

VAmos todos os associados, prejudicados ou não à assembleia de 17 de fevereiro de 2011 as 21h, em que vai ser votado se irão ser suspensos ou não.A suspensão unilateral nao é legar sem a autorização do IPSS, a não ser que seja votado em assembleia pelos associados. Juntem o maior número de socios possiveis e comparecam. O Montepio tambem anda a angariar socios(trabalhadores), para votarem a favor do fim destes produtos.Façam valer a vossa palavra a quem apregoava tanto à continuidade do mutualismo.

Ao abrigo do artigo 22.º dos Estatutos do Montepio Geral - Associação Mutualista, convoco os Senhores Associados para a reunião da Assembleia Geral em sessão extraordinária, que terá lugar no Auditório do Edifício Sede (6.º Piso), na Rua Áurea, 219- -241, em Lisboa, pelas 21:00 horas do próximo dia 17 de Fevereiro de 2011, em 1.ª convocação, com a seguinte ordem de trabalhos:

ORDEM DE TRABALHOS

1. Deliberar sobre a suspensão de cobrança de quotas e respectivas coberturas complementares (contra-seguro e adicional de invalidez) nas modalidades de benefícios em formação, designadas por: Pensões de Reforma 6% (6%; PM60G), Pensões de Reforma 4% (4%; PM60G) e Pensões de Reforma 4% (4%; TV88/90), até à aprovação oficial da modificação do Regulamento de Benefícios respeitante às mesmas modalidades;

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O mesmo Conselho de Administração que deliberou pagar muito mais do que vale o Finibanco e secar muita liquidez para a operação é o mesmo Conselho de Administração que deliberou e comunicou aos Associados a suspensão do recebimento de quotas a quatro dias do final de 2010. Muito mal devem ter sido feitas as contas da operação Finibanco, muito graves devem ser as consequências de tal operação nas reservas aplicadas do Montepio para que não se pudesse esperar por uma deliberação em Assembleia Geral. Agora à pressa procuram a ratificação e fazer acreditar aos Associados que a culpa é da crise. É assunto para auditoria do Banco de Portugal e do Instituto de Seguros de Portugal.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead