Ariana

Pedido de Ajuda para melhor gerir despesas

23 publicações neste tópico

Cumprimentos!

Tenho seguido o vosso fórum com assiduidade, pois tenho aprendido! No entanto, já vasculhei o fórum acho que quase todo e não encontro o que penso que preciso...

Bom, mas deixem-me explicar a minha situação (não muito famosa!...)

Mudei há 15 dias para uma casa nova, que comprei recorrendo a um crédito habitação com a UCI. No entanto, não vendi a anterior, arrendei-a.Daí, estou à espera de ter como despesas o IMI( não sei quanto, nem quando) , os esgotos(cerca de 40,00 anuais) e as quotas do condomínio (120,00 por ano). A renda é de 285,00 mensais. Praticamente servirá para manter a casa, sem grandes ideias por aí alem...

Da casa nova, vou pagar a minha 1ª prestação a 1 Outubro, que penso deve chegar com seguros aos 1200,00, (isto porque a prestação mensal é de 615,00 e em Setembro não paguei prestação). ora, aqui é que me espalho ao comprido... é que este mês só consegui por de parte 300,00, porque gastei 500,00 a pintar a casa que arrendei, e o meu cartão de crédito tem saldo de 1250,00, mas tá todo consumido!... E o meu rendimento mensal é de 1250,00!!! como é que eu dô a volta??? Alguém me dá um desses bons conselhos que eu tenho visto por aí, aplicado ao meu caso?... please???

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Em 1.º de tudo deves ir ao banco e expores a situação o mais lealmente possivel e solicitar que essas duas prestações não sejam pagas juntas, alguma coisa se há-de arranjar.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Em 1.º de tudo deves ir ao banco e expores a situação o mais lealmente possivel e solicitar que essas duas prestações não sejam pagas juntas, alguma coisa se há-de arranjar.

Se calhar não devia ter mudado de casa nos tempos que correm

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Assim de repente salta logo uma coisa à vista - com um rendimento de 1200€ nunca te devias ter metido num credito com uma prestação de 600€ - metade do rendimento para pagar um empréstimo é muita coisa!

Acresce que tens também a dívida do cartão de crédito para pagar - ou seja, já vai mais de 50%.

Neste momento, para além do conselho do hsafarao só te posso dar outro - poupa o máximo que puderes. Não gastes nem mais um tostão com o cartão de crédito até o teres pago todo (quer dizer, não morras de fome, mas fora isso...).

E se tiveres alguma coisa para vender aproveita - quanto mais depressa arranjares o dinheiro para pagares a dívida menos juros tens que pagar.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
Se calhar não devia ter mudado de casa nos tempos que correm

Concordo contigo, mas dei a minha opinião no sentido de tentar ajudar a minorar uma situação dificil.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Deixa-me começar por dizer-te que mais grave do que não saberes como pagar 1250€ de crédito foi não pagares a prestação de Setembro. De duas uma: ou não tinhas dinheiro na altura e pensaste que adiar o problema resolvia as coisas ou então, adiaste essa responsabilidade e agora devias ter, pelo menos, o dinheiro da primeira prestação garantido.

Quanto a soluções, tendo em conta os dados que nos apresentas só vejo uma solução: está na altura de utilizar o dinheiro das rendas adiantadas. Se fizeste um contrato de arrendamento, deves ter nesta altura 2 ou 3 rendas pagas adiantadas. Pode ser uma alternativa!!!

;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Deixa-me começar por dizer-te que mais grave do que não saberes como pagar 1250€ de crédito foi não pagares a prestação de Setembro. De duas uma: ou não tinhas dinheiro na altura e pensaste que adiar o problema resolvia as coisas ou então, adiaste essa responsabilidade e agora devias ter, pelo menos, o dinheiro da primeira prestação garantido.

Quanto a soluções, tendo em conta os dados que nos apresentas só vejo uma solução: está na altura de utilizar o dinheiro das rendas adiantadas. Se fizeste um contrato de arrendamento, deves ter nesta altura 2 ou 3 rendas pagas adiantadas. Pode ser uma alternativa!!!

;)

Talvez não me tenha explicado bem: não paguei prestação em Setembro porque a escritura foi a 25 de Agosto, por isso não tive logo no dia 1 de Setembro a prestação debitada, por ainda não ter sido processada pela instituição. Por defeito, eles é que definiram que pagaria a 1ª prestação em Outubro, e eu é que estou a adivinhar que será o equivalente a dois meses, porque não faz sentido terem passado dois meses e só pagar uma prestação, pois não? Mas até ao momento, ninguém me pediu importância nenhuma, estou apenas a adiantar-me em virtude do cenário negro... Com relação às rendas adiantadas... pois... aí também não tá a correr muito bem, porque ainda não me pagaram... Estou à espera até ao fim de semana, depois... logo se vê >:(

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ariana, parece-me que estás mesmo a prever o pior cenário. Até concordo que o faças e que te previnas para isso, mas, provavelmente, o banco vai-te cobrar apenas 1 prestação+juros dos dias que já decorreram.

Há ainda a hipótese de cobrarem apenas juros. No meu caso, fiz a escritura no dia 21 e paguei a 1ª prestação no dia 5. Só paguei juros (o inconveniente é que continuamos a dever o mesmo  ;D).

Os conselhos que se podiam dar, penso que já foram dados. Só mais um: se prevês que é apenas uma situação temporária, talvez seja boa ideia recorreres à ajuda da familia ou amigos. É preferível do que não pagares o cartão de crédito e ficares a pagar mais juros.

Eu uso um software (Microsoft Money) que em situações do género me ajuda a perceber as despesas e as receitas que vou ter. Nunca estive assim apertado, mas ajuda-me a evitar isso.

Quando vemos um gráfico a subir pouco leva-nos a perceber que estamos a gastar muito  :-\

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Só gostava de saber porque é que recorreste ao crédito na UCI. Se foi pelos outros bancos não te aprovarem o crédito (o que era mais certo visto a tua taxa de esforço ou até mesmo por causa do scoring e também o facto de teres outra habitação) então não te deverias ter metido na UCI. É a tal história da UCI ter sido a primeira no mercado o facto da pessoa poder fazer crédito para uma nova habitação sem ter vendido a outra. É algo do género se não estou em erro mas sei que é pessimo recorrer a tal instituição.

Quanto a prestação penso que não te irão cobrar duas mas sim apenas uma + juros por dois meses, o que nao quer dizer que tenha razão.

Já agora diz-me uma coisa, que spread tens e a quantos anos foi feito o crédito?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

bem quanto ás rendas em atraso, da-lhes um prazo maximo 2 semanas se não pagarem diz que assim não lhes arrendas mais a casa.

Não sei que tipo de casa arrendaste mas 200 euros por uma casa acho que é um valor abaixo do mercado.

quanto a controlar as despesas é altura de fazer um orçamento exacto daquilo que gastas e anotares todas as tuas despesas ( ate mesmo o cafezinho) ias te surpreender com o que se gasta em ninharias que não nos fazem falta nenhuma.

Cartão de credito... 1250 de cartão para pagar é muito nem devias ter deixado chegar a esse ponto, mas como agora não há nada a fazer sempre podes pedir para pagar não na totalidade ( o que implica o pagamento de juros) e assim que vires a situação menos negra ( fazendo um aperto de cinto bastante consideravel) amortizares a divida no seu todo.

Quanto às prestações do banco não acredito que eles te lançem os dois meses num só. mas sempre podes fazer como já foi referido para não te debitarem as prestações juntas ( mesmo que isso implique pagamento de juros) dá te de alguma maneira uma margem de manobra para conseguires controlar a tua situação.

Agora mais importante que tudo é pura e simplesmente não usares cartão credito, ou se o usares colocares logo dinheiro de parte (e esqueceres que ele existe pelo menos ate a altura de pagar o cartão) assim que fazes uma compra com o cartão para quando chegar a altura de pagar a factura consigas pagar a 100% (logo sem juros) e não andares "com a corda ao pescoço".

Agora consoante o que já foi dito aqui, tb concordo que para quem ganha 1200 liquido 600€ euros de renda pela casa nova é muito puxado.

O importante é agora manteres redia curta nos impulsos consumistas e conseguires todos os meses guardar algum de lado.

Eu tenho um metodo que acho espetacular e acabas por esquecer dele...

Todos os meses quando recebo o banco tem ordem para retirar automaticamente uma percentagem do meu ordernado para uma conta poupança, ou seja é como se fosse uma divida que eu estou a pagar a mim mesma, e com o restou que sobra eu sou obrigada a conter os meus impulsos de modo a que o dinheiro chegue ate ao final do mes.

Pensa ness hipotese como se fosse uma conta da luz  para pagar, só que em vez de o beneficiario ser a edp o beneficiario és tu.  ;D

quanto maior for a tua percentagem maior é a poupança ao final do ano. Para começar 5% do que ganhas já é bom pensa que se reservares pelo menos 50€ todos os ordenados receberes 50€*14=700€ ao final do ano, já é uma ajuda para emergencias.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Olá

Se bem percebi estás a prever pagar 1200 ao banco dia 1 de Outubro

Poupaste 300€ e estás a pensar receber 285x2 da renda o que são 570€ total 870€ portanto para a prestação do banco faltam -te 330 €. Já pensaste pedir um adiantamento ao patrão do Subsídio de Natal  ;) Pode ser que seja compreensivo. Já falta pouco para 15 de Novembro. Quanto ao resto concordo com todos os outros.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boas.

Agradeço muito pelos conselhos. è como eu disse no início: aprende-se muito convosco. Por exemplo, desde que comecei a ler o vosso blog que já fiz algumas alterações no meu estilo de vida que são muito importantes. Algumas delas:

Eu uso um software (Microsoft Money) que em situações do género me ajuda a perceber as despesas e as receitas que vou ter.

Passei logo a usar a calculadora diasfelizes de que se fala no tema folhas de cálculo. Foi imediato o perceber que tinha de mudar radicalmente! E já tomei medidas: eu usava o cartão modelo com forma de pagamento "final do mês" (que não é muito diferente de um cartão de crédito pago a 100 por cento), só que percebi que ao chegar a 1 de Outubro eu não ia ter os 250,00 que costumava gastar em compras para pagar o cartão a 100%, e depois lá era mais uma dívida por pagar!!! Então, já limitei as compras e este mês já liquidei o cartão modelo na totalidade: 95,00.  ;D e já não uso mais! ;)

Já agora diz-me uma coisa, que spread tens e a quantos anos foi feito o crédito?

Tenho uma taxa indexada ao IFM BP TAEG, cujo valor está nos 5,980%, mais um spread de 0,400%, e a revisão é semestral.

Não sei que tipo de casa arrendaste mas 200 euros por uma casa acho que é um valor abaixo do mercado.

Eu tenho um metodo que acho espetacular e acabas por esquecer dele...

Todos os meses quando recebo o banco tem ordem para retirar automaticamente uma percentagem do meu ordernado para uma conta poupança(...)

Para começar 5% do que ganhas já é bom pensa que se reservares pelo menos 50€ todos os ordenados receberes 50€*14=700€ ao final do ano, já é uma ajuda para emergencias.

Quanto à renda da casa, procurei aqui ao redor, e há imensos T3 por 300,00, e eu queria mesmo arrendar o meu T2...  :'( Por isso fiz uma renda relativamente menor, para aumentar as probabilidades...

Quanto a esse plano de poupança, achei outra boa ideia! Em que banco é que fazes isso? Pode ser feito também no Santander? E como é que se chama esse produto?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Já agora:

...Daí, estou à espera de ter como despesas o IMI( não sei quanto, nem quando)...

Se souberes qual o valor porque a casa está avaliada nas Finanças podes calcular o valor deste imposto através de um dos muitos simuladores que por aí andam (as Finanças têm um, alguns bancos também).

Podes ler mais sobre o IMI noutro tópico: http://www.pedropais.com/forum/index.php/topic,15.0.html (tem lá links para simuladores também).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

olá :)

Novo ponto de situação:

segui o conselho do hsfarao e liguei para a UCI, para saber realmente com que valores tenho de contar, e fizeram-me um cálculo aproximado: 904,44 já com os seguros... Menos mal...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

ja so te faltam 35€ o que já n é mau.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

eu tenho no banif o poupança banif (uso exclusivo internet) a 180 dias com uma taxa bruta de 5.35% mas qq banco dispoe desse tipo de poupanças que permita reforços (que caso queiras poderão ser mensais) que poderão ou não ser automáticos.

Poderás é não conseguir uma remuneração superior ao do netbanking ( no meu caso banifast com criação da poupança exclusivamente por internet).

è uma questão que informares no teu banco.

Agora que é uma boa opção mesmo não sendo muito remunerado é sem duvida pois sabes que tens ali uma segurança para qq eventualidade.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Mas sou eu que tenho que dar a ordem todos os meses para transferir para essa poupança? ??? É que se tenho de ser eu,... não é muito boa ideia... sempre posso esquivar-me de o fazer por mil e um motivos... ::) Isso dá para pedir que seja o banco a fazer automaticamente num dia estipulado?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

No banif dá sim ao inicio eu todos os meses mandava um fax para a minha agencia para que no dia 1 tirarem o dinheiro da conta mas depois eles colocaram à disposição o metodo automatico e agora basta no inicio da criação da poupança enviar um fax com a tua assinatura a dar ordem para que todos os meses seja retirado automaticamente o valor que tu queiras.

No teu banco só mesmo colocando a eles essa questão nem que seja por telefone.

Aconselho-te a no inicio não ser muito, para veres se consegues controlar as tuas despesas de modo a que sobre ainda mais, e depois então ir aumentando gradualmente o valor....

eu começei com 50, passei a 100 e agora já consigo controlar as despesas de modo a que de para transferir 150 por mês... pode não ser muito mas já é uma excelente ajuda...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

ariana em ultimo caso, se o teu banco não tiver um produto como o que a luana falou podes dar a volta á situação, abres uma conta á ordem remunerada (como as do best e do big) para colocar essas pequenas poupanças, depois dás indicação no banco ou fazes tu mesma por homebanking, o pedido de transferência periódica, assim todos os meses a transferência é feita sem teres que te preocupar com isso, depois quando já tiveres algum dinheiro de lado podes aplica-lo num deposito a prazo.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

tempest@de:

Obrigada pela sugestão! É que conta no big já eu tenho, é na superconta que eu pus os 300,00 que consegui guardar este mês! :D Eu não sabia é que podia pedir ao Santander para fazer esse tipo de transacções programadas para outras contas. E pode-se fazer directamente para a superconta?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

poder até deves poder mas como a conta é noutro banco de certeza que te vão cobrar despesas de transferencia.

O importante é que saibas que quase todos os bancos dá para fazer isso de forma automatica pode é implicar alguns custos.

No meu caso pessoal e porque tenho conta ordenado no banif e poupança tb lá e como faço tudo por homebanking não tenho despesas de especie nenhuma nem de manutenção de contas pago apenas 0.60 caso queira fazer transferencias para outro banco que não seja do banif.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

ariana já aderiste ao homebanking? é que normalmente as comissões cobradas são menores que ao balcão logo estaras a poupar dinheiro. Consultando o preçário do santander, aqui http://www.santandertotta.pt/pagina/content/0,9852,796_22938_1_1_768_2_0,00.html vem que as transferencias frequentes entre contas do mesmo titular são gratuitas, não consigo perceber é se é dentro do mesmo banco ou se tambem nas interbancarias, porque na linha seguinte diz que o custo das transferencias interbancarias é de 0.75€. Podes sempre preguntar no teu banco qual seria o custo.

eu abri uma conta no big para ir colocando um dinheiro de parte, todos os meses deixo na minha conta á ordem (na CGD) o dinheiro suficiente para as despesas do mês e mais algum para uma eventualidade, o resto transfiro através do serviço de homebanking (não tem custos) para a superconta do big, ao fim de dois ou três meses retiro esse dinheiro da superconta e coloco num deposito a prazo.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Em principio as transferências vão cair na conta liquidez e não na superconta, mas depois é só fazer a transferência novamente no BIG para a superconta.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead