pauloaguia

Censos 2011

31 publicações neste tópico

Vem aí o maior "pesadelo" logísitico que o INE leva a cabo - os Censos 2011. E o INE anda "à caça" de pessoal para andar de porta em porta a fazer os inquéritos.

São só 1 ou 2 meses e não sei quanto pagam, mas quem estiver interessado pode procurar mais informações no site do INE: http://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_candidatura

Requisitos Gerais

1.Habilitações literárias equivalentes no mínimo ao 3º ciclo do ensino básico (9º ano);

2.Disponibilidade horária adequada ao exercício da actividade, incluindo final do dia e fins-de-semana;

3.Conhecimentos de informática na óptica do utilizador (preferencial);

4.Dispor de computador com ligação à Internet (preferencial);

5.Dispor de telemóvel;

6.Conhecer bem a zona geográfica para a qual se candidata.

Requisitos legais para a realização do contrato de tarefa, em regime de prestação de serviços

De acordo com a legislação especial aprovada para os Censos 2011 (Decreto-Lei nº 226/2009, de 14 de Setembro), o pessoal a contratar está sujeito, para efeitos fiscais, aos seguintes requisitos (artigo 14º deste diploma):

a) Se estiver colectado: Emissão de recibo modelo nº 6 (recibo verde);

B) Se não estiver colectado: Assinatura de recibo e de declaração (modelos disponibilizados pelo INE) de que não exerce, com carácter regular, qualquer actividade económica susceptível de enquadramento no regime normal de tributação do IVA e de que não se encontra registado para efeitos de IVA.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Se eles informassem dos valores que pagam era capaz de me candidatar  ;D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Se eles informassem dos valores que pagam era capaz de me candidatar  ;D

Eu fui entrevistador na edição anterior, em 2001 e digo-te que, na altura, não ganhei nada mal: fiquei com um quarteirão perto de minha casa e consegui um total de 120 contos em cerca de 2 meses de trabalho mais cerca de 10/15 contos pela formação de preparação.

No entanto, é dificil fazer uma previsão, pois recebe-se por cada inquérito preenchimento (seja de individuo, de alojamento, de prédio, etc.) e isso depende muito da realidade especial da freguesia do País onde tás a trabalhar, bem como da tipologia dos edificíos e do n.º de habitantes da zona.

Se não é indiscrição, para te dar uma ideia melhor vives em freguesia/concelho?

Como medida de comparação, posso dizer que onde eu trabalhei na altura pertence à zona oriental de Lisboa e tem cerca de 17000 residentes..

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

eu fui para ser delegado e a primeira coisa que nos disseram a todos foi: se voces tiverem juizo nao vao aceitar isto

depois foi apresentada toda a informação, e na primeira pausa foi perguntado pela pessoa que nos estava a explicar: quem quer sair agora?

saltamos logo 5/6 fora.

nao compensa pelo trabalho que dá.

agora, os recenseadores, se voces gostam de conviver com pessoas, arrisquem, pois este ano vai ser possivel fazer isto pela Internet, logo pelo que me disseram,  menos pessoas vao fazer em papel logo menos dinheiro vai ser pago aos recenseadores.

Resumo: à partida uma coisa que parecia ser boa, acaba por nao o ser, pois quem vai dar ao litro como sempre, nao vai ser pago realmente pelo trabalho que tem.

PS: nao tenho a certeza já, mas cada inquerito será 30 a 50 centimos...nao confirmo pois nao me recordo um valor exacto.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

eu fui para ser delegado e a primeira coisa que nos disseram a todos foi: se voces tiverem juizo nao vao aceitar isto

depois foi apresentada toda a informação, e na primeira pausa foi perguntado pela pessoa que nos estava a explicar: quem quer sair agora?

saltamos logo 5/6 fora.

nao compensa pelo trabalho que dá.

hahaha, então chumbaste na prova inicial do "terror psicológico" do mestre João Matias!!

ele faz sempre esse teatro, antes de cada recrutamento dos vários lugares para onde faz recrutamento para o INE, sabias?!

por melhor ou pior que seja o trabalho, o filme é sempre o mesmo, alegadamente para ver quem tem "estaleca" para superar os obstáculos que ele próprio vai colocando...

se tivesses continuado, na prova de grupo, terias assistido a um conjunto de provocações quase insuportáveis da parte dele,apenas para testar a tua resistência...

acho que foi um erro não teres ficado até ao fim, mas provavelmente tb n serias seleccionado, ele já tinha um perfil bem definido sobre quem queria escolher...e quem, por algum motivo, não encaixasse estaria fora... foi o meu caso! (apesar de já conhecer de outro recenseamento!) :(

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

nao foi o terror psicologico...eu apenas fui lá para saber os valores oferecidos

à partida, se o que eles diz que é XXX € por este trabalho, para mim não me interessa.

Eu gostei bastante da forma como ele abordou todo o tema.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

nao foi o terror psicologico...eu apenas fui lá para saber os valores oferecidos

à partida, se o que eles diz que é XXX € por este trabalho, para mim não me interessa.

Eu gostei bastante da forma como ele abordou todo o tema.

Mas dadas as dificuldades e a precaridade geral do mercado de trabalho neste momento, sou da opinião de que o INE até não paga mal de todo.

Até porque os Censos têm a particularidade de não exigir que a pessoa esteja colectada nas finanças como independente, ou seja, não é preciso recibo verde p receber o dinheiro...o que é uma grande vantagem face a outras oportunidades que te exigem essa burocracia (e encargos-extra, associados de Seg. Social e IRS...)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

ok...concordo.

Mas da forma como nos foi exposto os encargos e tarefas de delegado...acho que seriam muitas dores de cabeça.

Eu nao sou politico, nao estou filiado em nenhum partido, nao sou graxista, logo acho que ai começavam as dores de cabeça de ter que "trabalhar" em conjunto com aqueles supostos "politicos"...

LOL

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O que é certo é que está tudo minado, é só conluios...topem:

A minha companheira candidatou-se a esta cena de "delegados municipais" para uma capital de distrito - havia 3 lugares para o sitio em questão.

Foi a umas (ela e mais 15 pessoas) provas/entrevistas noutra capital de distrito no inicio de Dezembro para candidatura a um desses lugares - esteve lá uma tarde inteira das 14 às 18...nessas provas que falaram já no post.

Por volta do dia 20 de Dezembro ligam-lhe do INE a dizer que ela era uma das pessoas seleccionadas para trabalhar (formação inicial) de Janeiro a Junho a ganhar cerca de 1100 euros/mês e disseram-lhe que estavam a contar com ela...etc...disseram-lhe que lhe iam ligar no inicio deste ano (2011) para combinarem mais pormenores, em concreto a formação inicial...

Chegou Janeiro, 2, 3, 4...5...6 e nada...ela ligou a pedir informações e pasme-se:

A Câmara Municipal não aceitou as pessoas indicadas pelo INE! Já tinha as suas próprias pessoas...

Isto é literalmente brincar e gozar ao máximo com as pessoas! Mas temos de nos conformar não é?! Ainda por cima - Câmaras Municipais!!!

É só "clientes"!!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

  Em relação à mensagem anterior, não me admira nada, conhecendo os processos de recrutamento de concursos públicos, nas autarquias. Só não sabia que o INE também era permeável a isso, tinha ideia que eram bem mais isentos e competentes no recrutamento, mas pelos vistos...

  Alguém aqui vai trabalhar como recenseador para os Censos 2011?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

eu, normalmente, a menos que haja algum contratempo. Mais alguém? :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

eu, normalmente, a menos que haja algum contratempo. Mais alguém? :)

Já foste convocada p a formação? tiveste reunião de selecção ou não fizeram isso na tua zona?

eu vou amanhã e 4ªf... estou a trabalhar em São João - Lisboa e tu?

bom trabalho!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

mas eu percebo o facto de as autarquias estarem envolvidas, pois é um trabalho junto da populução...quando o recenseador tiver dificuldades em encontrar as pessoas, a quem é que vai recorrer para obter mais informações sobre o paradeiro de uma determinada família? à Junta de freguesia, pois claro.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Olá Boa Noite,

Não sou muito ligada a comentários, mas este em particular tocou-me.

Eu candidatei-me no inicio de Janeiro através do site do INE, para recenseadora dos Censos 2011 para a zona de Odivelas, Famões e Caneças.

Aguardei pelo Fevereiro, visto ser nesse mês que começávam a fazer a sessão de esclarecimentos, bem como a triagem, as estrevistas e a respectiva formação de quem ficásse selecionado.

Na expectativa de receber um telefonema ou um email, os quais nunca mais recebia, acabei por telefonar para a Junta de Freguesia de Odivelas, onde me informaram que não sabiam responder a questões relacionadas com os Censos derivado ao Delegado Municipal não se encontrar. OK.

Telefonei para a Junta de Freguesia de Famões, informaram-me que a minha candidatura estava correcta, mas que efectivamente não fiquei selecionada, preguntei o motivo e explicou-me que as vagas já estavam todas preenchidas, só precisavam de 12 pessoas. OK.

Após falar com o INE e Juntas de Freguesias acabo por chegar à conclusão que isto não passa de "Amigos" / "Tachos". 

Agora faço uma pregunta geral....  Nas vossas freguesias também aconteceu isto?

Afinal a formação, qualificações laborais não interessa... certo? O que interessa é o amigo que por sua vez também conhece outro amigo que até gostava de participar nos CENSOS... Enfim é o país que que temos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

mafaldeca..confirmo. Eu ainda fui à fase da formação mas depois... Não posso dizer mais aqui porque não quero dar informações pessoais mas podemos falar por PM. :)

Mas o mais rídiculo é que não é assim um tacho tão bom, dá trabalho e ganha-se pouco.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

mafaldeca..confirmo. Eu ainda fui à fase da formação mas depois... Não posso dizer mais aqui porque não quero dar informações pessoais mas podemos falar por PM. :)

Mas o mais rídiculo é que não é assim um tacho tão bom, dá trabalho e ganha-se pouco.

Posso partilhar a minha experiência pessoal....

Comigo, voltei a concorrer para a mesma freguesia onde trabalhei há 10 anos atrás. Só que, desta feita, indiquei mais 2 freguesias vizinhas (Penha de França e Sta. Engrácia, para quem conhece Lx, fica muito perto do local da famosa "Feira da Ladra") e acabei por ir à reunir de selecção nessa outra freguesia, ao que, como mostrei disponibilidade para trabalhar tb nesta freguesia, acabei seleccionado aqui para S. João. Em termos de dimensão, creio que terá menos população que Odivelas, uns 16000 habitantes talvez...

Mas enquanto que há 10 anos atrás nem sequer houve reunião de grupo, na altura, eles convocaram para a mesma formação todos os candidatos e depois aí, com base na avaliação através de um pequeno teste, confirmaram a viabilidade da participação, desta feita havia bastante mais candidatos...e sentiram necessidade de fazer reuniões de grupo em cada freguesia para uma primeira triagem pessoal...(pareceu-me, pela conversa, que, pelo menos em Lisboa, não tinham excluído ninguém dessas reuniões...)

Pelo menos na Penha de França seriam qualquer coisa como 70/80 candidatos (pois houve necessidade de fazer 2as reuniões), isso para seleccionar apenas uns 20...

Em S. João, estavam na lista para a formação talvez uns 40 e tal para 30 lugares, mais 7 suplentes.... o que acontece é que pelo menos uns 10 faltaram à totalidade ou ao 2.º dia de formação, ficando desde logo excluídos, pelo que provavelmente nem vai haver suplentes...todos os que tiverem avaliação positiva no teste vão trabalhar!

e como é normal alguém desistir por não se adaptar ao trabalho, desmotivação, problemas pessoais, etc...eu arriscaria dizer que ainda se calhar me vão propor assegurar o prosseguimento do trabalho dalgum colega, dada a minha experiência (pelo que percebi, sou o único repetente da última edição, o que não será propriamente algo de muito positivo...afinal a principal razão para voltar a trabalhar para este projecto é mesmo o facto de nunca ter conseguido um posto de trabalho digno desse nome, mesmo após 8(!) anos de universidade...no nosso país não anda fácil a vida dos licenciados em ciências sociais...).

quase que diria que, se soubesse do teu interesse a tempo, tinha-te sugerido que concorresses para aqui, lol.

acresce ainda o facto de eu próprio ter concorrido para delegado municipal/regional, posto onde, aí sim, me parece que o pré-preenchimento dalguns lugares era um dado adquirido, como o próprio psicólogo dos Recursos Humanos INE que acima indiquei me comentou! como disse, no caso dele, pareceu-me mais um preconceito/juízo de valor sobre pessoas "certas" e "erradas" para o trabalho, do que algum compadrio ou cunha pessoal!

já para recenseador, não imaginaria que houvesse tais amizades suspeitas, mas como Odivelas é uma autarquia em crescimento e onde moram muitos licenciados ou pessoas c/formação superior, e no contexto de crise actual, não será arriscado dizer que a lista de candidatos deve ter sido extensa!

por último, diria que se te identificas com este trabalho de recolha de dados por entrevistas/inquéritos, posso ir-te passando informação sobre ofertas (contacta-me em privado,ok?), pois regularmente tenho conhecimento e colaboro com estudos de mercado/inquéritos de satisfação, projectos de investigação em universidades, entre outros...é uma área onde se vai arranjando alguma coisa e onde se adquirem experiências mt engraçadas, por precário que seja, como já se vê...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Radical , eu tb estou interessado nesse assunto dos inqueritos , se puderes ajudar eu agradeço.

obr.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Radical , eu tb estou interessado nesse assunto dos inquéritos , se puderes ajudar eu agradeço.

obr.

Ok, Viegas! manda-me por PM o teu nome e mail de contacto... tou a ver que é desta que angario colaboradores para uma sociedade de estudo de mercado  ;D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

radical obrigado desde já, mas sou novo nestas coisa e não sei o que quer dizer PM e claro como enviar por PM. uma pequena ajuda agradeçia , obr.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

radical obrigado desde já, mas sou novo nestas coisa e não sei o que quer dizer PM e claro como enviar por PM. uma pequena ajuda agradeçia , obr.

Se não estou em erro, clicas no nome da pessoa em questão e aparecem 3 possiblidades, a azul, no final da página. Uma delas é referente ao envio de PM ou MP para o correspondente!...  ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Se não estou em erro, clicas no nome da pessoa em questão e aparecem 3 possiblidades, a azul, no final da página. Uma delas é referente ao envio de PM ou MP para o correspondente!...  ;)

Obrigado, JRibeiro, pelo esclarecimento em meu nome ;)

já recebi a mensagem do nosso colega de fórum :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ora essa!...  :D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

boa noite, já sabem quando vão receber a cartografia?

Eu fiquei suplente

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

boa noite, já sabem quando vão receber a cartografia?

Eu fiquei suplente

Ficaram de ligar até final desta próxima semana...aqui na freguesia segundo consta será para começar a distribuir os inquéritos às portas apenas no dia 7...por isso até lá a pressa é relativa!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde, desculpem desenterrar este tópico mas gostava de pedir o V/ apoio para esclarecer a minha dúvida.

Reza a história que num belo dia de primavera,

Eu meti 1 dia de férias para ir à formação como recenseador em Castelo Branco. Foi uma sexta e um sábado.

1 - A formação foi uma vergonha, desde a péssima atitude do formador à sua falta de educação quando começávamos a colocar questões, sendo que ainda houve algumas exaltações pelo meio;

2 - Quando começou o período de entrega dos inquéritos, em conversa com a sub-coordenadora - da qual não tenho queixas - constatamos que em vez de ter recebido uma formação recebemos uma desinformação;

3 - Cá na cidade houve um atraso e apenas recebemos as secções/sub-secções na noite anterior ao carnaval pelo que só no dia de carnaval é que os recenseadores puderam fazer o reconhecimento para iniciar as entregas no dia a seguir ao carnaval.

No meu caso em particular, apesar de nos ter sido dito que ficaríamos na nossa área de residência, pois assim conheceríamos a zona de trabalho e as pessoas, calhou-em em sorte uma área brutal desde o limite Este da cidade até ao fim da freguesia e com casas espalhados pelos montes e a população de mais dimensão ficava a 30mins. de carro para cada lado por uma estrada boa mas com muitas curvas.

Após fazer o reconhecimento da zona por alto para ter uma ideia do que me esperava a nível de terreno/distâncias/tempos, e tendo em conta que me tinha inscrito apenas com disponibilidade das 19-22h, ainda equacionei meter uns dias de férias e arriscar ir para o meio da "serra" fazer os censos de sol a sol.

Foi então quando me lembrei de perguntar se para além dos valores normais existia algum apoio para quem ficasse deslocado para um local afastado do centro urbano pois nestas deslocações eu iria despender combustível que não está barato bem como todo o desgaste da viatura pelos caminhos de terra, enquanto que quem ficou na cidade apenas gastava solas de sapatos! A resposta basicamente foi não, não existe nenhuma ajuda as condições são estas é aceitar ou largar.

Ora pesando tudo tomei a decisão de desistir, pois entre cansaço/combustível/alimentação, etc, a grande fatia do que iria receber seria para cobrir despesas. Sendo que foi complicado aceitar quem quisesse fazer essa área pelos mesmo motivos que eu, sendo que na última semana de entrega conseguiram arranjar um recenseador que actualmente já está arrependido de ter aceite pois não lhe compensa.

Agora aqui é que surge a minha grande questão. No meu caso tendo eu desistido face às condições que me foram apresentadas à posteriori, a formação devia-me ser paga ou não? ???

Pergunto isto porque na formação, não nos foram apresentados estes factos, tendo nos sido dito que não nos preocupássemos que ficaríamos colocados ou na nossa área de residência ou nas proximidades e que a formação seria sempre paga independentemente do que acontecesse a seguir (http://www.jf-brandoa.pt/%5Cimagens%5Cuploads%5CCensos%202011%20-%20Recrutamento%20Recenseadores.pdf). :-\

E quando desisti e questionei se me pagavam a formação foi-me dito redondamente não. >:(

Já pesquisei na página do INE já li o Decreto Lei (http://www.jf-brandoa.pt/%5Cimagens%5Cuploads%5CCensos%202011%20-%20Recrutamento%20Recenseadores.pdf) já enviei mails para o INE Nacional para a Delegação da Zona Centro e até agora nem me responderam nem eu encontrei nada que me esclarecesse sobre se tenho direito ao dinheiro da formação ou não! ???

Será que alguém me pode ajudar? ???

Desde já grato pelo vosso tempo.

Cumps.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Para deixar um comentário é necessário estar registado

Criar uma conta

Registe uma conta nova na nossa comunidade. É fácil!


Registar uma conta nova

Entrar

Já está registado? Entre aqui.


Entrar agora