_damien_

PRECISO DE AJUDA URGENTE!!!

7 publicações neste tópico

Olá, boa tarde a todos os que estão a ler este pedido de ajuda.

Venho por este meio pedir algum tipo de aconselhamento e possível ajuda, na tentativa de amenizar a situação de sobreendividamento em que me encontro. Tenho um crédito habitação no BES, um crédito consolidado na COFIDIS e mais um crédito pessoal na COFIDIS, um crédito pessoal na CETELEM e crédito em uso do cartão Jumbo, tenho também divida do cartão de crédito que tenho do BES. No fim das contas fico com pouco ou nada para mim e para a minha esposa, ela estuda na faculdade de letras, está num mestrado, o que também nos consome mais algum valor monetário mensalmente e na hora de pagar as propinas. Quanto a Bolsa de estudo, ela tem apenas o suficiente para comprar o passe mensal que custa aproximadamente 80 €, sobrando da bolsa apenas +/- 20 €. Tentei, nos ultimos dois meses, em conversação com o BES, fazer um crédito que desse para consolidar todos os que tenho menos o da Habitação, recebi hoje um parecer negativo. Nas simulações que fomos fazendo, com esse crédito consolidado no BES, conseguiria ficar a pagar menos por mês do que pago agora pelos créditos que tenho aproximadamente 200€, o que já era uma grande ajuda. Espero que me possa ajudar, pois estou a entrar numa fase em que apenas sobrevivo, não vivo, todos os meses, estou diariamente a entrar em estados de stress absoluto e por vezes só me apetece mesmo é chorar. Estou desesperado de tal maneira que começo a não ter mais ideias que me ajudem a sobreviver.

Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boas podes experimentar aqui isto deves ser subscritor do blog e talvez esta pessoa te possa ajudar e nem vais ter que pagar pelo menos é o que dizem lá.

http://www.poupaeganha.com/parceria-credito-habitacao/

Atenção que foi uma coisa de repente das quais me lembrei também podes tentar na DECO a ver se eles te ajudam a renegociar isso com esse banco.

Tens que manter a calma, sei que quem passa por isso não é facil mas existe sempre uma luz ao fundo do tunel.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Olá damien.

O que vou dizer, provavelmente, é duro, mas necessário e para teu bem.

Como dizem os ingleses, não há almoços grátis!

Deixa-te de simulações e negociações com Bancos, pois ninguém te dará nada.

Prolongam-te a dívida no tempo, mas terás de pagar uma pequena fortuna em juros.

Para saires dessa, e por muito que te custe, tens de descer ao inferno do corte na despesa e da amortização da dívida, ou seja, tens de eliminar despesa e arranjar dinheiro para, de forma muito disciplinada, iniciares um plano de pagamento do crédito que tenha a taxa de juro mais elevada.

Quando acabares de pagar o 1.º crédito, passas para o 2.º crédito, e assim sucessivamente, até ficares somente com o crédito habitação. Esse é diferente, pois tens o valor da habitação.

Em suma, ficarás só com o crédito habitação.

Terás, certamente, de abdicar de muita coisa durante uns anos, mas se não o fizeres estarás a caminhar a passos largos para a insolvência, o que poderá ser dramático para ti e para a tua família.

Se conseguires chegar ao final desta magna tarefa, tens de fazer uma promessa solene: CARTÕES DE CRÉDITO NUNCA MAIS!

Boa sorte!

Bom pai de família

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Aconselho também a leitura dos seguintes livros:

O Homem mais rico da babilónia

Pai Rico Pai Pobre

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Vender bens também pode ser uma solução. Adiar o mestrado pode ser outra.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boas,

- Arranja um segundo trabalho

- Esposa adia o mestrado e terá que começar a trabalhar

- Reduz drastiamente despesa (zon, telefones, combustivel, saidas, net, seguros, carros etc...)

- Tens um grande problema ... divide em pequenos problemas e ataca um de cada vez

- Sê disciplinado ...faz um orçamento familiar com aquilo é essencial e superfluo ... corta o superfluo.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Nunca deveria ter contactado a Cofidis nem Cetelem, os creditos nos bancos são bem melhores em termos de taxas de juro.

Aconselho vivamente contactar a Deco pois essa empresa resolve os seus problemas de sobre-endividamento e conseguirá um acordo.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor