Ironman

Iniciar negócio

13 publicações neste tópico

Boa noite!

Para quem quer iniciar uma empresa e precisa de capital qual é o máximo de empréstimo que se consegue? Há alguma maneira de ter ajuda do estado? qual é a melhor estratégia?

Agradeço opiniões  :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Em primeiro lugar , para iniciar um negócio nesta altura , tem que ser mesmo um ironman, mas isso já vi que é...

Quanto ao empréstimo, deixo para o seguinte.

Speedbird

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A nível de empréstimo, especialmente para quem vai iniciar, o valor máximo a obter vai depender essencialmente das garantias que conseguir prestar ao credor. Se as garantias forem poucas, não será fácil obter grandes valores.

Ainda existem alguns incentivos do Estado, embora menos que em anos anteriores, mas depende de vários factores, como área de negócio, localização, se é focado na exportação, etc.

Queres dar-nos mais detalhes?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A nível de empréstimo, especialmente para quem vai iniciar, o valor máximo a obter vai depender essencialmente das garantias que conseguir prestar ao credor. Se as garantias forem poucas, não será fácil obter grandes valores.

Ainda existem alguns incentivos do Estado, embora menos que em anos anteriores, mas depende de vários factores, como área de negócio, localização, se é focado na exportação, etc.

Queres dar-nos mais detalhes?

Para exportação tudo depende da maquinaria que consiga comprar... os preços contam mt e só consigo bons preços se tiver maquinaria. A única garantia que tenho é um terreno com licença industrial  com 7000m2. A área de negócio é na transformação de mármores e granitos e em todas as áreas a que ela diz respeito, e a área é no norte... Região Braga.

Tenho contactos no estrangeiro mas para avançar preciso de saber muitos detalhes acerca da hipótese de ajudas do estado. Tudo é mt volatil... até ao momento em que tenha mais certezas acerca do que posso conseguir.

Que tipos de incentivos do estado é que existem?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tenta contactar a(s) associação(ões) do sector. Estarão certamente mais por dentro desse tipo de questões.

Fiz uma pesquisa rápida no Google e encontrei este exemplo, não sei se haverá outras: http://www.assimagra.pt/

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tenta contactar a(s) associação(ões) do sector. Estarão certamente mais por dentro desse tipo de questões.

Fiz uma pesquisa rápida no Google e encontrei este exemplo, não sei se haverá outras: http://www.assimagra.pt/

Eu sei é uma associação que pouco faz pela área... Vc houve a falar mt nos móveis quando a pedra poderia dar mt mais ao país do que os móveis. Simplesmente não há uma associação forte que consiga unir associados, que não vise o lucro massivo e que tenha bons preços para os associados.

Eles não ajudam quem não é associado nem dão detalhes. Primeiro teria-me de filiar, mas como ainda não tenho empresa não dizem nada.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

o post anterior é um bocado tendencioso, o Ironman fala em empréstimo e a ajuda do estado a que se refere penso que seria um juro mais baixo.

o programa Apoios a Iniciativas Locais de Emprego  do IEFP está fechado há bastante tempo, não se vislumbra alteração para breve (aqui penso que havia ajudas a fundo perdido);

Actualmente tens o apoio à criação de empresas para investimento entre 15000 e 200000€ sendo o financiamento 100.000€

(95% do investimento e 50.000€ por posto trabalho criado a tempo completo); Euribor a 30 dias, acrescida de 0,25%, com taxa mínima de 1,5% e máxima de 3,5%. Fora disto não sei como está o funcionamento do sistema bancário, mas estou interessado!

Cumps

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Já ouviram falar de capital de risco? Ver em http://www.iapmei.pt/resources/download/GuiaPraticodoCapitaldeRisco.pdf

Iniciar um negócio sem capital pressupõe que alguém aposte em nós. Isto é o drama de Portugal. Não há capital de risco! Quem o tem prefere especular do que criar riqueza apostando no espirito empreendedor de outros que têm ideias e vontade, mas não tem dinheiro para as concretizar. Por isso se diz que as grandes fortunas ou são herdadas ou são roubadas. A trabalhar ninguém enriquece salvo se tiver nascido em berço de ouro. O capital de risco e o microcrédito são as soluções para gerar riqueza e emprego. Infelizmente em Portugal, poucos capitalistas estão interessados em emprestarem dinheiro a quem não tem garantias. Isto de facto é um capitalismo de renda avesso ao risco...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Iniciar um negócio sem capital pressupõe que alguém aposte em nós. Isto é o drama de Portugal. Não há capital de risco!

Em grande parte concordo mas acho que já foi mais difícil aceder a esse tipo de financiamentos do que hoje.

Hoje em dia, com o acesso à Internet é mais fácil chegar a alguém que conhece alguém que tem dinheiro... uma boa rede de contactos continua a ser a melhor forma de abrir portas ;)

Em Portugal já há algumas associações que se dedicam a este tipo de "aposta" nas pequenas grandes ideias. Acho que até já há um grupo de Business Angels composto por elementos de várias grandes empresas nacionais (se com muito ou pouco sucesso não o sei mas já por mais de uma vez me passaram referências a eles pela frente). E outras há que lançam prémios de inovação ou afins justamente para financiar startups com ideias inovadoras...

A tua mensagem fez-me lembrar disto, por isso achei que não era má ideia escrever aqui... Pode ser que incentive alguém interessado a aprofundar o assunto.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não quero nada de de borla mas obviamente se o estado não ajuda de alguma maneira é extremamente difícil e então futuramente serão menos os aventureiros e mais as empresas estrangeiras a mandar na nossa vida. Além do mais antes dar oportunidade a portugueses do que a empresas tipo quimondas segundo eles de valor acrescentado que de acrescentado só no numero de desempregados e de prejuízo ao estado.

A ajuda a quimondas e empresas do género dava pra ajudar a reestruturar milhares e milhares de empresas!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

o post anterior é um bocado tendencioso, o Ironman fala em empréstimo e a ajuda do estado a que se refere penso que seria um juro mais baixo.

o programa Apoios a Iniciativas Locais de Emprego  do IEFP está fechado há bastante tempo, não se vislumbra alteração para breve (aqui penso que havia ajudas a fundo perdido);

Actualmente tens o apoio à criação de empresas para investimento entre 15000 e 200000€ sendo o financiamento 100.000€

(95% do investimento e 50.000€ por posto trabalho criado a tempo completo); Euribor a 30 dias, acrescida de 0,25%, com taxa mínima de 1,5% e máxima de 3,5%. Fora disto não sei como está o funcionamento do sistema bancário, mas estou interessado!

Cumps

Antes de mais agradeço-lhe a si e a todos os que participaram no tópico!

Onde posso ver essa informação? em que website?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead