Pedro Pais

OE 2011: negociações entre Governo e PSD falham

29 publicações neste tópico

E agora espera-se para ver como é que o PSD vai votar...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Acho que ainda está tudo em aberto (ao contrário do que seria se tivesse havido acordo). Cenários são muitos e com muitas ramificações:

1. o PSD pode votar contra. Como CDS e PCP já disseram que votavam contra (não sei se o BE já declarou o sentido de voto) então o Orçamento falharia... aí a dúvida seria o que o Sócrates iria fazer:

 1.1 se se demite como prometeu:

   1.1.1 o PR pode finalmente formar novo Governo. O problema é que entre os partidos se entenderem e esse Governo lançar um novo Orçamento, certamente só teríamos Orçamento para o ano outra vez... e neste momento não dá para esperar tanto tempo...

   1.1.2 se ninguém se entender até lá, só nos resta esperar que o PR possa dissolver a assembleia para convocar eleições e os portugueses ajudarem a estabelecer a questão. Mas com eleições possíveis só lá para Maio, quer dizer que o OE2001 só sairia no fim do ano - este cenário não é uma hipótese, antes disso já nos teria caído tudo em cima certamente...

 1.2 se o Sócrates não se quiser demitir (afinal de contas, quantas promessas não quebrou já ele até agora?) vai mesmo ter que encontrar um partido com quem negociar a viabilização de um Orçamento. Ou então sujeitar-se a uma moção de censura que o afastaria.

2. o PSD mesmo assim pode abster-se em nome do "interesse nacional" (pode dizer que fez tudo o que podia e mesmo assim sair de cara mais ou menos limpa para votar uma moção de censura ao governo, caso surja; algo que não ficaria muito bem se tivesse conseguido introduzir alterações no Orçamento)

Mas acho que não vale a pena conjecturar muito... neste momento limito-me a ser espectador, não há nada que eu possa fazer e não vou matar a cabeça a pensar nisso...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Mas acho que não vale a pena conjecturar muito... neste momento limito-me a ser espectador, não há nada que eu possa fazer e não vou matar a cabeça a pensar nisso...

Efectivamente não vale. É aguardar, até porque a votação é já dia 29.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

FMI...volto para nós pf

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A verdade é que nimguem sabe de nada a não ser eles.

Mas no meu entender FMI sera uma boa opção ja que o objectivo é dar confiança aos mercados nada como uma entidade independente e com fama de "competente" para gerir um pais. Para não falar que não havia tantos paninhos quentes para os Boys do governo. Só ai ja se poupava muito e este orçamento a ser aprovado com certeza sera muito semelhante ao do FMI. e ter um orçamento Via FMI e ter um orçamento Via socrates eu prefiro o do FMI. Ja que temos de viver na penuria pelo menos o FMI da-me mais ganrantias de futuro ao contrario do Governo que desconfio que ainda aplicarão mais medidas de austuridade. 

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
Mas no meu entender FMI sera uma boa opção ja que o objectivo é dar confiança aos mercados nada como uma entidade independente e com fama de "competente" para gerir um pais.

Atenção que o FMI não tem poder executivo, só faz sugestões. O Governo e a assembleia é que continuam a mandar em tudo... Claro que se não fizerem o que o FMI sugere, o FMI retira a ajuda, é um factor de peso :)

Mas, por exemplo, no tal cenário em que o Governo se demitisse e ficássemos algum tempo com um governo de gestão, enquanto não se arranjava outro, o FMI não podia vir cá fazer grande coisa...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

o PSD deverá abster-se em nome de uma responsabilidade que tem perante todos os portugueses: todos os partidos politicos representados na AR são responsáveis perante os portugueses e não apenas aquele que, em dado momento, está no governo. Esta é a minha "aposta".

Votar contra seria juntar mais irresponsabilidade à já irresponsável atitude dos outros 4 partidos "do contra" (refiro-me ao Bloco, ao PCP, ao CDS e aos Verdes - estes nós sabemos que são sempre do contra, excepto quando estão - o CDS - no governo em que fazem o mesmo que é feito agora - ou pior...  ) e eu não acredito que o PSD, que tem particulares responsabilidades pois é a única alternativa credível, alinhe nisso: se alinhar estará a dar um "tiro no pé" e será certamente penalizado por isso. Não acredito em tanta falta de inteligência, mas já não digo nada...

Relativamente à vinda do FMI eu admiro-me como ainda existem portugueses que acham que seria preferível ele vir aí: só posso atribuir isso a ingenuidade pois a vinda do FMI seria terrível para todos nós a menos que aceitemos de bom grado que estrangeiros nos venham impor medidas piores e mais gravosas do que aquelas que os governantes portugueses nos querem já impor. Basta olhar para onde o FMI tem passado e ver os antecedentes.

Bom...para falar verdade nós, portugueses, sempre reverenciámos muito tudo o que é estrangeiro, isso sempre nos esteve um bocado nos genes, talvez seja por isso...

Mas verdadeiramente lamentável é que os partidos politicos representados na AR não se consigam entender numa coisa básica e essencial ao País, contrariamente ao que se passa em toda a restante Europa onde verificamos que isso foi possível apesar da crise - isso mostra apenas que a nossa Democracia ainda não é suficientemente madura, o que é uma pena pois aos 36 já o deveria ser e privilegiar a cultura do diálogo em vez da cultura do "bota abaixo".  

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

será que o FMI pode Criar um orçamento mais severo do que este ? parece-me impossivel !  Portugal ainda não esta no fim tal como a grecia. E logo a vinda do FMI neste momento seria interessante para dar um futuro a este pais. Como referi ja que estamos com a corda pelo pescoço pelo menos gostava de acreditar que fosse para um futuro melhor mas com este governo ou outro qualquer nao acredito.

"Bom...para falar verdade nós, portugueses, sempre reverenciámos muito tudo o que é estrangeiro, isso sempre nos esteve um bocado nos genes, talvez seja por isso... "

Com FMI pelo menos acredito que teremos menos boys. Isso é positivo.   

E com a entrada do FMI so vai prejudicar as Grandes empresas e a banca que vão deixar de ter tanto poder como tem neste momento afinal eles fazem parte dos "boys do governo". A classe media esta completamente depenada so imaginar uma familia que nao tenha poupança esta em serios problemas para comprar bens de "segunda necessidade". É a verdade so fazer as contas.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
o PSD deverá abster-se em nome de uma responsabilidade que tem perante todos os portugueses: todos os partidos politicos representados na AR são responsáveis perante os portugueses e não apenas aquele que, em dado momento, está no governo. Esta é a minha "aposta".

Pessoalmente não concordo muito com este ponto de vista - isso quer dizer que o Governo pode propor um qualquer disparate que os partidos da oposição devem ter a obrigação de o viabilizar só porque estamos em crise... essa forma de pensar não contribui para que as partes, sobretudo o Governo, se esforcem em melhorar o Orçamento :-\

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

na realidade eu acho que uma pessoa responsável deve fazer sempre uma análise de risco das suas acções: verificar, de entre as várias opções de decisão, qual a que apresenta menos risco. Neste momento interessa saber - na minha opinião - o que representa mais risco para o país, se é ter orçamento com uma abstenção do PSD ou se é não ter com um voto contra.

Penso que a grande maioria da classe politica - incluindo a generalidade das cabeças-pensantes do PSD - já se pronunciaram sobre isso - até porque na realidade todos sabemos que as divergências são pormenores pois o verdadeiro "bife do lombo" provavelmente seria o mesmo com qualquer outro governo...é o que nos diz a experiência passada.

Eu não gosto muito da palavra "boys" aplicada a quem anda na politica pois entendo que qualquer um de nós é livre - felizmente - de se inscrever no partido politico que quiser. Eu não sou inscrito em nenhum mas tenho vizinhos que são - uma até é deputada - e tenho familiares que são: não vejo mal nenhum nisso, sinceramente. Pode-se andar na politica por gosto, por sentido de comunidade ou interesseiramente mas isso acontece em qualquer actividade, acho eu. O que existem é pessoas sérias e pessoas menos sérias - na politica, na policia, nas empresas, etc etc . - mas não me venham dizer que um professor catedrático, p.ex., que vai para ministro ou deputado - e há-os de todos os partidos desde o Bloco ao CDS - passa a ser pejorativamente um boy por causa disso ! Este é o sistema que temos de gerir a coisa pública - e parece-me que ainda não foi encontrado outro melhor, pesem todos os defeitos deste !

Vamos aguardar pelas declarações dos "boys"  ;D  para ver no que isto vai dar: eu coloco a cruz na abstenção!

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

será que o FMI pode Criar um orçamento mais severo do que este ? parece-me impossivel !  Portugal ainda não esta no fim tal como a grecia. E logo a vinda do FMI neste momento seria interessante para dar um futuro a este pais. Como referi ja que estamos com a corda pelo pescoço pelo menos gostava de acreditar que fosse para um futuro melhor mas com este governo ou outro qualquer nao acredito.

"Bom...para falar verdade nós, portugueses, sempre reverenciámos muito tudo o que é estrangeiro, isso sempre nos esteve um bocado nos genes, talvez seja por isso... "

Com FMI pelo menos acredito que teremos menos boys. Isso é positivo.    

E com a entrada do FMI so vai prejudicar as Grandes empresas e a banca que vão deixar de ter tanto poder como tem neste momento afinal eles fazem parte dos "boys do governo". A classe media esta completamente depenada so imaginar uma familia que nao tenha poupança esta em serios problemas para comprar bens de "segunda necessidade". É a verdade so fazer as contas.

É por isso que há muita gente com o medo do FMI.

É por isso que o orçamento vai passar.

...e assim a história vai continuar:

+ endividamento

+ tachos

+ boys

+ sistema

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

carlos2008

Fazes uma interpretação errada do que são "boys" estar ligado a politica não é ser boy. Eu acredito que exista gente seria na Politica mas a verdade é que nao se vê gente na Politica que seja milionario antes de ir para la o que se vê é gente que se torna milionario ou com bom salario numa empresa Publica depois de passar por lá caso de muitos ex ministros que são chamados de gestores Publicos.

O que chamo de "boys" são aqueles que os Politicos colocam em cargos que não fazem sentido nenhum e ficam a receber aquele salario chorodo o que na giria tambem são chama-dos de Tachos. Não tenhas duvidas que é devido a isso que  o pais esta como esta. Mas isso acontece desde o Topo ate ao chefe mais rasco do departamento das finanças da tua cidade. Muitas vezes o tacho ainda criar outro tacho para o amigo e por ai em diante ...  é sempre a sakar dinheiro ao estado e o que é engraçado é que chega ao fim do mês ele cai certinho ao contrario das empresas privados que se assim andassem estavam bem tramadas.

Eu acredito que o socrates seja boa pessoa mas talvez não tenha capacidade para mudar isto, quem ia por a cabeça de molho nesta embrulhada que deve ser, ser um primeiro ministro  ? quem diz ele diz outros ministros, so um tolo ou alguem que tenha muita fe no que esta a fazer. Ele poderia facilmente se retirar e arranjar um tacho que desse menos dores de cabeça. Por isso o felecito mas ele ja não tem capacidade de mudar isto e de fazer as tão aclamadas reformas estruturais que o pais precisa, teve 4 anos de maioria absoluta e nada mudou.   

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

j0rge,

De acordo apenas parcialmente: existe hoje, de facto, uma geração de politicos formados nas juventudes partidárias (exemplos de topo neste momento: Sócrates e Passos Coelho) que nunca fizeram nada na vida além de politica. São pessoas normais e, provavelmente, nós devemos habituar-nos a ser governados por pessoas dessas, normais. Aliás, repara a coincidência, ambos licenciados por universidades de 2ª linha e tardiamente, embora evidentemente nada a opor a isso pois cada um escolhe onde quer concluir os seus estudos.

O contraponto são os "grandes líderes" de antigamente, carismáticos e fortes, que tivemos após o 25A : Soares, Freitas do Amaral, Cunhal, Sá Carneiro, Adelino Amaro da Costa, Eanes e outros do mesmo género que aliavam capacidade de liderança a cultura, humanismo e inteligência fora de vulgares. Hoje pura e simplesmente não existe ninguém nos directórios partidários capaz de ombrear com essas características, pois os que existem ou estão velhos demais ou não têm capacidade de liderança.

O problema de Portugal não são o Governo, o Sócrates, o Coelho e a centena e meia de "boys" que eles têm colocados nas empresas públicas: acredita que isso é uma migalha no nosso Orçamento colectivo, não são esses que nos mandam abaixo.

O problema de Portugal é que não é governável (nunca foi) em maioria relativa pois a nossa cultura democrática ainda não é sólida o suficiente para promover o diálogo e a formação de maiorias na AR através de coligações (já reparaste que somos caso único nisso ?) , o problema de Portugal é a miríade de Presidentes de Câmara, de Junta, de Empresas Municipais e correlacionados - temos pelo menos o dobro daquilo que necessitaríamos se isto fosse bem gerido - , o problema de Portugal é a promiscuidade entre o Poder Local e a construção civil, p.ex., é a Justiça que não funciona e que não responde perante ninguém, é a impunidade dos crimes sejam económicos ou outros : isto é que representa muitos milhões dos nossos impostos que poderiam ser emagrecidos. Isso é que é muito dificil de alterar e isso é que ninguém se atreve a mexer.

Acredita que não são os 50 ou 60 gajos de um qualquer Governo que nos fazem mal, o que nos faz mal é tudo o resto.

Mas não te preocupes demasiado: o Orçamento vai passar com abstenção do PSD na generalidade, depois vão desvirtuá-lo todo nas discussões da especialidade, eles vão continuar no ringue de boxe mais seis meses e depois, lá para meados de 2011 teremos eleições antecipadas: é por estas e por outras que não passamos do 30º lugar dos rankings internacionais...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu acredito que o socrates seja boa pessoa mas talvez não tenha capacidade para mudar isto, quem ia por a cabeça de molho nesta embrulhada que deve ser, ser um primeiro ministro  ? quem diz ele diz outros ministros, so um tolo ou alguem que tenha muita fe no que esta a fazer. Ele poderia facilmente se retirar e arranjar um tacho que desse menos dores de cabeça. Por isso o felecito mas ele ja não tem capacidade de mudar isto e de fazer as tão aclamadas reformas estruturais que o pais precisa, teve 4 anos de maioria absoluta e nada mudou.    

Aqui o caso não é serem boas ou más pessoas. O problema é que os "mandantes" do PS são uns incompetentes... e a prova está à vista de todos os que querem ver a realidade!!!

Em 2010 fizeram cortes e congelamentos nos trabalhadores mas a divida pública aumentou. Porquê?

Porque estes incompetentes tiram o dinheiro a quem trabalha para eles o poderem gastar como bem lhes apetece... carros novos, jantares milionários e até talvez em "fruta"...

Ando eu a contar os tostões para andar de cabeça erguida e não ficar a dever nada a ninguém e agora tenho que pagar as dividas que este bando de INCOMPETENTES fizeram?

Não querem o FMI? Acham que não chega já de serem governados por incompetentes?

Quem os meteu lá é que deveria pagar o que estes incompetentes têm "estorrado"... apesar de já haver muita gente arrependida de os ter lá metido!!!

FMI já!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

JATG,

estas coisas devem ser vistas com distanciamento, calma e isenção: só assim, com a cabeça fria, podemos analisar as coisas com olhos de ver.

se te recordares bem as maiores aldrabices cometidas neste País nos últimos anos têm dois rostos : BPN e BPP e nenhum deles se pode dizer que more no Largo do Rato. Olha, morar por morar eu até diria que moram mais para os lados de Belém do que para os lados do Rato, mas enfim, as acções ficam com quem as pratica e voltamos ao velho problema: ineficiência da Justiça, um dos mais graves (ou o mais grave) problema do país.

Essas aldrabices foram tão grandes que de facto estamos todos a pagá-las e são uma das grandes causas deste nosso mal estar actual, falando nas causas próximas, domésticas, mas manda a justeza que o seu a seu dono: não vamos culpar os partidos politicos, sejam eles quais forem, pelas acções de pessoas individuais.

Acho eu, mas é a minha opinião apenas.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

PSD cede na subida do IVA para 23%...  >:(

Que desilusão!!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

PSD cede na subida do IVA para 23%...  >:(

Que desilusão!!

Mas alguns produtos e bens essenciais (pão, leite...) já não sobem para os 23%, assim como já não vai haver cortes na totalidade, das deduções fiscais (apenas para os 2 últimos escalões senão estou em erro) !...

Parece-me que houve cedências de parte a parte!...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

PSD cede na subida do IVA para 23%...  >:(

Que desilusão!!

Eu, já não acredito em milagres!

O que andaram a fazer, o jogo do gato e do rato, foi só para que a opinião pública ficasse com a oipinião de que o PSD não teve outro remédio. Deu-lhe protagonismo todo este jogo.

Mesmo assim o Governo cedeu, pontualmente, o que mostra que quer "dialogar".

Esta política é tudo menos transparente. ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Mas alguns produtos e bens essenciais (pão, leite...) já não sobem para os 23%, assim como já não vai haver cortes na totalidade, das deduções fiscais (apenas para os 2 últimos escalões senão estou em erro) !...

Parece-me que houve cedências de parte a parte!...

Pois houve, mas esta medida é a que vai tocar a todos, sem excepção e é esta a mais gravosa.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pois houve, mas esta medida é a que vai tocar a todos, sem excepção e é esta a mais gravosa.

Dai se chamar um imposto cego (é fácil de aplicar - o próprio Presidente usou quando era Primeiro - e é gerador de receitas certas)!...  :-X

A "memrodri" focou no ponto fulcral!...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead