Visitante PereiraP

Enganado pelo banco?

18 publicações neste tópico

Exmos. Srs.

No ano passado ganhei cerca de 150 mil euros no euromilhões.

Familiares vieram logo pedir emprestado para iisto e para aquilo.

Então fui ao banco e apliquei numa poupança a prazo a 4 anos com taxa de juro de 4%.

Só posso levantar o dinheiro 1 no fim desses 4 anos

Na altura foi dito pelo banco que o fundo garantia de depósitos cobria 100 mil euros por depositante, então a conta foi aberta em meu nome e no nome da minha esposa e assim cobriria a totalidade se o banco falisse.

Na filha normalizada da aplicação é dito que é coberto pelo fundo de depósitos e que cobre até 100 mil euros por depositante.

Esta semana em conversa com amigos descobri que a partir de 2012 o fundo de garantia só irá cobrir 25 mil euros por depositante.

Ora, acho-me enganado, porque disseram que era 100 mil por depositante e pelos vistos já sabiam que em 2012 descia para 25 mil.

Como só posso levantar o dinheiro no final, acham que posso alegar mudanças no contrato para pedir a devolução do dinheiro para a conta à ordem?

Os bancos são uns aldrabões é o que posso dizer!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A menos que consigas apresentar algum documento onde conste claramente essa omissão, parece-me difícil provar seja o que for. Até porque essa lei é pública, e o desconhecimento da lei não desculpa nada... Sem uma prova de que o banco agiu de má fé, parece-me complicado que consigas a anulação do negócio... Mas nada te impede de tentar, claro.

Tens a certeza que o produto não permite qualquer tipo de movimentação antecipada? O que diz na ficha do produto a esse respeito?

De qualquer forma, como já tem sido dito aqui por mais do que uma vez - se algum dos bancos grandes vier a falir nos tempos mais próximos, provavelmente não vai haver fundo de garantia de depósitos que nos valha, vai tudo atrás... se se faz os investimentos a contar que ele venha a ter que ser activado, se calhar o melhor é investir logo noutro lado. Por isso também não vale a pena moeres muito a cabeça a pensar nisso ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Exmos. Srs.

No ano passado ganhei cerca de 150 mil euros no euromilhões.

Familiares vieram logo pedir emprestado para iisto e para aquilo.

Então fui ao banco e apliquei numa poupança a prazo a 4 anos com taxa de juro de 4%.

Só posso levantar o dinheiro 1 no fim desses 4 anos

Na altura foi dito pelo banco que o fundo garantia de depósitos cobria 100 mil euros por depositante, então a conta foi aberta em meu nome e no nome da minha esposa e assim cobriria a totalidade se o banco falisse.

Na filha normalizada da aplicação é dito que é coberto pelo fundo de depósitos e que cobre até 100 mil euros por depositante.

Esta semana em conversa com amigos descobri que a partir de 2012 o fundo de garantia só irá cobrir 25 mil euros por depositante.

Ora, acho-me enganado, porque disseram que era 100 mil por depositante e pelos vistos já sabiam que em 2012 descia para 25 mil.

Como só posso levantar o dinheiro no final, acham que posso alegar mudanças no contrato para pedir a devolução do dinheiro para a conta à ordem?

Os bancos são uns aldrabões é o que posso dizer!

Tem calma.

A medida do fundo de garantia é transitoria pelo menos até 2011. Mas até lá pode ser que o limite passe a definitivo, ou aumentar o prazo mais algum tempo, ou aumentar o limite ou claro manter o limite dos 25 mil euros.

Tenho quase a certeza que quando fizeste o deposito a prazo, assinaste um contrato ou foi entregue um contrato do deposito prazo (com vários pontos).

Num desses pontos deve estar escrito algum assim parecido:

Os depósitos constituídos na Caixa Geral de Depósitos, S.A. beneficiam da garantia de reembolso prestada pelo Fundo de Garantia de Depósitos (Fundo) sempre que ocorra a indisponibilidade dos depósitos por razões directamente relacionadas com a sua situação financeira.

O Fundo garante o reembolso da totalidade do valor global dos saldos em dinheiro de cada depositante, desde que esse valor não ultrapasse o limite de garantia definido na lei.

O limite de garantia previsto no n.º 1 do artigo 166º do Regime Geral das Instituições de Crédito e Sociedades Financeiras é de 25 000. Porém, transitoriamente, até 31 de Dezembro de 2011, o limite de garantia é de 100 000.

Dei um exemplo de deposito da cgd. Mas o texto é similar para todos. E por isso não podes declarar desconhecimento.

Tem calma. O banco ainda não faliu. Não sejas tão pessimista.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tal qual vejo a situação é assim: independentemente do Banco ter agido de má fé - e não minha opinião não agiu pois é (ou devia ser) do conhecimento publico que assim como o limite garantido pelo FGD passou de 25k para 100k por decisão política (sem intervenção de quaquer Banco) também a sua reversão (de 100k para 25k) dependerá apenas de decisão política e da alteração da lei para esse fim, sem que qualquer Banco possa garantir aos seus clientes que o FGD vai cobrir X ou Y em 2012 pois ninguem sabe - e como tal não acredito que vá encontrar nada no contrato (ou noutra qualquer forma escrita pelo Banco) que lhe diga que o FGD iria cobrir 100k até ao fim do Depósito - o Banco não cometeria esse erro.

Assim, dizia eu, independentemente do Banco ter agido de má fé ou não, a sua decisão tem de se basear em se quer manter o DP até ao fim ou não. Pois caso o termine, admito que vá fazer novo DP (eventualmente noutro Banco) mas vai estar sujeito na mesma ao facto de menor cobertura por parte do FGD caso se concretize essa redução em 2012.

Ou seja, independentemente do que faça, não vai conseguir fazer nenhum Depósito tendo a certeza absoluta de que o FGD vai cobrir 100k até ao fim do DP pois por decisão política já amanhã o limite de cobertura do FGD pode ser reduzido sem que nenhum Banco ou cliente se possa opor. Assim, como não está na sua esfera de influência (nem da de qualquer Banco) a possibilidade de amentar ou reduzir a garantia do FGD, então essa não é uma dimensão relevante para o seu problema.

A sua decisão é tão simples quanto: tenho ou não uma alternativa de investimento melhor (que me pague mais que 4%) do que este Depósito? se sim, posso ou não mobilizar (eventualmente com perda de juros) o Depósito actual? e decidir com base nessa análise.

abraço,

sinbad

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado pelos vososs comentários.

Na ficha normalizada que assinei diz assim:

"Os depósitos constituidos no Vabco x beneficiam da garantia de reembolso prestada pelu fundo de garantia de depósitos sempre que ocorra a indisponibilidade nos depósitos por razões directamente relacionadas com a sua situação financeira.

O Fundo de garantia de depósitos garante o reembolso até ao máximo de 100.000 euros por cada depositante. No cálculo do valor dos depósitos de cada depositante considera-se o valor do conjunto das contas de depósito na data em que se verificou a indisponibilidade de pagamento, incluindo os juros e, para o saldo dos depósitos em moeda estrangeira convertendo em euros ao cambioi da referida data.

Para informações complmentares consulte o endereço www.fgd.bportugal.pt"

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

acho que os 25000 é aplicado para pessoas que façam as suas aplicações apartir dessa data!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

acho que os 25000 é aplicado para pessoas que façam as suas aplicações apartir dessa data!

Não, o que conta é a data em que ocorre a indisponibilidade do dinheiro depositado...

Senão, por essa ordem de ideias, a maior parte das contas de depósito actuais, tendo sido abertas antes do ano passado, estariam apenas cobertas pela antiga garantia de 10.000€... o que não é o caso...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Os bancos são uns aldrabões é o que posso dizer!

Possa!!! É logo assim a pés juntos?

Antes de mais, os meus Parabéns. Quase todos nós lutamos por essa sorte semanalmente.

Relativamente a este teu último comentário, acho que é de conhecimento geral que não são os Bancos que ditam as regras.

Já aqui foi dito quem faz essas leis.

PS: Tenho quatro colegas que ganharam há duas semanas 3,5 milhões cada também no Euromilhões. E Guess What? Despediram-se!!! hahaha.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu estou a ser enganado por um de 2 bancos e gostaria de saber a vossa opinião.

O banco novo "B" ofereceu-me uma taxa de juro muito interessante para um suposto depósito a prazo enquanto que o banco actual "A" persiste em dizer que não se trata de um depósito a prazo garantido pelo fundo de garantia.

O banco "B" apresentou-me a papelada para criar o depósito a prazo com a indicação clara de que se trata disso mesmo e de que é garantido pelo fundo.

Pela persistencia do banco A em afirmar que não se tratava de um deposito a prazo tratei de confronta-lo com a tal documentação.

Acontece que o banco A subsiste na sua afirmação dizendo que estou sujeito a uma situação semelhante à ocorrida com os depositantes do BPP.

Tendo em conta que este confronto coloca em causa, na minha prespectiva, o funcionamento do sistema bancário nacional, agradecia saber o que acham disto.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sem conhecer a ficha do produto é dificil afirmar seja o que for num sentido ou noutro...

Se realmente não queres divulgar aqui o nome dos bancos, expõe o caso ao Banco de Portugal através do Portal do Cliente Bancário. Ou um ou outro estão claramente a prestar-te informações incorrectas e o BdP devia ser informado disso. Se for o banco A está a difamar um banco da concorrência sem fundamento; se for o banco B esse produto devia ser retirado do mercado ou a sua descrição corrigida.

Acresce que o BdP vai ter que analisar a ficha do produto em causa e ficas com uma opinião independente sobre o mesmo ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Trata-se de dois dos maiores bancos nacionais, um deles internacional.

Era exactamente isso que tinha em mente, vou proceder à consulta junto do portal do cliente bancário e assim que tenha novidades transmito.

De qualquer forma, na FIN e por todo o contrato diz claramente Deposito a prazo e no aviso 6/2009 do BdP diz "Não é admitida a utilização da designação «depósito» na comercialização de qualquer produto que

não corresponda:" a um dos depósitos/aplicações garantidos pelo fundo de garantia.

Fico perturbado em como os bancos/funcionarios bancarios podem colocar em causa todo o funcionamento do sistema. O melhor a fazer será mesmo colocar o capital num país que me ofereça garantias de respeito pelos meus direitos..

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sem a ficha do produto é complicado responder à tua duvida.

Mas se o produto está abrangido pelo fundo de garantia, então tem de existir uma clausula do produto a dizer isso. Se não tiver nenhuma referência, então não está abrangido pelo fundo de garantia.

Por isso, ou escreves o nome do produto em questão e nós no forum faremos o nosso juizo sobre esse "deposito". Ou então sugiro que analises com cuidado a ficha do produto para verificar se deposito em questão está abrangido pelo fundo de garantia.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

rtm,

tens razão, coloca o teu dinheiro no Lehman Brothers, nos Estados Unidos: é um banco e um país onde os depositantes estão totalmente protegidos....ou coloca-o no Iceland Bank, na Islândia, pois também estás totalmente protegido !

o sistema bancário português é um dos mais fiáveis e evoluídos do Mundo. Sim, não me enganei, disse do Mundo, do Globo Terrestre, isso mesmo: só não sabe isto quem não tem o minimo conhecimento do que fala, faz-me lembrar aqueles "passageiros frequentes" que passam a vida a falar mal da TAP - até quando a comparam com uma qq. low-cost que só tem refeições pagas (a peso de ouro) e só tem 1 WC para o avião todo: vê-se logo que andam de avião todos os dias...

A mim chateiam-me profundamente certas baboseiras que por vezes aqui são ditas e não posso deixar de me manifestar, desculpem lá.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu até colocava o contrato, mas neste momento não tenho como..estou fora do escritório/país.

A respectiva cláusula de garantia pelo FGD está presente de forma clara e no topo diz "Ficha de Informação Normalizada - Depósito a Prazo Normal" e no contrato diz "Depósito a Prazo".

Eu nunca coloquei em causa o sitema bancário português. No entanto, quando dois dos maiores bancos o fazem, é natural que sinta que este está em questão.

Sobre o mesmo contrato de depósito a prazo um dos bancos diz que é depósito a prazo e o outro diz que não, um deles está necessariamente errado.

Acresce que tenho alguma formação em finanças e tratei de ler o documento com bastante atenção, tal como alguns regulamentos. Julgo que a generalidade dos pequenos investidores não entra neste nível de detalhe pelo que deve usufruir de um nível razoável de protecção.

Preocupa-me que essa protecção seja posta em causa por uma entidade do sistema.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA

Por exemplo de deposito a prazo da cgd:

Ponto : Fundo de Garantia de Depósitos

Os depósitos constituídos na Caixa Geral de Depósitos, S.A. beneficiam da garantia de reembolso prestada pelo Fundo de Garantia de Depósitos (Fundo) sempre que ocorra a indisponibilidade dos depósitos por razões directamente relacionadas com a sua situação financeira.

O Fundo garante o reembolso da totalidade do valor global dos saldos em dinheiro de cada depositante, desde que esse valor não ultrapasse o limite de garantia definido na lei.

O limite de garantia previsto no n.º 1 do artigo 166º do Regime Geral das Instituições de Crédito e Sociedades Financeiras é de 25 000. Porém, transitoriamente, até 31 de Dezembro de 2011, o limite de garantia é de 100 000.

No cálculo do valor dos depósitos de cada depositante, considera-se o valor do conjunto das contas de depósito na data em que se verificou a indisponibilidade de pagamento por parte da Instituição Depositária, incluindo os juros e, para o saldo dos depósitos em moeda estrangeira, convertendo em euros, ao câmbio da referida data.

A presente informação constitui um resumo do actual Regime de Garantia de Depósitos e não dispensa a consulta da legislação em vigor.

Para informações complementares consulte o endereço www.fgd.pt

Se existir este ponto na ficha desse produto, com um texto semelhante aquilo que está escrito antes, então está abrangido pelo fundo de garantia.

1.º Mandamento de um bancário - Tenho de vender os produtos do meu banco, independemente serem piores que a concorrência.

Uma vez tive uma entrevista para BCP em que objectivo era vender uma caneta, achei uma parvoice e por isso não consegui levar a sério a entrevista, porque também o banco não leva a sério os meus conhecimentos. Objectivo era para ver aptidões de vendedor.

Mas quando pergunto a um bancário se sabe a formula de calcular juros de um deposito a prazo, a maior parte já me disse não sabe fazer, e tem de fazer a simulação no computador.

Por isso eu não dou muita importância aos funcionários e até proprios gerentes (tenho uma historia de uma gerente da cgd que demonstrou uma grande falha de conhecimentos bancarios, com unico objectivo de vender produto da cgd).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado a todos pelas respostas.

De facto contém a cláusula referida relativa ao fundo de garantia. Pela análise que fiz, estaria tudo correcto.

O grande problema é que isso leva-me a crer que terei sido induzido em erro pelo actual gerente do banco onde tenho conta há bastantes anos, o que não é menos grave.

Eu já percebi o carácter maioritariamente comercial dos bancos há bastante tempo, a meu ver os seus objectivos agressivos e consequentes analises de desempenho levam a que, maioritariamente na área do retalho, ascendam na carreira pessoas com um perfil mais comercial...considerando que muito poucos de nós conseguem ser competentes em todas as áreas, estes serão naturalmente menos competentes nas áreas de análise financeira.

Isto já deixou de me chocar há muito, o que me choca é considerar o longe que um funcionário de um banco poderá ter chegado para vender os seus produtos. Não existirá um código de ética a respeitar?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tanto quanto sei, o limite de 100.000 EUR no Fundo de Garantia de Depósitos é para se manter.

3) What is the current level of deposit protection in the EU? How is this going to change in the future?

When the financial crisis hit in autumn 2008, Member States decided that the level of deposit protection should be gradually but quickly increased in the EU. A Directive adopted in March 2009 required coverage to be increased from a minimum of € 20 000 to at least € 50 000 by June 2010 and to a uniform level of € 100 000 by the end of 2010. Today's proposal – following an impact assessment on the move to € 100 000 – confirm the € 100 000 figure.

Fonte: http://europa.eu/rapid/pressReleasesAction.do?reference=MEMO/10/318&format=HTML&aged=0&language=EN&guiLanguage=en

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tanto quanto sei, o limite de 100.000 EUR no Fundo de Garantia de Depósitos é para se manter.

Eu fio-me mais no que diz a legislação portuguesa ;)

Artigo 166.º

Limites da garantia

1 – O Fundo garante o reembolso da totalidade do valor global dos saldos em dinheiro de cada depositante, desde que esse valor não ultrapasse € 25 000 (Nos termos do artigo 12º do Decreto-Lei nº 211-A/2008, de 3 de Novembro, publicado no Suplemento ao Diário da República, I Série, nº 213, de 3 de Novembro de 2008, até 31 de Dezembro de 2011, o limite de garantia previsto neste nº 1, passa de €25 000 para €100 000).

Não quer dizer que esse prazo não possa vir a ser prorrogado, claro. Mas para já é o que vale.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead