Gorecki

Conta Ordenado

5 publicações neste tópico

Boa noite,

tenho uma questão a colocar, não se já foi falada noutro tópico, mas cá vai.

A minha mãe tem o ordenado dela domiciliado no Santander Totta e é lá também que tem o crédito habitação e outro crédito ao consumo (burraaa). Ah e ainda utilizou o plafond dela (burrrraaa x 2).  :o

A minha questão aqui é que eles basicamente tiram lhe o ordenado todo da conta e eu quero saber se posso pedir no emprego dela para alterar a conta de domicilio do ordenado e fazer os pagamentos normais dos dois creditos por transferencia bancaria para a conta da minha mae. Claro que tencionava tambem fechar o plafond para não me acontecer como tem acontecido até agora.  ???

A situação é desesperante porque eu ganho 700 euros a RV e ainda tenho que a estar a ajudar a pagar despesas mensais, porque basicamente todo o dinheiro que entra sai no minuto seguinte.

Obrigada pela a vossa colaboração.

Cumprimentos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa noite,

tenho uma questão a colocar, não se já foi falada noutro tópico, mas cá vai.

A minha mãe tem o ordenado dela domiciliado no Santander Totta e é lá também que tem o crédito habitação e outro crédito ao consumo (burraaa). Ah e ainda utilizou o plafond dela (burrrraaa x 2).  :o

A minha questão aqui é que eles basicamente tiram lhe o ordenado todo da conta e eu quero saber se posso pedir no emprego dela para alterar a conta de domicilio do ordenado e fazer os pagamentos normais dos dois creditos por transferencia bancaria para a conta da minha mae. Claro que tencionava tambem fechar o plafond para não me acontecer como tem acontecido até agora.  ???

A situação é desesperante porque eu ganho 700 euros a RV e ainda tenho que a estar a ajudar a pagar despesas mensais, porque basicamente todo o dinheiro que entra sai no minuto seguinte.

Obrigada pela a vossa colaboração.

Cumprimentos.

Esta situação não tem uma resposta taxativa, pois tudo depende do que tiver sido contratado aquando da concessão desses 2 créditos.

Por exemplo, o crédito à habitação, em regra, reveste-se de uma taxa de spread mais baixa, se a pessoa domiciliar no banco o seu ordenado mensalmente

Se assim for, não convirá deixar de depositar lá o salário mensalmente, pois estaria a entrar em incumprimento contratual do estipulado e, obviamente, isso iria reflectir-se na prestação mensal, algo que não será do vosso agrado, obviamente.

O que eu creio que o Santander aceita é que o depósito do salário possa ser feito manualmente, por cheque ou em numerário ao balcão, no dia em que melhor convier à pessoa, desde que tenha uma periodicidade mensal (sensivelmente entre os dias 25 e 6 do mês seguinte) e, nesse caso, já poderia então a tua mãe solicitar o crédito do salário numa outra conta à ordem qualquer e posteriormente levantar apenas o que precisasse p fazer face às prestações dos créditos.

O que me parece pelo que dizes do plafond é que todos os meses ela levanta mais do que o seu vencimento e, por isso, está sempre a usar esse montante adicional que o banco coloca à disposição, ou seja, o saldo contabilístico (normal da conta) está sempre em negativo, o que está sempre a acrescer juros sobre juros  :o

Assim, aconselhava-te a 2 coisas:

1- Seria bom fazeres uma estimativa das prestações mensalmente que ela tem de pagar por cada crédito e do vencimento, para ver se, na realidade, o salário chega para fazer face a essas obrigações e poderes avaliar a melhor forma de gerir a situação.

2- Perguntares no balcão gestor da conta se é possível, à luz do crédito à habitação, e  sem entrar em incumprimento com o mesmo, passar a fazer o depósito, de forma não automática, do salário (mas não digas que vais passar para outro banco, como é obvio, se te perguntarem diz apenas que consegue gerir melhor o dinheiro se o tiver em casa, à mão, por ex.)

mais alguma dúvida, dispõe!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Independentemente disso, pedir ao banco para desactivar o descoberto autorizado parece essencial para ela deixar de pagar juros sobre esses montantes...

Uma sugestao - nao assumas que a tua mae e' um caso perdido. Senta-te com ela, ajuda-a a fazer o orçamento mensal la' de casa, fa'-la perceber de onde vem os gastos a mais. A tua mae pode nao te ter dado uma boa educaçao (pelo menos a julgar pela forma como te referiste a ela) mas nao quer dizer que devas fazer o mesmo. E a medio prazo vais ver que compensa ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Olá! Antes de mais quero agradecer a vossa disponibilidade em ajudar.

Eu já fiz isso. Consegui reunir todos os papeis e fiz-lhe as contas. Percebi que ela recebe menos do que aquilo que pode pagar e acho que ela também percebeu isso. o meu problema agora é arranjar este dinheiro para pagar o valor que está negativo na conta, não sei como fazer mesmo... posso mandar fechar o descoberto autorizado mesmo com valores em falta?

De qualquer maneira, meti o caso na Deco. O problema é ter dinheiro para nos aguentar mensalmente...

Obrigada!

beijos.

PS. Só tratei a minha mãe por burra porque ela foi avisada inúmeras vezes, e como deves calcular a paciencia desaparece a partir de um certo momento. Mas apesar disso tudo, acho que não devias falar sem saber da missa a metade.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Olá! Antes de mais quero agradecer a vossa disponibilidade em ajudar.

Eu já fiz isso. Consegui reunir todos os papeis e fiz-lhe as contas. Percebi que ela recebe menos do que aquilo que pode pagar e acho que ela também percebeu isso. o meu problema agora é arranjar este dinheiro para pagar o valor que está negativo na conta, não sei como fazer mesmo... posso mandar fechar o descoberto autorizado mesmo com valores em falta?

De qualquer maneira, meti o caso na Deco. O problema é ter dinheiro para nos aguentar mensalmente...

Obrigada!

beijos.

PS. Só tratei a minha mãe por burra porque ela foi avisada inúmeras vezes, e como deves calcular a paciencia desaparece a partir de um certo momento. Mas apesar disso tudo, acho que não devias falar sem saber da missa a metade.

Olá,

Infelizmente é uma situação muito comum actualmente...

Não podes cancelar o descoberto ou facilidade de descoberto sem antes saldares o saldo em divida, no entanto, podes junto do gestor da conta dar instruções (ser fores titular da conta) para bloquear a conta a débito até regularização do divida...

Este procedimento iria trazer alguns constrangimentos caso exista débitos directos domiciliados na conta, todavia, resolve com um pouco de sacrifício...

Quanto aos créditos, se a situação é já preocupante, então será a altura para organizar o orçamento familiar, tal como o PauloAguia menciona, reúne todos os documentos, dá uma leitura pelos contratos de crédito e determina o montante máximo das prestações mensais que conseguem pagar...

Dirige-te ao Santander e propões uma reestruturação dos créditos, ou via prazo, ou via consolidação... Mas lembra-te no global este procedimento fica mais caro, mas controla o aperto mensal...

Como segurança que o teu pedido irá merecer resposta, efectua uma exposição por escrito e entrega em mão solicitando cópia da exposição devidamente assinada pelo gestor..

Cumprimentos e boa sorte...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor