maverick

Poupar €5000

22 publicações neste tópico

Bom dia a todos,

Sou novo no forum, que encontrei por acaso, agora que ando a pensar colocar algum dinheiro de parte!

Tenho um ordenado modesto mas, aparentemente, seguro e tenho poupado alguns trocos ao longo do tempo... e por isso precisava da vossa ajuda!

Actualmente qual a melhor hipótese para "guardar" €5000?? Estou a contar não mexer nesse dinheiro. Actualmente tenho conta ordenado no BPI.

Também gostava de colocar de parte, com regularidade mensal, aí uns 40 ou 50 euros... qual a melhor opção?

Obrigado pela vossa juda!

Cumprimentos,

Luís

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Se o estado portugues não for á falencia os certificados do tesouro são a melhor solução, dá 6.10% a 10 anos. Se formos á falencia a melhor solução é debaixo do colchão.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tudo depende do nível de risco que estás disposto a correr e de quando prevês precisar do dinheiro (tens alguma aplicação em vista para esse dinheiro? É um fundo de emergência que podes ter que movimentar rapidamente? Estás a poupar para comprar casa? etc)

Quanto aos 40€/50€ eu sugeria a constituição de um depósito a prazo que aceitasse reforços para onde fosses passando o dinheiro. Sempre que o saldo do depósito atingisse um valor razoável, pegar na totalidade e investir noutros produtos mais rentáveis (tipicamente os depósitos a prazo que aceitam reforços têm taxas mais baixas).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde. Recentemente casados, estamos agora a decidir onde aplicar o dinheiro.

Viro-me então para as pessoas mais experientes do blog, para pedir opiniões e até conselhos.

Dados relevantes:

- Cerca de €45k disponíveis para investimento/poupança, já tendo salvaguardado um "fundo" de emergência/maneio.

- Queremos comprar casa, mas não imediatamente, temos tempo para procurar bem e escolher sem pressões o que realmente queremos. Resulta daí ter pensado na "Poupança Start" do ActivoBank, 1 ano a 3,14% liquidos, a melhor taxa que encontrei. Investimento seria o máximo permitido, €30k.

- O resto gostaria de diversificar, mas há opções e opções em cima dessas:

Fundo index? Qual?

Certificados de Tesouro? 6,10% é muito atractivo, mas não sei se aguento lá o dinheiro 10 anos, afinal quero comprar casa...

Outros depósitos a prazo? Não encontrei outro tão rentável como o "Start", nem a prazos maiores.

Tenho muita pena que tenha acabado (8 Outubro é o final) aquela promoção do Banco Best, com os €100 à entrada e ao final de um ano. €200 por €2500 era imbatível... mas já cheguei tarde.

O que dizem?

Desde já um obrigado a todos e desculpas particulares ao maverick por estar assim a invadir o seu tópico, se for necessário não há problema em levar as questões a outro lado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ah, esqueci-me de referir que também não me importo de andar a saltitar de banco em banco para aproveitar as promoções de novos clientes... só não sei os custos/benefícios associados.

Novamente, obrigado.  :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Quanto à "Poupança Start" deve ser possível abrir uma conta em teu nome e outro em nome da tua cara metade, assim já podem aplicar até 60k (se tens dúvidas pergunta directamente no banco).

Eu fiz isso no Banco Best, fomos lá os dois e não levantaram qualquer questão.

Outras possibilidades:

https://spreadsheets.google.com/ccc?key=0AnMUMfatJjcPdEZvMVc3TEx0WmU5ei1UOHNJWEQwYXc&hl=pt_PT&authkey=CKvO0fMK&pli=1#gid=5

Bom investimento.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

OLá Pipolinus,

Não sei o Activo Bank , mas o BIG tem uma gestão discricionária de perfil conservador.Este ano deu 7% líquido. De lembrar que por ser renda variável , o ideal é que vc invista lá para um horizonte temporal de pelo menos 2 anos.

Quanto à casa que quer comprar....espere. Na Islandia 25% das pessoas não estão a conseguir pagar as  casas e aqui as  coisas senão chegarem a essas cifras por lá estarão em mais uns 3,4 anos. Por isso aconselho-o a ter paciência e esperar.

Vá juntando dinheiro porque os juros estão em mínimos e quanto mais vc tiver menos terá que pedir ao banco.

Speedbird

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

(...) assim já podem aplicar até 60k (...)

Tendo eu 60k nem me importava de o fazer ;) mas convém sempre deixar uma margem de segurança para emergências.

(...) o BIG tem uma gestão discricionária de perfil conservador. Este ano deu 7% líquido. (...)

Ok, o que é uma "gestão discricionária de perfil conservador"? 7% soa muito bem, mas será aplicável (dentro de flutuações razoáveis, claro) de ano para ano?

(...) Quanto à casa que quer comprar.... aconselho-o a ter paciência e esperar. (...)

Como referi no post inicial, neste momento não temos pressa... temos tempo. Não sei se chega a 3 ou 4 anos, mas temos tempo.

Obrigado aos dois, por favor continuem =)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tendo eu 60k nem me importava de o fazer ;) mas convém sempre deixar uma margem de segurança para emergências.

Até 60k significa que podem ter uma conta com 30k e outra com 15k por exemplo.

O Banco Best tem um fundo de baixo risco PIMCO que em 2009 valorizou 11,74%. Alguém sabe detalhes deste fundo?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Citação de tiagos:

O Banco Best tem um fundo de baixo risco PIMCO que em 2009 valorizou 11,74%. Alguém sabe detalhes deste fundo?

A generalidade dos fundos no ano de 2009 apresentaram resultados optimos. Por isso não eu fico espantado com esses numeros, porque o ano 2009 foi um ano de recuperação na generalidade das acções.

Se estás a pensar em investir em fundos, então verifica a rentabilidade neste ano 2010 (2009 está já muito no passado e foi um ano anormal), analisa a possibilidades futuras de valorização para os proximos meses.

Tem também atenção ao efeito fiscal sobre os fundos internacionais, para determinar a rentabilidade efectiva que poderás retirar.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Olá,

Não sei se este vos diz alguma coisa:

Por mim não conheço, mas pelo que vejo está a oferecer umas boas taxas .

Já agora se houver por aqui alguém que conheça, agradecia que se prenuncia-se.

http://www.bancoinvest.pt/default.aspx?tabid=68

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Olá,

A gestão discricionária nada mais é do que deixar que o anco invista o dinheiro para si mediante uma comissão que senão me engano é de 1% sobre as mais valias.

Este ano de 2010 ficou-se senão me engano nos 7% , mas  é melhor do que um DP porque vc sempre tem chances de ganhar mais no longo prazo.

Eu tenho uma parte do meu dinheiro com eles há 2 anos e estou satisfeito.A minha mulher acaba de subscrever há 2 meses.Perdeu 0,5% até agora , mas no longo pazo vai ganhar de certeza. E muito mais do que um depósito a prazo.

Lembre-se que se o seu dinheiro não tiver um rendimento médio de mais do que 3% que é a inflação (teórica) na verdade vc está sempre a erder poder de compra.

Speedbird

Speedbird

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Olá, muito obrigado pelas sugestões.

Até agora, só está mais ou menos decidida a participação com €30k no ActivoBank, a 3,14% 12 meses.

Sobram 15k para diversificar, e aí é que a porca torce o rabo. Opções são muitas, entre gestão discricionária, fundos indexados a mercados, certificados de tesouro... ETF's?

Deixando se calhar essa parte um pouco de lado, o que aconselham em termos de conta-ordenado e/ou conta à ordem? Talvez mais urgente que escolher o destino dos 15k seja escolher o banco onde vamos maioritariamente fazer as nossas movimentações diárias e mensais. Quem oferece melhores condições e regalias? Não temos cartão de crédito, tanto nos faz ter ou não ter, se essa informação ajuda.

Muito obrigado pela ajuda!

Abraço

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tudo depende do nível de risco que estás disposto a correr e de quando prevês precisar do dinheiro (tens alguma aplicação em vista para esse dinheiro? É um fundo de emergência que podes ter que movimentar rapidamente? Estás a poupar para comprar casa? etc)

Quanto aos 40€/50€ eu sugeria a constituição de um depósito a prazo que aceitasse reforços para onde fosses passando o dinheiro. Sempre que o saldo do depósito atingisse um valor razoável, pegar na totalidade e investir noutros produtos mais rentáveis (tipicamente os depósitos a prazo que aceitam reforços têm taxas mais baixas).

Obrigado pela resposta!!

A não ser que aconteça algo de grave, não estou a contar precisar do dinheiro nos próximos tempos mas honestamente não me apetece correr grandes riscos  ;D

Não penso comprar casa, pelo menos no próximo ano/2 anos!!

Em relação ao depósito a prazo... o do BPI é aceitavél??? É preferível fazê-lo noutro banco??? Qual a diferença entre depósito a prazo e conta poupança??? (obrigado,, sou muito verde nestas coisas dos bancos/mercados financeiros ;) )

Obrigado,

Luís

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa noite,

Andei a pesquisar pelo fórum e "muito se fala" do Best e o Big... qual acham melhor opção para o meu caso???

O Banco Popular poderá ser hipótese a considerar??

Obrigado!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu trabalho com o BIG há alguns anos e não tenho razão de quixa.

Eles dispõe de gestores que lhe podem aconselhar a melhor maneira de investir o seu dinheiro. São muito atenciosos.

No BEST eu tive conta duas semanas e fechei.

Speedbird

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Se o estado portugues não for á falencia os certificados do tesouro são a melhor solução, dá 6.10% a 10 anos. Se formos á falencia a melhor solução é debaixo do colchão.

A 10 anos nunca é a melhor solução.

Já para não falar de o Estado mudar as "regras do jogo" a meio do campeonato.

Dinheiro preso por todo esse tempo? Só mesmo para quem não se preocupa com as suas poupanças.

Mais uma vez reforço. É uma péssima estratégia.

Podia até fazer um cálculo com a capitalização dos juros num Depósito a prazo, mas acho que o facto de falares a 10 anos é suficientemente dissuador.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A 10 anos nunca é a melhor solução.

Já para não falar de o Estado mudar as "regras do jogo" a meio do campeonato.

Dinheiro preso por todo esse tempo? Só mesmo para quem não se preocupa com as suas poupanças.

Mais uma vez reforço. É uma péssima estratégia.

Podia até fazer um cálculo com a capitalização dos juros num Depósito a prazo, mas acho que o facto de falares a 10 anos é suficientemente dissuador.

Atenção que o dinheiro não fica preso por 10 anos, isso é para render o máximo dos certificados do tesouro, o juro é anual. Se quisermos realizar o montante passados 5 anos, prazo a que esta aplicação começa a ficar interessante temos garantido juro anual de 4,85%.

Agora diz-me se sabes melhor estratégia a 5 anos com capitalizações com o montante de 5.000€?

Eu agradeço essa informação pois estou à espera do fim do mês para investir certa quantia em CT que não devo necessitar nos próximos 10 anos, mas se me indicarem melhor solução óptimo :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu apliquei 10000€ nos CT este mês, dinheiro que não vou precisar nos próximos anos. Penso que para o próximo mês a taxa ira descer portanto agora será a melhor altura para investir neste produto.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Os CT's são uma boa aplicação mas têm um grande inconveniente (pelo menos sob o meu ponto de vista) : ao contrário dos Certificados de Aforro, que além do Titular têm um Movimentador que os pode levantar em caso de necessidade, os Certificados do Tesouro não têm essa possibilidade pois são UNINOMINAIS - apenas em nome de 1 titular.

Ou seja, no caso de marido/mulher será necessário colocar o dinheiro apenas em nome de 1 deles, ficando o outro sem possibilidade de o levantar: informaram-me que "se morrer" será necessário o outro cônjuge apresentar 1) Habilitação de Herdeiros, 2) Relação de Bens entregue nas Finanças em que constem todos os nºs dos CT's , além de uma série de outra documentação e burocracia de que depende o reaver do dinheiro.

E se não morrer mas, p.ex., tiver um acidente e o cônjuge necessitar de movimentar o dinheiro ?  Nos Certificados de Aforro bastava ir aos correios como movimentador e levantar. Nos Certificados do Tesouro isso afigura-se-me impossível de acordo com as informações que me prestaram. No caso do Banco basta passar um cheque, ou, no caso das aplicações financeiras ir ao balcão falar com o gerente de conta e colocá-las à ordem...

Ou seja, quanto a mim e no caso de um casal esta aplicação financeira, apesar de muito atractiva, afigura-se-me muito complicada e arriscada sob outros pontos de vista: será uma chatice se o membro do casal não-titular tiver necessidade de mexer nesse dinheiro por qualquer incapacidade - permanente ou temporária - do outro membro.

O Estado, às vezes, gosta de complicar não se entendendo a razão porque, tal como nos C.Aforro, estes não podem ter dois titulares com capacidade de movimentação. Eu gostava, mas vou esquecer....

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Retirado do site do IGCP:

Resgate Antecipado

a) Cada subscrição pode ser objecto de resgate total ou parcial após 6 meses da data-valor da subscrição. Em caso de resgate parcial, o número de unidades remanescente da subscrição não poderá ser inferior ao número mínimo de unidades requerido numa subscrição nova.

B) O resgate pode ser ordenado pelo titular ou por um seu mandatário com poderes especiais para o efeito.

Quer isso dizer que podes mandatar o cônjuge para esse efeito...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

obgd...

vou ver isso melhor junto dos CTT ou no balcão do IGCP, pois assim sendo ao adquirir os certificados e por medida de segurança deveria fazer-se de imediato a nomeação de um mandatário: calças e suspensório....

seria muito penoso para um casal um deles ter um acidente, p.ex., e o outro ficar "pendurado" sem poder mexer no dinheiro, isso seria inconcebível, pelo menos para mim que sempre tive tudo em nome dos dois.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead