CFinanceiro

Crédito à habitação: taxa de juro volta a subir em Agosto para 1,84%

8 publicações neste tópico

A taxa de juro implícita dos contratos de crédito à habitação em Portugal subiu em agosto para 1,840 por cento, um acréscimo mensal de 0,023 pontos percentuais, avançou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

O valor médio da prestação vencida foi de 252 euros, mais 1 euro que no mês anterior. Esta foi a segunda subida mensal consecutiva após um período de 18 meses de reduções.

"Os contratos celebrados nos últimos três meses registaram uma taxa de juro implícita de 2,174 por cento, superior em 0,059 pontos percentuais à do mês precedente", informou o INE.

Já a prestação média vencida desses contratos fixou-se em 307 euros, a que correspondeu um aumento mensal de 8 euros.

http://www.ionline.pt

:-\

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Suponho que esta subida é apenas o inicio de um ciclo de subidas que na minha opinião se vai manter por 3 a 4 anos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Estas subidas, são artificialmente sustentadas pelos spreads altíssimos que os bancos andam a impor aos novos clientes.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Estas subidas, são artificialmente sustentadas pelos spreads altíssimos que os bancos andam a impor aos novos clientes.

De Junho para Julho (as taxas de Agosto são calculadas com base na média da Euribor de Julho) as médias das taxas Euribor subiram:

* E3M 0,121%

* E6M 0,092%

* E12M 0,092%

Se as taxas de juro implícitas dos contratos novos subiram "apenas" 0,059% não me parece que seja uma subida tão artificial assim...

(Sim, eu sei que não contam só os empréstimos do último mês para aquela estatística... mas dá uma ideia)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Exacto, aquela subida de 0,059% tem em consideração todo o universo dos CH, seria interessante analisar a variação dos contratos apenas deste ano por exemplo tendo em consideração o valor baixíssimo que as euribor estão. Na minha opinião empírica, são os spreads que estão a puxar as médias para cima e não as euribor.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Exacto, aquela subida de 0,059% tem em consideração todo o universo dos CH, seria interessante analisar a variação dos contratos apenas deste ano por exemplo tendo em consideração o valor baixíssimo que as euribor estão. Na minha opinião empírica, são os spreads que estão a puxar as médias para cima e não as euribor.

Sem dúvida concordo plenamente!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Exacto, aquela subida de 0,059% tem em consideração todo o universo dos CH, seria interessante analisar a variação dos contratos apenas deste ano por exemplo tendo em consideração o valor baixíssimo que as euribor estão. Na minha opinião empírica, são os spreads que estão a puxar as médias para cima e não as euribor.

Não, segundo o que diz na notícia, os 0,059% tem em consideração apenas os contratos celebrados nos últimos 3 meses (claro que uns são indexados à E3M, outros à E6M, etc).

Mas por ali dá para perceber que os spreads têm subido - a taxa média dos contratos mais recentes é cerca de 0,3% mais alta que a taxa média dos contratos todos...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sem dúvida concordo plenamente!

Estou a concordar em relação a serem os spreads a puxar pelas médias ;-) ;-)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead