mariola

Arrendar a outrem é vantajoso?

8 publicações neste tópico

Caros,

Agradeço os vossos contributos para me ajudar  resolver o meu "problema".

Tenho um apartamento T2  nos subúrbios com dez anos junto a uma escola superior de educação. É fácil arrendar esse apartamento a estudantes, sendo que deverei receber 500/600€/mês.

Entretanto, a família cresceu e preciso de um T3. Por mais 50€ arranjei um T3 usado (20 anos) no centro da cidade, pelo qual vou pagar 650€. Feitas as contas ao mês, diria que até vou poupar dinheiro, pois o infantário é mais barato, gasto menos em combustíveis, etc.

O meu problema é este: uma vez que a mensalidade do T2 é baixa (estou  a pagar €250 ao banco) e consigo suportar ambas as mensalidades, deverei vender OU arrendar o T2?

Fiz as contas a 10 anos e cheguei a esta conclusão:

Se despachar o T2, recebo imediatamente uns 90 mil euros, o que é mais do dobro daquilo que devo ao Banco actualmente. Em contrapartida deixo de receber os tais €600/mês, mas também não pago condomínio, IMI e as demais chatices (faltas de pagamento, consertos anuais, etc.). Aquilo que parecia ser um lucro anual de €600 x 12 transforma-se em pouco mais de €4000/ano...

Se ficar com o T2, receberei os tais €4000/ano mas continuo a ter de pagar o resto da amortização ao Banco...

Acresce a esta embrulhada que o condomínio tem 200 condóminos, altamente voláteis, de tal forma que os condóminos têm dívidas de perto de 90 mil euros à administração e estão em falta 30 mil euros para pagar a fornecedores externos (elevadores, manutenção, ...)

Eu preferiria continuar a ser dono e obter daqui um rendimento seguro/fixo; mas tenho sérias dúvidas que essa seja uma boa opção tendo em conta a situação contabilística do edifício.

Por isso, o que será melhor?

1. vender agora o T2 e ficar com o dinheiro para uma poupança;

OU

2. manter-me como proprietário para ir ganhando algum.

Agradeço as vossas opiniões.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Se conseguires 90.000€ não exites vende,vende,vende. :o :o :o

Boa sorte

Semprempé

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pois, é o que estou tentado a fazer. É o que a minha esposa prefere, também. A minha dor de cabeça vem do facto de deixar de ser proprietário e porque daqui a dez anitos estará tudo pago ao banco e eu ficava com um pé de meia jeitoso ao chegar à meia-idade ;-)

Tenho uma proposta em cima da mesa para 90 mil. Por outro lado, há tantos, tantos, tantos vizinhos que estão a fazer o mesmo (vender, não arrendar) que fico a pensar se...

Gostaria de obter mais opiniões, mas agradeço desde já ao sempreempé pela resposta que me deu. Estou um pouco confuso e queria fazer a melhor opção. Fiz as contas para os próximos dez anos e cheguei à conclusão (!) que se vender agora perco apenas 3 mil euros do que se vender só daqui a 10 anos pelo mesmo preço, e isto sem ter em conta imprevistos inconvenientes...

As contas que fiz ponderam o IMI, a comissão a uma pessoa para me tratar dos arrendamentos, o condomínio mensal, o dinheiro que deixo de pagar ao banco mensalmente (juros e amortização), a poupança que faria ao longo doz anos com esse mesmo dinheiro, .as despesas de manutenção do T arrendado (camas, colchões, roupeiros, despesas com reparações de estores, madeiras, pavimentos e soalhos,...)... O que me surpreende, e daí a minha dúvida, é que as contas indicam que a melhor opção é vender, apesar daquele sentimento difuso de se ser proprietário de um imóvel que tem sempre algum valor, seja vendido ou arrendado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

se tiveres sorte com os inquilinos a tua teoria está certa.

se tiveres azar vais ficar completamente pendurado.

e olha que azares desses há para aí às centenas deles... e então com esta crise quando o $$ falta o primeiro a levar com a ripada é o senhorio....

e olha que em Portugal a Lei acha que os senhorios são todos ricos e protege completamente os (pobres) dos inquilinos.

a tua mulher é capaz de ser mais sensata do que tu: se queres ser proprietário compra uma casa na praia, também a podes alugar e essas alugam-se à semana, não existe qualquer risco com inquilinos não cumpridores. Nem existe risco de alugar sem recibos, ou seja são muito mais fáceis de não declarar no IRS, só passas recibo a quem o pedir: já viste alguém pedir recibo por um aluguer de 1 semana na praia ?

Mas tu é que sabes da tua vida.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Yep. Agradeço a resposta do carlos2008.

Ainda por cima, trata-se de uma zona onde existem centenas de apartamentos não vendidos, alguns deles "novos" desde 2005 e que ainda não foram vendidos... Por aquilo que vejo, tod a gente me diz mais ou menos o mesmo: é vender enquanto posso, que não se sabe quais são os problemas que isto ainda pode dar...

Só não percebi uma coisa: o sempreempé usou três smileys de "chocado". Chocado com o quê? Com a situação contabilística do Condomínio? Como já é assim há uns anos, é uma coisa que já quase me passa ao lado... ;D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Só não percebi uma coisa: o sempreempé usou três smileys de "chocado". Chocado com o quê? Com a situação contabilística do Condomínio? Como já é assim há uns anos, é uma coisa que já quase me passa ao lado... ;D

Deve ter sido com a questão do condomínio. De facto parece um caso complicadíssimo, 200 condóminos e mais de 30 000 euros em dívidas não são nada bons sinais.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pois, é complicado... e pior ainda se pensarmos que a essas dívidas aos fornecedores (elevadores, jardineiro, manutenção, limpezas) acresce uma dívida de 90 mil por parte dos condóminos, sendo que grande parte já tem maois de sete anos e terá prescrito enquanto a outros condóminos já se lhes perdeu o rasto...

E isto tudo somado dá sempre a mesma resposta: é vender, e já. Estou convencido. Obrigado a todos pelas vossas respostas.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Os smileys são, além da situação do condominio, como é que ainda não aproveitaste a chance de poderes facturar os 90000€?

quem te vai agradecer daqui a não muito tempo é esse possivel comprador que, o interesse dele só pode baixar nunca aumentar.

Cumprimentos

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead