Entrar para seguir isto  
Seguidores 0
filipa123

Desvincular de um crédito à habitação

3 publicações neste tópico

No seguimento de divórcio, o apartamento hipotecado ficou p o meu ex-marido. Fizémos escritura de partilhas e quero desvincular-me do empréstimo. O pedido, apesar de já estar assinado pelos 2, o está processo parado por falta de cópia do IRS dele. Eu não consigo q ele entregue à instituição bancária já que não é do interesse dele que eu deixe de estar responsável por uma divida de um bem que já não é meu.

Pretendo agora fazer outro crédito e um dos factores que me atrapalha é o facto de ter este crédito à habitação(que não quero ter).

Já contactei várias vezes o banco, mas não tenho qualquer resposta satisfatória.

Existe alguma medida que possa tomar tendo em vista a minha desvinculação?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Podes convencer o teu ex-marido a avançar com o processo. Ou então tentar arranjar uma cópia do IRS dele e entregá-la tu ao banco, se é mesmo só isso que falta...

Se não ficou nada escrito no divórcio sobre o empréstimo, vocês têm que chegar a acordo com o banco para alterar as coisas. Podes tentar forçar o teu ex a isso em tribunal mas é capaz de ser caro e moroso... :-\

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa Tarde

Venho por este meio expor a seguinte situação:

- Contraí um crédito habitação com o meu ex-namorado. Porém, a casa ficou registada só no nome dele, até porque para contrair o mesmo ele deu o imóvel como hipoteca. Assim sendo, o meu nome consta apenas no empréstimo e em mais nada. O namoro acabou e como é óbvio ele ficou com tudo, ou seja, com a casa (que estava só no nome dele) e é ele quem está a assegurar o pagamento do respetivo empréstimo. Já lhe pedi mais do que uma vez a minha desvinculação do empréstimo, no entanto, quer ele quer a instituiçao bancária em causa tem criado muitas resistências, com a agravante dele ser colaborador dessa mesma instituição. Já expus a situação ao Banco de Portugal que me diz que falou com o banco e que este último mencionou que a situação já se encontrava esclarecida e resolvida comigo, o que não corresponde à verdade. Por outro lado, o banco alega somente que o processo de desvinculação (pedido por mim) está em análise junto dos competentes serviços. Mas sempre que me dirijo ao banco ninguém me esclarece e remetem-me para falar com o meu ex-namorado. Que mais posso fazer nesta situação, é porque não posso continuar a estar vinculada a um empéstimo que foi feito por 30 anos, sendo que não estou a beneficiar daquele bem?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

Entrar para seguir isto  
Seguidores 0