vabelho

Mais um caso dificil de PARTILHAS

4 publicações neste tópico

Boa tarde,

Gostaria de saber se alguém conhece algum caso semelhante, ou me pode ajudar. O meu pai faleceu há cerca de 4 anos, à sua morte o mesmo era casado com outra Senhora que não era a minha mãe, do qual, não tiveram filhos. Após a morte do meu pai, eu e a minha irmã (herdeiros legítimos), não tratamos de nada, soubemos posteriormente que uma semana antes da morte do meu pai, a esposa levantou o dinheiro e colocou numa conta só em seu nome e de uma sobrinha (actualmente herdeira dela, visto não existir filhos da parte deles), pelo que tenho conhecimento, houve aqui uma acção de má fé, ou seja o meu pai, encontrava-se já "acamado", não tendo "poder" sobre as contas.

Entretanto, tentamos abordar o assunto à esposa do meu pai, qual diz que não dá nada, pois tudo lhe pertence, inclusive, vive na cada deixada também pelo meu pai. Mas segundo sei, a casa será sempre dela até à sua morte. A questão passa, é que quando a senhora falecer (estamos a falar de alguém com 86 anos, mas muito lúcida, pois soube fazer tudo isto), quem vai herdar o dinheiro é a Sobrinha, pois ela colocou o dinheiro em nome da mesma e parte da casa, dividindo comigo e com a minha irmã.

Gostaria de colocar a questão, será que mesmo passado este tempo e sabendo que houve má fé ao levantar o dinheiro uma semana antes da morte do meu pai, se posso ainda reaver a nossa parte? Quais os procedimentos? se alguém souber alguma coisa, agradecia.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Vai a um advogado.

Será necessário realizar a habilitação de herdeiros e as partilhas por morte do teu pai.

Como parece não existir acordo terá que se resolver em tribunal.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Vai a um advogado.

Será necessário realizar a habilitação de herdeiros e as partilhas por morte do teu pai.

Como parece não existir acordo terá que se resolver em tribunal.

Não podia concordar mais, parece-me que é o único caminho a seguir, especialmente se estiveres a falar de verbas significativas.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Em teoria vocês as 3 deviam ter dividido a herança do teu pai - 1/3 da casa para cada uma e dividido o dinheiro em partes iguais. A parte que coube à tua madrasta será herdada apenas pela sobrinha (partindo do princípio que não tem outros herdeiros). Ou seja, o facto da casa ser dividida entre vocês as duas e a sobrinha dela (após a morte da senhora) era quase inevitável.

Parece que há aí uma disputa é relativamente ao dinheiro mas quanto a isso, é como já disseram - só recorrendo ao tribunal. No entanto pergunto-me - porquê deixar passar 4 anos? Será que há aí mais alguma coisa a saber?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor