vanike

DECO diz que comprar casa é melhor do que arrendar

4 publicações neste tópico

A associação argumenta que as rendas elevadas fazem da compra de casa uma opção mais interessante no longo prazo.

Na última análise aos custos de compra e arrendamento de casa, realizado em 2007, a Associação Portugesa para a Defesa do Consumidor (DECO) revelou que a opção do arrendamento era mais barata. Contudo, três anos depois, o mercado imobiliário mudou, assim como as condições de crédito.

Por isso, diz a DECO, compensa comprar quando se tem poupanças ou uma boa relação com o banco. A recomendação das agências imobiliárias vai no mesmo sentido: "Neste momento, o valor da renda é superior ao da prestação do crédito" e "o preço das casas está mais baixo e pode fazer bons investimentos", pode ler-se na edição Dinheiro&Direitos de Setembro.

A DECO conclui então que ter casa própria é mais barato do que arrendar. Por exemplo, ao fim de 30 anos, quem comprou casa gastou quase menos 107 mil euros num crédito com taxa variável, e 70 mil euros num de taxa fixa.

Arrendar é mais caro, uma vez que, ao fim desse período, quem arrendou e rentabilizou a poupança inicial ficou com um rendimento de quase 186 mil euros, mas gastou mais 107 mil euros em habitação do que quem comprou e não tem imóvel.

Além disso, quem arrendou vai ter de continuar a arrendar ou então optar por comprar.

Vantagens de comprar

- Maior segurança, uma vez que terminado o contrato de crédito, há a garantia de que a casa passa para as mãos do comprador.

- Liberdade para fazer obras e ajustes.

- Opção de investimento: Se as taxas de rentabilidade forem atractivas, o comprador pode revender, mais tarde, a casa com ganhos face ao preço de compra e inflação, por exemplo.

Desvantagens de comprar

- Para quem por razões pessoais ou profissionais pode ter de mudar de área de residência, torna-se desaconselhável, pois pode tornar-se um fardo.

- Além das prestações ou do valor da casa, há despesas legais cm contratos, registos, hipoteca, comissões bancárias, impostos e seguros.

- Ao longo dos anos é preciso pagar cotas de condomínio, obras obrigatórias, impostos e juros de crédito à habitação.

Vantagens de arrendar

- Mobilidade: arrendar casa permite mudar de habitação com facilidade, devido à duração dos contratos e não é necessário esperar por bom negócio para vender.

- Opção mais interessante para quem está em início de carreira ou não tem rendimentos para comprar.

- É mais acessível para quem tem pouco dinheiro disponível. Só obriga a pagar rendas ou parte ou totalidade de obras, conforme o acordo com o senhorio.

Desvantagens de arrendar

- O inquilino pode ser convidado a sair pelo senhorio.

- Por mais rendas que se pague, o arrendatário nunca será proprietário do imóvel.

- As obras e ajustes estão condicionados pela autorização do senhorio.

*Fonte: Dinheiro e Direitos, Setembro/Outubro

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Também li a notícia e o que concluo é que cada caso é um caso; há muitas variáveis a ter em conta!

Sugiro a quem estiver interessado, e em caso de dúvida, que utilize o simulador que a Deco disponibiliza onde coloca par a par a compra ou o aluguer. É interessante ver que na maior parte das vezes não se pensa em todas as despesas  ???

A minha opinião é simples: sem economias, com emprego precário, com  salário baixo e perspectivas de mobilidade: Arrendar.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O problema está no nosso mercado de arrendamento que é muito fraquinho...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Entre ter posses para pagar uma renda de 500-600€, durante 20 a 30 anos, por um apartamento que nunca será do próprio e pagar ao banco 200-300€ por um apartamento da mesma tipologia que será do próprio no prazo de 20 a 30 anos, qual preferem?

Obviamente que se entrarmos com variáveis a equação acima apresentada passa a um sistema de equações e ai já não será fácil responder, senão vejamos. Quando se procura um apartamento com determinadas características e adequado para as posses pessoais, se se recorre a imobiliárias surgem certos "abutres" (http://www.pedropais.com/forum/index.php?topic=1706.0) que tentam encontrar a casa dos sonhos para aquele cliente. Se forem na conversa, chegam à conclusão que ele tem razão, e que por mais X€ obtidos na banca ficar-se-á na casa dos sonhos, mas com uma divida a acompanhar durante um determinado prazo que pode se estender para além do esperado!...  :o

Creio, que esta situação seria mais fácil de responder se não tivesse havido um período chamado de "oásis" onde se deu liberdade para o consumismo exacerbado a troco de facilidades na concessão de crédito fácil. Dai que algumas "famílias" tenham às suas costas "n" créditos e não sabem como se verem livres deles. Eu cá quando recebo propostas de crédito fácil, vão logo recambiados para a reciclagem!...

Voltando novamente ao arrendamento, temos de atender à mentalidade instalada desde o tal período do "oásis" até ao presente. Agora é que se começa novamente a pensar que o arrendamento é melhor, tal como lá fora os Franceses nunca o deixarão de fazer e não é por isso que as imobiliárias deles deixam de ter trabalho!...  ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead