João Miguel

Obrigações Dívida soberana de Portugal, qual o risco?

5 publicações neste tópico

Nas obrigações "Dívida soberana de Portugal" estamos a "emprestar" dinheiro a quem? Ao estado?

Qual o risco associado a este tipo de obrigações? Se o Estado entrar em falência ou numa situação idêntica ao da Grécia ficamos sem o nosso dinheirinho?

Tem uma rentabilidade interessante mas não estou bem certo dos riscos que se correm ao comprar obrigações deste tipo.

https://www.bigonline.pt/pt/PoupancaRendimento_s/obrigacoes_info.asp?tit=PTOTE3OE0017

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

As obrigações suncionam exactamente como disseste - se a entidade em causa falir, ficas sem o dinheiro que lhe emprestaste (na verdade és um credor como todos os outros e pode sempre ser que consigas recuperar uma parte, mas isso só vendo).

Mesmo assim, na generalidade dos casos, corre tudo bem e são um produto financeiro relativamente seguro, sobretudo se estiver por trás uma entidade sólida. As obrigações podem ser negociadas no mercado (como as acções) - se achares que deixou de ser uma boa opção podes sempre tentar vendê-las a outros (claro que se o mercado achar todo o mesmo, provavelmente só as consegues vender por menos um bocado do que deste por elas - mas sempre é melhor que perder tudo). Por exemplo, as obrigações de Portugal estão a ser vendidas abaixo do seu valor nominal porque o mercado acha que a taxa de juro que Portugal paga por aquela emissão não compensa o risco de não vir a pagar; já as do Brasil estão a valer quase mais 20% do seu valor nominal porque anda tudo doido atrás delas por terem uma taxa de cupão muito alta (claro que se pagam muito mais por elas, isso depois faz diluir os lucros e é por isso que só têm uma YTM de 2,7%).

Mas apesar de no BIG ser fácil comprar essas obrigações, já não é tão fácil vendê-las, tens que entrar directamente em contacto com o banco para o fazer... (o que não é necessariamente mau, porque a liquidez das obrigações também não costuma ser assim tão grande como isso).

O Estado Português, ao contrário do que muita gente anda por aí a espalhar, não está assim tão perto da bancarrota como isso (também não está muito saudável mas, para já, nada leva a antever que deixe de cumprir com as suas obrigações). Aliás, mesmo a Grécia não deixou de pagar as obrigações (com a ajuda da UE, claro está, mas mesmo assim continuam as contas todas em dia). Só que lá está, como continua com uma imagem negativa, consegue-se comprar os títulos por um valor mais baixo e ganhar mais algum com isso.

O BES realmente está com uma YTM muito atractiva. Só é pena que o valor nominal de cada obrigação seja de 50.000€, não tenho tanto disponível no momento :P

Entre a Cimpor e as do Estado Português, eu talvez optasse pelas últimas, mas efectivamente o risco destas é um pouco maior...

Antes de avançar presta bem atenção ao preçário e às comissões que são cobradas (inclusive, na altura do pagamento dos juros). Não são nenhum exagero, mas é só para não se descobrir depois mais tarde uma despesa com que não se estava a contar, ou que a rentabilidade é inferior à prometida sem se saber porquê...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Uma alternativa com risco idêntico e com maior facilidade de compra/venda são os certificados do tesouro. Contudo, só é boa opção para quem esteja a contar mantê-las durante 5 ou mais anos (taxa a 5 anos para quem subscrever agora é de 3,85%). Mais detalhes em http://www.pedropais.com/forum/index.php/topic,3104.msg26298.html#msg26298 , http://www.pedropais.com/forum/index.php?topic=3108.0 e http://www.igcp.pt/gca/?id=947 .

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não tinha reparado no valor nominal de cada obrigação do Bes :-\. Também não são uma opção para a minha carteira...

Em relação aos certificados do tesouro, tinha ficado com a impressão que só compensavam para quem lá mantivesse o dinheiro 10 anos, e isso para mim já um prazo longo demais. Vou ter que ler mais um pouco antes de investir.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead