BMBP

Crédito para Permuta de Imovel

13 publicações neste tópico

Boa tarde a Todos,

preciso da vossa ajuda!!!

Estou em fase de negociação com uma permuta do meu apartamento para uma moradia.

Os valores da permuta são os seguintes:

Venda do meu apartamento: 87.000

Compra da Moradia: 157.000

Pedido de Financiamento: 170.000

Avaliação: 200.000

O problema surge quando peço crédito para esta operação, a CGD só pode financiara da seguinte forma:

Diferença da permuta 70.000 ( financia com um crédito habitação própria)

O restante 100.000 (financia com o crédito multi-opções) que tem um agravamento de 1% no spreed em relação ao crédito de habitação própria.

É normal? Tudos os Bancos fazem assim em caso de permuta?

Na permuta poupa-se nos impostos, mas perde-se no financiamento.

Agradeço a vossa ajuda.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Aconselhava-o a dar uma vista de olhos atenta a este tópico: http://www.pedropais.com/forum/index.php/topic,2043.msg18429.html#msg18429

Pode esclarecer melhor os valores que apresenta?

O valor da avaliação é seguro?

A moradia custa 157000€. O seu apartamento vale 87000€.

Não deveria comprar a moradia apenas por 70000€?

Para que precisa dos restantes 100000€?

Obras? Se for esse o caso, secalhar não fica bem servido!...

Parece-me que as contas da CGD, estão certas. No entanto, é melhor procurar na concorrência, para poder comparar globalmente as alternativas, antes de se aventurar com eles!...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Normalmente não há agravamento em caso de permuta ainda a semana passada fiz 2 escrituras com permuta e não houve agravamento!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

o meu apartamento esta com hipoteca de 97.000, sendo que os restantes 100.000 seriam para pagar essa hipoteca.

A CGD está aplicar um spreed de 3.25% para o Multi-opções, no valor de 102.000 e um spreed de 2.25% para o Regime Geral, no valor de 68.000.

O valor da avaliação é seguro, pelos 195.000.

Cpts,

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A CGD está aplicar um spreed de 3.25% para o Multi-opções, no valor de 102.000 e um spreed de 2.25% para o Regime Geral, no valor de 68.000.

Esses spreads parecem-me um bocado altos, eu aproveitava para consultar outros bancos...

Mas seja qual for o banco acho que só te podem fazer crédito habitação pelos 70.000€ que é o valor do negócio... o resto tem que ser um empréstimo separado...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Em conversa telefonica com o Barclays, fazem um crédito só para esta operação, mas penso que neste caso terei que pagar o IMT sobre este valor, sendo que como a CGD pretende fazer, só pagaria IMT sobre a diferença de imoveis, penso que seja isso?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Em conversa telefonica com o Barclays, fazem um crédito só para esta operação, mas penso que neste caso terei que pagar o IMT sobre este valor, sendo que como a CGD pretende fazer, só pagaria IMT sobre a diferença de imoveis, penso que seja isso?

O IMT é pago sobre o valor do negócio, não tem nada a ver com o crédito habitação.

Eventualmente o que o Barclays te sugeriu é que não fizesses permuta mas sim duas operações de compra e venda. Mas nesse caso a outra parte tem de pagar IMT sobre o apartamento que te vai comprar...

Outra hipótese que me lembrei agora é fazerem a transferência do primeiro empréstimo e depois um alargamento do valor com base no valor total da nova casa? Não sei se isto funciona bem assim, mas não me parece tão impossível como isso... Se for possível nem sei porque a CGD não faz o mesmo... Mas acho que isto não afectaria o IMT

De qualquer forma tu é que conversaste com eles, portanto posso apenas especular...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Parece-me que há aqui uma ligeira discrepância de valores desde a mensagem inicial. No entanto, efectuei uma simulação (http://www.pedropais.com/forum/index.php/topic,3290.msg27700/topicseen.html#msg27700) para o seu caso, e com os valores que forneceu inicialmente.

Neste caso, quem tem de pagar IMT é o adquirente do imóvel de maior valor. Faça a simulação e verifique os valores que tem de pagar!...  ;)

Procure mais um ou dois bancos da concorrência, para alêm da CGD e do Barclays!...  8)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Outra hipótese que me lembrei agora é fazerem a transferência do primeiro empréstimo e depois um alargamento do valor com base no valor total da nova casa? Não sei se isto funciona bem assim, mas não me parece tão impossível como isso... Se for possível nem sei porque a CGD não faz o mesmo... Mas acho que isto não afectaria o IMT

De qualquer forma tu é que conversaste com eles, portanto posso apenas especular...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Esta situação das permutas é muito comum em muitas situações entre o vendedor e o comprador acabam por baixar o valor do imóvel a ser comprado e da permuta para pagarem menos imposto e depois o comprador passa a diferença por fora... ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pelo menos na CGD isso não é possivel, dizem que o tenho que contrair novos(s) emprestmo(s), porque este emprestimo que tenho está na hipoteca da casa que vou permutar

E mesmo que fosse, a CGD tem mais interesse em fazer novo contrato com maior spread e condições mais ao seu jeito do que manter um contrato antigo... rolleyes.gif

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa noite a todos

Caríssimo BMBP, estou a passar por uma situação semelhante e não tem sido nada fácil.

Sobre IMT:

Voçê apenas terá que pagar IMT sobre o valor da diferença da permuta entre ambos os imóveis, neste caso sobre 70.000€ e tal imposto não tem nada que ver com o crédito que quer fazer.

Dos dois, comprador e vendedor ( permutantes ) apenas paga IMT aquele que adquirir o bem de maior valor, neste caso será voçê.

Sobre crédito habitação:

No meu caso, e repito, a situação é semelhante, todos os bancos, com excepção daquele em que tenho o crédito habitação da minha casa que vou permutar ( não lhes convém ) estão a fazer o seguinte:

Em crédito habitação dão-me o valor da permuta e englobam o montante da dívida em crédito habitação que tenho no meu banco actual e que será liquidado no dia da escritura.

Nota: Só englobam valores em dívida de crédito habitação e não de multiopções ainda que anexados a esse crédito.

O restante terá que ser em multiopções até ao montante por mim desejado, que no meu caso será precisamente para liquidar multiopções que tenho anexado ao meu crédito habitação.

Exemplo com os seus valores:

Crédito habitação: 70.000 + 97.000 ( sendo este o valor real do que deve em crédito habitação )

                         

                       = 167.000 €

Crédito multiopções: 3000 € o que perfaz os tais 170.000 que pretende.

Tenha atenção aos spreads e TAER ( taxa anual efectiva revista ), para ambos, quanto mais baixo melhor.

Dúvido que neste momento, bancos portugueses consigam competir a nível de spreads e TAER com bancos estrangeiros.

Simule o seu caso em vários bancos ( tenho mais ou menos uma resma de papel em simulações  :D ) e não desista !!!  ;)

Se arranjar boas condições e desde momento que não tenha nenhuma relação financeira com esse banco ( para evitar pagar despesas de apreciação do processo ), não perde nada em meter o processo ao banco e esperar pela decisão.

Tenha ainda atençao que no caso de permuta, se o crédito que vai fazer for para duas pessoas, a casa que vai permutar terá que ser propriedade de ambos os proponentes, pois os bancos metem alguns entraves se a casa for só de um deles.

Se a casa for só de um, e não estou certo disto porque ainda não ecriturei, a alternativa será talvez fazer a escritura num notário e não através do serviço agora existente denominado Casa Pronta. ( convém informar-se )

Sendo assim, um permuta e outro terá que comprar a parte dele ( 50 % - 50 % para cada um ) o que pode alterar o valor de IMT a pagar.

Salvaguardo que cada caso é um caso e por o meu ser semelhante não quer dizer que o seu vá ser igual.

Espero ter ajudado, desejo-lhe boa sorte e que o negócio se realize da melhor forma.

Cumps e 1abraço - Kinkas -

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não é só em caso de permuta que os bancos colocam entraves no caso da imóvel estar só a nome de um dos proponentes! Atenção ao multi opções se for de baixo valor fica mais barato amortizar antes de avançar com o processo!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor