sasa

Seguro Montepio Mais

9 publicações neste tópico

Olá a todos,

Sou novo por aqui, e acho este fórum excelente! Já tive oportunidade de ler e aprender algumas coisas!

Tenho uma dúvida que talvez me possam esclarecer:

Há uns tempos subscrevi este seguro no MG, em que pago um x por mês, e se no fim dos 8 anos não for accionado o seguro, os prémios pagos são devolvidos mas deduzidos da respectiva fiscalidade em vigor.

A minha dúvida é sobre qual a dedução fiscal que é feita, uma vez que não irei receber juros, apenas o capital entregue.

Sabem-me dizer quanto é que vai ser deduzido?

Obrigado,

Sérgio.

http://montepio.pt/ePortal/v10/PT/jsp/oferta/seguros/MGMaisValorizacao.jsp

Vantagens:

# Subscrição fácil, não carecendo de questionário médico;

# Garantias de Acidentes Pessoais e Vida, face à eventual ocorrência de acidente e doença;

# Em caso de ausência de sinistro, os prémios pagos são devolvidos deduzidos da respectiva fiscalidade em vigor à data do reembolso;

# Parte dos prémios pagos é dedutível em sede de IRS.

(...)

Fiscalidade:

O prémio de acidentes pessoais, correspondente a 9,13% do prémio no 1º ano do contrato, é dedutível anualmente no IRS.

As mais-valias existentes nas garantias, em caso de vida, são tributadas como rendimentos de categoria E, segundo o Código do IRS.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O melhor é confirmar com o banco. Mas assim de repente, diria que tem a ver com a dedução que tu fazes no IRS por se tratar de prémios de seguros do ramo vida.

Se o dinheiro te vai ser devolvido, provavelmente deves ter que devolver também o dinheiro que abateste no IRS. É capaz de ser um pouco como quando usufruis do benefício fiscal de um PPR e depois o levantas para os fins não previstos - tens que devolver ao fisco o benefício fiscal.

Mas isto é só uma suposição, é melhor confirmares mesmo é com o banco...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado!

Contactei o banco que me informou que o valor é referente à taxa liberatória cobrada pelo estado que neste caso será a taxa mínima de 8% da totalidade das entregas efectuadas durante o prazo.

Não percebo o porquê ??? Será, como o Paulo diz, uma forma de "devolver" o benefício fiscal?

Cumps.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Então não tem nada a ver com o que eu dizia.

Quando fazes uma aplicação, as mais valias são tributadas de acordo com a chamada taxa liberatória, normalmente 20%. No entanto, quando tens acesso ao capital apenas após 5 anos, essa taxa é de 16%. E se for apenas ao fim de 8 anos ou mais, o valor da taxa é de apenas 8%.

Naturalmente, para haver lugar à cobrança de imposto tem que haver rendimento ou mais valias. Em teoria penso que se pode considerar que se pagaste por um serviço e recebes o dinheiro de volta tens uma mais valia (não chegaste a acionar o seguro mas estiveste coberto por ele). Mesmo assim acho um pouco estranho... tens a certeza que percebeste bem como funciona esse produto?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

É confuso!

Sei que estou coberto pelo seguro em caso de morte ou invalidez e por isso pago x por mês.

O que não percebo é porque terei que pagar uma taxa ao estado aquando da devolução dos prémios pagos.

Entretanto, também enviei um mail ao banco com esta questão.

Depois actualizo!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sérgio :)

Vou só especular: normalmente quando pagamos um seguro não nos devolvem os prémios pagos se não ocorrerem sinistros, as seguradoras ficam com o dinheiro, não é verdade?

Neste Seguro devolvem...isto se, entretanto, não deixares de pagar o dito seguro...como aconteceu comigo :P

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Esse seguro deve de ter uma componente de seguro de capitalização digo eu.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

D@vid  :)

Salvo erro este seguro tinha duas Apólices, uma Apólice Vida e outra Apólice Acidentes Pessoais.

Em caso de ausência de sinistros durante  prazo do contrato: 8 anos e 1 dia, devolviam integralmente os prémios pagos.

Em caso de desistência após o 4º ano completo, devolviam 50% dos prémios pagos. Em ambos os casos só da Apólice Vida.

Penso que juros não nos davam... :P

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Coberturas

Em caso de morte por acidente:

Pagamento imediato de 5.000 Euros, pagamento de uma renda mensal no valor de 500 Euros pagável durante 50 meses e devolução em simultâneo de 75% dos prémios pagos até à data do acidente, deduzidos do imposto aplicável.

Em caso de invalidez permanente por acidente:

Pagamento até 5.000 Euros, de acordo com o grau de invalidez, e devolução de 75% dos prémios pagos até à data do reconhecimento da mesma, deduzidos do imposto aplicável.

Em caso de morte por doença:

Qualquer que seja a causa, são devolvidos 75% dos prémios pagos até à data da morte, deduzidos do imposto aplicável.

Em caso de ausência de sinistro:

Os prémios pagos são devolvidos em simultâneo com o capital valorizado, deduzidos do imposto aplicável.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead