serade

Fiador de um Crédito Habitação

36 publicações neste tópico

Olá a todos/as,

Há alguns anos caí na asneira de ser fiador de um apartamento.

Passado alguns meses, a pessoa que fez o crédito deixou de pagar as prestações, a situação arrastou-se durante alguns meses e a casa acabou por ser penhorada.

A mesma foi vendida em hasta pública por um valor inferior à dívida, o que fez com que ficássemos com um valor de cerca de 47 mil euros por pagar.

Acontece que a tal pessoa não tem bens em nome dela, e que oficialmente só tem um part-time em que não chega a ganhar o ordenado mínimo. Na realidade, julgo que tem outro part-time mas não é declarado.

Como não lhe conseguem penhorar o vencimento, penhoraram o meu em cerca de 150 euros. No entanto, a pessoa mostrou-se disponível para me pagar a tal quantia todos os meses, sendo que em termos monetários acabo por não perder nada.

O problema que surge é que pretendo comprar casa. Nestas circunstâncias julgo que não seja possível.

Que alternativas tenho?

É que a pagar 150 euros mensais, se continuar tudo como está, isto poderá se prolongar por 25 anos!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Se o amigo se tem oposto à penhora de parte do seu vencimento,não estaria nessa situação.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Infelizmente não sei se as coisas serão assim tão fáceis.

Sendo assim toda a gente se opunha.

Julgo que é necessário justificar que se tem muitas despesas com rendas, filhos, lares, etc., o que não é o meu caso.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Se o amigo se tem oposto à penhora de parte do seu vencimento,não estaria nessa situação.

Pois não, estaria pior - ainda a dever tudo e com juros a acumular...

Se a pessoa em causa não tem bens em nome próprio, não há muito que o fiador possa argumentar para se opor à dívida... Ou não será assim?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Para começar deve depositar sempre os 150€ que lhe são entregues pela pessoa que foi fiadora de preferência aos mesmos dias de cada mês, depois é uma questão de defender bem o futuro processo de crédito.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Aproveito este tópico para uma questão.

Fiz um crédito pra comprar um carro e agora já estou em incumprimento há uns 5 meses.

Acontece que uma empresa de cobrança não me larga a porta nem os telefones!

A questão que coloco é saber se isto é legal,se eles podem andar assim atrás das pessoas.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Aproveito este tópico para uma questão.

Fiz um crédito pra comprar um carro e agora já estou em incumprimento há uns 5 meses.

Acontece que uma empresa de cobrança não me larga a porta nem os telefones!

A questão que coloco é saber se isto é legal,se eles podem andar assim atrás das pessoas.

A ser verdade o que tens escrito por aqui eu diria que a empresa até te poderia esperar na esquina >:( Só se perderiam as que caíssem no chão  :D :D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
:D :'( :D :'( :D
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

>

:(  :D  :P  :'(  :(  ::)  :o ...  :D

PS - Não esquecer que se algum dia for parar a alguma scut, de levar já o "chip", senão lá se vai o "carro"!...  :-X

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Para a banca,ter a informação de crédito em atraso no banco de portugal é o mesmo que estar em incumprimento?

ou seja,se eu quiser um crédito e tenha lá a informação de crédito em atraso,ou prestações em atraso,é motivo para me recusarem qualquer crédito?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Fiz um crédito pra comprar um carro e agora já estou em incumprimento há uns 5 meses.

Acontece que uma empresa de cobrança não me larga a porta nem os telefones!

A questão que coloco é saber se isto é legal,se eles podem andar assim atrás das pessoas.

Também não é legal deixar de pagar atempadamente o que se deve ;)

Devem ter olhado para o teu histórico de crédito e chegaram à conclusão que não valia a pena esperar pela via judicial...

Para a banca,ter a informação de crédito em atraso no banco de portugal é o mesmo que estar em incumprimento?

ou seja,se eu quiser um crédito e tenha lá a informação de crédito em atraso,ou prestações em atraso,é motivo para me recusarem qualquer crédito?

A banca não é obrigada a dar crédito a ninguém... e não é difícil inventar requisitos esquisitos para dificultar o empréstimo. O facto do potencial cliente não cumprir com a obrigação de pagar as prestações noutros créditos é a cereja no topo do bolo para facilmente recusarem...

Mas se não pagas o primeiro para que queres outro crédito? Não achas que era altura de procurares ajuda?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Basta ler o histórico de mensagens desse individuo no fórum para perceber que ou ele anda aqui a gozar com a malta toda ou então precisa mesmo de ajuda.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Basta ler o histórico de mensagens desse individuo no fórum para perceber que ou ele anda aqui a gozar com a malta toda ou então precisa mesmo de ajuda.

Não ando a gozar nem preciso de ajuda.Tenho o vicio de pedir créditos e não pagar.É um vicio.

Depois há impunidade,os tribunais levam anos para resolver esses casos...

Mas eu já paguei hoje metade das prestações em atraso.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Por essa ordem de ideias as familias que preferem deixar de pagar os créditos para não lhes faltar comida na mesa também precisam de ajuda?é isso?

A actual crise é da responsabilidade da banca por isso não tenho pena nenhuma dos bancos.

Perdoem o desabafo.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

kardec, desculpa lá: SE tens o vício de pedir emprestado e depois não pagar (como tu próprio dizes) podes entender não necessitar de ajuda de um consultor financeiro tal como já te foi sugerido. No entanto e salvo melhor opinião és mesmo capaz de necessitar de ajuda de um bom Psicólogo para te livrar desse estado mental: não é vergonha nenhuma nós pedirmos ajuda a especialistas - se quero deixar de fumar peço ajuda, se quero deixar a heroína peço ajuda - para os problemas que temos - e tu tens aí um verdadeiro problema psicológico, desculpa lá, isto é dito na melhor das intenções, até porque me parece que estás a culpabilizar o outros ( a entidade difusa "bancos" ) de um problema teu: nem todos os Bancos são culpados da crise actual, ela começou especificamente em alguns Bancos nos USA e propagou-se às finanças mundiais, mas isso não nos isenta de pagar o que devemos senão exponenciamos a crise e não a resolvemos.

Faço votos para que consigas resolver isso caso contrário tens aí um problema para o resto da tua vida.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não ando a gozar nem preciso de ajuda.Tenho o vicio de pedir créditos e não pagar.É um vicio.

Depois há impunidade,os tribunais levam anos para resolver esses casos...

Mas eu já paguei hoje metade das prestações em atraso.

Não é um vicio, é falta de vergonha nessa cara.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Depois há outro problema que me iliba.Sou funcionário público e faço muitas horas extraordinárias e como o País está como está vou perder à volta de 400 euros...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
:D :'( :D :'(
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O sentimento de impunidade, não fica nada bem em ninguêm em nenhuma situação.

Já em tempos sugeri duas coisas:

- primeiro que procura-se uma viatura mais em conta tendo em conta o capital (nulo ou quase nulo) a investir, mas a resposta obtida foi que ia para aquela porque podia!...  :o

- a outra foi que procura-se ajuda, e dei como analogia os alcoólicos procuram ajuda no A.A. (alcoólicos anónimos), mas não ligaram!...  :-X

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A Justiça tarda mas vem... Não pensem que as pessoas que andam por ai a enganar tudo e todos se safam para sempre, porque a "impunidade" dura até ao momento em que querem construir uma vida...

A oposição à penhora dar-lhe-ia apenas mais um valor de custas por pagar e a execução prosseguia os trâmites normais... Apenas conseguia empatar cerca de 3 meses +- num tribunal de comarca e mais algum tempo se fosse na secretaria geral de execuções de lisboa (que está numa situação mais complicada)...

Ser fiador (ou devedor subsidiário) é muito complicado e, na minha modesta opinião, não é para se ser de amigos... Eu só serei fiador dos meus filhos e se os mesmos me mostrarem responsabilidade nas suas acções, porque de outra maneira não o serei... É uma grande responsabilidade que nos persegue toda uma vida  :-\

A unica maneira de se ver livre dessa dívida é o seu amigo a pagar... Infelizmente é verdade...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

veio aqui um cobrador do banco,ele disse que pagava as prestações em atraso ou levava o carro.

isso é assim tão linear?

O cobrador disse que ia pedir uma providencia cautelar na esquadra da PSP. :D :D :D

Só o tribunal pode fazer isso e ainda demora um bom tempo.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

veio aqui um cobrador do banco,ele disse que pagava as prestações em atraso ou levava o carro.

isso é assim tão linear?

O cobrador disse que ia pedir uma providencia cautelar na esquadra da PSP. :D :D :D

Só o tribunal pode fazer isso e ainda demora um bom tempo.

Sim - se não pagas, executam a garantia.

Uma providência cautelar não leva muito tempo - a figura existe justamente para contornar a lentidão da justiça; tipicamente, a providência cautelar é uma questão de dias e isto para os casos mais complicados. É uma decisão temporária, tomada na hora, que depois será confirmada ou não através do processo normal (essa sim, pode levar um bom tempo). Enquanto não houver uma decisão final os bens ficam ao cuidado do tribunal (claro que o custo dessa custódia é imputado depois a quem perder a causa).

Mas isto é apenas a ideia genérica que tenho, não tenho a certeza se é bem assim como disse. Se decidires continuar a não fazer nada depois não te esqueças de vir cá confirmar como é que é afinal ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Uma mera hipótese. Dada a rapidez em que a providência cautelar deverá ser emitida, talvez fosse uma boa ideia colocar, já, a viatura à venda, com todas características da mesma (cilindrada, ano, modelo, km, tipo de combustível, etc) por um preço atractivo, como forma de pagar o que deve. Caso contrário, arrisca-se a andar a "butes", até saldar a divida!...  ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Uma mera hipótese. Dada a rapidez em que a providência cautelar deverá ser emitida, talvez fosse uma boa ideia colocar, já, a viatura à venda, com todas características da mesma (cilindrada, ano, modelo, km, tipo de combustível, etc) por um preço atractivo, como forma de pagar o que deve. Caso contrário, arrisca-se a andar a "butes", até saldar a divida!...  ;)

o carro tem reserva de propriedade.

Propus renegociar mas o senhor disse que neste momento os bancos não aceitam isso porque as pessoas acabam por não cumprir...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Porque será lol ;D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead