Entrar para seguir isto  
Seguidores 0
b4u

Cartão crédito + Crédito pessoal

10 publicações neste tópico

Bom dia,

Pretendo ajudar uma pessoa a decidir como eliminar divídas que tem contraídas num empréstimo pessoal a 12.45% de juros + seguro de vida durante mais 16 meses e uma dívida de cartão de crédito que está a pagar com a taxa mínima de 5% da dívida.

O empréstimo pessoal cobra 150+imposto selo de penalizações por amortização antecipada mais 2% do valor amortizado.

Queria sugestões sobre o que eliminar primeiro:

Eliminar o crédito pessoal e passar a pagar o 10 ou 15% da dívida do cartão de crédito;

Amortizar metade das duas dívidas;

Ou liquidar a dívida do cartão de crédito e depois então ir amortizando mais todos os meses no crédito pessoal

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Imagino que esses 5% não sejam a taxa do cartão de crédito mas sim a percentagem da dívida que tem de pagar. As taxas de cartões de crédito costumam andar acima dos 15% e, não raras vezes, até dos 20%!

Eu diria que deve começar por acabar com a dívida que tem a taxa de juro mais alta. Assim que acabar de pagar de um lado começa a amortizar do outro. E no entretanto não se mete em mais dívidas...

Quando for para amortizar o cartão de crédito, em vez de pagar só 5% por mês, que tente pagar 10% ou 15% ou tanto quanto lhe for possível (salvo erro basta comunicar à empresa até uns dias antes do pagamento; ou efectuar o pagamento da quantia que se quiser pelo multibanco; é uma questão de consultar o extracto deve vir lá isso discriminado). O CC tem a vantagem de que tipicamente não cobram comissões por se pagar mais depressa...

Relativamente ao empréstimo pessoal quando foi contraído e qual o montante? Essas comissões parecem um bocado altas e acho estranho ter um valor fixo a pagar... Seja como for, é uma questão de ir fazendo as contas e ver se o que se deixa de pagar de juros por causa da amortização é mais ou menos do que as comissões por amortização antecipada. Mas provavelmente compensa amortizar...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sim, os 5% são do montante em dívida, por exemplo de 100€ pagar 5% desse valor todos os meses, fora a taxa que deve andar perto dos 30%.

Então uma vez que não existem penalizações nos pagamentos adicionais do cc, será bem melhor começar por reduzir esta dívida.

Por simulação da liquidação do crédito pessoal, em projecção para junho o capital vincendo é de 3600 e o valor a pagar de 4200. Aqui referem juros a abater de 68€.

Embora esta prestação seja mais alta, acaba por se pagar mais no cc.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Embora esta prestação seja mais alta, acaba por se pagar mais no cc.

Exactamente. O tamanho da prestação não interessa muito para estas contas.

- se amortizar 100€ no CC, nos meses seguintes poupa 100 * 30% / 12 =~ 2,5€ em juros.

- se amortizar 100€ no crédito pessoal, poupa menos de metade.

Repetindo isto todos os meses até pagar o CC, vão-se amealhando uns trocos para abater cada vez mais às prestações...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

São montantes em dívida muito próximos nos dois créditos. Agora apareceu possibilidade de liquidar totalmente um ou outro.

Aconcelham liquidar ou simplesmente amortizar o máximo?

Ainda vão haver conversações com ambas as entidades, mas à partida é sempre melhor liquidar um cartão de crédito. E depois disto o crédito pessoal paga-se por si próprio com amortizações em menos de metade do tempo.

É um bom caminho a seguir?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

São montantes em dívida muito próximos nos dois créditos. Agora apareceu possibilidade de liquidar totalmente um ou outro.

Aconcelham liquidar ou simplesmente amortizar o máximo?

Ainda vão haver conversações com ambas as entidades, mas à partida é sempre melhor liquidar um cartão de crédito. E depois disto o crédito pessoal paga-se por si próprio com amortizações em menos de metade do tempo.

É um bom caminho a seguir?

Parece-me que sim :)

Acaba com o CC primeiro

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado pelas sugestões  ;)

Só mais uma questão, do valor total da prestação(sendo que esta representa o minimo de 5% da dívida) do cc já estão acrescidos do juros. Pelo que deve haver uma recuperação de juros na liquidação total certo?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Só mais uma questão, do valor total da prestação(sendo que esta representa o minimo de 5% da dívida) do cc já estão acrescidos do juros. Pelo que deve haver uma recuperação de juros na liquidação total certo?

Não sei se percebi bem a questão. à medida que vais diminuindo o valor em dívida os juros vão diminuindo, sim...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Esclarecendo a tua dúvida, amortizar por completo todo o valor em dívida, extinguindo o crédito.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Esclarecendo a tua dúvida, amortizar por completo todo o valor em dívida, extinguindo o crédito.

Se deixas de dever dinheiro obviamente não há mais juros a pagar...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

Entrar para seguir isto  
Seguidores 0