joneM

União de facto

14 publicações neste tópico

Boa tarde,

São já longas as minhas pesquisas sobre a União de Facto, sem encontrar uma resposta concreta!

Decidi consultar o forum no sentido de obtar alguma resposta.

Em 2007 fui viver para o estrangeiro com a minha namorada. A partir deste momento temos provas de vida em comun, tais como contrato de arrendamento, conta bancária conjunta, facturas, etc.

Em 2008 ambos tinhamos nas Finanças a mesma residência fiscal, ainda que no estrangeiro.

Em 2009 regressamos a Portugal, e comunicamos a mesma residência fiscal.

Estamos em condições de nos referirmos à nossa "condição" como unidos de facto? Por opção entregamos o IRS em separado.

Há algum tipo de declaração ou prova de tal "estado civil" (ainda que não possa ser chamado assim?

Obrigado e cumprimentos,

joneM

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sim, estais em União de Facto.

Se por acaso tivésseis optado por fazer a declaração conjunta e as Finanças vos chamassem para comprovar bastava apresentares os tais comprovativos que referiste...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Gostaria que me pudessem ajudar ao esclarecerem uma situaçao.

Vivo em uniao de facto a 6 anos, e actualmente tivemos um problema porque eu quero ter filhos e ela nao. Sendo assim nao consigo aguentar a situaçao porque cada vez k se toca neste assunto acabamos por nos xatear, a situaçao ficou insuportavel e agora eu kero me ir embora e ela nao me deixa sair de casa.

Que passos tenho que dar para dissolver esta uniao de facto?

Detalhes:

1-Fazemos irs juntos.

2-Temos uma casa em nome dos 2.

3-Tenho uma outra casa so no meu nome assim como um carro.

Gostaria que me pudessem ajudar porque nao sei como fazer.

Desde ja muito obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Para se dissolver a união de facto são necessários os mesmos documentos que utilizaste quando te juntaste. Nenhuma mulher pode impedir um homem de sair de casa, ainda por cima sendo tu uma pessoa livre e solteira. As pessoas só são impedidas de sair quando estão detidas ou presas. A casa se está em nome dos dois e foi ou está a ser paga por ambos tendes direito cada um a metade. O IRS deixas de fazer em conjunto e passas a fazer separado. Nunca te esqueças que tu não és casado com a tua companheira, namorada, amiga, etc. Esposa é que ela não é. Como não há filhos tudo se torna mais fácil. Quanto à outra casa e carro que possuis esses apenas a ti dizem respeito. São teus, ninguém tem nada a ver com isso. A união de facto, ao contrário do que muita gente pensa, não é um casamento.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A "vantagem" da União de Facto é justamente essa - se acabou, vai cada um para seu lado e pronto. Se ainda por cima tens uma casa própria, o que te impede?

A única coisa que me parece mais complicada é o facto da casa estar em nome dos dois - mas isso também não é o fim do mundo. A verdade é que podes perfeitamente continuar dono de metade da casa e não morar lá. Há várias hipóteses: ou aceitam essa situação; ou ela compra-te a tua metade; ou então acordam em vender a casa e ela muda-se para outro lado...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Vivo em uniao de facto a 6 anos, e actualmente tivemos um problema porque eu quero ter filhos e ela nao.

Eu dou um conselho, pessoal claro, dá ouvidos à tua companheira, não ter filhos nos tempos que correm é um sinal de inteligência.  ;D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu dou um conselho, pessoal claro, dá ouvidos à tua companheira, não ter filhos nos tempos que correm é um sinal de inteligência.  ;D

Inteligência? Eu chamo-lhe egoísmo. Se todos fizessem assim... nem quero pensar.

O ciclo para mim ainda continua a ser: "nasce, cresce, reproduz-te e morre."

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Inteligência? Eu chamo-lhe egoísmo. Se todos fizessem assim... nem quero pensar.

O ciclo para mim ainda continua a ser: "nasce, cresce, reproduz-te e morre."

Diz a sabedoria popular que só temos uma vida completa quando plantamos uma árvore, escrevemos um livro e temos um filho.

Um esta feito, um a caminho....outro....hummmm...tenho tempo para tal....

Isto foi apenas para desconversar

Agora e utilizando este tópico:

Disseram-me que para se poder entregar IRS em conjunto , em união de facto de usofruir de beneficios dessa situação só seria apõs 5 anos de entregas conjuntas de IRS.

Alguem confirma ou desmente esta afirmação?

Cumprimentos

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Disseram-me que para se poder entregar IRS em conjunto , em união de facto de usofruir de beneficios dessa situação só seria apõs 5 anos de entregas conjuntas de IRS.

Alguem confirma ou desmente esta afirmação?

Nao percebi a duvida: para poder entregar IRS em conjunto so depois de 5 anos de entregas conjuntas? Que?!? rolleyes.gif

Quem esta' em uniao de facto pode entregar IRS em conjunto depois de 2 anos a partilhar a mesma morada fiscal. E todos os anos tem a hipotese de entregar em conjunto ou em separado...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Gostaria que me pudessem ajudar ao esclarecerem uma situaçao.

Vivo em uniao de facto a 6 anos, e actualmente tivemos um problema porque eu quero ter filhos e ela nao. Sendo assim nao consigo aguentar a situaçao porque cada vez k se toca neste assunto acabamos por nos xatear, a situaçao ficou insuportavel e agora eu kero me ir embora e ela nao me deixa sair de casa.

Que passos tenho que dar para dissolver esta uniao de facto?

Detalhes:

1-Fazemos irs juntos.

2-Temos uma casa em nome dos 2.

3-Tenho uma outra casa so no meu nome assim como um carro.

Gostaria que me pudessem ajudar porque nao sei como fazer.

Desde ja muito obrigado

Acho que já te deram as respostas que procuras, no entanto, gostaria de te dizer que a união (quer pelo casamento quer qualquer outra) obriga a tolerância e respeito mútuo, entre outras coisas básicas e nem sempre é fácil. Se a tua companheira de facto não quer ter filhos, naturalmente já tentaste saber a razão. Será uma decisão definitiva? Se sim, e estivessses casado, de papel passado , concluo que a decisão seria a mesma.

Não sei e nem preciso saber a tua idade mas deves ser bastante novo. Ninguém pode "prender" ninguém e como disse o pauloaguia até tens casa e tudo - a parte mais fácil de resolver. Ela não te deixa sair de casa? Hum....os tempos mudaram! Uma coisa é certa, ter um filho é uma grande responsabilidade. Se calhar a tua companheira AINDA não a pode assumir!

Que tal mais uma tentativa? Se queres tanto um filho deves gostar muito dela  :)

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Disseram-me que para se poder entregar IRS em conjunto , em união de facto de usofruir de beneficios dessa situação só seria apõs 5 anos de entregas conjuntas de IRS.

Alguem confirma ou desmente esta afirmação?

Não confirmo nem desminto, como se costuma dizer  :D

Ora lê lá o que escreveste!!! Quererás tu saber se vivendo em união de facto terás mais benefícios ao entregar a declaração de irs em conjunto ou separadamente???

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Aproveitando a deixa...

Vou colocar uma questão.

Como neste pais, os espertos comem a conta de quem trabalha e estando eu farta de trabalhar pra os sustentar. Etc, não vale a pena a pena alongar...

Mas moral da história, vivo em união de facto e espero engravidar em 2011, estava a pensar em começar a entregar o IRS em separado. Vantagens inumeras...~mãe solteira, redução da taxa de IRS, vantagens em entrar pra uma cresce etc...

A minha duvida é: Algum problema em estarmos "separados" mas ter-mos a mesma morada fiscal???

Alguém se vai lembrar de la ir ver se partilhamos a cama (LOL)

::)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A minha duvida é: Algum problema em estarmos "separados" mas ter-mos a mesma morada fiscal???

Quem está em União de Facto pode sempre escolher em cada ano se entrega declaração conjunta ou em separado... não tens nada a temer nesse aspecto.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sei que não o devia fazer, mas sou sincera, somos entalados por meio mundo e pelo governo. Por isso vou faze-lo!

Conheço pessoas com uma vida de luxo que descontam o ordenado minimo e ainda tem lata de ir pedir sase(penso q seja assim) acho uma ofensa.

Acho que não estou a enganar, afinal serei mãe solteira sempre, não sou casada mesmo, lol.

É que a diferença de escalões é brutal...

 ;D Obrigada pela resposta!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead