Pedro Mpereira

Compra de imóvel em planta

13 publicações neste tópico

Boa tarde!

Tenho uma dúvida num assunto sobre o qual não sei nada. Tenho estado a procurar imóveis nos últimos meses. Encontrámos um que nos interessava há 2 meses atrás mas o construtor achou que éramos demasiado exigentes e arranjou novos clientes.  Entretanto encontrámos através da ERA novo imóvel que nos interessa, mas que está em planta, pois será um apartamento num prédio novo. Marcámos reunião com o construtor e foi-nos proposto um sistema de pagamentos em tranches com o seguinte formato:

- Com o C.P.C.V............................................10%;

- Com a Consignação da Obra..........................15 %;

- A 90 dias da Consignação..............................15 %;

- A 150 dias da Consignação.............................20 %;

- A 240 dias da Cosignação...............................20 %;

- Com a celebração da escritura - (360 dias)........20%;

Ora, a nosso ver não faz sentido algum estar a desembolsar dinheiro antes de haver algo com valor que represente o que estamos a pagar, por mais perfeito e bem desenhado que seja o CPCV que estamos a fazer. Além disso duvido muito que algum banco tenha dinheiro disponível para pagar no dia da consignação da obra, pois não há nada feito para vistoriar e nós não temos disponibilidade mental nem dinheiro líquido para pagar 35% antes do início da obra.

Estamos a falar de um prédio pequeno no centro de lisboa, com 3 apartamentos, que no fundo, seria construído à custa do nosso dinheiro e risco. Sinto que precisava de ver risco por parte do construtor e um investimento maior que os nossos pagamentos para poder aceitar esta proposta.

Por isto tudo, embora me agrade muito o imóvel, estou inclinado a desistir.

Posto isto gostava de colocar duas questões simples:

Este tipo de propostas é normal?

Se sim, que tipo de cuidados devo ter e o que é que me protege caso algo corra mal?

Cumprimentos,

Pedro Pereira

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Caso alguma coisa mal, refereste ao que?

EU tive um caso semelhante, e só era obrigado a entrar com 10% de sinal!

Eu nunca compraria um apartamento sem ver projectos e mesmo assim com os projectos é dificil! Porque nao se tem a noçao do produto final!

Era desejavel haver sempre um andar modelo, para se ver o produto final! Mas se nao há, é um risco pelo comprador!

Mas esses pagamentos exigidos é estranho...o cliente tambem tem que ser exigente, diz lhe que so pagas um x`s para reserva, mais a frente se fizeres o contrato pagas um sinal que tu aches e ta andar...!

com os construtores(alguns) temos que ser duros..se querem muito bem, a crise ainda está no ar! eles querem vender..mas tem que ser como nos podemos e queremos!

Espero nao ter dito mentira nenhuma!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Como em tudo - se não te sentes à vontade com o negócio, se calhar mais vale não o fazeres...

Esses pagamentos faseados são a forma do construtor não ter que pedir dinheiro ao banco - os clientes vão pagando a obra à medida que esta avança. Não há empréstimo no banco, diminuem os custos, a casa sai mais barata e tipicamente o cliente ainda pode dar uns palpites sobre os acabamentos para ficarem ao seu gosto.

Apenas duas notas:

* 1 ano apenas desde o início da obra até à escritura parece-me um pouco apertado (sobretudo se os clientes começarem a dar muitos palpites ;)). De qualquer forma convém garantir desde já um prazo para a obra ficar pronta e tu poderes desistir reavendo o sinal (e uma compensação) caso isso não aconteça.

* que garantia tens tu de que o construtor não desiste da obra a meio (por exemplo, porque ainda não conseguiu vender um dos apartamentos e não tem dinheiro para a acabar?) Quais as consequências caso isso aconteça?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Se quiser avançar com o negócio conforme proposto pelo contrutor deve exigir-lhe uma garantia bancária.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Em 1997 , meti-me  numa aventura dessas e o predio ficou pela metade..

O construtor desapareceu , enfim..até hoje..

Não me meto em outra. Depois mesmo que o construam , dizem que usam uns materiais e usam outros e vc fica a ver navios

Por acaso compra um carro pela internet, sem o ver à sua frente??

Pois é a mesma coisa

Abraço

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tenta saber informações sobre o construtor.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado pelas ideias!

Como é que funcionam as garantias bancárias?

O construtor propôs em reunião com um banco hipotecar o terreno como garantia ao banco para nos fazer o crédito em tranches... mas como é que estas coisas funcionam, se a coisa correr mal o banco recorre a mim e só vái buscar o dinheiro da hipoteca caso eu não pague, o que não abonaria nada em meu favor, certo?

Enfim, vamos andando a ver o que isto dá.

Mais uma vez obrigado pelas ideias.

Pedro

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Parece me uma especie de crédito á construção...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A garantia bancária é um documento passado por um banco em que este garante, sob determinadas circunstâncias definidas no documento o pagamento do valor do sinal. É um instrumento que dá mais conforto aos promitentes-compradores nos casos em que os sinais são elevados. É claro que para o banco emitir o documento é necessário que o construção tenha capacidade de recorrer a crédito.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Com tanto imóvel à venda no mercado já prontinho a habitar só um LOUCO arrisca comprar uma casa em planta,  mas cada um sabe de si.

cumps ao forum

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
:D ;D
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Também não aconselho, especialmente nos dias que correm... ..As coisas podem correr mal também para o construtor e como consequência para ti também. Não arriscaria de forma alguma!

Não comprei o meu apartamento em planta mas cometi a asneira de o comprar ainda em construção (eu e a maioria dos restantes proprietários). O construtor era sócio da imobiliária e passaram por um período crítico..... Ainda hoje, passados quase 10 anos, temos coisas por concluir. Vai fazendo, de ameaças e chatices pelo meio. Nunca pusemos a hipótese de má fé, mas acontece que foi um período mau ( mais por má gestão que outra coisa - várias obras ao mesmo tempo, sem estrutura financeira para isso) e ainda não está tudo bem. Comprar com o imóvel concluído dá outra segurança e mesmo assim há surpresas.

Bom, é só uma opinião.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A minha prima "comprou" um imóvel em condições muito semelhantes no Pinhal Novo, faz 5 anos e as coisas não correram bem. A Construtora abriu falência, o que estava construido esta hipotecado ... é complicado!

Neste momento não tem casa, a prestação do empréstimo é certa e só o tempo dirá como é que as coisas se vão resolver

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead