Entrar para seguir isto  
Seguidores 0
presidentedajunta

Falência Estado

3 publicações neste tópico

Boas amigos,

Queria pedir a vossa ajuda para uma situação que está perto de acontecer na Grécia e nós poderemos ser os senhores que se seguem.

Um estado/governo pode falar, certo? Nesse caso como é que é o cenário? Ficam as empresas todas privadas? As empresas públicas como a CP, e cgd passariam a ser compradas por parivados?

E em relação à moeda como ficariamos?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

caro presidentedajunta, em 1º lugar longe vá o (mau) agoiro, que não sei de onde provém, das tuas palavras: estarás deprimido? 

Eu penso que Portugal não está à beira da falência e penso que os Portugueses devem é pensar em trabalhar, estudar e evoluir mais e melhor - só assim poderemos evitar situações como essa e quem disser o contrário - nomeadamente que é "o governo" ou que a "culpa é deles" e patranhas semelhantes que as televisões gostam de meter em horário nobre - ou é cegueta ou mente descaradamente. Mas enfim...

Relativamente no entanto às tuas dúvidas, eu diria o seguinte:

a) um Estado pode falir ?  Pode . Vide Argentina, há uns anos atrás. Vide Islândia, recentemente. Aliás a Islândia era (é) um dos países melhores colocados em todos os rankings de qualidade de vida e riqueza...do Planeta ! E faliu ou esteve prestes a isso não fora a ajuda externa.

B) Em relação à moeda : reza a Deus (se fores crente, eu não sou) para que Portugal se mantenha no Euro e para que as aves agoirentas que por aí peroram o contrário percam o pio. A pior coisa que nos podia acontecer era sairmos do Euro, seria catastrófico para particulares e empresas (maiores taxas de juro, desvalorização abrupta dos salários e pensões, diminuição do rendimento das familias das pessoas e das empresas) . A curto prazo poderiam apenas existir algumas ilusórias vantagens, tais como o aumento - apenas temporário - das exportações derivado de alguma irresponsável desvalorização da moeda que algum governante (populista) decidisse fazer. Mas isso seria ilusório e de curta duração.

c)as empresas poderiam ser compradas ? Poderiam. Exemplo: vide o que aconteceu com a falência dos regimes totalitários de Leste, em que as empresas foram vendidas em saldo a novos ricos - Abramovichs e outros - que as compraram por tuta e meia e ingressaram no grupo dos homens mais ricos do Mundo.

Estes cenários são óbviamente possíveis - e só se afastam com trabalho, esforço e mérito. E não há ninguém que possa fazer isso por nós sem sermos os 10 milhões que habitamos neste retângulo. O resto é conversa fiada, é deixá-los a falar sózinhos...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

compreendo e aplaudo a tua resposta. No entanto eu não sei se este estado merece que se tem visto o que tem feito, será que vale a pena o português lutar desalmadamente carregado de impostos quando não temos um único governo capaz?

Quando me referi às empresas públicas foi nomeadamente à CGD que muitas pessoas têm lá o dinheiro pura e simplesmente porque acham que por ser do estado jamais vai falir em condições extremas como a do caso do nosso estado falir. Ou se caso admitirem que é um banco que tem risco de falar, então dizem que será o último, que antes falem todos os outros:)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

Entrar para seguir isto  
Seguidores 0