Entrar para seguir isto  
Seguidores 0
Visitante sousa2005

Contabilidade Organizada ou Regime Simplificado?

37 publicações neste tópico

Bom dia.

Desde há uns tempos, tenho feito umas vendas em sites de leilões e percebi que posso fazer disto a minha vida.

Como tal, pretendo abrir actividade nas finanças de vendas pela internet.

A grande dúvida com que me deparo é que não sei se devo optar pelo regime simplificado ou pela contabilidade organizada, pelo simples facto de que nesta são possível deduções dos custos inerentes à actividade.

No entanto, e após feitas as contas, ao fim de uns meses, tenho lucros na ordem dos 45%. Para apurar este valor apenas tive em conta como custos as despesas com a aquisição dos produtos, as despesas com CTT e as comissões dos sites de leilões.

Queria saber se é possível deduzir e quais os limites de dedução nos seguintes aspectos:

- soalhada afecta à actividade (já que usarei uma das assoalhadas da minha casa);

- prestação com a aquisição de viatura (já que para despachar encomendas preciso de me deslocar aos CTT);

- pagamento de serviços prestados por terceiros (CTT, reparações com viaturas, comissões pagas aos sites de leilões...)

- seguro do carro;

- água e energia;

- comunicações (internet e telefone);

- bens de consumo específicos da actividade (envelopes, fita-cola...);

- contribuições para segurança social.

Já agora, o TOC também é dedutível?

Resumindo, gostaria de saber se compensa a contabilidade organizada face à simplificada.

Obrigado pela vossa atenção.

Cumps

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Passando para contabilidade organizada existem vários custos que passas a poder incluir como tal na tua declaração de rendimentos, porém existem regras específicas. Por exemplo, ainda que possas considerar a prestação automóvel como um custo, está sujeita a tributação autónoma, ou seja, pagas 5% (salvo erro) à cabeça por incluíres esse custo.

Mas diz-me uma coisa, que facturação tens? E quando dizes que tens lucros na ordem dos 45%, estás a falar de Margem/Vendas ou é outra conta?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Muito obrigado pela resposta.

Em relação ao lucro de que falo, quero dizer para um investimento que faço de 1.100 euros em material para vender, incluindo também as outras despesas com CTT e comissões dos sites de vendas, etc, consigo um total de vendas de cerca de 2050 euros. Assim,tenho tido um lucro líquido de aproximadamente 950 euros.

Já agora, onde posso consultar as regras específicas para as deduções na contabilidade organizada?

Obrigado

Cumps

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

No Código do IRS, se estiveres a pensar colectar-te como trabalhador independente com contabilidade organizada.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Em relação ao lucro de que falo, quero dizer para um investimento que faço de 1.100 euros em material para vender, incluindo também as outras despesas com CTT e comissões dos sites de vendas, etc, consigo um total de vendas de cerca de 2050 euros. Assim,tenho tido um lucro líquido de aproximadamente 950 euros.

Acho que com isto o lucro está mais perto dos 90% do que dos 45%

Mas talvez esteja a fazer mal as contas...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado a todos pelas dicas. Mas ainda tenho algumas dúvidas.

- A segurança social é dedutível na contabilidade organizada e no regime simplificado?

- Quanto ao IVA, há diferenças nas deduções entre o regime simplificado e a contabilidade organizada?

Tendo como referência estes valores do lucro, conseguem aconselhar-me? Será melhor organizada ou regime simplificado?

Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu diria que além da margem de lucro de que falas importa saber a grandeza de facturação. Estamos a falar de €10 000/ano ou de €50 000/ano?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Estaríamos a falar de 20.000 a 25.000 euros de facturação por ano.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

É assim... o regime simplificado assume que 70% dos teus rendimentos são "lucro" e é esse valor que será tributado. A tua realidade é significativamente diferente (950/2050 = 46%), pelo que é possível que se incluíres as despesas de que falas (e eventualmente mais algumas) tenhas alguma poupança fiscal.

Fazendo umas contas... se facturares 20 000, no regime simplificado o Fisco assume que ganhas 14 000 e aplica a taxa sobre esse valor (vamos assumir que é 25%), o que dá de IRS à volta de €3500 (estes valores são fictícios, mas dá para ter uma ideia).

Se tiveres contabilidade organizada, imagina que consegues deduzir aos €20 000 metade, ou seja, passas a ter um lucro de €10 000. Assumindo que a taxa é 20%, dá de IRS qualquer coisa como €2000, uma poupança de €1500, ao qual terás de deduzir os encargos com o TOC.

Estes valores estão um bocado enviesados, mas dá para teres uma ideia do que pode compensar. Para obteres uma simulação mais realista podes tentar fazer simulações com o Modelo 3, de forma a perceberes se terás efectivamente algum ganho.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde.

Esta afirmação aqui causou-me algumas dúvidas: "o regime simplificado assume que 70% dos teus rendimentos são "lucro" e é esse valor que será tributado", pois quando fui às Finanças informaram-me que, no caso de vendas, a base tributável eram 20% das vendas. Só no caso da prestação de serviços é que era 70%. Será que percebi bem?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Esta afirmação aqui causou-me algumas dúvidas: "o regime simplificado assume que 70% dos teus rendimentos são "lucro" e é esse valor que será tributado", pois quando fui às Finanças informaram-me que, no caso de vendas, a base tributável eram 20% das vendas. Só no caso da prestação de serviços é que era 70%. Será que percebi bem?

Percebeste bem.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Então se facturar 20 000, no regime simplificado o Fisco  aplica a taxa sobre 4.000 e se assumirmos que a taxa é 25%, dá de IRS à volta de 1.000 euros. Certo?  Contas não é o meu forte  :-\

Assim, seria os 1.000 euros do simplificado vs. os 2.000 da organizada...

E a segurança social é dedutível em algum destes regimes?

Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Então se facturar 20 000, no regime simplificado o Fisco  aplica a taxa sobre 4.000 e se assumirmos que a taxa é 25%, dá de IRS à volta de 1.000 euros. Certo?   Contas não é o meu forte  :-\

Certo, as contas também não são assim tão complicadas ;)

Assim, seria os 1.000 euros do simplificado vs. os 2.000 da organizada...

Não é assim tão linear. com contabilidade organizada podes deduzir outras despesas - por exemplo, se a net é essencial para o negócio, pode ser que seja possível deduzir os custos de ligação à internet...

E a segurança social é dedutível em algum destes regimes?

Isso já não sei responder. Mas podes tentar um simulador de IRS e testar os vários cenários, a ver quais são as implicações: http://www.irscalc.pt/gratuita.html

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boas.

Alguém conhece um TOC / Gabinete de Contabilidade de confiança na zona da Amadora, que me possam aconselhar?

Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Para si o melhor é colectar-se, como empresario em nome individual, regime simplificado. Pois se optar por contabilidade organizada terás de pagar a um contabilista 150,00 ou mais por mes. Enquanto se for empresario em nome individual, pagaras 50,00 ou menos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Então se facturar 20 000, no regime simplificado o Fisco  aplica a taxa sobre 4.000 e se assumirmos que a taxa é 25%, dá de IRS à volta de 1.000 euros. Certo?  Contas não é o meu forte 

Não é nada assim, se o fisco determinar que tem 4000,00 de lucro e se não tiver outros rendimentos, não vai pagar 1000,00 de IRS. Pelo contrario se só tiver estes rendimentos não paga nada de IRS.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

E quanto ao IVA, há alguma diferença nas deduções que se podem fazer, consoante se tenha contabilidade organizada ou regime simplificado?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Então se facturar 20 000, no regime simplificado o Fisco  aplica a taxa sobre 4.000 e se assumirmos que a taxa é 25%, dá de IRS à volta de 1.000 euros. Certo?   Contas não é o meu forte 

Não é nada assim, se o fisco determinar que tem 4000,00 de lucro e se não tiver outros rendimentos, não vai pagar 1000,00 de IRS. Pelo contrario se só tiver estes rendimentos não paga nada de IRS.

O exemplo foi infeliz porque nem sequer há um escalão de 25%.

Mas se ele tiver outros rendimentos que lhe façam subir o rendimento colectável e subir de escalão, a resposta dele está praticamente certa, ou não?

EDIT: Esqueci-me das deduções específicas e outras coisas que se abatam ao rendimento bruto antes de chegar ao rendimento colectável... esquece esta nota...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boas tardes,

Vou iniciar actividade por conta propria e já fui falar com o meu contablista que me recomendou ir para a contablidade organizada. Agora gostava que me ajudassem a perceber que vantagens tenho ou nao. E se me compensa a diferença de valores que lhe vou pagar. Ele disse-me que actualmente na ordem o minimo que podem cobrar é 75€ para simplicado e 200€ para organizada.

Eu vou trabalhar com transformação de matéria prima. Ou seja, posso gastar 2000€ de material, levo uma semana a transformar e vendo por 3000€. Como vou trabalhar também com material acabado, comprar e vender só com um lucro minimo. Vou ter sempre também despesas como gasoleos, inicialmente comprar um carro comercial, máquinaria e manutençao da mesma, etc.

Perciso da vossa ajuda.

Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu expliquei-me mal por ignorância e também me quiseram interpretar mal...

Eu vou tentar explicar melhor. Mas começando já por uma dúvida, o principal factor na escolha de uma das duas escritas, vai depender principalmente secalhar do volume de negócios não? Se eu tiver uma facturação anual na casa dos 30/40 mil compensa-me secalhar mais o regime simplificado, se facturar por exemplo na casa dos 100000€ compensa-me secalhar mais a escrita organizada, porque desses 100000€ por exemplo 90mil podem ser compras e despesas, o que significa que tenho um lucro de 10mil €, logo num caso desses podia inclusive até estar isento de pagar irs ou pagar um minimo, era ai que eu tava a querer chegar...

Eu só percisava de me esclarecer porque me queria colectar ainda esta semana para iniciar actividade e queria fazer tudo direito e como deve ser.

Se me compensar mais pagar os 200€ pela organizada do que os 75€ e chegar ao fim do ano e puder não pagar irs ou pagar um minimo melhor.

Porque se bem entendi, se facturar 100000€ com o regime simplicado, 35% sao despesas e vao-me entao tributar sobre 65000€ certo? Nesse caso compensa mais a escrita organizada porque eu na realidade posso ter muito mais de despesas do que esses 35% e ai saiu prejudicado, não?

Obrigado e peço desculpa pelas minhas más explicações.

Cumprimentos

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Porque se bem entendi, se facturar 100000€ com o regime simplicado, 35% sao despesas e vao-me entao tributar sobre 65000€ certo? Nesse caso compensa mais a escrita organizada porque eu na realidade posso ter muito mais de despesas do que esses 35% e ai saiu prejudicado, não?

Isso é verdade. Não tenho a certeza se é 30 ou 35%, mas a ideia é essa.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Então basicamente se eu prever um volume de negocios por exemplo de 80000€ para o primeiro ano, nomeadamente porque também vou trabalhar com produtos acabados que podem custar por exemplo 500€ e eu ganho 50€ por peça o que vai aumentar substancialmente a facturaçao, e se imaginar que desses 80000€, 60 mil são despesas, nomeadamente aquisição de um comercial para transportes e deslocações, algumas ferramentas electricas, gasoleos etc e ainda nesses 60000 o material que compro para transformar e vender, tenho 20000€ de lucro, mesmo assim ainda me compensa a escrita organizada nao?

Muito obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Se se tratar de vendas (compras produtos que vendes a outros por um lucro) o fisco considera, no regime simplificado, que 80% da receita é despesa.

Agora, na prestação de serviços é que já considera que as despesas são só 30% da receita.

Se se tratar apenas de venda, para os 80.000€ do teu exemplo, o fisco iria considerar um rendimento de 16.000€. Neste caso compensava mais ficares no regime simplificado (pois 16.000 é menos que os 20.000€ que prevês de lucro). Ainda não consegui perceber bem em qual destas áreas se insere a tua actividade, talvez queiras esclarecer isso junto das Finanças antes de tomar a decisão final.

Quanto a decidir entre contabilidade organizada ou regime simplificado, a minha sugestão é que contactes dois ou três TOCs diferentes a pedir a sua opinião (e, já agora, preço) de forma a fundamentares melhor a tua decisão...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Então para me explicar melhor e para me conseguires ajudar melhor vou tentar explicar, vou trabalhar tanto com produtos acabados, que é só mandar vir e vender, mas vou trabalhar também com produtos a ser transformados, montados, etc.... No meu caso é mesmo os 2.

Uma vez que no meu caso tem mesmo que haver prestação de serviços emglobado, que ao fim ao cabo nao é visto como uma prestação de serviços no caso, porque vendo algo e monto, mas no preço total, vai incluida a montagem, não é a parte... compensa qual?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

No meu caso é mesmo os 2.

Uma vez que no meu caso tem mesmo que haver prestação de serviços emglobado, que ao fim ao cabo nao é visto como uma prestação de serviços no caso, porque vendo algo e monto, mas no preço total, vai incluida a montagem, não é a parte... compensa qual?

Provavelmente já não vou dizer nada de novo, mas pode ser que se façam umas luzes!...  ;)

Ao colectar-se vai ter que indicar uma estimativa do que vai auferir no ano.

Se não optar pela contabilidade organizada, fica automaticamente abrangida pelo regime simplificado. Neste regime, deixaram de ser aceites como dedução as despesas que os independentes suportaram no exercício da actividade. O Fisco vai considerar que 70% dos rendimentos correspondem a rendimentos líquidos e os restantes 30% a despesas necessárias para prestar o serviço.

Optando pela contabilidade organizada, poderá deduzir essas despesas (sendo obrigatório contratar um TOC).

No entanto, este regime só compensará, a partir do momento em que as despesas que efectuar, no exercício da actividade, superarem 30% do rendimento bruto auferido.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

Entrar para seguir isto  
Seguidores 0