kofianao

ch no deutsche bank?

9 publicações neste tópico

Alguem sabe dizer alguma coisa acerca deste banco?

fiz uma simulaçao de credito e parece me um dos melhores que fiz ate agora!

uma TAE muito inferior aos dos outros bancos!!

alguma coisa contra este banco?

obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Um pouco de história deste banco no Mundo e em Portugal

O Deutsche Bank está empenhado a ser o melhor fornecedor de serviços financeiros do mundo. Fazendo uso da sua experiência única, capacidades e força financeira, o Deutsche Bank tem como missão criar valor acrescentado para os seus clientes, accionistas, empregados e à sociedade como um todo.

Ao fazê-lo agimos com disciplina e determinação. A nossa presença global, a diversidade de culturas, ideias e expectativas da nossa equipa são uma importante contribuição para o nosso sucesso.

Deutsche Bank no Mundo

Um dos maiores e sólidos grupos bancários a nível global.

Uma história de sucesso ao serviço do investimento.

Fundado em Berlim em 1870, o Deutsche Bank nasceu com uma vocação internacional para promover e facilitar as relações comerciais entre a Alemanha, a Europa e outros mercados internacionais.

Da sua história constam aquisições, nacionalizações, um desmembramento e consequente reagrupamento e ainda novas aquisições.

Com 992.000 biliões de euros em activos e cerca de 80.000 empregados, o Deutsche Bank disponibiliza um vasto leque de serviços financeiros em 73 países em todo o mundo, trabalhando para ser líder como fornecedor global de soluções financeiras para clientes exigentes e criando valor para os seus accionistas, e colaboradores.

A reforçar o reconhecido valor que o banco tem, a International Financing Review galardoou o Deutsche Bank com o seu disputado prémio de Banco do Ano 2005. Esta foi a segunda vez em três anos que o Deutsche Bank ganha este que é considerado um dos mais prestigiados prémios da Banca Internacional.

O nosso mercado base é a Europa. Uma forte posição no mercado Europeu e especialmente na Alemanha é a base para as nossas actividades a nível global.

Em Portugal desde 1978

Neste ano, o Grupo Deutsche Bank AG iniciou a sua actividade em Portugal, através da MDM, uma sociedade de consultoria financeira. Apresentamos-lhe, aqui, um pequeno historial desta presença. Um testemunho dos resultados alcançados para os nossos clientes. E do quase constante desenvolvimento de novos projectos, que nos permitem, permanentemente, olhar o futuro com um sereno optimismo.

De 1978 a 2000

A MDM nasceu em 1978, sob a forma de empresa de consultoria financeira, tendo por accionistas o Deutsche Bank AG, José Manuel de Mello e a Morgan Guarantee Trust Company of New York.

Em 1983, foi transformada em sociedade de investimento tendo, numa acção pioneira, participado na fundação de várias empresas parabancárias.

Nova Estrutura Accionista

O Deutsche Bank tomou, em finais de 1987, a posição até aí detida no capital da sociedade, pelos seus dois outros accionistas.

Esta alteração não só permitiu um processo de tomada de decisões mais rápido, como trouxe, também, novas perspectivas de desenvolvimento à sociedade, a partir daí integrada num grupo financeiro com a dimensão do Deutsche Bank.

O DBI (1990 - 1998)

Criado em Julho de 1990, o Deutsche Bank de Investimento, S.A., resulta da transformação da MDM em banco de investimento, permitindo alargar a actividade até então exercida, de consultoria financeira e financiamentos a médio e longo prazos, às operações de crédito a curto prazo, operações cambiais e angariação de depósitos.

Deutsche Bank (Portugal), S.A. (1999)

No início deste ano inicia-se um processo de reestruturação organizacional da actividade do Grupo em Portugal. É constituída a Deutsche Participações, SGPS, Lda. e o Deutsche Bank de Investimento S.A. altera a sua denominação social para Deutsche Bank (Portugal) S.A..

Esta última reflecte uma nova aposta estratégica, a de oferecer produtos e serviços bancários aos particulares, utilizando como canais de distribuição os da banca à distância (por telefone e electrónica), e uma rede física.

Em 2001 é inaugurado o primeiro balcão Deutsche Bank em Portugal, na Rua Barata Salgueiro, vocacionado para oferta de produtos e serviços a particulares dando assim início ao projecto de expansão do banco em Portugal.

Em Outubro de 2002 nasce no Deutsche Bank a área de Private & Business Clients, que combina as forças e responsabilidades das unidades de Private Banking, Empresas e Particulares numa oferta paneuropeia integrada debaixo de uma única direcção executiva.

Integram-se marcas, áreas de negócio e, acima de tudo, recursos humanos, que se unem para alcançar os mais exigentes níveis de serviço, e ambiciosos resultados.

A nova unidade P&BC é um dos negócios principais para o Deutsche Bank.

Trata-se de um novo modelo de negócio paneuropeu totalmente orientado para o cliente e que tem um objectivo muito concreto a curto prazo: o Deutsche Bank quer ser o fornecedor, por excelência, de soluções financeiras para o seu mercado potencial, um mercado que se abre para abranger mais segmentos alvos.

Mais informações:

http://www.deutsche-bank.pt/

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

obrigado, mas queria ver era opinioes formadas pelos membros, vamos aguardar!

;D ;D ;D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

obrigado, mas queria ver era opinioes formadas pelos membros, vamos aguardar!

;D ;D ;D

A que membros se está a referir?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A ideia que tenho é que é um bom banco, embora esteja virado mais para os investimentos e para concretizações de créditos para um alvo de clientes com um poder de compra superior ao "normal", ou seja, não é um banco dito "comercial", também muito virado para as empresas, nomeadamente PME Lider e grandes empresas.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

É o banco com quem mais trabalhamos, é um banco que procura uma envolvência diferente da dos outros bancos, até no próprio crédito habitação, normalmente os outros bancos querem o crédito habitação do cliente no entanto o DBK quer o cliente e se para ganhar o cliente que lhe interessa tiver de lhe fazer ou transferir o crédito habitação faz e dificilmente alguém acompanha da outra banca. Trabalho com um dos melhores gestores de clientes deles e todos os clientes que se enquadram no que eles procuram nem penso 2 vezes, os clientes gostam da maneira como são tratados. O grande senão deles é mesmo o site para homebankig.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom dia.

Das várias experiências comerciais que tive com o Banco, concluí que embora seja uma instituição forte no estrangeiro, nunca investiu os meios necessários em Portugal para fazer frente à concorrência: reduzido nível de serviço, pouca qualificação dos funcionários e produtos que não vão de encontro às necessidades das famílias e empresas portuguesas.

Cumprimentos,

Paulo Costa

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom dia.

Das várias experiências comerciais que tive com o Banco, concluí que embora seja uma instituição forte no estrangeiro, nunca investiu os meios necessários em Portugal para fazer frente à concorrência: reduzido nível de serviço, pouca qualificação dos funcionários e produtos que não vão de encontro às necessidades das famílias e empresas portuguesas.

Cumprimentos,

Paulo Costa

Não concordo, mas como digo muitas vezes "as pessoas que estão nos balcões é que fazem o banco". A pessoa com quem trabalho no DBK é das pessoas mais capazes de toda a banca com quem trabalho. Tem uma análise de risco muitas vezes lenta? Tem! São um banco elitista? São! Mas também não o escondem. Eles não são um banco como a maioria que quer o crédito habitação como "produto principal" querem o cliente e se para isso tiverem de ganhar o crédito habitação dificilmente outros fazem melhor preço. Não sou advogado dos bancos quando tenho de defender os meus clientes sou o 1º ataca-los (bancos) mas também me sinto na obrigação de os defender quando acho que o devo fazer. Porque acima de tudo e é isso que muitas vezes temos de perceber, os bancos são empresas e tem de dar lucros. Se me disserem que muitas vezes esses lucros são feitos á custa de situações menos claras em que os clientes é que são prejudicados, concordo plenamente e assino por baixo até porque o sinto muitas vezes na pele não só a nível pessoal como com os clientes que tenho o dever de defender.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu trabalho com o DB desde 2003, por via do meu crédito habitação.

Actualmente estou contente com eles, mas posso dizer que até há cerca de um ano atrás não tinha nada de bom a dizer deles, mas lá consegui encontrar uma gestora de conta que me resolveu os problemas quase todos.

Ponto positivo o spreed do CH.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead