p.c

credito habitacao atrasado

3 publicações neste tópico

ola

Tenho uma grande duvida em relacao ao credito de habitacao. Fiz um credito de habitacao em portugal a cerca de 5 anos atras com o meu companheiro mas a vida da muitas voltas e acabamo nos por separar.Paguei a prestacao ate 2009 mas deixei de pagar pois a situacao economica mudou e nao tenho como pagar sozinha. O problema e que os meus pais sao os fiadores do emprestimo.

Ora eu deixei de pagar e o banco ja mandou uma carta ao meus pais que se a divida nao for paga irao passar para o processo de penhora de bens? Ai esta a minha duvida, penhora de bens em relacao a bens k os meus pais possam ter ou ao recheio da casa? eu nao entendo e como e que o meu ex companheiro esta a trabalhar e tem carro nao vao sobre os bens dele? E uma situacao muito complicada pois o meu pai de momento ta desempregado e nao sei bem de que maneira o banco actua. O banco nao deveria me levar a tribunal e so depois meter os meus fiadores no processo?

E se os meus fiadores nao tiverem bens para pagar a divida o que pode acontecer?

espero que me possam responder e ajudar a entender esta situacao.

Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

se calhar o teu ex companheiro continua a pagar a parte dele - sendo assim o banco so tem que cair sobre ti, nao sobre ele.

quanto aos teus pais, se o banco se meter com eles podem começar por invocar o beneficio de excussão (faz uma pesquisa aqui pelo forum, ja´ se falou disto antes) e indicar bens teus `a penhora, em vez dos deles. Mas se nem isso chegar, o banco cai-lhes mesmo em cima, afinal e´ para isso que servem os fiadores.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde.

O meu conselho é antes de mais, deslocar-se ao Banco de Portugal (Lisboa, Parque das Nações) e pedir o mapa de responsabilidades de crédito. Basta apresentar o seu BI e cartão de contribuinte; entregam-lhe o mapa na hora e é gratuito. Esse mapa dir-lhe-á exactamente qual o valor da dívida, bem como, o valor que está em situação regular e/ou incumprimento, e há quanto tempo.

Com essa informação, aconselhe-se junto de alguém especializado na matéria. Pode fazer-lhe uma análise da sua situação financeira e propor-lhe uma solução de recuperação. Por outro lado, não deixe de falar com o Banco e de dar a cara. Tente negociar uma solução. Tem dois caminhos: o o faz sozinha ou com auxílio de um especialista.

Cumprimentos,

Paulo

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead