pauloaguia

Fim dos custos com renegociação de empréstimos?

46 publicações neste tópico

Quem tiver um crédito à habitação e queira fazer uma renegociação do mesmo já não vai ter que alterar o contrato de seguro subjacente, nem poderá ser cobrado qualquer valor para esse efeito.

...

Por outro lado, e para assegurar a efectiva tutela do consumidor, no âmbito da renegociação das condições do empréstimo à habitação, veda-se às instituições de crédito a cobrança de qualquer montante para esse efeito, nomeadamente a título de análise do processo

...

Nesta medida, «passa a constituir uma prática comercial vedada fazer depender a renegociação do crédito de exigências adicionais, nomeadamente, do investimento em produtos financeiros ou da observância de determinadas condições» de utilização do cartão de crédito.

http://www.agenciafinanceira.iol.pt/noticia.php?id=970722&div_id=1729

Claro que ainda precisa de ser aprovado e publicado, mas parecem boas notícias para quem tem empréstimos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Claro que ainda precisa de ser aprovado e publicado, mas parecem boas notícias para quem tem empréstimos.

... ou talvez não.

Quer dizer, actualmente os bancos estão dispostos a baixar os spreads (lucros) porque essa descida será compensada pelo facto do cliente entregar mais dinheiro ao banco, subscrevendo outros produtos.

Se os bancos deixarem de poder usar isso como factor de negociação, será que estarão dispostos a baixar tanto os spreads como actualmente?  :-\

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

É esperar para ver no que dá, mas já se sabe que os bancos nunca dão nada a ninguém...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

É esperar para ver no que dá, mas já se sabe que os bancos nunca dão nada a ninguém...

A mim dão-me juros de vez em quando ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A mim dão-me juros de vez em quando ;)

Desde que eles no global não percam... :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boas, em ralação a este tema, gostaria que me ajudasses nesta dúvida?

eu tenho um empréstimo habitação jovem bonificado e segundo li nos jornais, agora podemos alargar mais o prazo do empréstimo. gostaria de saber se solicitar isso no meu banco, implica custos. obrigado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boas, em ralação a este tema, gostaria que me ajudasses nesta dúvida?

eu tenho um empréstimo habitação jovem bonificado e segundo li nos jornais, agora podemos alargar mais o prazo do empréstimo. gostaria de saber se solicitar isso no meu banco, implica custos. obrigado.

Muitos bancos cobram por revisões ao contrato. Seja uma revisão de spread, seja do prazo. Procura no preçário do teu banco e dá também uma olhada ao contrato a ver se encontras alguma coisa. (qual é o banco?)

Só deves alargar o prazo do empréstimo se começas a ficar afilta com a prestação actual. Caso contrário a médio prazo sai-te mais barato pagar o empréstimo o mais depressa possível.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O meu Banco é o BPI, desde que fiz o empréstimo, há 7 anos. Na altura foi o banco que melhor ofereceu condições. Nunca tive razões de queixa mas ultimamente começo a ficar farto do bpi. se calhar é altura de mudar...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

semila  :)

Tenho o meu crédito habitação no BPI e estou bastante satisfeita.

Não sei a causa da tua insatisfação, talvez a "culpa" não seja do Banco, talvez seja da actual situação económica do país...

Aconselho-te a fazer simulações nos outros bancos para comparação. Tenho em ideia que aqui se fala muito bem do Deutche bank, da Caja Duero e mais alguns que agora não me recordo. ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não se trata da "da actual situação económica do país" mas sim da arogância dos funcionários do BPI. Parecem todos uns modelos a desfilar no banco! parece que só tratam bem os clientes com Habilitações académicas a nível superior ou então de fatinho....lá vou eu comçar a usar fato e gravata e andar com o meu currículo na mão....

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

semila  :)

Em relação a isso, não tenho razão de queixa.

Infelizmente, esse tipo de juízo não acontece só nos Bancos, acontece em mais sítios.

Lamento que te sintas assim :-[

Já experimentaste ir a outra agência?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sim, por acaso, ja fui ao Banif e tratam as pessoas com muito mais educação e respeito!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

semila :)

O que eu me referia era mesmo a outra agência do BPI.

Achas que vale a pena mudares o teu crédito tendo em conta apenas esse argumento?

Raramente me desloco à agência onde tenho conta, faço a maior parte das operações pela net. Ultimamente, tenho ido lá mais vezes devido ao pedido de crédito à habitação.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não se deve confundir as pessoas com as instituições semila, eu tembém sou cliente BPI e de um modo geral estou satisfeito, e continuo a dizer que é dos bancos que a nível de comissões são mais razoáveis,a solução talvez fosse mesmo mudares a domiciliação para outra agência, porque pelo que entendi o problema até nem é o banco em si mas as pessoas dessa agência.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom dia!

O dilploma para por terminus à cobrança de despesas por alterações a clausulas contratuais do CH já foi aprovado na Assembleia da Republica e aguarda publicação.

Relativamente à questão que colocavam do Bonificado, é a Portaria nº310/2008 que vem permitir o alargamento do prazo até aos 50 anos. De qualquer modo, tal cm no regime gearl, sai mais caro (mais juros) e anualmente à lugar à perda de bonificação, pelo q a dada altura acaba-se mm! Ah! mas esta alteração depende smp da concordância do banco. a portaria permite, não impõe e como qq alteração contratual terá de existir mutuo acordo de ambas as partes!

Bem haja! ;D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa Tarde a Todos,

Gostaria de saber qual é o nº deste Decreto-lei e se entretanto já foi publicado. ???

Eu também tenho crédito habitação no BPI á cerca de um ano  :(, tenho tentado já algum tempo fazer uma renegociação do meu crédito, mas como o balcão onde inicialmente contraí o emprestimo, não está muito interessado em fazer qualquer alteração, decide mudar de balcão. >:(

Pedi transferência para um novo balcão e espero ter melhor sorte neste, mas tenho que esperar até ao início de Setembro, que é quando o processo ficará concluído. ::)

Obgd,

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Gostaria de saber qual é o nº deste Decreto-lei e se entretanto já foi publicado. ???

A numeração só é atribuída na altura da publicação. Penso que ainda não foi publicado...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

"O decreto-lei publicado hoje em Diário da República, aprovado em Julho em Conselho de Ministros, estabelece que as novas «medidas de tutela do mutuário no crédito à habitação respeitantes à renegociação das condições dos empréstimos e à respectiva mobilidade» entram em vigor num prazo de 30 dias.

Assim, a partir de 25 de Setembro as instituições financeiras que ainda cobrem comissões - que nalguns casos recentes comprovados se situaram entre os 150 e os 200 euros - estão proibidas de o fazer, sob pena do pagamento de coimas e outras penalizações previstas no regime geral das instituições financeiras.

Além de vedar «a cobrança de qualquer comissão pela renegociação das condições do crédito, nomeadamente do spread ou do prazo da duração do contrato de mútuo», o decreto proíbe também «fazer depender a renegociação do crédito da aquisição de outros produtos ou serviços financeiros».

O Governo diz que estas são medidas adoptadas «no contexto recente de agravamento das taxas de juro» e para tentar diminuir «o peso deste encargo (…) através da eliminação de barreiras económicas ou legais que subsistam quer à renegociação das condições dos empréstimos quer à respectiva mobilidade».

A taxa de juro inerente aos contratos de crédito à habitação em Portugal atingiu em Julho o valor médio de 5,633 por cento, segundo dados do INE."

Lusa/SOL

O que irão inventar eles agora para nos continuarem a meter a mão no bolso??

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Às tantas começam a cobrar juros ou taxas sem justificação.

Pelo menos no meu caso, de vez em quando lá saem uns cêntimos ou mesmo uns euros. Lá tenho que avisar o gestor para resolver.

Acho que é uma medida que vem ajudar, mas já vem um pouco tarde. Pelo que vejo, há já muitos com a "corda ao pescoço".

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor