Entrar para seguir isto  
Seguidores 0
serginh0

Sindicatos e IRS

3 publicações neste tópico

Olá a todos,

Preciso da vossa ajuda já que não consigo perceber como calcular a dedução no IRS relativo às quotas pagas aos sindicatos. Assim:

Qual a poupança fiscal que poderá obter no IRS com as quotas pagas aos sindicatos e às ordens profissionais?

Cada um deste tipo de quotas tem um limite de dedução distinto. As quotas pagas aos sindicatos podem ser deduzidas até um limite de 1% do rendimento bruto do trabalho dependente ou de pensões, sendo que o valor a deduzir ao rendimento corresponde a 150% do valor suportado. Ou seja, por cada euro pago deduz 1,5 euros até que se atinja o limite de 1% do rendimento bruto já referido.

No caso das quotas relativas a ordens profissionais são dedutíveis no máximo 162€. Esta dedução é directa no sentido em que cada euro de encargos é dedutível até ao limite referido.

A informação aqui divulgada pode conter erros ou imprecisões, não dispensa a consulta da legislação aplicável. Se detectou algum erro por favor não hesite em reportá-lo.

in Economia & Finanças

Isto é, se eu pagar 10€ por mês, deduzo 15€, desde que não ganhe menos de 1500€ (15€=1% do rendimento bruto)? E se a quota do sindicato for em percentagem, por exemplo 1%, recebo exactamente aquilo que pago?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu achava que os cálculos se fizessem  assim:

Supõe que ganhas 1000 €/mês. Vão-te descontar 10 € (1000*1%), logo anualmente pagas 120 €. No entanto, em termos de IRS, quando entregares a declaração, podes deduzir 180 € (120*1,5). Mas se dizes que o limite máximo é 162, então a dedução será essa!

Não entendo o que queres dizer "recebo aquilo que pago"

Lendo bem o que escreveste julgo que estou errada na minha resposta. Aguarda que alguém responda com certezas  ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bem, que confusão que fizeste para aí!!

Supõe que ganhas 1000 €/mês. Vão-te descontar 10 € (1000*1%), logo anualmente pagas 120 €. No entanto, em termos de IRS, quando entregares a declaração, podes deduzir 180 € (120*1,5). Mas se dizes que o limite máximo é 162, então a dedução será essa!

O limite é de 162 para quotas de ordens profissionais (tipo ordem dos médicos, ordem dos advogados)

Não entendo o que queres dizer "recebo aquilo que pago"

Tendo em conta o que vinha no texto que citei: "Ou seja, por cada euro pago deduz 1,5 euros até que se atinja o limite de 1% do rendimento bruto já referido", se a quota do sindicato for de 1%, deduzo em IRS exactamente aquilo que pago ao longo do ano (i.e., não beneficio dos 150%!)

Eu penso que é isto, mas como geralmente erro nas contas...  ???

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

Entrar para seguir isto  
Seguidores 0