nlopes

Amortização - conselho

13 publicações neste tópico

Neste momento, devo 50 mil euros ao banco de crédito a habitação. É um valor que já tenho nas minhas poupanças. Acham que devo amortizá-lo na totalidade mesmo que fique nas lonas?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Esse assunto das amortizações já foi largamente discutido aqui em diversos tópicos , mas vamos lá:

1.Deve ter sempre um fundo de emergencia de pelo menos 6 meses;

2.Se tiver o dinheiro aplicado com juros superiores àquilo que está a pagar no CH , não lhe compensa amortizar agora.  Espere até que os juros do CH pelo menos se equiparem aos juros da aplicação.

Speedbird

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boas, sou, como a maior parte dos devedores de CH, mais um com vontade de os liquidar o mais depressa possível. surgiu-me há dois dias, numa busca a página da deco (http://www.deco.proteste.pt/credito/credito-a-habitacao-regras-para-amortizar-s483981.htm) que me deixou com dúvidas. Tenho 25000€ pra amortizar num ch, que devo 74500€ a 45 anos,

- queria ficar com prestação baixa ao início.

Pelas contas que eles dizem, para beneficiar da dedução máxima, só deveria amortizar 17000€.

Será que vale a pena seguir esse concelho, ou amortizo logo tudo?

Cumprimentos

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

...mais um com vontade de os liquidar o mais depressa possível. surgiu-me há dois dias, numa busca a página da deco (http://www.deco.proteste.pt/credito/credito-a-habitacao-regras-para-amortizar-s483981.htm) que me deixou com dúvidas. Tenho 25000€ pra amortizar num ch, que devo 74500€ a 45 anos,

- queria ficar com prestação baixa ao início.

Pelas contas que eles dizem, para beneficiar da dedução máxima, só deveria amortizar 17000€.

Será que vale a pena seguir esse concelho, ou amortizo logo tudo?

Tens a possibilidade de amortizar na dívida ou no prazo!

"Para saber até quanto poderá amortizar, aplique a fórmula: capital em dívida × [1 – (159,45 ÷ prestação actual)]."

O resultado desta conta deu 17000€?

Se foi assim, porque não experimenta amortizar essa importância no capital em dívida e o valor restante no prazo da dívida?

Pelo que me parece a notícia é de 2007. Os valores da fórmula já não devem ser estes. Porque não liga para a DECO e lhes pergunta se a fórmula ainda está actualizada e se a hipótese que apresento é viável?

Por outro lado, aquilo que me parece é que o valor de 17000€ é apenas para obter a dedução máxima no IRS. Se amortizar mais, não recebe mais no IRS.

Experimente as sugestões que indiquei e pode ser que entretanto surjam mais algumas opiniões.

Boa sorte!  :)

P.S. o n.º das informações da DECO é o 218410858. É associado da DECO?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tens a possibilidade de amortizar na dívida ou no prazo!

Como? O meu banco é o BCP. Por outro lado sei que vão logo informar/ameaçar que tenho um spread que já não se pratica e que mo vão aumentar se diminuir o prazo.

Tenho intenção de continuar a investir numa aplicação financeiras para casos de emergência.

Por outro lado, aquilo que me parece é que o valor de 17000€ é apenas para obter a dedução máxima no IRS. Se amortizar mais, não recebe mais no IRS.

Também me pareceu. Não sou associado da DECO.

Obrigado na mesma, mas tenho é de ir lá e negociar com eles.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tens a possibilidade de amortizar na dívida ou no prazo!

Como? O meu banco é o BCP. Por outro lado sei que vão logo informar/ameaçar que tenho um spread que já não se pratica e que mo vão aumentar se diminuir o prazo.

Tenho intenção de continuar a investir numa aplicação financeiras para casos de emergência.

Se tem esse capital disponivel para amortizar, não vejo razão nenhum para o Banco não aceitar a amortização de parte desse valor no capital em dívida e o restante na diminuição do prazo da dívida.

Corrijam-se se estiver errado, mas as amortizações não são motivo para alterar o spread. Os bancos só podem alterar o spread se por acaso deixar de cumprir algum requisito do contrato que estabeleceu com eles. Por exemplo. Se aderiu a 5 produtos para ter o spread que tem e algures no passado recente passou a ter apenas 4 dos 5 produtos. Ai sim. Eles podem mexer no spread. Caso contrário, parece-me um abuso, independentemente de ser o BCP ou outro banco qualquer!...

Tem uma série de minutas (nada como escrever uma carta a pedir deferimento do processo, de acordo com o que pretende fazer sem que lhe alterem o spread) que podem ser ajustadas/alteradas ao seu caso e conselhos de como proceder no caso de pretender reclamar da situação, aqui: http://www.pedropais.com/forum/index.php/topic,2067.0.html

Tem também os contactos dos bancos incluíndo o do Banco de Portugal aqui: http://www.pedropais.com/forum/index.php/topic,2051.0.html

Assim que tiver novidades diga algo!  ;)

Boa sorte!  :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Mudar o prazo é o resultado de uma negociação de contrato tal como a revisão do spread ou outra qualquer.

O banco pode até propor um aumento do spread como contrapartida (duvido, mas impossível não é), mas o cliente é livre de não aceitar e ficar tudo na mesma, naturalmente...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Mas vale mais amortizar com as taxas de juro em baixo, como estão agora, ou quando elas estão em alta?

Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Mas vale mais amortizar com as taxas de juro em baixo, como estão agora, ou quando elas estão em alta?

Do ponto de vista das taxas de juro é indiferente. O que interessa é a altura em que o fazes - quanto mais cedo amortizares menos juros irás pagar no futuro (pois estes são sempre calculados sobre o capital em dívida em cada instante).

Podes fazer a simulação. Usa omapa de prestações avançado e calcula as prestações futuras para o teu empréstimo se fizeres uma amortização hoje ou daqui por um ano. Joga também com vários cenários de evolução da taxa de juro e vês facilmente que as conclusões não se alteram...

O valor da taxa de juro só terá influência no momento da amortização se considerares outras alternativas (por exemplo entre usar o dinheiro para amortizar ou para meter a render num depósito a prazo e amortizar mais tarde, conforme referiu Speedbird). Mesmo aqui o que conta é a forma como as taxas das diferentes opções se comparam entre si - se o teu banco cobra 2% de juros no empréstimo mas tu o consegues investir a 3% durante 1 ano, então talvez valha a pena esperar 1 ano para amortizar e aproveitar esse investimento... senão é sempre preferível amortizar sempre que possível (sem descurar o fundo de reserva) - deves menos, a prestação desce e começas a poupar mais dinheiro cada vez mais depressa :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tb tenho pensado nisso.

E tb sei da dica do amortizar vs depósitos a prazo.

Acontece que devo cerca de 74 mil. Poderia amortizar 20 a 25 mil euros, mas decidi não o fazer.

Actualmente pago, em numeros redondos, 100 euros de capital e 70 euros de juros. Sei que as prestações irão subir bastante e por isso prefiro esperar para amortizar quando as prestações estiverem mais elevadas, até pq assim irei ter argumentos para usar caso a prestação se torne muito elevada para os rendimentos mensais da família.

Até pq fazendo uma amortização a prestação não sofreria grandes alterações, visto que apenas me interessa amortizar diminuindo o prazo!

Em conclusão, nestes tempos de acalmia prefiro pagar e resguardar-me para os tempos mais complicados.

Perderei dinheiro? Não sei. O meu empréstimo é por 40 anos e espero pagar bem mais cedo! De facto se eu agora amortizasse poupava cerca de 12 anos (contas feitas há meia duzia de meses), porém conto pagar bem mais depressa se tudo continuar igual e por isso vou optar por não amortizar. Aliás, boa parte do dinheiro que poderia usar está num depósito a prazo por 3 anos... cuja taxa de juro é superior à que eu pago pelo empréstimo e que creio que não será menor tão depressa.

E eu gosto muito da segurança...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu continuo achar que o investimento é a melhor opção.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sei que já foi respondido neste tópico, mas acabei por não perceber muito bem. Como se calcula o que se deve abater tendo em linha de conta a folha de IRS?

Já agora, a minha opinião pessoal leva-me a concluir que é preferível abater o montante em dívida do crédito à habitação, mas sem diminuir o prazo do mesmo. Assim, a taxa de esforço mensal é menor, o que permite poupar dinheiro para mais uma amortização a curto/médio prazo. Isto, claro, é uma opinião pessoal.

Saudações.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead