Entrar para seguir isto  
Seguidores 0
Babalu

Pedido de conselhos sobre empréstimo_meu caso pessoal

6 publicações neste tópico

Como qualquer pessoa, gostaria de ter a minha casa, mas tenho imensas dúvidas sobre o que posso ou não suportar em termos monetários. Por isso mesmo peço a vossa ajuda. Vou fornecer-vos algumas informações pessoais para que possam melhor auxiliar-me a dizer qual será um valor razoável de casa para eu comprar, ou qual o limite máximo aceitável, etc.

Antes disso ainda, coloco uma pergunta rápida: se conhecerem alguma empresa/associação/etc (ou lá como se chama lol) que seja perita neste tipo de ajudas (a troco de dinheiro claro, bem sei), que seja capaz de dizer o que é ou não melhor fazer, etc, então dêem-me contactos ou endereço electrónico por favor.

Agora, os meus dados: eu e a minha esposa temos 30 anos; tenho um emprego bastante estável no qual ganho cerca de 1100 euros líquidos (tenho ainda subsídio de férias). A minha esposa, infelizmente, está instável quer no emprego, quer no ordenado (dependente das horas semanais de trabalho). Em média posso dizer que ela tira uns 400-500 eur líquidos por mês e alguns meses pode ser mais (até 600 e raramente 900) ou até nem ter quase nada (em uma ou duas alturas por ano).

Para dar de entrada para uma casa tenho cerca de 35000-40000 euros e sobra-me algum dinheiro ainda para emergências (aí uns 5000 eur ou pouco menos). Se tiver de pedir empréstimo, que seja de 30 a 35 anos no máximo (mas prefiro a 30 anos, ou até menos caso desse).

Com todas estas informações, será que me podem dar alguma ajuda útil em dizer até que ponto posso ou não comprar casa e até que valores razoáveis? Nem sei se é possível a alguém ajuda outra pessoa neste sentido, mas se houver aqui peritos na matéria de casas, gostaria de ouvir as vossas opiniões fundamentadas.

Muito obrigado :-)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Você, já tem um bom pé-de-meia para dar de entrada, o que por si só já lhe dá margem de manobra.

Muito sinceramente no seu lugar, independentemente da zona onde mora ou o que quer comprar, porque a sua questão prende-se unicamente com o crédito a contratar, nunca contrairia um empréstimo em que a prestação fosse superior a 35%/40% do seu ordenado, ficando o ordenado da sua esposa como margem de manobra para futuros aumentos das taxas de juros.

Vivemos tempos em que a cautela é primordial, e pelo que diz ainda não tem filhos (presumo que queiram ter), ou seja há que ter isso tudo em conta.

Comigo passou-se o mesmo, na altura que comprei casa, até podia ter-me metido a comprar um T3. Mas ficava com uma prestação no limite máximo das minhas possibilidades. Resultado, comprei um T2 no ano 2000, fiquei com uma prestação mais folgada, na medida das possibilidades fui abatendo à divida, veio um filho, e conto em mais 2 a 3 anos ter o empréstimo liquidado. Acabei por passar estas subidas das taxas de juro com relativa facilidade.

Por isso o conselho que lhe dou é: Estabeleça um limite máximo de prestação a pagar por si e mediante isso procure a habitação adequada às suas necessidades e de seguida procure o banco que melhores condições lhe dê.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

E prestar tambem muita atençao `as simulaçoes de aumento das taxas de juro. Estamos com taxas de juro historicamente baixas, nao vao ficar assim para sempre. De qualquer forma, pedindo um prazo mais baixo, depois ficas sempre com alguma taxa de manobra para fazer baixar a prestaçao...

Baixar demasiado o prazo tambem pode nao ser boa ideia, uma vez que a prestaçao pode ficar um pouco alta demais muito facilmente. De qualquer forma, o prazo es tu que o controlas - se fores fazendo amortizaçoes extraordinarias de vez em quando, pagas o emprestimo muito mais depressa do que o inicialmente acordado com o banco e acabas por poupar nos juros, a medio prazo...

Quanto a empresas, faz uma pesquisa por consultadoria financeira e nao deve ser dificil encontrar varias, e´ uma questao de escolher...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Como qualquer pessoa, gostaria de ter a minha casa, mas tenho imensas dúvidas sobre o que posso ou não suportar em termos monetários. Por isso mesmo peço a vossa ajuda. Vou fornecer-vos algumas informações pessoais para que possam melhor auxiliar-me a dizer qual será um valor razoável de casa para eu comprar, ou qual o limite máximo aceitável, etc.

...

Com todas estas informações, será que me podem dar alguma ajuda útil em dizer até que ponto posso ou não comprar casa e até que valores razoáveis? Nem sei se é possível a alguém ajuda outra pessoa neste sentido, mas se houver aqui peritos na matéria de casas, gostaria de ouvir as vossas opiniões fundamentadas.

Posso indicar este tópico que me parece adequado à situaçao que coloca aqui: http://www.pedropais.com/forum/index.php/topic,2070.0.html

Cumps  :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado pelas dicas até agora :-)

Mas, quanto aos números que indiquei, assim muito por alto, que acham?

Os cálculos já eu os faço :) mas queria saber mesmo uma opinião de alguém, quanto aos valores que dei.

Obrigado mais uma vez ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

Entrar para seguir isto  
Seguidores 0