daniela21

Banco de portugal

12 publicações neste tópico

Boa tarde forenses sou nova por aqui e gostava que me tirassem uma duvida.

Então passo a explicar...eu estou a pensar (ainda nada decidido) pedir um CH á credito agricola (já agora o que acham deste banco?) mas como tenho uns cartões de credito e um credito pessoal acho pouco provável me concederem o crédito.

A minha dúvida é a seguinte: todos os tipos de cartões de créditos são dados a conhecer ao banco de portugal???

Eu pergunto isto porque, tenho aqueles 2 cartões que são, um do IKEA e outro da Worten e depois também tenho um cartão do millenium que é onde tenho conta ordenado (e eles automaticamente nos dão um cartão de crédito) e outro da CGD.

São todos de valores consideravelmente baixos: vao de 500€(1), 600€ (1) a 1000€ (2).

Ah, o credito pessoal é de 2000€ que contrai numa instituiçao financeira, e esse de certeza que é do conhecimento do BP.

Mesmo sendo assim valores relativamente baixos isso é sempre do conhecimento do banco de portugal?

Aguardo uma resposta vossa.

Obrigada desde já  ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

...eu estou a pensar (ainda nada decidido) pedir um CH á credito agricola (já agora o que acham deste banco?) mas como tenho uns cartões de credito e um credito pessoal acho pouco provável me concederem o crédito.

A minha dúvida é a seguinte: todos os tipos de cartões de créditos são dados a conhecer ao banco de portugal???

São todos de valores consideravelmente baixos: vao de 500€(1), 600€ (1) a 1000€ (2).

Ah, o credito pessoal é de 2000€ que contrai numa instituiçao financeira, e esse de certeza que é do conhecimento do BP.

Mesmo sendo assim valores relativamente baixos isso é sempre do conhecimento do banco de portugal?

Creio que o que é comunicado ao Banco de Portugal são os incomprimentos dos créditos...  ;)

Não tenho grande conhecimento em relação à Caixa de Crédito Agricola Mútuo (creio que é este de que fala?), mas só quando a daniela21, munida do seu IRS e recibo de vencimento (pelo menos, pois não sei se já tem casa em vista), pedir informações/simulações para diferentes cenários e os disponibilizar aqui, é que se pode opinar em relação ao CH.

Convém que eles verifiquem a taxa de esforço (http://www.pedropais.com/forum/index.php/topic,2033.0.html) para ver se tem condições para avançar.  :)

Entretanto, deixo links para 2 tópicos que se debruçam sobre créditos e que me parecem úteis no seu caso:

http://www.pedropais.com/forum/index.php/topic,1901.0.html

http://www.pedropais.com/forum/index.php/topic,2043.0.html

Cumps  8)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Se fores associada da respectiva Caixa Agricola que pretendes fazer um Crédito Habitação, poderás aproveitar regalias tais como:

Vantagens de ser Associado:

Crédito à Habitação

Desconto de 0,125 p.p. no spread apurado, condicionado ao spread mínimo em vigor

Desconto de 25% na comissão de abertura

Para seres associada dessa Caixa Agricola só tens de ter 100 titulos (5 € = 1 titulo), ou seja, 500 €. Depois nunca mais necessitas de fazer qualquer entregas mensais, ou contrario que se verifica por exemplo no Montepio Geral. E se as regalias pagarem os 500 €, então penso que será de aproveitar.

Para veres outras regalias de associado da Caixa Agricola, vê a seguinte pagina

http://www.creditoagricola.pt/ca/solucoes/associados

Cumprimentos

David

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

bom dia!!

Obrigada pelas vossas dicas em relação ao credito agricola.

Agora o que eu gostava mesmo que me esclarecessem, se souberem claro, é a questao dos cartoes e creditos que são ou não, comunicados ao BP...

Obrigada a todos :P

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Nenhum dos movimentos desses cartões são do conhecimento de outros bancos nem do Banco de Portugal além do próprio banco ou instituição financeira onde tens a conta ou o crédito. O Banco de Portugal gere apenas a informação que diga respeito a clientes incumpridores porque essa informação é do interesse de todos os outros bancos e da administração fiscal. Mas ainda assim não percebo bem o alcance da pergunta. Mesmo que todos bancos tivessem acesso qual seria o problema? Também não vejo o interesse de fazer um crédito pessoal de 2000 euros... e logo que possas livra-te desses cartões de crédito oferecidos porque logo que acabe a 1ª anuidade (normalmente oferecida) começas a pagar sem usar...  ::)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Agora o que eu gostava mesmo que me esclarecessem, se souberem claro, é a questao dos cartoes e creditos que são ou não, comunicados ao BP...

A minha resposta não foi clara?

Teve oportunidade de ler também os tópicos que referenciei ou anda apenas a testar conhecimentos?

Creio que não há necessidade de abrir tópicos diferentes para que lhe satisfaçam as dúvidas que apresenta aqui...

Cumps  8)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sr. JRibeiro por acaso não me dei conta do link que me tinha deixado respeitante a isso, peço desculpa por isso. Mas tambem acho que nao se deve intrigar assim tanto, afinal de contas isto é um forum e quantas mais pessoas me derem a sua opiniao melhor!!

Obrigada  :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde Ze de Fare:

Em relação ao credito de 2000€ eu nao o vou contrair agora, eu ja o contrai, porque precisei e recorri a uma instituiçao financeira, e por isso mesmo sei que esse credito é do conhecimento do BP.

O meu "problema" em relaçao ao facto dos outros bancos saberem é se eu por acaso quiser pedir um credito habitaçao esses creditos vao afectar a minha taxa de esforço.

Eu tenho andado a ver simulaçoes e no credito agricola é que me apresenta uma prestaçao mais baixa. Com os meus rendimentos e com a prestaçao do CH que eu pediria a minha taxa de esforço é de 29%, e para mim este factor é crucial visto que pretendo um CH sem fiadores( eu sei que estamos numa epoca muito complicada e que sem fiadores ainda mais complicado é, mas vou tentar na mesma) pois nao tenho mesmo a quem pedir, e pelo que sei a taxa de esforço ideal é de 30%.

Logo com os outros creditos, apesar de serem baixos a minha taxa de esforço aumenta.

Certo??

Obrigada pela sua resposta  :D

Nenhum dos movimentos desses cartões são do conhecimento de outros bancos nem do Banco de Portugal além do próprio banco ou instituição financeira onde tens a conta ou o crédito. O Banco de Portugal gere apenas a informação que diga respeito a clientes incumpridores porque essa informação é do interesse de todos os outros bancos e da administração fiscal. Mas ainda assim não percebo bem o alcance da pergunta. Mesmo que todos bancos tivessem acesso qual seria o problema? Também não vejo o interesse de fazer um crédito pessoal de 2000 euros... e logo que possas livra-te desses cartões de crédito oferecidos porque logo que acabe a 1ª anuidade (normalmente oferecida) começas a pagar sem usar...  ::)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

... isto é um forum e quantas mais pessoas me derem a sua opiniao melhor!!

Concordo consigo! Mais opiniões, melhor informação (ou não, também acontece!).

Mas como disse anteriormente, não me parece que por abrir outro tópico e fazer as perguntas que fez aqui, alguém a vá esclarecer melhor. E depois como não adianta muito mais para além dos cartões de crédito e da possibilidade de aderir ainda a mais...

Os links que forneci, eram elementos importantes para obter mais informação para aquilo que pretende.

Por exemplo, aquilo que me parece que a daniela21 não sabe, e ainda não compreendeu, é o seguinte:

qualquer cartão de crédito que venha a possuir, e os montantes que lhe forem atribuidos, ou seja toda a informação relativa à sua pessoa em relação à instituição que lhe fornece esses cartões (Crédito Agricola, Jumbo, Continente e por ai fora) é comunicada ao Banco de Portugal. Se eventualmente a daniela21 entrar em incumprimento com algum destes cartões, a instituição comunica esta informação ao Banco de Portugal. Dai a minha resposta anterior, ter sido, "Creio que o que é comunicado ao Banco de Portugal são os incumprimentos dos créditos..."!

Portanto, é com os eventuais incumprimentos que se tem de preocupar, e não com o Banco de Portugal.

Obviamente, que enquanto estiver numa situação de incumprimento, vai constar de uma lista "negra" e só de lá sai quando deixar de estar em incumprimento!...  ;)

Fiz-me entender agora?

Não se preocupe com montantes minimos ou máximos, por forma àquele banco não saber isto ou aquilo, preocupe-se em usar o essencial para aquilo que precisa, tendo em atenção o cuidado de não criar um endividamento desnecessário. Dai a chamada de atenção, para que leia com atenção os tópicos cujos links lhe forneci numa das mensagens anteriores.

Não faça como aquele jovem que foi entrevistado no telejornal e que lhe perguntaram se ele sabia de onde vinha o dinheiro que ele precisava para comer. Ao que ele respondeu, que vinha do multibanco!...  :(

Em relação ao crédito à habitação, nem sempre aquela instituição que apresenta a prestação mais baixa pode ser a melhor escolha. Tudo depende das condições e do tipo desse crédito. Há bancos que apresentam condições óptimas no inicio mas depois vão aumentando ao longo do tempo até se tornarem incomportáveis...

Se a sua taxa de esforço, efectuada pelo banco é, hoje, de 29% com as taxas de juro no seu nível mais baixo desde algum tempo a esta parte, eu reflectiria bem e questionaria o banco para apresentar simulações com taxas de juro de +1% e de +2% (eventualmente +3%).

Será que tem condições para avançar nesse cenário, num futuro próximo?

Já pensou nas outras despesas? Água, luz, gás, condomínio, transportes, escritura, contratos,...

Estará a pensar que os créditos pessoais fazem face a este tipo de despesas? E, depois, como os vais pagar?

Eu bem tento fugir dos testamentos, mas parece que é difícil...  :)

Cumps  8)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu se fizesse um CH ja era com um credito complementar que era para acabar com esses creditozitos todos!! E é com esse credito complementar que fico com uma taxa de esforço de 29%. Lá na simulaçao apresenta as prestaçoes com um aumento de 1 e 2% e consigo aguentar. Porque isto é assim: eu e o meu namorado ja vivemos juntos e pago uma renda alta porque nesta zona é dificil encontrar mais barato e é aqui que temos os nossos trabalhos.

Depois ha outra situaçao: eu tenho um negocio, recente, porque sou nova e quis arriscar. E como nao podemos contar com a ajuda do estado pra nada ( porque se eu estivesse á espera do estado so pro ano ou daki a 2 é que teria o meu negocio) tive que fazer um credito para começar (o tal de 2000). Mas ja antes tinha os tais cartoes que foram contraidos pra nos ajudar a comprar o essencial. (fomos viver juntos mais cedo devido a diversos factores pessoais, senao tinhamos esperado pra termos um bocado mais de estabilidade, mas nem sempre a vida é como nos queremos).

Como tambem deve calcular, sendo em trabalhadora independente, tenho tambem outros rendimentos....e o meu namorado tambem tem rendimentos que nao sao comprovaveis.

Esse tambem é o nosso problema em termos de um dia querermos mesmo avançar pro CH.

Em so adianto que se conseguisse este credito habitaçao + complementar conseguiria poupar cerca de 400€/mes.

Tambem ja me informei (no credito agricola) e eles pedem tambem uma autorizaçao para eles terem acesso á central de credito. E é ai que vao aparecer todos os meus creditos (cartoes e credito ao consumo) certo?

O meu namorado ganha pouco (500€) mas esta efectivo...isso tambem ajudara nao??

A minha maio preocupaçao é mesmo estes creditozitos que vao aumentar e muito a minha taxa de esforço porque eles certamente iram fazer contas ao que eu pago por mes desses mesmos creditos correcto???

Obrigado pela tua resposta  :D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Já respondi também no outro tópico que abriste Daniela, tudo o que é saldo por pagar consta não só no Banco de Portugal como na Credinformações aonde a maioria das instituicões financeiras e bancárias pedem as informações dos contribuintes, se tiver saldo por pagar em qualquer credito pessoal, cartões de crédito,cartões do jumbo, worten,la redoute etc etc, vai lá aparecer como responsabilidades tuas.

Em relação ao crédito habitação, não só eles prestam atenção á taxa de esforço, també ha o chamado LTV, que é a diferença do valor de avaliação do imóvel para o valor que se pretende de emprestimo, imaginemos que a casa custa 100 000€ se a avaliação for de 115 000€ por exemplo teriamos: 100 000/115 000=0.87% de LTV, só para teres uma ideia os bancos não estão a ir muito mais alêm dos 0.80%, por isso, embora tivesses uma boa taxa de esforço, o LTV não te permitiria que o crédito fosse aprovado, mas isto é no geral, porque à que negociar com o banco, ha bancos que chegam actualmente até 0.95% desde alguns requisitos sejam garantidos, nomeadamente o seguro de protecção ao crédito.

Isso da efectividade no trabalho garanto-te que muitas vezes parte da sensibilidade dos bancos, aliás, das pessoas que estão neles, porque muitas vezes uma pessoa pode ganhar 500€ e se efectivo numa actividade em que sabemos que se um dia sair pode ter muitas dificuldades em arranjar novo emprego, e pode haver aquela pessoa que nem é efectivo, mas que se sabe que todos os anos tem aquele trabalho certo numa determinada altura do ano, não sei se me faço entender  :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

sim entendi david. Mas em relação á efectividade eu sei que este banco (ou a pessoa com quem falei) dá muita importancia a esse factor, pra mais no meu caso que nao tenho fiadores para oferecer como garantia.

Esta pessoa que me atendeu ao balcao falou-me na Central Riscos de Credito..que iriam ver quais as minhas responsabilidades de credito. Mas deve ir tudo parar ao mesmo.

Então com esses creditos ja deve ser muito complicado eles me aceitarem o CH apesar de os valores dos creditos (do valor em divida) todos juntos ser um valor baixo, de +/- 4500€.

Eu sou muito nova e o meu namorado tambem, eu tenho 21 e ele 27(quase). Mas mesmo assim o banco nao deve dar muita importancia a isso.

Em relaçao ao ramo,em que por exemplo, o meu namorado trabalha é um ramo que realmente este ano esta um bocado mau, que é o ramo automóvel, mas em compensaçao trabalha numa grande empresa da zona, se nao a maior!! E ate esta bem posicionado la dentro (apesar de ainda nao o terem aumentado de ordenado, mas esperemos que seja pra breve  ;) ).

Tenho poucas esperanças...porque o nosso maior problema é que nao temos mesmo a quem pedir pra ser nossos fiadores... :-[

Só sei dizer que iria melhorar muito a nossa vida, mas pronto seja o que Deus quiser.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead