RuiM16

C. Habitação - As simulações e soluções

57 publicações neste tópico

Olá a todos.

É a primeira vez que estou dentro deste assunto e por isso gostava já de pedir desculpa por alguma "gaffe" que possa dar  :)

Ora bem, depois de andar a ver casas durante mais de 2 meses, lá encontrei uma que me encantou bastante. O valor? Ainda está a ser negociado, mas andará à volta dos 130k e é um T2.

A minha prioridade é um T1 porque a casa será só para mim, mas estão muito caros e como encontrei este T2 a um valor menor que o T1, penso que é uma boa oportunidade.

Assim sendo, desloquei-me aos bancos afim de pedir simulações.

Tenho aqui comigo os valores dados pelos bancos e gostava que me pudessem dar umas luzes de qual porventura será o melhor produto para o meu caso.

Os spreads têm uma variação "normal" (entre 1,5 e 2%) se bem que tive uma proposta de 4% do BCP  :o (que é o meu banco, convém referir).

Posto isto, aqui estão os valores:

Montepio:

1ª Opção:

- Prestações Constantes

- Euribor a 3 Meses

- Prazo = 50 Anos

- Rendimento Bruto = Aprox. 22.000€

- Valor Empréstimo 130.000€

- Valor Avaliação (Estimativa) 150.000€

- T.A.N. Euribor 3 meses + Spread 1,8% = 2,66%

- T.A.E. = 3,3785%

- Prestação = 391,99€

2ª Opção:

- Prestações Constantes

- Euribor a 3 Meses

- Prazo = 50 Anos

- Rendimento Bruto = Aprox. 22.000€

- Capital Diferido = 10% (13.000€)

- Valor Empréstimo 130.000€

- Valor Avaliação (Estimativa) 150.000€

- T.A.N. Euribor 3 meses + Spread 1,85% = 2,71%

- T.A.E. = 3,4384%

- Prestação = 385,62€

Aqui disseram-me que como tenho a prestação do carro, que seria mais difícil obter o crédito pois teria que ir a conselho de administração para aprovação.

BPI

1ª Opção:

- Prestações Mistas

- Euribor a 3 Meses

- Prazo = 40 Anos

- Rendimento Bruto = Aprox. 22.000€

- Valor Empréstimo 135.000€

- Valor Avaliação (Estimativa) 150.000€

- T.A.N. Euribor 3 meses + Spread 1,5%

- T.A.E. = 3,006%

- Prestação = 325,28€

- Crescimento Prestações = 0,3% ao mês nos primeiros 120meses

2ª Opção:

- Prestações Constantes

- Euribor a 3 Meses

- Prazo = 40 Anos

- Rendimento Bruto = Aprox. 22.000€

- Valor Empréstimo 135.000€

- Valor Avaliação (Estimativa) 150.000€

- T.A.N. Euribor 3 meses + Spread 1,5%

- T.A.E. = 3,014%

- Prestação = 439,15€

Banco Popular:

- Prestações Constantes

- Euribor a 6 Meses

- Prazo = 46 Anos

- Rendimento Bruto = Aprox. 22.000€

- Valor Empréstimo 135.000€

- Valor Avaliação (Estimativa) 150.000€

- T.A.N. Euribor 3 meses + Spread 1,5%

- T.A.E. = 3,512%

- Prestação = 420,70€

BANIF

1ª Opção:

- Prestações Constantes

- Euribor a 3 Meses

- Prazo = 50 Anos

- Rendimento Bruto = Aprox. 22.000€

- Valor Empréstimo 135.000€

- Valor Avaliação (Estimativa) 150.000€

- T.A.N. Euribor 3 meses + Spread 1,95%

- T.A.E. = 3,494%

- Prestação = 419,14€

2ª Opção:

- Prestações Constantes

- Euribor a 6 Meses

- Prazo = 50 Anos

- Rendimento Bruto = Aprox. 22.000€

- Valor Empréstimo 135.000€

- Valor Avaliação (Estimativa) 150.000€

- T.A.N. Euribor 3 meses + Spread 1,95%

- T.A.E. = 3,746%

- Prestação = 440,05€

BCP:

Vou ter que pedir novas simulações por isso vou adicionar estas informações mais tarde.

BES:

- Prestações Constantes

- Euribor a 3 Meses

- Prazo = 50 Anos

- Rendimento Bruto = Aprox. 22.000€

- Valor Empréstimo 135.000€

- Valor Avaliação (Estimativa) 150.000€

- T.A.N. Euribor 3 meses + Spread 1,7%

- T.A.E. = 3,396%

- Prestação = 399,12€

Posto isto, deverei olhar para mais dados das simulações ou estes são suficientes para matar mais neurónios na escolha do melhor produto bancário?  :D

Se me puderem dar umas luzes, agradecia bastante.

Obrigado a todos, desde já.

Um abraço!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Como tens simulações para prazos e montantes diferentes torna-se dificil comparar devidamente.

Assim de repente a proposta do BPI parece ser a melhor pois tem a TAE mais baixa (fruto, sobretudo, de ser a que tem o prazo mais baixo, também).

Como chegaste ao valor de 150.000€ para avaliação? Foi sugestão do banco ou tua? Atenção que se o valor descer muito abaixo disso (e hoje em dia as avaliações dos bancos são feitas um bocado por baixo) sobe a ta relação financiamento / garantia pelo que são capazes de te subir o spread...

No caso da primeira opção do BPI atenção que aquela é apenas a prestação inicial. Pede o mapa completo de prestações para ficares a saber quanto pagarás ao fim dos 10 anos, quando o seu valor se fixar.

Presta sobretudo atenção às simulações em caso de subida de 1% ou 2% da taxa (se possível pede para simularem mais longe do que isso) e repara no valor da prestação a pagar. É preciso não esquecer que, independentemente da TAE, tens que ser capaz de suportar uma prestação. Por exemplo, as do Montepio e do BES estão abaixo dos 400€ (sem dúvida por culpa do prazo mais longo) mas para que valores subirão quando as taxas voltarem aos 3% ou 4%? Consegues continuar a pagar o empréstimo nessa altura? Dizem que a soma das prestações (no teu caso da casa e do carro) não deve ultrapassar os 30% do rendimento líquido... acima disso já depende do orçamento de cada um, mas é arriscar uma situação de incumprimento em caso de subida súbita das taxas como aconteceu no ano passado...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Como tens simulações para prazos e montantes diferentes torna-se dificil comparar devidamente.

Assim de repente a proposta do BPI parece ser a melhor pois tem a TAE mais baixa (fruto, sobretudo, de ser a que tem o prazo mais baixo, também).

Como chegaste ao valor de 150.000€ para avaliação? Foi sugestão do banco ou tua? Atenção que se o valor descer muito abaixo disso (e hoje em dia as avaliações dos bancos são feitas um bocado por baixo) sobe a ta relação financiamento / garantia pelo que são capazes de te subir o spread...

No caso da primeira opção do BPI atenção que aquela é apenas a prestação inicial. Pede o mapa completo de prestações para ficares a saber quanto pagarás ao fim dos 10 anos, quando o seu valor se fixar.

Presta sobretudo atenção às simulações em caso de subida de 1% ou 2% da taxa (se possível pede para simularem mais longe do que isso) e repara no valor da prestação a pagar. É preciso não esquecer que, independentemente da TAE, tens que ser capaz de suportar uma prestação. Por exemplo, as do Montepio e do BES estão abaixo dos 400€ (sem dúvida por culpa do prazo mais longo) mas para que valores subirão quando as taxas voltarem aos 3% ou 4%? Consegues continuar a pagar o empréstimo nessa altura? Dizem que a soma das prestações (no teu caso da casa e do carro) não deve ultrapassar os 30% do rendimento líquido... acima disso já depende do orçamento de cada um, mas é arriscar uma situação de incumprimento em caso de subida súbita das taxas como aconteceu no ano passado...

Obrigado desde já pela resposta Paulo!

Tenho aqui comigo o plano de prestações de todas as simulações caso as taxas subam 1% e 2%. Não deverei ter problema algum para continuar a pagar a prestação da casa, até porque a prestação do carro acaba daqui a 3 anos, por isso, prevejo não haver qualquer problema.

Em relação ao valor de avaliação foi um valor estimado pela Imobiliária (Remax), por essa razão é que coloquei como estimativa.

Ainda estou à espera da resposta das 2 Imobiliárias sobre o valor final em negociação, mas já agora, em que etapa da compra é que eu posso ter a certeza do valor real de avaliação do imóvel? Será depois de acertar o preço final com o construtor / imobiliária? E quanto terei que pagar? Existe um valor fixo para todos os bancos ou cada um estabelece o seu próprio valor?

Obrigado pelos esclarecimentos, Paulo!

Um abraço!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Podias também tentar pedir simulações no Barclays  já que têm uma promoção de spread de 0.35% até dia 30 de Setembro, e na Caixa Galicia.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ou na Caja Duero que têm uma promoção de spread de 0.33%.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Rui penso que posso contribuir para a tua questão.

Também estou envolvido numa compra de casa, e concluí os seguinte: os bancos nacionais estão com spreads superiores aos estrangeiros, e não mostram muito interesse em emprestar dinheiro.

Fiz variadissimas simulações basicamente em tudo o que é banco, e para o meu caso em que a relação financiamento garantia andará perto dos 60%, o que consegui melhor foi spread de 0,6% no Deutsche Bank. Mais.. com o meu sogro no BPI e a minha sogra no BCP e sendo cliente (aonde tenho o crédito da 1ª casa que adquiri) o melhor que conseguia no BCP é 1%, e 0,8% no BPI, mas com n condições de cartões, PPR's, etc. Consegui 0,7 no santander e no barclays, mas ambos com alguns requisitos para obter o spread (e sem possibilidade de descer a 0,6%)

O que aconselho é o seguinte:

Provavelmente o spread que tens obtido também está a repercutir a tua taxa de esforço, faz bem as contas com rendimentos liquidos, e a prestação do carro actual que tem que entrar nessas contas. No final a DECO não aconselha que essa taxa actual para a prestação da casa supere 30% do rendimento liquido mensal. Conforme o pauloaguia referiu atenção à subida de 1 e 2%, e penso mesmo que temos que fazer as contas com a euribor a +2%, pois a média da euribor entre altos e baixos andará pelos 3%, como podes ver aqui:

http://pt.euribor-rates.eu/euribor-taxa-3-meses.asp

Compara prazos iguais.

Teres algum dinheiro de parte, ou que possas obter de familiares, de modo a que caso a avaliação não resulte nos valores que esperas, consigas manter a relação financiamento garantia abaixo de 80%. (=empréstimo/avaliação), pois caso não o consigas muitos bancos nem sequer te vão querer emprestar o dinheiro, e outros vão pedir avalistas ou subir o spread.

Se fores trabalhador por conta de outrem, verifica se existe algum acordo na tua empresa com algum banco. Ou se fores representado por alguma ordem ou sindicado, a mesma coisa.

Comparares os preços de seguros (atençaõ ao seguro de vida que aumenta com a idade), e as condições que é necessário preencher para não alterar o spread contratado (consta da ficha europeia que se imprime com a simulação).

Depois caso sejas utilizador assiduo do balcão do banco, vai ao barclays e ao santander, se normalmente utilizas a net ou outro meio para as operações com o banco, vai ao deutsche bank.

Eu fui ao Deutsche bank (ontem) e fiquei surpreendido, um sistema de crédito muito simples, apenas existe obrigatoriedade de fazer os seguros através deles, mas os seguros são da Zurich, e mais baratos que no BPI (que tinha como referência), não tenho que domiciliar coisa nenhuma, não tenho despesas de manutenção, nem comissões de processamento do empréstimo,nem PPR's, o cartão de débito custa 7€ por ano, mas não é obrigatório. E com isto tudo consegui 0,6 e ainda há hipotese de baixar qq coisa.

Se avançar com a compra, está decidido, vou ser cliente! E assim que poder deixo de ser do millennium, pq estou cansado dos casos que rodeiam este banco.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Podias também tentar pedir simulações no Barclays  já que têm uma promoção de spread de 0.35% até dia 30 de Setembro, e na Caixa Galicia.

Antes deste apartamento, tinha visto um outro com um valor mais baixo, e de facto apresentaram-me um spread de 1.1% mas para um valor de empréstimo de 100.000€.

O meu receio no Barclays foi ter ouvido a reportagem sobre as reclamações no BdP do Barclays, Banco Popular.

Caixa Galicia não conheço  ???

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Em relação ao valor de avaliação foi um valor estimado pela Imobiliária (Remax), por essa razão é que coloquei como estimativa.

Ainda estou à espera da resposta das 2 Imobiliárias sobre o valor final em negociação, mas já agora, em que etapa da compra é que eu posso ter a certeza do valor real de avaliação do imóvel? Será depois de acertar o preço final com o construtor / imobiliária? E quanto terei que pagar? Existe um valor fixo para todos os bancos ou cada um estabelece o seu próprio valor?

Acho que o preço da avaliação varia de banco para banco (de qualquer forma deve estar escrito algures, talvez até na lista de encargos das simulações que te deram).

Quanto a saber o valor da avaliação final, só depois de contratares esse serviço ao banco e eles a fizerem, ou seja, quando estiveres decidido a avançar com a compra... às vezes, como disse, há umas "surpresas", e depois é ver as condições da simulação a serem alteradas porque afinal o nível de risco mudou e os spreads a aumentar, só que como as pessoas já deram início ao processo deixam-se ir... Esperemos que não seja o caso contigo (mas, se for, podes sempre tentar apertar com a imobiliária para apertar com o banco - às vezes lá se descobre que afinal houve um "engano").

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Rui penso que posso contribuir para a tua questão.

Também estou envolvido numa compra de casa, e concluí os seguinte: os bancos nacionais estão com spreads superiores aos estrangeiros, e não mostram muito interesse em emprestar dinheiro.

Fiz variadissimas simulações basicamente em tudo o que é banco, e para o meu caso em que a relação financiamento garantia andará perto dos 60%, o que consegui melhor foi spread de 0,6% no Deutsche Bank. Mais.. com o meu sogro no BPI e a minha sogra no BCP e sendo cliente (aonde tenho o crédito da 1ª casa que adquiri) o melhor que conseguia no BCP é 1%, e 0,8% no BPI, mas com n condições de cartões, PPR's, etc. Consegui 0,7 no santander e no barclays, mas ambos com alguns requisitos para obter o spread (e sem possibilidade de descer a 0,6%)

O que aconselho é o seguinte:

Provavelmente o spread que tens obtido também está a repercutir a tua taxa de esforço, faz bem as contas com rendimentos liquidos, e a prestação do carro actual que tem que entrar nessas contas. No final a DECO não aconselha que essa taxa actual para a prestação da casa supere 30% do rendimento liquido mensal. Conforme o pauloaguia referiu atenção à subida de 1 e 2%, e penso mesmo que temos que fazer as contas com a euribor a +2%, pois a média da euribor entre altos e baixos andará pelos 3%, como podes ver aqui:

http://pt.euribor-rates.eu/euribor-taxa-3-meses.asp

Compara prazos iguais.

Teres algum dinheiro de parte, ou que possas obter de familiares, de modo a que caso a avaliação não resulte nos valores que esperas, consigas manter a relação financiamento garantia abaixo de 80%. (=empréstimo/avaliação), pois caso não o consigas muitos bancos nem sequer te vão querer emprestar o dinheiro, e outros vão pedir avalistas ou subir o spread.

Se fores trabalhador por conta de outrem, verifica se existe algum acordo na tua empresa com algum banco. Ou se fores representado por alguma ordem ou sindicado, a mesma coisa.

Comparares os preços de seguros (atençaõ ao seguro de vida que aumenta com a idade), e as condições que é necessário preencher para não alterar o spread contratado (consta da ficha europeia que se imprime com a simulação).

Depois caso sejas utilizador assiduo do balcão do banco, vai ao barclays e ao santander, se normalmente utilizas a net ou outro meio para as operações com o banco, vai ao deutsche bank.

Eu fui ao Deutsche bank (ontem) e fiquei surpreendido, um sistema de crédito muito simples, apenas existe obrigatoriedade de fazer os seguros através deles, mas os seguros são da Zurich, e mais baratos que no BPI (que tinha como referência), não tenho que domiciliar coisa nenhuma, não tenho despesas de manutenção, nem comissões de processamento do empréstimo,nem PPR's, o cartão de débito custa 7€ por ano, mas não é obrigatório. E com isto tudo consegui 0,6 e ainda há hipotese de baixar qq coisa.

Se avançar com a compra, está decidido, vou ser cliente! E assim que poder deixo de ser do millennium, pq estou cansado dos casos que rodeiam este banco.

Fiz uma simulação no DBank e deu-me uma prestação de 500 e poucos €'s  :o

Quanto ao Barclays vou lá voltar então e ver as suas propostas.

Obrigado pela vossa ajuda.

Têm sido impecáveis ;)

Um abraço!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu pela minha experiência e depois de consultar mais de uma dezena de bancos cheguei à conclusão que as melhores condições, para o meu caso, seriam optar pelo BES ou CGD, o qual estou de momento inclinado para o BES.

No entanto o meu caso prevê um empréstimo de 100%, e nesse aspecto apenas a CGD e BES me asseguram esse empréstimo, com um spread de 1,0% feito por ambos os bancos.

Cuidado com as avaliações, aliás, o que me faz seguir com o processo pelo BES é que têm uma avaliação feita a um apartamento igual, no mesmo prédio onde vou adquirir o meu, e a avaliação está menos de 7500€ acima do valor de aquisição (e era de menos de 5000€ face ao valor de venda que o proprietário está a vender, que consegui que baixasse um pouco o valor de venda).

No entanto pelo que me deu a entender, quer a Caixa Duero quer a Caixa Galicia via protocolo DECO têm boas condições, no entanto só emprestam para 80% e 90% (se não estou em erro), algo que na minha situação não dá pois o capital próprio que tenha será aplicado para a compra da garagem que é um fracção independente do imóvel.

Experimentar ir a esses dois balcões (podes encontram ambos na Av. 5 de Outubro perto um do outro).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Das simulações apresentadas até ao momento, esquecia o MG, Banco Popular e Banif.  >:(

Ficamos com o BPI e BES:)

NO BPI as Prestações Mistas parecem-me que são boas nos primeiros tempos mas depois agravam-se com o tempo.

Será que eles deixam sair para outra instituição sem penalizações para alêm dos 0,5%?

A segunda opção, parece-me interessante para o prazo que apresenta. O problema surge no valor da avaliação.

Trata-se de uma estimativa. Quando se avança para o CH, os avaliadores, que são pagos pelos bancos (com o dinheiro do futuro cliente), podem não ir ao encontro desta estimativa...

O BES apresenta um spread um pouco maior e o prazo também é maior, mas a prestação é abaixo dos 400€.

Estas simulações apresentadas já contemplam os seguros, ou é mesmo só relativo ao CH?

Verifico que o valor foi estimado pela REMAX (seria interessante ler este tópico: http://www.pedropais.com/forum/index.php/topic,1706.msg17720.html#msg17720)

O que eles querem é vender. Admiram-me que não tenham já uma avaliação real (pelo valor de comissão que cobram, no mínimo já podiam ter mais certezas, porque estimativas todos fazem), uma vez que trabalham directamente com os bancos!...

Acompanho os conselhos que foram expressos no sentido de procurar fazer simulações no BARCLAYS (independentemente das notícias sobre reclamações), Caixa Galicia/DECO e talvez a CAJA DUERO (só para despistar).

Ter em atenção que no conjunto das simulações deve procurar saber se a taxa de esforço não é superior a 20% e estimar o efeito de uma eventual subida dos juros de 1,5-2% sobre o valor da prestação mensal!...

Acompanho a sua decisão de ir para um T2 em detrimento do T1 que é mais caro. E nunca se sabe se nos próximos tempos não surgirá uma Bimby para fazer companhia!...  ;)

Boa sorte!  :)

Cumps  8)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Atenção, o BES cobra uma comissão de processamento mensal ao longo de todo o contrato de Crédito Habitação.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Atenção, o BES cobra uma comissão de processamento mensal ao longo de todo o contrato de Crédito Habitação.

Pay Attention!!!!

o Kimico está a negociar um CH com o BES e uma das condições para efectuar o seu CH nesta instituição é que esta não lhe cobre a dita comissão de processamento mensal ao longo de todo o contrato de crédito à habitação...  ;)

Cumps  8)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado pelos vossos testemunhos. Impecáveis ;)

No meu caso, o financiamento também terá que ser a 100% e neste momento acho que só mesmo o BCP é que mo poderia financiar, se bem que pela simulação que tenho do BES, com estes dados, a mesma está pré-aprovada. Mas do pré-aprovado para o aprovado ainda vai um bocadinho assim (----).

Logo vou ao BES e à CGD (uma vez mais) e aproveito e vou saber essa promoção do Barclays.

Imaginemos o seguinte cenário: Eu até aceito as condições do BES e peço a avaliação do Imóvel, mas após essa avaliação, afinal a proposta do BES não é a melhor pois tenho uma outra com melhores condições. Não há possibilidade de reaver esse dinheiro, pois não?

Obrigado uma vez mais pelos vossos esclarecimentos.

Um abraço!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Atenção, o BES cobra uma comissão de processamento mensal ao longo de todo o contrato de Crédito Habitação.

Pois esse é um grande senão, mas pelo que o gerente do balcão do BES onde estou a negociar o Crédito Habitação me disse não me conseguirá fazer o que o Kimico está a tentar fazer, de que a comissão de processamento mensal não seja cobrada (1,30€).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom, actualizando:

Fui à pouco ao BES e saí de lá de mãos vazias, isto porque me avisaram logo que iam pedir fiadores e eu como não quero nem vou usar fiadores, o BES fica logo de parte.

Fui à CGD e deram-me esta simulação:

CGD:

- Prestações = Com Carência 36 meses

- Euribor a 3 Meses

- Prazo = 45 Anos

- Rendimento Bruto = Aprox. 22.000€

- Valor Empréstimo 130.000€

- Valor Avaliação (Estimativa) 150.000€

- T.A.N. Euribor 3 meses + Spread 2,2% = 3,06%

- T.A.E. = 3,750%

- Prestação = 355,92€ (já com o valor dos seguros)

- Prestação após Carência = 458,54€

Não é também uma boa opção, porque consigo melhor no BPI. Depois de almoço vou ao Barclays e ver a promoção do spread até final do mês.

Um abraço a todos!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pois esse é um grande senão, mas pelo que o gerente do balcão do BES onde estou a negociar o Crédito Habitação me disse não me conseguirá fazer o que o Kimico está a tentar fazer, de que a comissão de processamento mensal não seja cobrada (1,30€).

... mais imposto de selo (0,05€)!  :(

Aguarde-se serenamente por novos desenvolvimentos no caso em apreço, até porque a palavra de um gerente que tem objectivos a cumprir, não é lei. Como bem sabemos a lei é feita pelos politicos quando não sabem a resposta a um determinado problema, mas isso é outra história!...  ;)

Cumps  8)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom, actualizando:

Fui à pouco ao BES e saí de lá de mãos vazias, isto porque me avisaram logo que iam pedir fiadores e eu como não quero nem vou usar fiadores, o BES fica logo de parte.

Cada caso é um caso. No seu caso verificaram que os seus rendimentos necessitavam de um suporte, logo a necessidade de fiadores...

CGD:

- Prestações = Com Carência 36 meses

- Euribor a 3 Meses

- Prazo = 45 Anos

- Rendimento Bruto = Aprox. 22.000€

- Valor Empréstimo 130.000€

- Valor Avaliação (Estimativa) 150.000€

- T.A.N. Euribor 3 meses + Spread 2,2% = 3,06%

- T.A.E. = 3,750%

- Prestação = 355,92€ (já com o valor dos seguros)

- Prestação após Carência = 458,54€

Faz bem em colocar de lado essa hipótese. Quanto mais não seja por este video, http://www.youtube.com/watch?v=xteSixVukg8.

Depois de almoço vou ao Barclays e ver a promoção do spread até final do mês.

Espero que consigo melhores condições! Caso contrário, falta, creio eu, a Caja Duero e a hipótese do BPI.

Boa sorte!  :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

... mais imposto de selo (0,05€)!   :(

Aguarde-se serenamente por novos desenvolvimentos no caso em apreço, até porque a palavra de um gerente que tem objectivos a cumprir, não é lei. Como bem sabemos a lei é feita pelos politicos quando não sabem a resposta a um determinado problema, mas isso é outra história!...  ;)

Cumps  8)

Pois, e ainda falta o imposto de selo.

Mas pelo que ele deu a entender não vai dar mesmo para retirar essa comissão  >:(

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O Millennium também cobra a comissão de processamento mensal (pelo menos a mim  :( ).

Continuo a insistir na análise cuidada do crédito, e não apenas no valor de prestação mensal. Os seguros têm um bom peso final na mensalidade, e ainda outros requisitos +/- escondidos necessários à manutenção do spread. O spread que aponta de 2,2 parece-me muito alto... quando a euribor andar por 3%, a TAE vai ser elevadissima...

Por curiosidade qual é o valor da prestação com +2% de euribor após carência?

Boa sorte com o processo,

Cumprimentos

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Esse video está muito bem feito  JRibeiro :D 

RuiM16 pergunta também no Barclays a promoção de remuneração da conta á ordem á taxa do crédito habitação, ainda não tenho essa promoção em mãos mas também poderá ser interessante para quem faz um crédito habitação ter a sua conta á ordem remunerada mensalmente a uma taxa igual ao do crédito.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Esse video está muito bem feito  JRibeiro :D 

Atenção!!!

O seu a seu dono!

Não fui eu que fiz o video, mas concordo em absoluto com o seu conteúdo dai ter fornecido o endereço do site!...  ;)

Cumps  8)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom, actualizando o tópico :D

Tenho boas notícias. O empréstimo à Habitação foi aprovado pelo valor de 140.000€ (130 da casa mais 5 da escritura e outros processos administrativos e os últimos 5 para mobília). Estes últimos 5 são discutíveis, porque neste momento estou dependente do valor da Avaliação da casa.

Já tenho também o contrato de promessa de compra e venda assinado, por isso, já não falta muito para teres as tão desejadas chaves nas minhas mãos.

Esta semana deverei já ter resposta sobre o valor da Avaliação e como disse, consoante esse valor, vai depender do valor que o banco me vai emprestar.

O banco que escolhi foi o meu (BCP). Deram-me uma proposta de 2,8% de Spread, mas já avisei o Gestor de Conta que tenho uma proposta com Spread de 1,1%. Vamos ver o que irá sair daqui.

Mesmo que não aceite a proposta do BCP, fico já com o valor real da avaliação e posso enviar a papelada para outros bancos.

Em último caso, terei que aceitar a do BCP e pedir um crédito pessoal para o mobiliário, mas isso são outros quinhentos. Espero que nesta próxima semana possa vir dar mais novidades e que sejam das boas ;)

Digam de vossa justiça, o que fariam  ;D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O Spread em questão é muito elevado. Mas tens que negociar isso melhor. Quanto à avaliação tem cuidado com isso. Como já foi várias vezes aqui referido no fórum as avaliações andam muito pelo preço de venda da casa. Já tenho a avaliação da casa que pretendo adquirir e foi mais 7500€ do que irei pagar por ela, sendo que o valor inicial de venda não era este, foi negociado, pois o valor inicial era bem próximo da avaliação.

Antigamente é que dava para fazer isso, pedir mais uns milhares para se poder mobilar a casa. Nos dias que correm isso já não se verifica.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor