JaVo

Preso a um apartamento que não vale nada...

23 publicações neste tópico

Boas,

Desculpem o texto grande, mas vou tentar ser o mais claro possível, para vocês perceberem o problema e tentarem pôr-se na minha situação.

Há 5anos atrás, depois dos estudos, consegui um emprego em Lisboa. Isso levou-me a querer comprar casa para perto da capital.

Aí lembrei-me que tinha um amigo de infância que, na altura, morava no Pinhal Novo - na Margem Sul. Mais: Ele trabalhava numa imobiliária. "Ouro sobre azul".

Liguei para ele.

Como este era o primeiro emprego e o salário não era elevado, pedi-lhe que avisasse quando houvesse um bom negócio: Um apartamento bem barato, que me permitisse mais tarde vendê-lo e até ganhar alguns €€€ com o negócio.

Passado alguns dias ele ligou-me. Era um apartamento antigo (com 20 anos), mas com um preço "muito abaixo do valor de mercado": 62.000 euros.

Fui ver o apartamento. Estava um pouco degradado, mas como estava "muito abaixo do valor de mercado", assinei o documento de promessa de compra e venda. Mesmo que tivesse que fazer algumas obras, iria ganhar dinheiro.

Num acto de absoluta confiança neste "amigo", comprometi-me com este imóvel, sem ver mais nenhum, nem comparar com outros que estavam à venda, no mesmo prédio.

Depois da escritura feita, mudei-me para esse apartamento. Apercebi-me que este estava muito degradado. As portas estavam partidas, e o chão muito danificado. Uma série de coisas que não vi, porque estavam ocultas com tapetes e toalhas.

Fui falar pessoalmente com esse "amigo" (ele deixou de me atender o telemóvel), que me avisou que não tinha conhecimento da degradação do imóvel.

Pior: Com a vivencia no Pinhal Novo, à medida que o tempo passava, apercebi-me que o bairro era de má fama e que aqueles apartamentos não valiam nada.

Certo dia vi a casa do meu vizinho de cima à venda. Perguntei-lhe quando ele estava a pedir: 45.000 euros!

Sendo que esse apartamento era igual ao meu, em termos de áreas, mas já havia sofrido obras de recuperação: estava em muito melhor condições que o meu.

Esse mesmo vizinho admitiu que o apartamento que eu comprei, estava à venda já fazia 2 anos.

Ou seja, esse "amigo", aproveitou-se da minha ignorância e da boa confiança típica do interior, para "desencalhar" um imóvel que não se vendia. Deve ter recebido uma boa comissão!

Quando comprei a casa, ele praticamente deixou de me falar.

Hoje, ele não trabalha mais na agência. Os ex-colegas dizem que ele emigrou... e eu nunca soube de nada. Rico amigo!

Esse comportamento para comigo denuncia a desonestidade dele.

Sinto-me defraudado e estúpido!

Como é possível que as pessoas demonstrem caracteríticas tão animalescas e passem por cima de uma série de valores, como a amizade, para obter lucro fácil?

Eu seria incapaz de fazer isso! Adiande...

Não compreendo como é que o banco foi capaz de me emprestar o dinheiro, para comprar um apartamento tão acima do seu valor. Que raio de avaliação...

Estou farto deste apartamento e do que ele representa! Tenho vergonha de convidar a minha familia e os meus amigos para lá! Não gosto da vizinhança! Odeio o café cheio de homens bêbados de mau aspecto, que falam e riem alto, até altas horas, mesmo à porta do prédio!

Odeio! Odeio! Odeio!

Como é que eu me desfaço dele?

Já pensei em 2 soluções:

- "Tentar" vender o apartamento a 45.000 euros, e ficar a dever 17.000. Esta solução não me agrada.

- Recorrer à modalidade "troca de casa" do banco: Comprar uma, e ficar 2 anos sem pagar a anterior.

Tentar comprar um imóvel abaixo do valor de mercado (agora que já conheço o valor das casas no Pinhal Novo), mesmo que recorrendo a um leilão daqueles da euroestates... Em que a diferença "preço do imóvel" vs "valor de mercado" seja de 17.000 euros (será possível?).

Aí, para a nova casa, peço: preço da casa + 17.000 euros.

Assim já normalizo as coisas...

Como vocês concerteza têm mais experiencia a este nível e conhecem mais soluções? O que recomendam?

Obrigado...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu não optava pelo troca de casa, sobretudo quando a primeira é uma casa de que deve ser difícil desfazeres-te, sobretudo nesta altura em que há tanta casa ao desbarato.

É que tu não ficas 2 anos sem pagar a anterior - ficas a pagar só juros (que nesta altura ainda deve ser a maior parte da prestação) e a prestação da nova casa. Ou seja, ficas a aguentar quase 2 prestações e a tentar livrar-te de uma casa por cima.

Eu punha a casa à venda (se para perder dinheiro ou não, isso já deixo ao teu critério). Quando conseguisse vender mudava para uma casa alugada e, só então, começava à procura de outra para comprar. Morar uns meses numa casa alugada é muito mais fácil de gerir do que andar a pagar 2 casas e rezar para que apareça alguém que nos livre de uma delas..  :-\

Não te ponhas a pensar que tens que arranjar a casa nova por um preço que dê para pagar o prejuízo da velha. Senão arriscas-te a entrar noutro negócio do género. Encara-os como negócios independentes que são, e assume que o primeiro vai dar prejuízo...

É que barato e bom, mesmo hoje em dia, não anda por aí aos trambolhões ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu tenho o meu crédito na UCI.

Eles têm uma modalidade chamada "troca de casa", que permite:

- "Durante 2 anos beneficiar de carência de capital e juros na casa actual." (ou seja, não pago nada). Depois tenho 3 anos só com os juros.

Perder dinheiro ou não... não é critério meu. É inevitável. E pagar 17.000 euros, só por pagar, é uma divida grande demais, quando não se tem nada em troca...

Estou mesmo sem saber o que fazer...  :(

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ve as coisas por este prisma:

- Nao vives na rua e tens um tecto.

- Fizeste um mau negocio, mas nao perdeste tudo(como existem casos)!

Por muito mau que seja o apartamento, aposto contigo que existe quem viva em piores condiçoes.

A precipitaçao é a pior aliada dos bons negocios.

Mete a casa  a venda e espera por um comprador, aproveita o facto de a prestaçao nao ser alta para fazeres uma boa poupança para a seguinte casa.

Comprar duas casas vai ser muito arriscado e possivelmente vais ter que perder dinheiro para a venderes.

lynce

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Que bairro é esse no Pinhal Novo? não estou a ver assim nenhum com má fama...

Mas eu concordo com tudo o que aqui disseram.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ainda existe uma outra hipotese:

caso tenhas pago ao banco menos dos tais 17 000 euros que vais perder podes sempre deixar de pagar a prestação ao banco e deixares que eles te fiquem com a casa. na praticas iras perder apenas o que já entregaste. se for pouco pode ser um bom negocio.

nota: nao conheço nenhum caso pratico em que isto tenha acontecido, pelo que nao sei o banco te pode penhorar o salario em vez de ficar com a casa.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ainda existe uma outra hipotese:

caso tenhas pago ao banco menos dos tais 17 000 euros que vais perder podes sempre deixar de pagar a prestação ao banco e deixares que eles te fiquem com a casa. na praticas iras perder apenas o que já entregaste. se for pouco pode ser um bom negocio.

nota: nao conheço nenhum caso pratico em que isto tenha acontecido, pelo que nao sei o banco te pode penhorar o salario em vez de ficar com a casa.

Interessante hipótese  ;) Nunca tinha pensado nisso. Atenção, pode haver fiadores  :(

Ve as coisas por este prisma:

- Nao vives na rua e tens um tecto.

- Fizeste um mau negocio, mas nao perdeste tudo(como existem casos)!

Por muito mau que seja o apartamento, aposto contigo que existe quem viva em piores condiçoes.

A precipitaçao é a pior aliada dos bons negocios.

Mete a casa  a venda e espera por um comprador, aproveita o facto de a prestaçao nao ser alta para fazeres uma boa poupança para a seguinte casa.

Comprar duas casas vai ser muito arriscado e possivelmente vais ter que perder dinheiro para a venderes.

Palavras sábias, lynce  :). Não podia estar mais de acordo.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ainda existe uma outra hipotese:

caso tenhas pago ao banco menos dos tais 17 000 euros que vais perder podes sempre deixar de pagar a prestação ao banco e deixares que eles te fiquem com a casa. na praticas iras perder apenas o que já entregaste. se for pouco pode ser um bom negocio.

nota: nao conheço nenhum caso pratico em que isto tenha acontecido, pelo que nao sei o banco te pode penhorar o salario em vez de ficar com a casa.

Acho que isto é uma péssima ideia. Ao fazeres isso a tua reputação em termos bancários fica arruinada e coisas simples como requisitar uns cheques podem tornar-se bastante difíceis. Em caso de crise, deixar de pagar ao banco é das últimas coisas que devemos fazer.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

JaVo,

Não sei se arrendar é uma hipótese, mas podias colocar o teu apartamento para arrendamento (sempre com contrato!) e arrendar uma casa que te agrade.

A não ser que a baixa procura para negócios de compra, também o seja para arrendamento, e que os inquilínos potenciais sejam de alto risco. Neste caso o perigo é que acumules em vários meses a renda da nova casa com a prestação da actual, sem rendimentos por falta de inquilínos. Só resulta se conseguires arrendar e se o inquilíno não falhar os pagamentos!

De resto, creio que só tens uma hipótese: colocar a casa à venda a valor de mercado, voltar a pôr os tapetes a esconder os defeitos de novo, ser paciente e quando chegar a hora de vender não podes hesitar em assumir a perda. Maus negócios acontecem com qualquer um, seja em mercados imobiliários, seja financeiros, até com profissionais (sobretudo com profissionais)!

Outra coisa, não gastes 1 tostão em obras que não sejam estritamente necessárias, pois o mercado não irá reconhecer inteiramente o valor que irás dispender.

Qualquer outra solução rebuscada não funciona, sei que queres tapar os 17.000 euros, mas não tentes inventar outro negócio imobiliário pois a liquidez destes mercados é muito baixa e podes andar com isto atrás anos e anos. Sei que não é fácil na actual conjuntura, mas tens que poupar o mais possível até lá. Faz um plano e cumpre-o à risca.

Espero ter ajudado.

Abraço

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Estou mais ou menos na mesma situação que o JAVO, à excepção de que sabia o que estava a comprar (uma casa num bairro problemático, mas onde sempre vivi) a um preço que é o que se está a vender na zona... Estes não são os ponto em comum com o JaVo, o ponto em comum é o facto de me ter arrependido de certa forma a comprar porque agora num futuro próximo vou melhorar a minha situação financeira e profissional e quero sair dali sem perder dinheiro... Vou tentar vender a casa pelo preço que ela me custou, por menos que isso não a vendo e fico ali sem perder dinheiro...

Olha, lamento que te encontres nessa situação e espero que encontres a melhor saida para tal!

Cumprimentos!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Interessante hipótese  ;) Nunca tinha pensado nisso. Atenção, pode haver fiadores  :(

Não é mesmo nada interessante. Muita gente pensa que se o banco ficar com a casa por falta de pagamento se livra do empréstimo. ERRADO!

Suponhamos que JaVo deve 55.000€ ao banco e o banco executa a hipoteca por falta de pagamento. Suponhamos que o banco até consegue vender a casa pelos tais 45.000€. O JaVo vai continuar a dever 10.000€ e a ter que os pagar. Se tiver outros bens (o salário, por exemplo) serão penhorados, se possível, ou então provavelmente acaba por se ver a pagar um empréstimo com uma taxa bem superior à de um crédito habitação.

Para além de que, como disse o Pedro, fica com "ficha" no BdP e com sérias dificuldades nas suas relações com as instituições financeiras.

Seja ou não em tempo de crise, deixar de pagar a casa ao banco só mesmo se não conseguir outra solução... e só depois de pedir ajuda, para tentar encontrar outras soluções...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado pelos vossos comentários.

A situação não é nada animadora porque eu optei por uma modalidade de crédito em que só pago juros nos primeiros 5 anos. Ou seja, 5 anos depois, ainda devo 62.000 euros...

Sim, tb há fiadores envolvidos.

Ai, ai.

Ah! Outra coisa, esse meu vizinho de cima ainda tem a casa à venda (já faz um ano)... ainda ao mesmo preço: 45.000. E é porque recorre a uma imobiliária. Eu, a pôr a casa à venda, só mesmo a titulo particular para não perder ainda mais dinheiro (já agora, pergunto onde posso anunciar a casa com a maior visibilidade possível)

Vocês acham que está fácil? Eu não...  :'(

Fui falar com uma imobiliária para expôr o meu problema e pedir uma opinião profissional.

Falaram logo na modalidade "troca de casa" do banco e acrescentaram: "Temos um apartamento muito bom para si."

Filhos da mãe! Só querem vender. Fui embora!

Tenho muito medo da opção de arrendar a casa. Conheço demasiadas situações de pessoal que simplesmente deixou de pagar as mensalidades... para ficar assustado.

Eu estava mesmo inclinado era a comprar uma casa beeem barata!

Na eurostates vi alguns apartamentos com uma base de licitação de 35.000 euros - eu acho que conseguiria vendê-los a 50.000 euros com relativa facilidade.

...Ou então vendo o meu apartamento a 45.000... e qdo conseguisse, fazia um novo empréstimo de 17.000 para cobrir a casa.

Ficava a pagar 17.000 por uma série de anos...

O meu empenho agora é sair desta casa, com o devido tempo e calma, concordo, para não me precipitar e piorar o negócio. Só não me peçam para passivamente continuar lá..

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A situação não é nada animadora porque eu optei por uma modalidade de crédito em que só pago juros nos primeiros 5 anos. Ou seja, 5 anos depois, ainda devo 62.000 euros...

Sim, tb há fiadores envolvidos.

Ai, ai.

Creio que eles merecem o seu respeito e fica-lhe bem cumprir com as suas obrigações!  :)

Ah! Outra coisa, esse meu vizinho de cima ainda tem a casa à venda (já faz um ano)... ainda ao mesmo preço: 45.000. E é porque recorre a uma imobiliária. Eu, a pôr a casa à venda, só mesmo a titulo particular para não perder ainda mais dinheiro (já agora, pergunto onde posso anunciar a casa com a maior visibilidade possível)

Vocês acham que está fácil? Eu não...  :'(

Não está fácil para vender. Independentemente da localidade e valor. As pessoas andam um pouco desconfiadas e a subida dos juros não fez nada bem à economia de muitos (empresas e particulares).

Basta dar uma vista de olhos aqui, http://aeiou.bpiexpressoimobiliario.pt/, para verificar que só neste site estão à disposição quase um milhão (918241) de imóveis para todas as bolsas em todo o território nacional.

Creio que pode anunciar lá (não sei se tem custos), aqui (não tem custos), uma placa com o seu contacto no seu imóvel e aguardar possíveis interessados.  ;)

Fui falar com uma imobiliária para expôr o meu problema e pedir uma opinião profissional.

Falaram logo na modalidade "troca de casa" do banco e acrescentaram: "Temos um apartamento muito bom para si."

Filhos da mãe! Só querem vender. Fui embora!

...

O meu empenho agora é sair desta casa, com o devido tempo e calma, concordo, para não me precipitar e piorar o negócio. Só não me peçam para passivamente continuar lá..

Não sei como funciona essa modalidade, mas se for mesmo para "trocar", sempre consegue sair ai da zona. Não é isso que pretende?

Cumps  8)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Interessante hipótese  ;) Nunca tinha pensado nisso. Atenção, pode haver fiadores  :(

Palavras sábias, lynce  :). Não podia estar mais de acordo.

Acho que isto é uma péssima ideia. Ao fazeres isso a tua reputação em termos bancários fica arruinada e coisas simples como requisitar uns cheques podem tornar-se bastante difíceis. Em caso de crise, deixar de pagar ao banco é das últimas coisas que devemos fazer.

Não é mesmo nada interessante. Muita gente pensa que se o banco ficar com a casa por falta de pagamento se livra do empréstimo. ERRADO!

Suponhamos que JaVo deve 55.000€ ao banco e o banco executa a hipoteca por falta de pagamento. Suponhamos que o banco até consegue vender a casa pelos tais 45.000€. O JaVo vai continuar a dever 10.000€ e a ter que os pagar. Se tiver outros bens (o salário, por exemplo) serão penhorados, se possível, ou então provavelmente acaba por se ver a pagar um empréstimo com uma taxa bem superior à de um crédito habitação.

Para além de que, como disse o Pedro, fica com "ficha" no BdP e com sérias dificuldades nas suas relações com as instituições financeiras.

Seja ou não em tempo de crise, deixar de pagar a casa ao banco só mesmo se não conseguir outra solução... e só depois de pedir ajuda, para tentar encontrar outras soluções...

Gostava de esclarecer as minhas (poucas) observações acerca deste tópico, que me parecem equívocas.

Não foi minha intenção dar força à ideia do lother_m, mas sim, estar surpreendida com aquela sugestão. Aliás, digo no mesmo comentário, que apoio o conselho do lynce!

Quem tem lido o que escrevo por aqui vai sabendo o que eu penso.

Fiquei mesmo chateada comigo pela forma pouco feliz como respondi. Tenho mesmo que reler o que escrevo.

JaVo, as minhas desculpa pela ligeireza da minha primeira observação. Não é mesmo o que penso.  :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

http://www.lardocelar.com/

http://casa.sapo.pt/

http://www.olx.pt

Aqui tens três sitios para colocares a tua casa à venda... Eu costumo ir ver casas nesses sites...

Posso colocar aqui também uma questão relacionada com este assunto e que poderá porventura interessar ao autor do tópico...

A troca de casa da REMAX (vulgo permuta) funciona para quem, como eu, comprou casa há um ano e 2 meses? É que ainda devo a maior parte do capital (quase todo) e uma permuta desta casa com outra, a outra pessoa ficaria quase sempre a perder... Não sei como funciona...

1 Exemplo:

EU quero trocar de casa por uma moradia T3.

Devo 45000€ de capital, a outra pessoa deve 90000€, a minha casa custou 50000€ e a tal moradia custou 200000... A pessoa ficaria a perder muito dinheiro... Claro que se estivesse enrascada financeiramente, seria vantajoso, mas...

Outra situação que me apercebi no site da REMAX é que os imóveis que estão para permuta têm um valor superior ao real... Acho que isso das permutas nunca chega a compensar, salvo aqueles achados dificeís...

Cu

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Posso colocar aqui também uma questão relacionada com este assunto e que poderá porventura interessar ao autor do tópico...

A troca de casa da REMAX (vulgo permuta) funciona para quem, como eu, comprou casa há um ano e 2 meses? É que ainda devo a maior parte do capital (quase todo) e uma permuta desta casa com outra, a outra pessoa ficaria quase sempre a perder... Não sei como funciona...

1 Exemplo:

EU quero trocar de casa por uma moradia T3.

Devo 45000€ de capital, a outra pessoa deve 90000€, a minha casa custou 50000€ e a tal moradia custou 200000... A pessoa ficaria a perder muito dinheiro... Claro que se estivesse enrascada financeiramente, seria vantajoso, mas...

Essa questão não foi já respondida aqui: http://www.pedropais.com/forum/index.php/topic,1247.msg15081.html#msg15081 ?

Outra situação que me apercebi no site da REMAX é que os imóveis que estão para permuta têm um valor superior ao real...

Nem mais...

Cumps  8)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tenho muito medo da opção de arrendar a casa. Conheço demasiadas situações de pessoal que simplesmente deixou de pagar as mensalidades... para ficar assustado.

Eu estava mesmo inclinado era a comprar uma casa beeem barata!

A Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP) anuncia que Portugueses optam cada vez mais pelo arrendamento.

A procura de arrendamento está a intensificar-se no mercado imobiliário português e, em Junho e Julho, nalguns distritos do país, já registou um peso superior a 50 por cento.

Esta associação aponta os distritos de Lisboa, Porto, Setúbal, Leiria, Braga, Faro e Évora como aqueles onde o peso da procura por arrendamento de casas já ultrapassou os 50 por cento. Há zonas onde a oferta não existe para suprimir a procura.

Fica aqui a informação relativamente ao mercado do arrendamento!  :)

Cumps  8)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A APEMIP já nem existe. Agora é o INCI. Há mais arrendamento, pois os contratos de trabalho são mais precários, o que se reflete em maiores dificuldades em conseguir emprestimos bancários.

Seminário Nacional da APEMIP em Lisboa: "Imobiliário perspectiva a recuperação". FIL, Salão Imobiliário de Lisboa - 18 de Setembro.

Programa: http://www.apemip.pt/NL/GabEventos/Semin%C3%A1rioSIL09.pdf.

O INCI, para quem não sabe, é o Instituto da Construção e do Imobiliário , ex-IMOPPI, senão estou em erro!...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Caro Forista ,

Neste momento tem um apartamento que não gosta , pelo qual pagou caro e sem liquidez ( 3 problemas).

Se conseguisse uma troca , ainda que o apartamento a trocar tivesse acima do preço de mercado estaria saindo de 2 problemas. E o terceiro , relativamente ao preço poderia incluir nas perdas a assumir que já tem no apartamento onde vive agora.

Eu pensaria com mais carinho na possibilidade de uma permuta...

Speedbird

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Uma permuta, a bem dizer, é um troca de casa... Isso implica (1) o meu interesse num apartamento e (2) que o dono desse apartamento se interesse pelo meu. É um pouco utópico, uma vez que quero continuar a morar no Pinhal Novo e ninguém quer trocar "cavalo por burro".

Não custa ver. Só a Remax é que faz permutas?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Nem toda a gente pensa que mudar para mais barato é mudar de cavalo para burro. Imagina que uma pessoa não pode pagar a casa actual e quer mesmo um tecto para morar, ainda que pior?

Acho que é difícil a permuta, mas não impossível.

Podes fazer a permuta sem ser na Remax, põe nos anúncios que colocares que vendes ou aceitas permutas.

Boa sorte!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead