José Ribeiro

Protecção Gripe A - H1N1

26 publicações neste tópico

Deixo aqui uma série de links que tratam o assunto da Gripe A.

Muito bom: http://www.seton-pt.com/alerta-gripe-a.html?WT.mc_id=Grippe_A

http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1338440

AUTORIDADE NACIONAL DE PROTECÇÃO CIVIL: http://www.proteccaocivil.pt/Pages/gripe.aspx

VISÃO (MUITO BOM): http://aeiou.visao.pt/guia-sobre-a-gripe-a=f516586

Portal da saúde: http://www.portaldasaude.pt/portal/conteudos/enciclopedia+da+saude/saude+publica/gripe/virus+h1h1.htm

DECO PROTESTE: http://www.deco.proteste.pt/saude/gripe-a-respondemos-as-suas-duvidas-s562971.htm

Creio que estes são os suficientes para servirem de guia e aconselhamento sobre a gripe A.

Esperando que este tópico seja útil e esteja a contribuir directamente, para o bem estar da saúde das pessoas e financeiro também,

os meus cumprimentos  8)

P.S. Num outro registo, seria interessante ler as últimas mensagens em torno da gripe que foram colocadas no tópico: http://www.pedropais.com/forum/index.php/topic,1742.15.html

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Muito obrigado pela informação JRibeiro

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não é uma noticía que não esteja num dos links anteriormente referidos, mas como está desenvolvido e é actual, nada como colocar à disposição para quem não clica nos links...

Grávidas, grupo de risco

As grávidas são um dos grupos prioritários nos EUA e na União Europeia para receber a vacina contra o vírus H1N1.

O organismo que coordena a saúde e a prevenção de doenças nos EUA recomenda a vacinação contra o vírus H1N1 às grávidas e pais e mães de bebés recém-nascidos. Crianças estão também incluídas nos grupos de risco.

Assim que esteja disponível, no Outono, a vacina deve ser administrada, nos EUA, a todas as grávidas, independentemente da sua fase de gestação. Baseados em pareceres de especialistas, que afirmam não haver qualquer vantagem em aguardar pelo final do primeiro trimestre, as autoridades de saúde americanas pretendem assim evitar o contágio de mulheres grávidas, mais vulneráveis a complicações decorrentes da infecção, bem como de bebés recém-nascidos, cujo sistema imunitário não está ainda completamente desenvolvido.

Na União Europeia, as recomendações vão no sentido de dar prioridade na vacinação a pessoas que sofrem de doenças crónicas, grávidas e funcionários da área de saúde.

Não é referida nenhuma fase específica da gravidez, ou seja, ao contrário do que chegou a ser noticiado, não é preciso atingir o segundo trimestre para poder receber a vacina. Foi questionada por especialistas a segurança da vacina para o desenvolvimento fetal no primeiro trimestre da gravidez, mas tais preocupações parecem não ter fundamento.

A ministra da Saúde, Ana Jorge, já revelou que Portugal deverá, em princípio, adoptar a estratégia de vacinação recomendada pela União Europeia, ou seja, as grávidas estão entre os grupos prioritários para receber a vacina.. As primeiras doses deverão chegar a durante a primeira quinzena de Setembro.

Cumps  8)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Com sintomas de gripe fique em casa e ligue 808 24 24 24 ou contacte o seu médico. Reforce as medidas de higiene. Evite contagiar outros. Consulte www.dgs.pt

sms enviado pela DGS e que todos os Portugueses devem estar a receber...  :)

Cumps  8)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Comer bem para combater a gripe

É simples e eficaz!

É certo que a alimentação não chega para prevenir o aparecimento da gripe, tratando-se de uma doença infecciosa. No entanto, pode reforçar o sistema imunitário, ajudando a prevenir ou a recuperar mais rapidamente. Sabe-se ainda que pessoas desnutridas têm maior risco de contrair infecções.

Cuidados deve ter para reforçar o seu sistema imunitário:

Os cuidados a ter são na verdade muito simples. Seguir o padrão mediterrânico, que privilegia os legumes, a fruta, o peixe, os cereais completos e os feijões, é meio caminho andado para estar protegido!

Os citrinos, por exemplo, são ricos em vitamina C, que ajuda a manter o sistema imunitário em forma.

O peixe e marisco, bem como nas leguminosas e frutos gordos, são boas fontes de zinco, que também ajuda a reforçar as nossas defesas!

A falta de apetite é muito frequente durante a gripe, resultando em fraqueza e cansaço acentuado, o que dificulta a recuperação do doente. É importante manter-se bem nutrido, através de refeições pequenas mas frequentes ao longo do dia. Tenha sempre à mão fruta fresca ou cozinhada e iogurtes, sobretudo em caso de perturbação intestinal. E, para evitar estar sempre a cozinhar, tenha em casa opções práticas e rápidas: peixe, carne e legumes congelados, peixe (atum, sardinha, etc.) e feijões enlatados.

Congele também o pão, retirando apenas a quantidade que necessita diariamente. Nunca é demais relembrar um dos principais cuidados a ter durante a gripe: a hidratação! A febre, a tosse, os vómitos e diarreia provocam a desidratação, pelo que é importante reforçar o consumo de líquidos. Água, chá, sumos naturais, leite, iogurtes líquidos, sopa, legumes e vegetais, são bons exemplos. Evite as bebidas muito quentes, pois vão fazer com que haja mais perda de água através da transpiração.

Fique atento aos sintomas:

• Febre

• Sintomas respiratórios (tosse, nariz entupido)

• Dor de garganta

• Dores de Cabeça

• Dores musculares e das articulações

• Arrepios e fadiga

• Vómitos e diarreia, por vezes, em casos da estirpe A (H1N1)

Fonte: www.dgs.pt

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bastonário da Ordem dos Médicos critica o «excesso de alarme e zelo»

O bastonário da Ordem dos Médicos criticou o «excesso de alarme e zelo» na resposta à gripe A H1N1, considerando tratar-se de uma «doença banal e pouco letal». «Há claramente um excesso de alarme, de zelo».

Neste sentido, frisou, «o melhor contributo da Ordem dos Médicos é chamar a atenção dos médicos e, através deles, das pessoas, de que isto é uma doença banalíssima e que não é preciso andarmos todos assustados».

Segundo o bastonário, a gripe A «foi uma oportunidade para criar algumas normas de educação cívica e até para implementar no terreno medidas de contenção para doenças eventualmente mais graves».

Questionado, o bastonário disse concordar com o plano de vacinação contra o vírus H1N1 definido pelo Ministério da Saúde, que «está dentro do que era previsto» porque obedece a «consensos internacionais».

«Não vale a pena lançar demasiado ruído sobre esses consensos. É evidente que há opiniões diversas, mas, de uma forma geral, tecnicamente são fundamentados» e Portugal tem de se «integrar na comunidade internacional».

Em Portugal, a campanha de vacinação contra o vírus H1N1 arranca a 26 de Outubro e vai contar, numa primeira fase, com 49 mil vacinas, a distribuir pelos «grupos prioritários».

in Global Notícias

Infelizmente houve um grande aproveitamente económico (ver parte relacionada com a gripe, http://www.pedropais.com/forum/index.php/topic,1742.15.html) e várias pessoas que já tiveram gripe A consideram que é uma gripe como outra qualquer, apenas tem de se ter alguns cuidados especiais com os grupos de risco, o que é algo que já acontece com a gripe normal.

Devemos ter cuidado, mas tudo o que é em exagero deixa de fazer sentido e os media têm contribuido para alarmar a população, que começa a ver Gripe A em tudo...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A amamentação e o H1N1

Se está a amamentar, saiba como proteger o seu bebé.

A Direcção-Geral da Saúde formulou uma série de recomendações para mães que amamentam no que diz respeito ao possível contágio pelo vírus H1N1. Em primeiro lugar, sublinha-se que as mães que não estão contagiadas pelo vírus devem ser encorajadas a iniciar precocemente a amamentação e a amamentar com frequência os seus filhos.

A amamentação ajudará os bebés a adquirir um maior número de anticorpos - proteínas fabricadas pelo sistema imunitário que ajudam a combater a infecção. Não há qualquer motivo para substitui-la por fórmulas para lactentes. Pelo contrário, há motivos para se reforçar a amamentação.

Os recém-nascidos têm um elevado risco de doença grave com este novo vírus da gripe A(H1N1) e muito pouco se sabe, ainda, sobre a prevenção da doença. Sempre que possível, apenas os adultos saudáveis deverão cuidar dos recém-nascidos.

Amamentar protege os bebés da gripe A?

Os bebés não amamentados estão mais vulneráveis à infecção e à hospitalização, por doença respiratória grave, do que os amamentados.

Os recém-nascidos não amamentados têm menor capacidade de se defenderem da infecção pois não dispõem dos anticorpos protectores que passam no leite das mães.

Se eu estiver doente, posso amamentar o meu bebé?

Sim. O aleitamento materno deve ser apoiado também perante esta doença, porque protege os bebés de infecções respiratórias.

A mãe doente com gripe A deve ser encorajada a fazer a extracção do seu leite com uma bomba directamente para o biberão. Durante o período de contágio, o bebé deverá receber o leite que a mãe extraiu, dado por um familiar não doente.

Se estiver doente com gripe A e não houver ninguém que possa cuidar ou alimentar o seu bebé, é importante ter cuidados que evitem o contágio:

•  Ter cuidado em não tossir ou espirrar a menos de 1 metro do bebé ou para a sua face.

•  Proteger o nariz e a boca com um lenço quando tosse ou espirra.

•  Lavar as mãos depois de espirrar ou tossir.

•  Utilizar máscara quando cuida do bebé. (Substitua-a se a sentir húmida)

•  Retirar a máscara tocando apenas nos atilhos/elásticos e não na frente (se tocar na parte da frente da máscara deve desinfectar cuidadosamente as mãos antes de tocar no seu bebé).

O vírus pode transmitir-se pelo leite materno?

O risco de transmissão através do leite é desconhecido. No entanto, os estudos efectuados sobre virémia no leite humano na gripe sazonal, sugerem que esse risco é raro, pelo que se supõe que a passagem deste vírus no leite seja também pouco provável. As mulheres doentes com a gripe A(H1N1) devem extrair o leite com uma bomba, para recipientes próprios, e pedir a alguém que esteja saudável que o dê ao bebé.

Posso amamentar se estiver a tomar medicamentos para prevenir ou tratar esta gripe?

Sim. Não é necessário suspender a amamentação durante a profilaxia ou tratamento com antivirais. Os dados disponíveis revelam que os fármacos apresentam uma baixa concentração no leite (0,012mg/kg/dia, muito inferior à dose pediátrica recomendada, isto é, 2 a 4mg/kg/dia).

Interrompo a amamentação se suspeitar que tive contacto com o vírus da gripe A?

Não. As mães produzem anticorpos para combater as infecções com as quais entram em contacto e o seu leite fica adequado a debelar as mesmas infecções nos seus filhos. O aleitamento materno também ajuda a desenvolver a capacidade do bebé para se defender das doenças infecciosas. (Deve no entanto utilizar as medidas preventivas anteriormente descritas).

Se o meu bebé ficar doente, posso amamentá-lo?

Sim. O melhor que pode fazer pelo seu bebé doente é manter o aleitamento. Ofereça-lhe a mama com maior frequência.

Os bebés que estão doentes têm maior necessidade de líquidos. O que obtêm quando mamam é melhor que a água, o sumo ou soluções de reposição hidroelectrolítica, porque também ajuda a proteger o sistema imunitário do bebé.

Se o seu filho está tão doente que não consegue mamar, pode oferecer o seu leite por copo, biberão, seringa ou conta gotas.

Como proteger o meu bebé deste vírus?

•  Tenha um cuidado extra com as lavagens das mãos: faça-o mais frequentemente, com água e sabão, durante 40 a 60 segundos, ou com uma solução alcoólica.

•  Mantenha o bebé afastado de pessoas doentes ou áreas afectadas.

•  Limite a permuta de brinquedos com outras crianças sobretudo se os levam à boca.

•  Lave frequentemente com água e sabão quaisquer objectos que o bebé ponha na boca.

Fonte: www.dgs.pt

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Porra, nada de paranóias! Se têm medo de gripe A então têm de ter medo de tudo.

A minha protecção contra a gripe é esta: ignorá-la por completo. :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

ignorá-la por completo. :)

Ora aí está uma bela falta de conceito cívico.

Além de tudo, e atendendo ao facto de já não se fazer a despistagem se são casos de gripe sazonal ou gripe A, é preciso ter os cuidados referidos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ora aí está uma bela falta de conceito cívico.

Além de tudo, e atendendo ao facto de já não se fazer a despistagem se são casos de gripe sazonal ou gripe A, é preciso ter os cuidados referidos.

Ignorá-la por completo NÃO, tal e qual como não se ignora qualquer outra doença. Também concordo que não se deve entrar em paranóias, senão a vida torna-se insuportável. Mas, se todos estes planos de contingência são exagerados há uma coisa que já ficou. As pessoas, especialmente as crianças, interiorizaram hábitos de higiene que até aí secundarizavam.

Se há quem acredite que é tudo manipulado ....... não é nenhuma admiração. Também há médicos que são contra a tomada de vitaminas, contra a vacina da gripe sazonal, etc. E como não sou pessoa de ter certezas absolutas, deixo aqui a recomendação para que as pessoas com doenças crónicas estejam alerta, mas com tranquilidade (como dizia o Paulo Bento) :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Os planos de contingência são exagerados quando funcionam e a gravidade da situação é menor que o previsto (aliás, é para isso que serve o plano). Se em contrapartida, for de pouco impacto e existirem imensos casos, a culpa será de quem planeou e teve falta de visão ou pouco cuidado...

Preso por ter cão e por não o ter...

O curioso é que mesmo na gripe sazonal quase ninguem se vacina, nem os doentes crónicos nem os outros...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O curioso é que mesmo na gripe sazonal quase ninguem se vacina, nem os doentes crónicos nem os outros...

Achas? Se assim for então estou rodeada de gente que se vacina! Eu vacino-me há uma data de anos!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Só posso falar daquilo que tenho dados, e que serviu de exemplo...

Numa determinada unidade de saúde, para uma população de 10000 pessoas, foram administradas cerca de 140 vacinas.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Nunca é demais relembrar!

São oito as Medidas de Protecção recomendadas na prevenção da Gripe A (H1N1):

1 - Sempre que tossir ou espirrar tape o nariz

2 - Deite no caixote do lixo os lenços de papel

3 - Lave as mãos frequentemente com água e sabão

4 - Se tiver sintomas de gripe, ligue para a linha Saúde 24: 808 24 24 24

5 - Se tiver sintomas de gripe, guarde uma distância de, pelo menos um metro, quando falar com outras pessoas

6 - Se tiver sintomas de gripe fique em casa, não vá trabalhar nem à escola e evite locais com muitas pessoas

7 - Se tiver sintomas de gripe, evite cumprimentar com abraços, beijos ou apertos de mão

8 - Se não tiver as mãos lavadas, evite mexer nos olhos, no nariz e na boca

Gripe A (H1N1) (imagens): http://www.leme.pt/saude-e-bem-estar/gripe-a/

Dois gestos de protecção: http://sitio.dgidc.min-edu.pt/saude/Documents/Cartaz2.pdf

Cumps  :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Já se pode efectuar marcações de consultas via internet!...

Para quem tem médico de família e costuma ir ao centro de saúde, pode utilizar este portal: https://servicosutente.portaldasaude.pt/Acesso/faces/Login.jsp

Nesta fase, encontra-se disponível apenas para Utentes das Administrações Regionais de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo e Centro.

Brevemente será disponibilizado o acesso às restantes regiões

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Nesta fase, encontra-se disponível apenas para Utentes das Administrações Regionais de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo e Centro.

Brevemente será disponibilizado o acesso às restantes regiões

Pois, nesta altura ainda está em fase de arranque e ainda não foi muito divulgado!...

Esperemos que venha a ser útil!  :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Já me registei e acedi de imediato aos meus dados.

Acho que nos vai ser muito útil num futuro imediato.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Dependendo dos serviços este tipo de iniciativas pode funcionar... todavia numa sociedade onde cerca de 70% da população tem vacinas em atraso, cerca de 80% falta a pelo menos uma consulta no ano, previamente agendada... e quando cerca de 100% tem os dados errados, desactualizados ou incompletos... bem, acho que existe ainda muito a fazer.

Isto para não invocar o facto de exigirem sem terem a noção do que se exige...

Ás vezes, nos serviços de saúde, até me contenho para não me rir, quando alguém diz que tratar de um documento é uma urgência... algo como um atestado para a carta de condução ou mesmo uma declaração para um subsideo qualquer  ??? ??? ??? mas é a população que temos....

Outro aspecto, e que ninguém poderá nunca modificar é os tempos de espera.... é impossivel definir que cada utilizador vai demorar 20 minutos ou 30 ou 15... afinal, quem pode aferir da gravidade de cada situação? e que sentido faz parar ou expulsar a pessoa tratada a relógio???

Voltando à vacina, poderia-se dizer em parceria com as já administradas, as pessoas que a recusaram. A contabilidade pura diria x% vacinadas e y% que recusaram, perfazendo (x+y)% contactadas e assuntos resolvidos neste assunto. Invocar apenas as vacinadas implica colocar no ultimo grupo todos, mesmo os que já estão muito bem sem ela...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

E lá se descobriu (O que não era muito difícil) que afinal a Constipaçãozinha A foi só um pretexto para as farmacêuticas escoarem os seus stocks e ganharem ainda mais lucros com a venda da vacina...  ::) ::)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

E lá se descobriu (O que não era muito difícil) que afinal a Constipaçãozinha A foi só um pretexto para as farmacêuticas escoarem os seus stocks e ganharem ainda mais lucros com a venda da vacina...  ::) ::)

Escoar stocks não diria, porque a vacina tradicional da gripe só costuma ser contra as estirpes B e C - esta teve que ser produzida de raiz.

Agora, lá que eles ajudaram a empolar a situação para lucrarem com ela, isso também não discuto  8)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Escoar stocks não diria, porque a vacina tradicional da gripe só costuma ser contra as estirpes B e C - esta teve que ser produzida de raiz.

Agora, lá que eles ajudaram a empolar a situação para lucrarem com ela, isso também não discuto  8)

Vide o conteúdo do texto cujo título é A DESINFORMAÇÃO", : http://www.pedropais.com/forum/index.php/topic,1742.msg21002/topicseen.html#msg21002

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Resolução da Assembleia da República n.º 70/2010

Recomenda ao Governo o estudo da inclusão da vacina contra a gripe sazonal no Programa Nacional de Vacinação

A Assembleia da República resolve, nos termos do n.º 5 do artigo 166.º da Constituição, recomendar ao Governo:

O estudo da inclusão no Programa Nacional de Vacinação da vacina contra a gripe sazonal e a sua administração anual, através dos serviços de vacinação dos centros de saúde, a todos os indivíduos incluídos nos grupos alvo prioritários, que desejem que lhes seja administrada a vacina.

Aprovada em 18 de Junho de 2010.

O Presidente da Assembleia da República, Jaime Gama.

Aqui fica a informação de que o Governo vai estudar a possibilidade de incluir a vacina contra a gripe sazonal no Programa Nacional de Vacinação. A concretizar-se parece-me que será uma boa medida!...  ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead