José Ribeiro

Contas a Prazo - Rendimento Líquido

64 publicações neste tópico

Boa tarde

estou interessado em investir numa conta a prazo que valha mesmo a pena, para mais tarde poder amortizar uma grande fatia de capital em dívida relativa ao empréstimo da casa e só nessa altura aliviar a prestação mensal.

Em Agosto de 2008 a Euribor vai ser revista, e mantendo-se a actual tendência de subida, contrária à tendência de descida verificada em Fevereiro, Março..., parece-me que vou sofrer um ligeiro agravamento, pois se agora tenho 5,136% (Euribor a 4,886% em Dezembro) parece-me que vou para 5,3 e muitos%...

Gostaria que me fizesse uma análise detalhada em termos de rentabilidade liquida relativa ao mais recente produto lançado pelo Montepio Geral:

Montepio Rendimento Top

Quer petiscar sem arriscar? Subscreva até 18 de Julho.

http://www.montepio.pt/ePortal/v10/PT/jsp/oferta/RendimentoTop.jsp

Tão seguro quanto rentável

O Montepio tem de novo ao seu dispor um produto com elevada rendibilidade e segurança, o Montepio Rendimento Top 2ª série.

Um produto de subscrição limitada entre 16 de Junho e 18 de Julho, com garantia do capital investido no final do prazo e uma remuneração acima da média.

Período de Subscrição

De 16 de Junho a 18 de Julho de 2008, com liquidação financeira a 23 de Julho de 2008.

Montante mínimo de subscrição

500 Euros, com múltiplos de 50 Euros.

Prazo do Produto

10 anos. O Montepio tem a possibilidade de exercer o reembolso antecipado a partir do final do 5º ano.

Pagamento de Juros

Pagamento semestral de juros na conta à ordem.

De acordo com o que investiguei, neste caso por ser uma conta a prazo acima de 8 anos o estado não cobra 20% sobre os rendimentos. Estarei certo?

O valor a investir, pode ser 10000€.

Obrigado pela atenção dispensada

Cumps

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Logo à partida parece um investimento muito interessante - 1% de prémio acima da Euribor é muito bom.

Vamos aos cálculos:

Euribor 6M: 5,127%

Capital inicial: 10 000€

Como não há capitalização de juros, as contas são simples:

* Juros (brutos) ao longo dos primeiros 5 anos: 10 000 * 6,127% * 5 = 3063,5€

* Juros (brutos) nos 5 anos seguintes: 10 000 * 6,627% * 5 = 3313,5

Ou seja, uma rendibilidade bruta de 63,5% (ou TANB de 6,35%)

Quanto aos impostos. Sei que os depósitos até 5 anos são taxados a 20% de IRS; entre 5 e 8 anos a 16%; a partir de 8 anos 12%. A minha dúvida está no facto de saber se essas taxas são aplicadas desde o início do tempo de vida do empréstimo ou só a partir daquelas datas. Eu não consigo encontrar a legislação que regula estas deduções às taxas de juro para tirar dúvidas, convém confirmar isso com o banco. Parece-me mais lógico que só os juros vencidos a partir do 5º ano, por exemplo, gozem da taxa de 16%. Assim sendo:

* Juros (líquidos) ao longo dos primeiros 5 anos = 3063,5 * 0.8 = 2450,8€

* Juros (líquidos) dos 3 anos seguintes = 1988,1 * 0.84 = 1670€

* Juros (líquidos) dos últimos 2 anos = 1325,4 * 0,88 = 1166,4€

Total = 5287,2€ o que corresponde a uma rendibilide líquida de 52,87% (a 10 anos - ou seja, uma TANL média de 5,287%)

Nos cálculos efectuados assumi que o valor da Euribor se mantém constante ao longo dos 10 anos. Espero bem que nesse espaço de tempo as taxas voltem a descer a níveis mais baixos do que os actuais (embora ninguém possa fazer esse tipo de previsões com segurança) pelo que a rendibilidade real poderá ser mais baixa (mas nessa altura, provavelmente também o será a dos demais depósitos a prazo). Seja como for, considere os cálculos e as taxas apresentadas como meramente indicativos - os valores reais dependerão da evolução das taxas Euribor, naturalmente.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Duas chamadas de atenção:

1. Se investir neste produto certifique-se que não precisa do dinheiro antes dos 10 anos. A movimentação antecipada parece não ser tão simples como isso.

2. No propecto do produto na secção de regime fiscal só fala em taxas de 20%. Por se tratar deum produto de Obrigações e não de um mero Depósito a Prazo, não sei se os tais descontos em sede de IRS são aplicáveis (gostava mesmo de descobrir qual é o número do Decreto-Lei onde se apresentam essas deduções). Mais uma vez, esclareça-se junto do banco relativamente ao aspecto fiscal...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom dia

muito obrigado pelos seus esclarecimentos. Fiquei com uma noção mais clara do produto que a instituição bancária apresenta e já lhes coloquei a dúvida em relação aos descontos em sede de IRS relativamente ao produto em questão. Ficaram de me ligar assim que souberem uma resposta em concreto... Quando souber algo comunico!

A desvantagem deste produto, quanto a mim, é o facto de ser a 10 longos anos... Hoje não preciso, mas para o ano que vem não sei. É muito arriscado estar a investir a tão longo prazo e depois perder tudo à excepção do capital que entretanto já foi usado por eles para emprestar a outros clientes!

Pode-me dizer se á algum produto a prazo bastante atractivo por um prazo de 3 a 12 meses?

Cumps

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom dia

conforme disse, aqui estou de novo para trazer a reposta que obtive do Montepio Geral relativamente ao seu produto MONTEPIO RENDIMENTO TOP.

Como se trata de um produto cujos juros são depositadas semestralmente na conta à ordem então a retenção para efeitos de IRS é sempre de 20% sobre os juros obtidos. Se fosse uma conta de capitalização, então ai sim, seria como já foi aqui explanado.

Muito obrigado pelas sugestões sobre depósitos a prazo bastante atractivos. Vou analisá-los com alguma atenção!

Cumps

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Infelizmente, à 5 anos atrás tive a infeliz ideia de aderir a este produto. Na altura não percebia nada de nada sobre investimentos ou produtos bancários, se soubesse o que sei hoje nunca teria aderido a ele.

Pois na altura, quem me explicou o produto, era muito recente na altura e as duas pessoas que conhecia ao balcão desconheciam o produto, por isso acabaram por chamar outra pessoa para explicar o mesmo.

Imensa coisa foi deixada de fora na explicação e tinha me sido dito que o produto era de 5 anos..e não 10, que embora estivesse lá 10 anos eu perguntei na altura e disse que ao 5º EU...e não o montepio, poderia resgata-lo, e que se quisesse resgatar antes, teria penalização dos juros, coisa que é mentira, pagamos é a desvalorização dos titulos e provavelmente comissões de mercado, ora ter de pagar 25% do que investi para poder liquidar o mesmo não compensa, nem isso recebi de juros...

Como disse, se fosse hoje, e soubesse o que sei hoje nunca teria aderido ao mesmo, pois nunca quis ter lá o dinheiro preso a 10 anos...nem o Montepio pensa libertar a aplicação antes de 2018.

Tenho uma certa culpa no assunto, mas por ignorância e desconhecimento do assunto e terminologias ou que perguntas fazer na altura, coisa que quem me explicou o produto provavelmente aproveitou-se um pouco.

Sabem me dizer, se não existe nenhum protocolo ou método para recorrer de modo ao depósito ser libertado sem ter  de pagar a desvalorização que tomaram os titulos actualmente em 75%?

Abraços

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Infelizmente, à 5 anos atrás tive a infeliz ideia de aderir a este produto. Na altura não percebia nada de nada sobre investimentos ou produtos bancários, se soubesse o que sei hoje nunca teria aderido a ele.

Pois na altura, quem me explicou o produto, era muito recente na altura e as duas pessoas que conhecia ao balcão desconheciam o produto, por isso acabaram por chamar outra pessoa para explicar o mesmo.

Imensa coisa foi deixada de fora na explicação e tinha me sido dito que o produto era de 5 anos..e não 10, que embora estivesse lá 10 anos eu perguntei na altura e disse que ao 5º EU...e não o montepio, poderia resgata-lo, e que se quisesse resgatar antes, teria penalização dos juros, coisa que é mentira, pagamos é a desvalorização dos titulos e provavelmente comissões de mercado, ora ter de pagar 25% do que investi para poder liquidar o mesmo não compensa, nem isso recebi de juros...

Como disse, se fosse hoje, e soubesse o que sei hoje nunca teria aderido ao mesmo, pois nunca quis ter lá o dinheiro preso a 10 anos...nem o Montepio pensa libertar a aplicação antes de 2018.

Tenho uma certa culpa no assunto, mas por ignorância e desconhecimento do assunto e terminologias ou que perguntas fazer na altura, coisa que quem me explicou o produto provavelmente aproveitou-se um pouco.

Sabem me dizer, se não existe nenhum protocolo ou método para recorrer de modo ao depósito ser libertado sem ter  de pagar a desvalorização que tomaram os titulos actualmente em 75%?

Abraços

Na FIN concerteza que vinha a dizer que era de 10 anos...pronto o mal está feito.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Na FIN concerteza que vinha a dizer que era de 10 anos...pronto o mal está feito.

Sim dizia que era 2018, mas na altura não percebia a linguagem, e quando eu perguntei ao gestor na altura ele disse que eram 5, sempre falou em 5 anos, e que ao fim dsse tempo o poderia levantar, antes disso perdia os juros. Fui enganado e bem enganado, mas pronto, o mal está feito e eles nem ponderam liquidar o produto, lá vou eu ficar "entalado" mais 5 anos.

Por isso que tirei o meu último investimento de lá...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sim dizia que era 2018, mas na altura não percebia a linguagem, e quando eu perguntei ao gestor na altura ele disse que eram 5, sempre falou em 5 anos, e que ao fim dsse tempo o poderia levantar, antes disso perdia os juros. Fui enganado e bem enganado, mas pronto, o mal está feito e eles nem ponderam liquidar o produto, lá vou eu ficar "entalado" mais 5 anos.

Por isso que tirei o meu último investimento de lá...

Pode sempre efectuar uma reclamação da senhora que o enganou. Expor a situação ao Banco de Portugal porque foi enganado e demonstrar que o produto oferecido não correspondia ao que queria.

Acho que nestas situações o banco de portugal pode fazer algo (ou pelo menos devia).

Tenho cada vez mais a impressão que no Montepio os funcionários dos balcões ganham à comissão, quanto mais enganarem mais ganham!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pode sempre efectuar uma reclamação da senhora que o enganou. Expor a situação ao Banco de Portugal porque foi enganado e demonstrar que o produto oferecido não correspondia ao que queria.

Acho que nestas situações o banco de portugal pode fazer algo (ou pelo menos devia).

Tenho cada vez mais a impressão que no Montepio os funcionários dos balcões ganham à comissão, quanto mais enganarem mais ganham!

Eu incluindo fiz uma reclamação Online no montepio, coisa que não adiantou nada, talvez se fizer directamente ao Banco de Portugal possa adiantar algo. O problema é que a nível de provas apenas a minha palavra contra a do montepio, e os funcionários que lá trabalhavam à 5 anos não são os mesmos, rodam os funcionários mais vezes do que uma pessoa faz a inspecção ao carro.

E pela conversa que tive com um dos gestores do montepio, existem mais pessoas na "mesma" situação, não direi que enganados, mas que querem sair do produto devido a rentabilidade ter sido imensa, pois a euribor a 6 meses está muito baixa, mesmo com o que eles oferecem de 1% e 1,5% a partir do 5 ano, os juros são irrisórios. E essas pessoas são valores muito..mas muito mais altos. E o montepio simplesmente antes de 2018 não quer abrir mão deles.

Inclusive quando eu apareci no gesto com o Printscreen da Euronext com a desvalorização dos títulos ele até se engasgou, porque eles bem tentavam pegar que estava lá escrito 2018 e não sei que, muito bem, e eu espetei lhe que a questão não era essa, mas que me foi dito que eram 5 ANOS, nunca se falou em 10, que EU é que poderia optar por mais 5 anos mas apenas se já tivesse subscrito ao produto, e que poderia resgatar mas perdia os juros, coisa que é mentira, se resgatar tenho de pagara desvalorização.

E depois nunca me falaram disso, da desvalorização....

As reclamações para o Banco de Portugal tem de ser feitas por carta escrita registada, e-mail? Posso encontrar essas informações todas no site do BP certo?

Obrigado pela ajuda.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Envio-te o link para efectuares reclamação directamente ao banco de portugal (http://clientebancario.bportugal.pt/pt-PT/Reclamacoes/Paginas/DirectamenteBancodePortugal.aspx)

Reforça questões como a desvalorização do produto e do facto de teres sido enganado pela pessoa que te "vendeu" o produto.

Para teres sucesso revela que desconheces qualquer terminologia financeira e pensavas que estavas a subscrever um DP 5 anos.

Tu não podes desmobilizar antecipadamente porque és penalizado nos juros correcto? Esses juros são elevados? É que se não compensarem, na minha opinião, e visto que ainda falta 5 anos até 2018, resgata o produto e aplica-o num melhor.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Envio-te o link para efectuares reclamação directamente ao banco de portugal (http://clientebancario.bportugal.pt/pt-PT/Reclamacoes/Paginas/DirectamenteBancodePortugal.aspx)

Reforça questões como a desvalorização do produto e do facto de teres sido enganado pela pessoa que te "vendeu" o produto.

Para teres sucesso revela que desconheces qualquer terminologia financeira e pensavas que estavas a subscrever um DP 5 anos.

Tu não podes desmobilizar antecipadamente porque és penalizado nos juros correcto? Esses juros são elevados? É que se não compensarem, na minha opinião, e visto que ainda falta 5 anos até 2018, resgata o produto e aplica-o num melhor.

Boas,

Eu acabei por fazer ontem à noite a reclamação directamente nesse site, obrigado.

Isto foi em 2008, na altura que o estado deu autorização para a libertação dos Poupança Habitação (Provavelmente deram "em troca" a queda do rendimento dos Certificados de Aforro):

Esse produto foi inicialmente apresentado ao meu Pai, pois ele andava a ver produtos para investir entre vários apresentaram-lhe esse, também como sendo um depósito a prazo a 5 anos.

E a mim, durante TODO o processo sempre foi referido 5 anos, mesmo eu após perguntar do referente 2008/2018.

E eu na altura não fazia a mínima o que era um Titulo Obrigacionista, nem que tinha desvalorização, nem tal me foi informado, nem me foi informado verbalmente que este produto não se adequava ao meu perfil de risco/de investido. Estava escrito apenas no papel que me foi entregue no final, que assumo parte da culpa não li, pois é IGUALZINHO (tirando aquela nota a dizer que não é adequado para mim) aos muitos papeis que ja assinei de cada vez que entrego o numerário para depósito, pois assinei à confiança.

E sim, frisei o facto que desconhecia a linguagem utilizada e acreditei na pessoa que me estava a vender o produto, aliás dois dos gestores desconheciam-no, por isso preferiram não arriscar e chamar alguém que o conhecia para mo apresentar.

"Tu não podes desmobilizar antecipadamente porque és penalizado nos juros correcto? Esses juros são elevados? É que se não compensarem, na minha opinião, e visto que ainda falta 5 anos até 2018, resgata o produto e aplica-o num melhor."

Quanto a isso, aí está o pior de tudo, o que investi foi baixo, e o que ganhei de juros devido à baixa da euribor e subida do imposto é 1/4 do que eu teria de pagar se quisesse resgatar antecipadamente, devido à desvalorização dos titulos, pois valiam ontem 73% do valor nominal, ou seja teria de pagar no minimo 450e....ora nem ganhei isso de juros. E é o ponto que me disseram que SE resgatasse antecipadamente, perdia os juros, ora nada disso, eu tenho é de pagar o atrás referido.

E eu perguntei lhes várias vezes se pensavam libertar o produto, ainda para mais que o meu valor é "irrisório" não lhes faz mossa, e várias vezes disseram que não, para esquecer, que era irrevogável (ainda fizeram piada que não era irrevogavel como o portas). Eu até no ano anterior perguntei várias vezes se podia levantar o montante para juntar a um outro e disseram que nao aconselhavam antes do 5º ano, senão o estado dava lhe um corte de 25%, o que é mentira, os 25% é da desvalorização dos titulos, ou me estavam a dar peta ou nem eles sabem o que é o produto.

Ainda fiz ver ao banco do porque de eu nunca teria feito a 10 anos, por que o ano passado acabei os estudos e a querer usar o dinheiro para inicio de vida profissional e não posso. E depois a conta jovem acaba aos 30 ou 31, e ou 3 anos antes do final do deposito, quando perco isenção das taxas de manutenção, e perante a actual conjuntura sócio-económica não garantia que na altura estivesse já a trabalhar, logo nãoteria como comportar o valor de 60e ano de taxas de manutenção, nem como ter isenção das mesmas.

E perguntei que perante o atrás explicado, o que poderia fazer ou se havia protocolos de protecção para o cliente, pois fui enganado. Não houve total transparência por parte deles nem toda a informação me foi facultada.

Agora é esperar para ver o que diz o Banco de Portugal ou se o Montepio me contacta, pois certamente serão notificados da queixa.

E de realçar que já tinha apresentado queixa no montepio ONLINE ao qual me deram apenas solução de como resgatar, claro que penalizado. E que apenas tomavam nota da reclamação para , MELHOR ME SERVIR FUTURAMENTE.

SE o banco de portugal conseguir que me libertem o investimento, vou retirar de lá TODO o meu dinheiro e encerrar a conta.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tenho um caso parecido no Montepio e para o resolver terei de assumir perdas de juro e de capital...

O produto deveria ser de capital garantido com distribuição de rendimentos anuais. No entanto, devido à modalidade em si, embora o capital seja maior o rendimento cada vez diminui mais.

Já foram efetuadas reclamações por várias vias e o único resultado à vista é continuar com o produto até ao fim por forma a não perder capital.

A reclamação para o Banco de Portugal obteve como resposta que a entidade competente para analisar o caso deveria ser a segurança social. A segurança social respondeu que a entidade competente deveria ser o Instituto da segurança social... e a DECO respondeu que o caso era demasiado complexo para que eles pudessem efetuar qualquer intervenção com sucesso.

Resta-me desejar boa sorte para o caso do RCosta85. Todos acabamos por passar por elas!...  :P

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tenho um caso parecido no Montepio e para o resolver terei de assumir perdas de juro e de capital...

O produto deveria ser de capital garantido com distribuição de rendimentos anuais. No entanto, devido à modalidade em si, embora o capital seja maior o rendimento cada vez diminui mais.

Já foram efetuadas reclamações por várias vias e o único resultado à vista é continuar com o produto até ao fim por forma a não perder capital.

A reclamação para o Banco de Portugal obteve como resposta que a entidade competente para analisar o caso deveria ser a segurança social. A segurança social respondeu que a entidade competente deveria ser o Instituto da segurança social... e a DECO respondeu que o caso era demasiado complexo para que eles pudessem efetuar qualquer intervenção com sucesso.

Resta-me desejar boa sorte para o caso do RCosta85. Todos acabamos por passar por elas!...  :P

Eu estive a ler a FIN e outra coisa que reparei é que não fala em capital garantido ou protecção pelo Fundo de Garantia de Depósitos, aí está outra coisa.

A questão aqui que se pões é a falta de Transparência que o montepio teve para comigo na venda deste produto. E acho que neste caso sendo títulos penso que o banco de portugal podeeeeee é enviar para a CMVM, não sei.

É esperar para ver o que me dizem, porque é como referi, fui enganado, em mais que um ponto.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu estive a ler a FIN e outra coisa que reparei é que não fala em capital garantido ou protecção pelo Fundo de Garantia de Depósitos, aí está outra coisa.

A questão aqui que se pões é a falta de Transparência que o montepio teve para comigo na venda deste produto. E acho que neste caso sendo títulos penso que o banco de portugal podeeeeee é enviar para a CMVM, não sei.

É esperar para ver o que me dizem, porque é como referi, fui enganado, em mais que um ponto.

E agora dificilmente pode sair... nada de novo no "modus operandis"!...  :-X

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

E agora dificilmente pode sair... nada de novo no "modus operandis"!...  :-X

Exacto, agora dificil será que me libertem esse DP, que na realidade pelo que li, nem sei se poderá ser considerado um DP.

E ainda tem a lata de dizer para esquecer esse depósito, que é irrevogável.

E pelo que me disse o gestor, há mais clientes que reclamaram e com valores bem maiores face ao meu que acreditem é insignificante (não por serem enganados mas pelo decréscimo significativo da rentabilidade).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

"Irrevogável", como dizia o outro... ;D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

"Irrevogável", como dizia o outro... ;D

O pior de tudo, é que o gestor brincou com isso e tudo, disse que era MESMO Irrevogável e não "irrevogavel" como o "outro".  :P

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Exacto, agora dificil será que me libertem esse DP, que na realidade pelo que li, nem sei se poderá ser considerado um DP.

E ainda tem a lata de dizer para esquecer esse depósito, que é irrevogável.

E pelo que me disse o gestor, há mais clientes que reclamaram e com valores bem maiores face ao meu que acreditem é insignificante (não por serem enganados mas pelo decréscimo significativo da rentabilidade).

E as instituições de supervisão pouco adiantam a favor dos "lesados"!...

Exponha o seu caso o mais detalhado possível (se souber nomes dos intervenientes melhor) na reclamação que apresentar no livro de reclamações!!!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

E as instituições de supervisão pouco adiantam a favor dos "lesados"!...

Exponha o seu caso o mais detalhado possível (se souber nomes dos intervenientes melhor) na reclamação que apresentar no livro de reclamações!!!

Infelizmente não me lembro do nome do gestor que na altura apresentou o meu produto, foi à 5 anos atrás, e o montepio tem o hábito de rodar os empregados, para verem, no outro dia encontrei uma das pessoas que me costumava atender e com quem falava à vontade no montepio no caixa, já tinha entretanto em 5 anos rodado 2 sucursais no mesmo distrito.

Mas a reclamação foi feita e tudo explicado, agora é esperar que o BDP ou CMVM diga algo, tenho poucas esperanças mas a ver vamos. Porque é como disse, nunca faria se soubesse que eram 10 anos, até porque não me apetece pagar taxas de manutenção durante 2 ou 3 anos que perfazem 120 a 180e.

Eu não apresentei no livro de reclamações deles, apresentei directamente no portal do cliente do Banco de Portugal, ou seja apresentei directamente ao banco de portugal, pois ao escrever no livro no banco, o caso iria para eles na mesma, mas nunca se sabe se estes atrasariam o envio, assim fica entregue. Já tinha antes apresentado uma queixa online no site do montepio o que não deu em nada, apenas me disseram como o podia liquidar e que a minha reclamaçao ficaria registada para de futuro me melhor servir. Aqui há dias até fui à zona das mensagens e estranhamente não encontro nenhuma, nem enviada nem recebida, para minha sorte na altura imprimi a mesma como prova.

Obrigado pelas sugestões de todos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bem hoje no Portal do Cliente do BDP a situação da Reclamação está assim, vamos a ver no que dá:

- RECLAMAÇÃO sobre CONTAS DE DEPÓSITO REGISTADA em 16-07-2013;

- QUESTIONADA A ENTIDADE RECLAMADA em 17-07-2013.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Exacto, agora dificil será que me libertem esse DP, que na realidade pelo que li, nem sei se poderá ser considerado um DP.

E ainda tem a lata de dizer para esquecer esse depósito, que é irrevogável.

E pelo que me disse o gestor, há mais clientes que reclamaram e com valores bem maiores face ao meu que acreditem é insignificante (não por serem enganados mas pelo decréscimo significativo da rentabilidade).

Parece-me que esse gestor está a ter uma postura "incorrecta". Primeiro brinca com a palavra irrevogável, depois com o montante que é insignificante (o que para uns é pouco para outros pode ser muito). Devias, pelo menos era o que eu faria, efectuar uma reclamação interna ou até à DECO da forma como o banco te têm tratado. Tu EMPRESTAS dinheiro ao banco, mereces respeito.

É apenas uma sugestão mas será que se te deslocares directamente ao banco de portugal a tua situação não seria melhor explicada? (Não sei se estas questões se podem responder pessoalmente...)

Mas no Montepio não me espanta, já resgatei o que tinha para resgatar, fui pressionando para não atrasarem o processo, usando para tal o efeito "banco de portugal". Agora é esperar que me respondam ao que lhes respondi :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Parece-me que esse gestor está a ter uma postura "incorrecta". Primeiro brinca com a palavra irrevogável, depois com o montante que é insignificante (o que para uns é pouco para outros pode ser muito). Devias, pelo menos era o que eu faria, efectuar uma reclamação interna ou até à DECO da forma como o banco te têm tratado. Tu EMPRESTAS dinheiro ao banco, mereces respeito.

É apenas uma sugestão mas será que se te deslocares directamente ao banco de portugal a tua situação não seria melhor explicada? (Não sei se estas questões se podem responder pessoalmente...)

Mas no Montepio não me espanta, já resgatei o que tinha para resgatar, fui pressionando para não atrasarem o processo, usando para tal o efeito "banco de portugal". Agora é esperar que me respondam ao que lhes respondi :)

Atenção, quem referiu a parte do montante insignificante fui eu, porque é comparado com outras pessoas que tem nessa aplicação bem mais, mas sim para mim é muito. Mas sim brincou com a parte do irrevogável e no ano passado quando lhe perguntei sobre esse "DP" que tá associado a titulos do montepio para juntar a este que venceu este ano o mesmo disse que aconselhava a não resgatar pk perdia os juros e levava um corte de 25% do estado porque era antes do 5º ano, o que é mentira, esse corte era da desvalorização como já disse. Ou estava me a dar peta ou lá está, mais um que não sabe o que é que vendem.

Onde moro, no distrito não há representação do BDP, existia à muitos anos atrás mas fechou. A reclamação como referi acima está a ser comunicada ao Montepio, agora deve demorar a averiguação, é aguardar a ver o que é decidido, mas como alguns já dissera, será dificil decerto rularem a meu favor.

E eu já tirei de lá um depósito que venceu à uns tempos bem maior do que lá está retido por eles mesmo para lhes dar a "tacada". Eu já tenho conta lá desde os 16 em que comecei a trabalhar, e nunca tinha sido tratado assim....estão mesmo a desleixar.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead