José Ribeiro

Dicas para um Verão bem nutrido!

4 publicações neste tópico

Bom dia,

estava eu à procura de formas de poupar energia, recorrendo às simulações postas à disposição no site e descobri isto: http://www.pedropais.com/a-dieta-que-funciona-342.html

Não vou tecer muitos comentários em torno do assunto até porque este foi amplamente debatido lá, apenas alguns conselhos que o complementam, sendo o primeiro que vão lá dar uma vista de olhos!...  :D

Com a chegada do Verão, daqui a pouco acaba-se pois com tantos dias maus nem se sabe o que vestir nesta época, costuma ouvir-se: "Não posso comer isto, tenho de ficar bem no biquini", ou "Apetece-me tanto um gelado, será que engorda muito?".

As dúvidas e medos mantêm-se sempre que chega a época de mostrar a silhueta.

O meu conselho geral, é que devem cuidar do corpo (e da alma) durante o ano e não apenas nestas épocas. Evitavam, desta forma, aquela despesas com dietas mirabolantes ou a ida forçada/contrariada ao ginásio!...  ;)

A nível de conselhos particulares, sugiro o seguinte:

- Ingerir saladas, vegetais, fruta e comidas mais leves.

- Optar por grelhados e cozidos.

- Não abandonar a sopa, é essencial.

- Escolher o peixe e carnes brancas.

- Beber muita água, dois litros por dia (se não conseguir, pode sempre ingeri-los sob a forma de frutas, sopas...).

- Optar por gelados em mini-doses.

- Mexa-se. Aproveite para caminhar, na praia ou no campo.

Todos, no geral, sabem isto, mas cumprir...  ;)

Boas férias  8)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Segurança na praia

A praia é um local de férias por excelência. O longo areal e o mar transformam-na num espaço de relaxamento e divertimento apreciado por adultos e crianças. Mas, mesmo num local tão agradável, há alguns perigos que é preciso ter em conta.

O período de férias nos meses de Verão é a época ideal para desfrutar do calor, da praia e do mar, sem as obrigações, as responsabilidades e o stresse a que nem sempre é possível fugir durante o período laboral ou escolar. Um pouco por todo o país aumenta o fluxo populacional rumo ao litoral. Grupos de jovens, casais de namorados, famílias inteiras, excursões infantis, etc., procuram na praia momentos de diversão realmente memoráveis.

Mas, ainda que a palavra de ordem seja a despreocupação, há dicas de segurança e conselhos práticos que deve ter sempre presente para que as tão desejadas férias não se transformem num “mar” de problemas. Eis algumas sugestões:

•    Se gosta de nadar, banhar-se ou até caminhar na praia com as ondas a baterem nas pernas, prefira as praias vigiadas.

•    Respeite a sinalização indicada pelas bandeiras da praia, bem como os conselhos do nadador-salvador. Este, melhor que ninguém, conhece a praia onde trabalha e saberá as condições que o mar oferece aos banhistas.

•    Mesmo com a sinalização de bandeira verde, procure nadar paralelamente à costa e nunca contra eventuais correntes (deslocações de água atípicas) que surjam. As correntes levam frequentemente ao cansaço e a situações de pânico perigosas.

•    Se se sentir aflito (p.ex. cãibra, um pé preso numa rocha, uma ferida, etc.) não hesite em pedir socorro. A vergonha pode custar a vida… Evite também nadar sozinho. Com alguém por perto é mais fácil pedir auxílio perante alguma urgência.

•    Evite entrar repentinamente na água após exposição prolongada ao sol. Desta forma estará a prevenir eventuais choques térmicos.

•    Se desejar comer na praia, opte pelas refeições leves, cuja digestão é mais facilitada. A fruta é também uma óptima sugestão, uma vez que para além da rápida digestão que lhe está associada, tem uma elevada percentagem de água, importante para prevenir a desidratação.

•    Evite tomar banho e nadar nas 3 horas que sucedem cada uma das refeições. O contacto com a água, geralmente a uma temperatura mais fria que o corpo, faz com que o sangue se desloque para a periferia, afastando-o dos órgãos responsáveis pela digestão. Este fenómeno pode dar origem aquilo que vulgarmente designamos por congestão.

•    Mantenha sempre por perto uma garrafa de água. A exposição solar aumenta o risco de desidratação. Beber pequenos goles de 15 em 15 minutos é uma boa sugestão.

•    Mantenha as suas crianças por perto. A praia é um local que, pelo grande fluxo de pessoas, facilita a desorientação, em particular dos mais novos. Se alguma criança desaparecer, peça imediatamente ajuda à equipa de salvamento.

Continuação de boas férias  8)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Grelhados seguros!

Coma lentamente e, por entre garfadas, dê dois dedos de conversa...

Proteja-se do sol e tenha sempre por perto água fresca e refrescos de limão, café, chá gelado...

A temperatura assim o exige!

No final do dia aproveite para dar um passeio! A pé ou de bicicleta e em boa companhia...

Conselhos para um bom churrasco:

• Grelhe os alimentos em brasa, não em chama;

• Deixe uma distância de pelo menos 20 cm entre os alimentos e as brasas;

• Evite temperaturas demasiado altas e não passe demasiado os alimentos;

• Escolha alimentos pequenos e uniformes, que não demorem tanto tempo a grelhar;

• No caso das carnes de aves ou porco, verifique se estão bem assadas no interior, mas sem as deixar queimar;

• As marinadas (com vinho, cerveja, vinagre ou sumo de limão) acentuam o sabor, suavizam a textura e reduzem a formação de compostos cancerígenos;

• Aproveite as marinadas ou use azeite para pincelar os alimentos, evitando que sequem;

• Mantenha as saladas, o peixe e as carnes refrigerados até ao momento de as grelhar. A fruta e sobremesas com leite, iogurte ou natas devem permanecer no frio até à hora de servir.

Maravilhas que não têm preço mas que dão muito mais valor à vida!

Boas grelhadas  8)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Estratégias para vencer a “síndrome pós-férias”

Conselhos:

1. Tente regressar das férias alguns dias antes do trabalho.

Ao regressar de férias na véspera do dia de trabalho aumenta a probabilidade de sofrer sintomas menos agradáveis, como a ansiedade e a irritabilidade.

2. Tente levantar-se da cama progressivamente mais cedo nos dias que antecedem as responsabilidades laborais, pois pode favorecer a sua readaptação às rotinas do quotidiano.

3. Aproveite os primeiros dias de trabalho para estabelecer os objectivos a alcançar no ano que se segue.

Com maior ou menor intensidade, todos nós sentimos alguma nostalgia depois do período de férias. Nos casos em que as férias foram bastante prolongadas e/ou quando se deixou acumular demasiado cansaço antes do recurso às mesmas, poderão inclusive surgir episódios de ansiedade, angústia, enxaquecas (as tão conhecidas dores de cabeça), perda de apetite e até humor depressivo. Nada que do ponto de vista fisiológico e psicológico não tenha explicações evidentes.

Algumas razões:

a exposição ao stresse laboral, a readaptação às rotinas domésticas e aos horários matutinos, a reorganização familiar e, para quem vive em grandes cidades, o confronto com o congestionamento rodoviário.

Algumas precauções:

•    Evite regressar de férias na véspera do dia de trabalho! Reservar 2-3 dias para, progressivamente, se adaptar aos novos horários e rotinas, pode ser uma estratégia interessante para esboçar um sorriso no primeiro dia de trabalho.

•    Se aproveita as suas férias para prolongar o sono matinal, procure deitar-se um pouco mais cedo nos 3-4 últimos dias, levantando-se também um pouco mais cedo neste período. Certamente o regresso aos horários mais rígidos ficará facilitado.

•    Procure dormir tranquilamente entre 7 a 8 horas por dia, restabelecendo a energia que os primeiros dias de trabalho lhe podem tirar.

•    Não deixe as compras imprescindíveis para a última hora! Enquanto passeia nas suas férias, pode muito bem passar numa papelaria e adquirir alguns materiais escolares. Além disso, evita as habituais filas. E já agora, porque não guardar a lista de materiais a adquirir de um ano para o outro? Será menos uma preocupação…

•    Porque não aproveitar o fim das férias para planear as férias seguintes?! A adopção desta sugestão poderá ajudar a prolongar o clima de descontracção e alegria. Parece-lhe sugestivo?

•    Se a gastronomia das suas férias é tipicamente mais calórica, opte por incluir mais alimentos de origem vegetal nas refeições do período que se segue. As leguminosas, a fruta, os cereais integrais, os vegetais (especialmente os de folha verde e crucíferos) são especialmente interessantes para um melhor controlo do seu peso.

•    Aproveite a adaptação às velhas rotinas para incluir também algumas outras mais saudáveis! Por exemplo, a inscrição num ginásio ou o início de um programa de caminhada com o(a) melhor amigo(a).

•    Guarde na sua memória os melhores momentos que desfrutou nas férias: os locais mais bonitos, os restaurantes mais encantadores, as praias mais relaxantes, as brincadeiras mais ridículas (!), as músicas mais aconchegantes, os beijos mais refrescantes… Relembrar estes momentos nos momentos mais stressantes dos primeiros dias de trabalho pode ser suficiente para conseguir maior tranquilidade e resiliência.

•    Finalmente, e já a pensar nas próximas férias… Seleccione previamente a banda sonora que irá ouvir mais frequentemente, de preferência com melodias relaxantes e alegres!

in Guia de Saúde

Cumps  8)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead