Pipocas

Alternativa aos Sacos "plásticos"

29 publicações neste tópico

Já há algum tempo que andava à procura de uma alternativa aos sacos plásticos.

Normalmente, quando vou ao Pingo Doce, costumo levar sacos de outras superficies, mas já me tenho esquecido e lá tenho de comprar o dito saquinho a 2 cêntimos.

Hoje encontrei um saquinho muito giro de tecido, tipo impermeável, na loja CASA. Custou-me 1 euro, tem uma bolsa com uma mola para podermos guardá-lo lá dentro e dá para colocar no porta chaves.

Deste modo, em 50 visitas ao Pingo Doce, pago o meu "investimento" e Sou Mais Amiga do Ambiente :D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boas.

Eu cá uso um dos do IKEA (Azuis). Tenho sempre um no carro!

Cumprimentos

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tenho de arranjar um tempinho para ir à procura de um desses sacos para andar com ele na mala, pois quase diariamente passo pelo Pingo Doce e lá vem mais um saco de plástico.

Esses do Ikea são grandes demais e não dão jeito para andarmos sempre com eles.

Se não gostarmos do nosso planeta, quem gostará?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Fátima, os que comprei na loja "CASA", são do tamanho dos sacos plásticos normais. Um é cinzento com bolinhas brancas o outro é cinzento às riscas brancas. :)

Os do IKEA, realmente, são muito grandes, para comprar meia dúzia de compras não dão muito jeito mas para comprar mais coisas já dão. Boa Narciso ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Esta história dos sacos de plastico... acho que tem o que se lhe diga!

Eu uso sacos dos hipers, não tenho qualquer pudor nisso!

Só que, faço-o conciente do nº de sacos que devo usar!

Ou seja... se eu deixar que as meninas das caixas me coloquem as compras no saco levo mais 5 sacos do que aqueles que realmente preciso! Por isso, normalmente sou eu que faço a gestão do nº de produtos que levo nos sacos! E consigo poupar!... até porque...

Eu preciso dos sacos em casa... para poupar na compra de sacos de lixo!

O problema que os ambientalista alertam é muito para o facto das pessoas levarem as compras em demasiados sacos e depois abandonam-nos em qualquer parte... aí sim prejudicando o ambiente!

Ora, se eu em vez de comprar sacos de lixo (que teria obrigatóriamente de o fazer) trouxer menos sacos dos hipers e lhes der uso... já faço a minha parte na poupança... penso eu! :)

Cumprimentos

Patrícia_H

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ou seja... se eu deixar que as meninas das caixas me coloquem as compras no saco levo mais 5 sacos do que aqueles que realmente preciso! Por isso, normalmente sou eu que faço a gestão do nº de produtos que levo nos sacos! E consigo poupar!... até porque...

Ora, se eu em vez de comprar sacos de lixo (que teria obrigatóriamente de o fazer) trouxer menos sacos dos hipers e lhes der uso... já faço a minha parte na poupança... penso eu! :)

Eu faço o mesmo, com mais uma pequena variante - quando começo a acumular muitos sacos, dobro-os muito bem dobradinhos e começo a levá-los comigo de volta. Ao chegar à caixa, tiro-os do bolso e vou começando a encher primeiro os que levei e só depois, se necessário, começo a usar dos que me dão.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Esta semana recebi um mail sobre o tema dos sacos de plástico que vinha mesmo a propósito agora... só nãi sei como o colocar aqui na resposta  ::)

Dêem-me uma ajuda... é super interessante.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Esta semana recebi um mail sobre o tema dos sacos de plástico que vinha mesmo a propósito agora... só nãi sei como o colocar aqui na resposta  ::)

Dêem-me uma ajuda... é super interessante.

Copy - Paste  ;)

Se for uma imagem ou um ficheiro, podes anexar à mensagem - Clicas em opções adicionais, por baixo da caixa de resposta.

Se não, reencaminha para o meu email e eu vejo o que posso fazer...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Para as compras pequenas comprei um saco de plástico reforçado (€0,15), que dá para uma catrefada de coisas e trocam-mo se o rasgar. Seems like a good deal to me.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

:)

Na casa antiga, usava os sacos plásticos para o lixo doméstico e para o "vidrão".

A casa nova veio equipada com balde do lixo por baixo do lava-loiças, mas é um balde grande, os sacos de plástico normais são muito pequenos para este balde, tenho de comprar sacos do lixo obrigatoriamente.

Às vezes ponho-me a pensar, como faziam as pessoas antigas ???.

Acho que colocavam o lixo directamente no balde. Esta técnica é mais ecológica mas tem desvantagens. O balde fica todo sujo e tem de ser lavado sempre que é despejado. Para muita gente isto significa, lavar o balde todos os dias o que não é nada prático,para além disso, propaga mais cheiros e bactérias (?)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Às vezes ponho-me a pensar, como faziam as pessoas antigas ???.

As pessoas antigas atiravam os restos de comida para um prato ou bacia e davam a comer aos porcos ou punham à porta para os cães da rua. Depois lavavam o prato junto com o resto da loiça. Vida simples... :D

Hoje em dia não só não temos animais (ou aos que temos não damos restos), como ainda por cima o nosso lixo não é só restos de comida. Mesmo assim, para quem tenha um terreno, pode pensar em fazer compostagem dos resíduos orgânicos - poupa depois no adubo para as plantas...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

pauloaguia :)

Não é preciso irmos tão longe no tempo. Hoje em dia ainda há pessoas a usarem estes métodos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

As pessoas antigas atiravam os restos de comida para um prato ou bacia e davam a comer aos porcos ou punham à porta para os cães da rua. Depois lavavam o prato junto com o resto da loiça. Vida simples... :D

Hoje em dia não só não temos animais (ou aos que temos não damos restos), como ainda por cima o nosso lixo não é só restos de comida. Mesmo assim, para quem tenha um terreno, pode pensar em fazer compostagem dos resíduos orgânicos - poupa depois no adubo para as plantas...

Compostagem eu faço e recomendo. Tinha o problema de ao cortar a relva não ter onde a colocar. Foi então que me resolvi a comprar um compostor e tenho-a lá num cantinho, onde deito a relva, restos de comida e folhagem.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Faz-me confusão: nós andarmos a pagar sacos em alguns Supermercados, andarmos a levar sacos de casa. Preocuparmo-nos com estas questões e depois em todas as superfícies quando compramos, pão, fruta, produtos na charcutaria lá vem o belo do saco plástico obrigatoriamente.  ???

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Faz-me confusão: nós andarmos a pagar sacos em alguns Supermercados, andarmos a levar sacos de casa. Preocuparmo-nos com estas questões e depois em todas as superfícies quando compramos, pão, fruta, produtos na charcutaria lá vem o belo do saco plástico obrigatoriamente.  ???

Nem todas. Nos supermercados onde os vegetais são pesados na caixa, podes passar sem o saco. (Ora aqui está uma boa sugestão para deixar na caixa de sugestões do Jumbo quando lá for logo à tarde :))

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Estive a falar com uma avó de 93 anos que mora em Lisboa desde os 15 anos. Perguntei-lhe como era "no tempo" dela.

É delicioso ouvi-los falar...

Colocavam o lixo em caixotes de madeira forrados com papel de jornal. Este caixote era lavado, normalmente, 1 vez por semana com água e sabão.Era a ver quem é que tinha o caixote mais limpinho do bairro...

Colocavam o caixote à porta de casa e um homem despejava-o para dentro de uma carroça.

O pão era transportado em sacos de pano.

As compras eram encomendadas na mercearia, mais tarde o marçano levava-as a casa.

O talho seguia a mesma regra, a carne ía embrulhada em papel "pardo".

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Estive a falar com uma avó de 93 anos que mora em Lisboa desde os 15 anos. Perguntei-lhe como era "no tempo" dela.

É delicioso ouvi-los falar...

Colocavam o lixo em caixotes de madeira forrados com papel de jornal. Este caixote era lavado, normalmente, 1 vez por semana com água e sabão.Era a ver quem é que tinha o caixote mais limpinho do bairro...

Colocavam o caixote à porta de casa e um homem despejava-o para dentro de uma carroça.

O pão era transportado em sacos de pano.

As compras eram encomendadas na mercearia, mais tarde o marçano levava-as a casa.

O talho seguia a mesma regra, a carne ía embrulhada em papel "pardo".

Não resta dúvida, andámos anos e anos a evangelizar o descartável para agora descobrirmos aquilo que já se sabia: a reutilização é essencial.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Quanto a sacos de plástico é muito fácil – utilizo-os todos quando vou à rua passear o meu cão, é outra forma de poupar o ambiente… ;D

Aproveito para perguntar a quem tem cão, claro, se quando vai de férias o deixa nalgum hotel***** para animais ou se por ventura tem a sorte de o poder levar consigo.

E já agora, preços da estadia dos animais em hotel de *****.

João

8)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

RHCP  :)

Não tenho cão mas ouvi falar que há certos estabelecimentos de Turismo Rural/Turismo de Habitação que deixam levar o animal de estimação.

Salvo erro, aqui deixam: Monte Cabeço do Ouro.

Quanto a hotéis para animais, vê aqui: http://animais.jcle.pt/Servicos/Hoteis/

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado PIPOCAS

Possivelmente, não me fiz entender. O meu post é no sentido de recolher experiências que outros donos e seus respectivos cães têm tido nas férias. Como é quando levam o cão? (condições, preço extra…) e sem cão? (quais os hotéis onde costumam deixar o animal (condições, preços…).

Pessoalmente costumo deixar o meu cão no hotel***** da Quinta da Tílias, Palmela. É um ‘espectáculo’. Há quem diga que existem restaurantes cuja higiene não é tão boa como na Quinta das Tílias.  ;D

Preços???  :o

Uma semana de estadia, com direito a banho (à saída), transporte de recolha e entrega do animal (no meu domicilio), custa tudo cerca de 120/150 euros (não me recordo ao certo mas não deve fugir muito a este valor).

De salientar que o cão vai e vem feliz. Não mostra sinais de maus-tratos ou de tristeza.

Este ano não recorri nem vou recorrer aos serviços deste espaço – é ano de crise.

João

8)

P.S.- Não é minha intenção promover o canil, até porque não tenho nenhuma quota na empresa, embora em função dos valores que já lá deixei (nos últimos 5 anos) bem poderia ser um sócio minoritário…

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

RHCP :)

Realmente é puxadinho...

Deveriam haver mais sitios onde deixassem levar animais de estimação, assim as férias não sairiam tão caras :-\

Estive a pesquisar na net a quinta que mencionaste, http://www.canildastilias.com/, não dão muita informação, fizeste bem em nos dar mais elementos ;D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

É verdade, Pipocas

O sítio deles na net praticamente não existe. Já teve mais informação num passado recente, embora na realidade nunca tenha funcionado a 100%.

Confesso que não é por falta de eu reclamar a situação ao proprietário (o Sr. José Cansado – excelente pessoa), mas o homem ou trata bem dos cães (dos nossos e dos dele) ou trata do site. Não há tempo para tudo.

De facto, o preço é ‘puxadote’ mas a qualidade também se paga. Se quando vou de férias  ;D gosto de a ter – o mesmo desejo para o meu cão.

João

8)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde,

Gostaria de informar uma descoberta que fiz muito recentemente! OS SACOS DO PINGO DOCE PODEM SER TROCADOS INDEPENDENTEMENTE DO DANO!! Ou seja aqueles sacos que pagamos 2 centimos por eles e os danificados logo a saida do supermercado podem ser trocados GRATUITAMENTE!!

USEM E ABUSEM! EU JÁ TROQUEI E COMPROVO! :) :) :);):D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Olá,

Queria que me dessem, se possivel, sugestões para arrumarmos os sacos plasticos.

Antes colocava-os numa gaveta, mas ao fim de pouco tempo ficava cheia, depois comecei a dobra-los direitinhos (sabem como é? ficam mesmo bastante reduzidos) só que rapidamente perdi a paciencia, agora meto-os todos dentro de um numa das portas do armário.

Têm outras sugestões?

Dão sempre jeito, e claro, não os quero deitar fora, mas tb não me agrada o espaço que ocupam...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead