Flex

Divida à Segurança Social

25 publicações neste tópico

Olá,

Comecei a trabalhar como trabalhador independente, no ano de 2003 tendo, passado um ano de isenção, me inscrito na segurança social para começar a paga-la. Na altura disseram que me enviariam uma carta para casa quando fosse hora de o começar a fazer e rindo em tom jocoso, disseram-me que iria ter que esperar pela dita pelo menos durante um ano e que o melhor seria juntar o dinheiro num banco e tentar ganhar alguns juros.

A verdade é que passou-se mais do que um ano. Passaram-se 4 e meio e nao recebi a carta. Depois de um ano e tal ter passado, devido à minha situação económica não me convinha começar a paga-la ( queria comprar casa, constituir familia etc e deixar as finanças estabilizarem) Por isso, em vez de me ter dirigido à SS deixei passar mais estes 3 anos. Foi um erro, óbvio, porque a divida foi acumulando e o dinheiro que tenho posto de lado não chega para cobri-la na totalidade.

Entretanto soube que provavelmente nao recebi a carta porque a segurança social tem a morada da minha anterior residencia. Pelo que nao sei se foi avisado de alguma coisa ou não, tendo em conta que posso nao o ter sido uma vez que ha imensos casos de pessoas que so recebem estas cartas passados uns largos anos. De qualquer forma eles tem duas moradas no sistema uma correspondente à primeira informação da segurança social e outra referente à actividade aberta. ( será que posso alegar que o erro é deles por nao terem corrigido a morada? )

Durante estes anos ganhei uma média inferior a 850 euros mes. pelas minhas contas a divida devem ser uns 7500 euros mais juros de mora.

Entretanto fechei actividade e vou ter que reabri-la em Julho. Dirigi-me à SS mas eles nao foram muito esclarecedores em relação a como resolver a minha situação. Em breve vou ter que reabrir actividade e voltar a descontar. Parece que nesta altura "activa"???

Tou um pouco lixado. Vou ficar com a minha suspensa até pagar esta dívida.E embora queira cumprir com as minhas obrigações, a verdade é que só o posso fazer de uma forma que seja viável para mim e justa ( bem sei que pagamentos justos é algo que não existe quando se trabalha a recibos verdes)

Tenho algumas perguntas cujas respostas penso que me podem resolver parcialmente a situação ou minimizar pelo menos parte dos danos.

1.Esta suposta carta que devia ter chegado dando noticia do inicio do pagamento, é uma carta com aviso de recepção ou uma carta simples? Poderei alegar que nunca recebi a carta ou qualquer notificação explicando ou nao o problema da morada e assim ver parte da divida ( a respeitante aos juros de mora ) perdoada?

2. o plano viável de 2009 permite o pagamento a 36 e 60 prestações da divida. Já li que esta ultima é para dividas superiores a 5100 euros mas tambem vi outro valor: 51000euros. Poderei eu pedir este plano tendo em conta que a minha situação financeira nao me permite pagar a divida toda de uma vez.

3. Li tambem que o plano so pode ser pedido depois de 30 dias de notificação. Eu nem sei se fui notificado por causa do problema da morada. Poderei pedir o plano para depois mesmo tendo passado os 30 dias?

4. Será que posso ir pagando o que devo para trás e ir ficando a dever a parcela correpondente ao que entretanto for ganhando sem consequências tirarem-me os bens, etc Tendo isto a consequencia de provavelmente ficar eternamente individado (pagando a divida e contribuindo mensalmente para a ss significa que deverei pagar à ss 400 euros mensais. algo impossível para mim)

5. Posso deixar prescrever a divida? Sei que sao 5 anos e esse prazo esta a aproximar-se. È possivel deixar prescreve-la depois do plano de prestações aprovado? Será possivel pagar a segurança social referente aos valores que entretanto for ganhando, deixando a divida que ficou para trás prescrever.

6. Quais as consequencia de estar individado no que se refere a apoios do estado? Posso candidatar-me a subsidios tendo acordado um pagamento das dividas em prestações e estando a paga-las? Ou só posso faze-la quando a divida tiver toda saldada? Posso candidatar-me a empregos do estado?

7.Supostamente pelo que mais ou menos percebi a divida ficara activa no momento em que me colectar novamente como trabalhador independente. ( parece que isto esta relacionado com a troca de informações informaticas que existe entre as finanças e a ss.) Esta informação que possuo é correcta?

8. Em que altura posso aderir ao plano viável? antes ou depois do aviso de penhora ou a qualquer altura desde que o montante da divida seja elevado?

Qualquer ideia, sugestão ou aviso para resolver ou clarificar a minha situação será bem vinda e agradecida.

Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Caro Flex:

O que tenho para te dizer se calhar não é agradável, pelo que peço desde já desculpas. No entanto, tenho que te dizer que, independentemente da justiça/injustica que indicas, tinhas que ter mudado a tua residência, logo a culpa de terem passado anos sem regularizares a situação é tua.

Já agora, se não tivesses de reabrir actividade "fingias" que estava tudo bem?

Como deves calcular há muita gente que não gosta de pagar impostos e paga, para não se encontrar nessa situação. Temos que ser responsáveis pelos nossos actos e assumir as consequências  >:(

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O conselho que te dou é que nunca deixes impostos por pagar. Pois as financas tem o pao e a faca na mão, além de teres de pagar tudo o que deves ainda te lancam juros e coimas que nunca mais acabam.

Neste caso concreto se fosse eu procurava negociar o pagamento em prestacoes e nao deixava de pagar as prestacoes da actividade que vais iniciar agora.

Se não tivesse possibilidades de pagar tudo, fazia um emprestimo bancario, de longo prazo, e pagava as dividas antigas de uma só vez.

Pensa bem nas diversas soluções, pois se não pagares, a Seguranca Social PENHORA-TE A CASA E VENDE-A sem remorsos ou problemas.

Não sei qual a tua actividade, mas tenho um colega que é desenhador, que tinha tinha dificuldades em pagar a prestacoes da seguranca social, e optou pelo seguinte:

Em cada ano abre actividade somente em Junho e dezembro, e a seguir dá baixa da actividade, e passa todos os recibos do ano nesta data. Assim só paga as prestacoes destes meses.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Dívidas à Segurança Social, só se paga os últimos 3 anos, o que está para trás expira.

Podes abrir e fechar a actividade as vezes que quizeres e podes faze-lo através do site das finanças.

Se abrires a actividade em Janeiro começas a pagar Segurança Social em Fevereiro, ou se abrires em Junho, começas a pagar em Julho, mas se abrires e fechares no mesmo mês e repito no mesmo mês nunca tens que pagar Segurança Social.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

1.Esta suposta carta que devia ter chegado dando noticia do inicio do pagamento, é uma carta com aviso de recepção ou uma carta simples? Poderei alegar que nunca recebi a carta ou qualquer notificação explicando ou nao o problema da morada e assim ver parte da divida ( a respeitante aos juros de mora ) perdoada?

Falhaste ha´ que assumir. Nao vale a pena tentar fugir com base numa tecnicalidade.

De qualquer forma, ja´ ha´ alguns anos que as notificaçoes nao precisam de aviso de recepçao para serem consideradas validas, justamente por causa das pessoas que davam moradas erradas de proposito para nunca serem notificadas.

2. o plano viável de 2009 permite o pagamento a 36 e 60 prestações da divida. Já li que esta ultima é para dividas superiores a 5100 euros mas tambem vi outro valor: 51000euros. Poderei eu pedir este plano tendo em conta que a minha situação financeira nao me permite pagar a divida toda de uma vez.

Independentemente de haver planos especificos podes sempre tentar pedir `a SS o pagamento da divida em prestaçoes. Mesmo que nao sejam as 36 ou 60, pelo menos meia duzia de prestaçoes nao deve ser dificil obter, se a situaçao economica a isso obrigar.

3. Li tambem que o plano so pode ser pedido depois de 30 dias de notificação. Eu nem sei se fui notificado por causa do problema da morada. Poderei pedir o plano para depois mesmo tendo passado os 30 dias?

Vai `a SS tirar essas duvidas quanto antes...

4. Será que posso ir pagando o que devo para trás e ir ficando a dever a parcela correpondente ao que entretanto for ganhando sem consequências tirarem-me os bens, etc Tendo isto a consequencia de provavelmente ficar eternamente individado (pagando a divida e contribuindo mensalmente para a ss significa que deverei pagar à ss 400 euros mensais. algo impossível para mim)

Nao percebi bem mas aplica-se o que disse atras - deves discutir o plano de pagamentos com a SS. O que quer que possamos dizer sera´ pura especulaçao, sem uma serie de dados... eles e´ que conhecem a situaçao toda.

5. Posso deixar prescrever a divida? Sei que sao 5 anos e esse prazo esta a aproximar-se. È possivel deixar prescreve-la depois do plano de prestações aprovado? Será possivel pagar a segurança social referente aos valores que entretanto for ganhando, deixando a divida que ficou para trás prescrever.

O prazo de 5 anos e´ ate´ seres notificado. A partir do momento em que es notificado para pagar a divida, o prazo e´ suspenso. Nao arrastava muito a situaçao se fosse a ti - so´ vais aumentar ainda mais a divida.

6. Quais as consequencia de estar individado no que se refere a apoios do estado? Posso candidatar-me a subsidios tendo acordado um pagamento das dividas em prestações e estando a paga-las? Ou só posso faze-la quando a divida tiver toda saldada? Posso candidatar-me a empregos do estado?

Penso que perdes o direito a qualquer beneficio fiscal (se fosse divida `as Finanças tenho a certeza que sim; acho, mas ja´ sem certeza, que as dividas `a SS tambem fazem perder estes beneficios). entre os beneficios fiscais encontram-se o poder deduzir juros de um emprestimo habitaçao, PPRs, etc.

Quanto a empregos acho que nao ha´ qualquer entrave.

7.Supostamente pelo que mais ou menos percebi a divida ficara activa no momento em que me colectar novamente como trabalhador independente. ( parece que isto esta relacionado com a troca de informações informaticas que existe entre as finanças e a ss.) Esta informação que possuo é correcta?

A divida esta´ activa. Tu ainda nao pagaste o que devias, pois nao?

8. Em que altura posso aderir ao plano viável? antes ou depois do aviso de penhora ou a qualquer altura desde que o montante da divida seja elevado?

Acho que quando chega `a penhora, ja´ se passou a fase das negociaçoes e seria tarde demais... Mais uma vez, vai rapidamente `a SS.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Dívidas à Segurança Social, só se paga os últimos 3 anos, o que está para trás expira.

Podes abrir e fechar a actividade as vezes que quizeres e podes faze-lo através do site das finanças.

Se abrires a actividade em Janeiro começas a pagar Segurança Social em Fevereiro, ou se abrires em Junho, começas a pagar em Julho, mas se abrires e fechares no mesmo mês e repito no mesmo mês nunca tens que pagar Segurança Social.

Desculpem estar a reabrir este tema, mas tenho uma situação familiar de falta de pagamento das contribuições, mas aqui o caso é mais grave e se alguem me poder esclarecer agradecia.

sitei este topico pois fiquei aqui com uma duvida..

"Dívidas à Segurança Social, só se paga os últimos 3 anos, o que está para trás expira."?

Depois gostaria de agradecer ao JRibeiro pelo seu post tao esclarecedor e devidamente fundamentado com Lei, que nós eternos leigos nunca iremos perceber. Mas deixo aqui o motivo que me levou a reabrir este post:

Um familiar esta colectado desde 2000, segundo ele, ao fazer a colecta disseram-lhe que depois de um ano se deveria inscrever na S.S. Aguardando a notificação para a sua inscrição (vou acreditar que possa ser verdade, pois como sabemos é um dever nosso ir á ss fazer o resgisto... mas adiante) A verdade é que nunca recebeu tal notificação, mas vou acreditar que possa ter existido falha de comunicação entre os serviços e ele, contudo a situação arrastou-se e deve ser resolvida o quanto antes.

A minha duvida é:

Inscrevendo agora, tera de pagar todas as contribuições em falta desde 2000?

Alguem que me esclareça ou que me de uma ajuda para eu tentar ajudar, pois o caso dele ainda n foi descoberto, mas por pressão minha e de familiares queremos que resolva esta situação e que regularize a mesma.

Alguem tem sugestões?

Grata Pela Atenção

scdf

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa noite!

O seu familiar é que tinha que efectuar a inscriçao voluntariamente. É pouco recomendavel, "fiar-se" que a SS ou os serviços do estado se preocupem connosco! É mais ao contrario!

Aconselho que se dirijam o mais rapido possivel a SS, para fazer a inscriçao e apurar se existe algum valor acumulado, por pagar e acordar com eles uma forma de pagamento, para o caso de nao ser possivel pagar na totalidade.

Na minha opiniao acho provavel que possa haver ja valores em divida e quando quando derem por eles, aí sim, podem esperar a notificaçao.... ou melhor.... as mil e uma notificaçoes >:(

Ao dispor, espero ter ajudado  ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

obrigado pela sua opnião, mas eu antes de la ir com ele, gostaria de ir mais informada sobre a situação em que ele está, li muita coisa na internet, vi muita legislação mas não encontrei casos expostos como este, pois n tendo ele feito a inscrição na ss, so gostaria de ter uma orientaçao em como lidar depois nesta situação, pegar num advogado para isto ja pensei seriamente, mas so queria pegar caso existisse mesmo essa necessidade, eu agora queria era mais informação sobre esta situação especifica. Fico grata por toda a ajuda que me possa dar relativamente a este caso e á questão que levantei que foi deixada por um dos elementos deste forum que sinceramente não percebi...

"Dívidas à Segurança Social, só se paga os últimos 3 anos, o que está para trás expira."?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Esqueça isso. Nunca expiram as dividas ao estado. Podem demorar anos ate notificarem os contribuintes para pagar, mas notificam. Senao imagine o que sería! Esperavamos 3 anitos e pronto, esqueciamos o assunto!

NUNCA. Ate pode acontecer com o vizinho da mercearia que se esquece da nossa divida do arroz ou do pao, mas NUNCA o estado.

E nao entendi porque haveria de envolver um advogado.... Pode explicar melhor?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pois calculo que tenha toda a razão, e eu concordo consigo, contudo tive de perguntar :D

Olhe falei num advogado simplesmente para me dar um enquadramento legal e possibilidades de resolução, sabendo eu que havera valores para pagar disso não há fuga, e paciencia terá de ser. Contudo ha casos, devidamente documentados que consegui encontrar de situações de dividas que prescreveram e que as pessoas acabaram por pagar, o post mais acima indica que as dividas prescrevem após 5 anos da data da falta do pagamento da contribuição. Mas assusta-me um pouco ir á SS pedir a relação do valor a pagar e depois de pagar virmos a descobrir que afinal não eramos obrigados a pagar, percebe? Acredite que ele não é ma pessoa, não é pessoa de se dar ás ditas dividas do deixa arrastar, pelo contrario, mas esta situação passou do limite e ate mesmo ele já nem, dorme.

Se alguem tivesse um caso semelhante e me pode-se dar uma orientação como agir... ou como lidou com a situação era preferivel, ate mesmo para eu não fazer figurinha quando la for mais ele :D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Entendo a sua questao, mas repare que se a divida estiver prescrita, nao lha cobram! Ao ir la, informam apenas de que nao existe divida alguma.

Aconselho a esclarecer tudo isso num balcao da SS. Vai ter mais despesas com um advogado do que talvez ao pagar na SS e dormir descansada.

Desejo boa sorte e que tudo corra pelo melhor ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Muito obrigado pelo apoio é o que irei fazer, contudo se alguem souber de uma situação similar a esta por favor me indiquem :D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ele vai ter que pagar as contribuições em falta desde a data em que se devia ter inscrito.

Se já passaram tantos anos provavelmente parte delas já prescreveu (convém perguntar se é o caso, eles podem "esquecer-se" de considerar isso).

Na altura fica a saber quanto está a dever e pode aproveitar e fazer logo o acordo para o pagamento (imagino que não queiram pagar anos de contirbuições logo de uma vez).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pois são essas as indicações que me tem dado, mas levanto outra questão, de acordo com a legislação e o processo de prescrição, pagaria apenas as dividas que ainda não  prescreveram ou seja neste caso falamos em 10 anos de falta de contribuições, mas os primeiros 5 anos já prescreveram correcto? OU seja uma contibuição que deve-se ter sido paga em Fevereiro de 2005, cadocou agora no passado mes de Fevereiro, certo ou estarei a entender mal?

Como vou mais ele na segunda feira á ss, quero ter a certeza destas coisas, pois eles podem impingir os 10 anos completos. E muito sinceramente por aquilo que tenho visto, não o vou obrigar a pagar, quando ha muitos que não pagam mesmo nada, nunca fizeram nada na vida e andam a viver do rendimento minimo, paga-se aquilo que se deve por Lei. Mas enfim isto para mim é mesmo so um desabafo.

Alguem sabe um site que se possa fazer uma simulação do valor que podera estar em falta para pagar, algo aproximado á realidade actual?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa noite,

também a mim aconteceu isto e estou a pagar tudo com juros em prestações.

Tenho uma pergunta que já algum tempo estou na dúvida.

Eu tenho a dívida em nome da minha antiga empresa que fechei em 31/12/2009. Já paguei quase tudo mas ainda falta uns 2.000€.

Se eu não pagar a dívida, eles até podem penhorar bens pessoais? Ou seja, eu com era sócio único, podem-me penhorar os bens senda a dívida ser em nome da empresa mas eu era o representante oficial (gerente)?

Obrigado pelo esclarecimento.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa noite,

Se tem um acordo de pagamento com a SS, não lhe vao penhorar qualquer bem, desde que cumpra com o acordo.

Que tudo corra pelo melhor :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sr eu tou na mesma situaçao k o seu amigo e sou uma senhora de 32 anos k vive sozinha e quando me inscrevi nas finanças para abrir actividade, nao me avisaram k teria de me increver na S.s, parece mentira mas eu era nova e bastante ignorante nesse caso pois tambem foi o meu 1º emprego e ha ja alguns anos descobri k errei mas nada fiz com receio do valor e de eu nao ter como pagar. agora visto k o Srº falou disso eu gostaria de saber se me pode ajudar.Como devo proceder?Ajude-me pois nao sei a quem decorrer.Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

olá boa tarde, recebi uma carta da segurança social a pedir para fazer a reversão para o meu nome pessoal, pois o plano de pagamentos da empresa não foi cumprido, eu mais a minha sócia recebemos as duas a carta da SS, no entanto, apenas dei a capacidade a minha sócia, sendo ela a unica dono (entre aspas), quando em apercebi da embrulhada onde me tinha enfiado, sai e ela ficou com a empresa, pediu plano de pagamento a SS, no entanto, não cumpriu, recebemos então a carta com pedido de reversão, ao qual eu respondi que não fazia parte da empresa, passado 2 meses de ter respondido, a carta, fui a SS, saber como estava o processo, e disseram me que a minha socia já tinha efectuado o pedido de pagamento de prestações em nome dela, e que eu iria receber uma resposta da SS, que até hoje nada, já se passaram mais do que 4 meses, o que faço, continuo a espera da resposta ? A SS não deveria ter um prazo tambem para me responder, uma ves que mo exigiu aquando a recepção da notificação ?ajudem me por favor, e se a minha sócia não cumprir com o acordo, podem vir novamente chatear me ?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Esqueça isso. Nunca expiram as dividas ao estado. Podem demorar anos ate notificarem os contribuintes para pagar, mas notificam. Senao imagine o que sería! Esperavamos 3 anitos e pronto, esqueciamos o assunto!

NUNCA. Ate pode acontecer com o vizinho da mercearia que se esquece da nossa divida do arroz ou do pao, mas NUNCA o estado.

E nao entendi porque haveria de envolver um advogado.... Pode explicar melhor?

As dividas ao Estado (vulgo impostos..) prescrevem ao fim de 8 (oito) anos se o Estado não as conseguir cobrar nesse espaço de tempo. Se o Estado não notificar isso nada quer dizer: pode notificar ao fim de 10 anos, mas nesse caso o contribuinte move um processo de oposição à cobrança e ganha no Tribunal. Esta a razão porque existem milhares de milhões de euros em impostos prescritos em Portugal - o Estado (diga-se em abono da verdade que agora com os computadores isso é mais dificil, evidentemente ) pura e simplesmente não conseguia cobrar os impostos e deixava prescrever. Até havia "empresários profissionais" desse estratagema, infelizmente, são os que andam de mercedes e ferraris a rir-se de nós, os pagantes. Cada vez há menos, felizmente.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

boa tarde

o meu namorado iniciou a actividade no ano 2006 mas so trabalhou a volta de 4 meses com os recibos entretanto esteve ausente durante 9 meses. a volta de 1 ano atras recebeu uma carta a disser que devia 7500 euros. fomos as finanças saber e la disseram nos que pagando uma multa que rondou os 100 euros que ja nao tinha divida nenhuma porque nao exerceu mais funçoes.

depois fomos a ss e la disseram nos que ele tinha a divida a mesma.

ele nunca mais recebeu o irs, mas sabiamos o pk!

este ano qual nao e o nosso espanto enviam lhe o cheque para receber o irs.

sera que enganaram se?

tou muito confusa.

alguem ja passou pelo ,mesmo  podendo assim ajudar me

obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa Tarde gostaria de saber qual é o valor da minha divida, e que até a data não consegui saber o Numero de Contribuinte é 509699006 M.C. Limpezas Sociedade  Unipessoal lda

e gostaria de saber tambem se podem penhorar a conta bancaria sem um pré aviso

Obrigado ,Atenciosamente

Margarida Correia

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

boa noite,

Venho por este meio perguntar, que estive a recibos verdes dez meses, paguei um mes de seguranca social e n paguei mais, porque escrevi uma carta para reclamar o valor da seguranca social e nunca responderam. Agora estou desempregada e recebi uma carta de notificacao de 30 dias, de 250 euros, isto e relativo so a um mes ou e o que? Tenho dois menores a meu cargo e como resolvo isto? Muito obrigada pela ajuda

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

boa noite,

Venho por este meio perguntar, que estive a recibos verdes dez meses, paguei um mes de seguranca social e n paguei mais, porque escrevi uma carta para reclamar o valor da seguranca social e nunca responderam. Agora estou desempregada e recebi uma carta de notificacao de 30 dias, de 250 euros, isto e relativo so a um mes ou e o que? Tenho dois menores a meu cargo e como resolvo isto? Muito obrigada pela ajuda

Na notificação não vem os valores detalhados com referência aos meses?

250 euros para 9 meses, é pouco.

Esses 10 meses era um reínicio (teve actividade aberta antes)?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

boas podem me informar para interromper a prescrição de dividas a segurança social que tipo de documento é necesário a segurança social enviar ??? ... quaisquer que seja o documento que enviar tem que vir registado .. correcto?? se for uma carta "normal" sem registo ? porque sem registo não existe prova alguma que o beneficiario tenha tomado conhecimento , e a lei diz que o beneficiário tem que tomar conhecimento da divida .. obrigado 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

gostaria que me informassem mais uma coisa sff se a segurança social enviar uma carta dita " normal " sem registo e se desta forma for considerada interompida  ( penso que não interrompe .  mas ... ) a prescrição , então começa a contar novamete 5 anos a contar da data dessa carta para a prescrição ? obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead