Entrar para seguir isto  
Seguidores 0
algo

Empresário em nome individual? Quais são os perigos?

6 publicações neste tópico

Olá Pessoal! Este é o meu primeiro post aqui. Acontece que sou um zero à esquerda no que toca a impostos.

Tenho 21 anos, vivo na margem sul, sou português :D

Até agora a minha experiência profissional consiste em estar desempregado.

Estive a ler alguns artigos acerca de Internet Marketing e é bastante aliciante. Mas tenho algumas dúvidas em relação aos impostos.

O meu plano é:

1- Abrir uma conta num banco, para ter um número de cartão de crédito.

2- Abrir uma conta no google adwords e começar a fazer publicidade a programas de afiliados. Por cada compra ganho algum dinheiro.

Segundo tive a investigar, esse dinheiro fica numa outra conta virtual e depois a empresa (clickbank) envia cheques para o meu correio, em dollars americanos que terão de ser depositados no banco.

A ideia é simples. Mas e que dizer dos impostos?

Em principio pouca gente consegue de facto ganhar dinheiro com o programa de afiliados. No entanto, se isso vier a acontecer o que é que eu faço com respeito aos impostos?  ???

Registo-me como empresário em nome individual? Como é que funciona depois com os impostos? Já sei que não tenho direito a subsídios ou férias. A minha preocupação especifica é mesmo no que se refere a poder ficar a dever alguma coisa ao estado caso ganhe algum dinheiro e depois aparecerem dois homens de fato e gravata e óculos escuros à minha porta para me levarem a mobília :)

A vossa ajuda seria muito apreciada. E já agora se pudessem dar umas luzes com respeito ao melhor banco para abrir a conta (com à volta de 100€ que estou a pensar investir)

Pensei neste banco: http://www.bancobpi.pt/pagina.asp?s=1&a=2&p=4&f=19&opt=f Acham que é uma boa opção para lidar com as transferências todas? Nunca tive uma conta no banco.

O meu muito obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boas, algo

Viver da net é algo ainda não muito fácil, o teu plano é bom, mas existem milhares, talvez milhoes com ele e apenas uma meia dúzia ganha algo de jeito com esse plano.

Não te preocupes já com o que vais ganhar e como o declarar, muitas dessas empresas não pedem sequer recibo dos ganhos que nos pagam, por isso não te preocupes, mesmo assim só por muita sorte vais ganhar "muito" nos primeiros tempos.

Sugiro-te uma coisa, em vez de gastares dinheiro a comprar publicidade, faz o teu blog (existem muitas formas de o fazer sem qualquer custo) e publicita aí os programas de afiliados, depois publicita é o teu blog, e existem inúmeras formas de o fazer sem custos.

Começa por aqui e se as coisas te correrem bem, depois podes começar a comprar publicidade.

Sobre o ser empresário em nome individual não te posso dar explicações que os meus conhecimentos nessa área também são escassos, mas estou certo que aqui no fórum há muita gente que te pode dar boas explicações dos prós e dos contras.

Abraço

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Olá Pessoal! Este é o meu primeiro post aqui. Acontece que sou um zero à esquerda no que toca a impostos.

O meu plano é:

1- Abrir uma conta num banco, para ter um número de cartão de crédito.

2- Abrir uma conta no google adwords e começar a fazer publicidade a programas de afiliados. Por cada compra ganho algum dinheiro.

Segundo tive a investigar, esse dinheiro fica numa outra conta virtual e depois a empresa (clickbank) envia cheques para o meu correio, em dollars americanos que terão de ser depositados no banco.

A ideia é simples. Mas e que dizer dos impostos?

Em principio pouca gente consegue de facto ganhar dinheiro com o programa de afiliados. No entanto, se isso vier a acontecer o que é que eu faço com respeito aos impostos?  ???

Registo-me como empresário em nome individual? Como é que funciona depois com os impostos? Já sei que não tenho direito a subsídios ou férias. A minha preocupação especifica é mesmo no que se refere a poder ficar a dever alguma coisa ao estado caso ganhe algum dinheiro e depois aparecerem dois homens de fato e gravata e óculos escuros à minha porta para me levarem a mobília :)

A vossa ajuda seria muito apreciada. E já agora se pudessem dar umas luzes com respeito ao melhor banco para abrir a conta (com à volta de 100€ que estou a pensar investir)

Pensei neste banco: http://www.bancobpi.pt/pagina.asp?s=1&a=2&p=4&f=19&opt=f Acham que é uma boa opção para lidar com as transferências todas? Nunca tive uma conta no banco.

O meu muito obrigado

Chegas aos 21 anos e nunca abriste uma conta bancária? Incomum, pelo menos, diria eu, nos dias que correm!  ;D

Seja como for, escolhe uma conta jovem, que não te cobra despesas de manutenção. Até aos 25, existem em praticamente todos os bancos. O BPI tem um sistema de home-banking que é rápido e fiável e não cobra pela maioria dos serviços, por isso, diria que me parece uma boa aposta. Contudo, considera também o BPN, já que nesse caso a conta jovem vai até aos 32...

Já agora uma opinião muito pessoal é se quiseres dedicar tempo à net, para obter remuneração mais segura, aconselho-te antes os sites que pagam pelos clickes e os inquéritos, ao menos nessas duas vertentes não tens de fazer qualquer investimento. Parece que há uns programas que são mto fáceis de administrar que fazem clickes automaticamente e, pouco a pouco, conseguem somar-se quantias interessantes!

Também tens as casas de apostas, que já aqui foram referidas noutro tópico, eu nunca experimentei, mas diz quem sabe que há métodos infalíveis...

Sobre as quantias recebidas, parece que há alguns sites que exigem recibo verde em troca, nesse caso, terias de te registar nas finanças como prestador de serviços, o que não tem problema em si mesmo, sobretudo se a quantia for baixa, em termos de IRS é insignificante o impacto que possa ter na tua vida financeira... O principal óbice a meu ver é mesmo o regime de contribuições para a seg. social, já que, depois do 1.º ano de isenção, vais ter de começar a descontar um mínimo obrigatório, algo que pode não compensar para o rendimento esperado, por isso tem isso em conta também!

boa sorte, em qualquer dos casos!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

...terias de te registar nas finanças como prestador de serviços, o que não tem problema em si mesmo, sobretudo se a quantia for baixa, em termos de IRS é insignificante o impacto que possa ter na tua vida financeira...

Julgo (não fui confirmar) que no regime simplificado há sempre um mínimo de imposto a pagar, independentemente do rendimento. Por isso, se o rendimento for reduzido e exclusivamente desta fonte pode ter impacto sim... Mas, como disse, não fui confirmar esta informação, é apenas uma ideia que tenho...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pessoal, muito obrigado pelas vossas respostas.

Sobre as quantias recebidas, parece que há alguns sites que exigem recibo verde em troca,

alguns sites? referes-te ao clickbank ou ao google? é que não vou estar a "trabalhar" com mais nenhum.

Sobre as quantias recebidas, parece que há alguns sites que exigem recibo verde em troca, nesse caso, terias de te registar nas finanças como prestador de serviços, o que não tem problema em si mesmo, sobretudo se a quantia for baixa, em termos de IRS é insignificante o impacto que possa ter na tua vida financeira... O principal óbice a meu ver é mesmo o regime de contribuições para a seg. social, já que, depois do 1.º ano de isenção, vais ter de começar a descontar um mínimo obrigatório, algo que pode não compensar para o rendimento esperado, por isso tem isso em conta também!

Quando dizes quantia baixa é quanto? Existe um valor fixo? Existe algum site onde eu tenha acesso a essas informações? É que agora já tenho mais ou menos uma ideia do que devo pesquisar.

E já agora, qual é o minimo obrigatório?

Pelo que percebi devia registar-me como "prestador de serviços" e não como "empresário em nome individual". Durante um ano não me preocupo com nada. E, se não precisar de passar recibos verdes não preciso de em preocupar mesmo com nada, nem de me registrar em lado nenhum, é?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Quando dizes quantia baixa é quanto? Existe um valor fixo? Existe algum site onde eu tenha acesso a essas informações? É que agora já tenho mais ou menos uma ideia do que devo pesquisar.

E já agora, qual é o minimo obrigatório?

Pelo que percebi devia registar-me como "prestador de serviços" e não como "empresário em nome individual". Durante um ano não me preocupo com nada. E, se não precisar de passar recibos verdes não preciso de em preocupar mesmo com nada, nem de me registrar em lado nenhum, é?

Como diz o Paulo, existe uma taxa mínima que incide sobre os trabalhadores independentes, mas para valores residuais de rendimento, não será o principal problema, até pk o IRS depende sempre das despesas que se apresentam nas diversas rubricas, do estado civil, etc.

O que destaco como mais problemático é a questão da seg. social, pk, mesmo no 1.º escalão de remuneração, o mínimo que se fica a pagar são cerca de 150 €, pelo que ja tive oportunidade de consultar.

Aconselho-te a visitares o portal da seg.social  (www.seg-social.pt), vem la tudo bem explicado sobre isso, além de que tens uma linha de atendimento.

É claro que se não tiveres de passar recibo verde para receber tais quantias, não precisas abrir actividade nas Finanças, nem pagar quaisquer contribuições ao Estado ou seg.social! Mas, nesse caso, em princípio, não deixa de estar à margem da lei, mas não que eu seja justiceiro nestas matérias...

Uma hipótese seja de que a empresa que te paga impute estes custos como prémios de sorteio ou concurso, por exemplo,e nesse caso a tributação é feita directamente na fonte, ou seja, eles já descontam ao que recebes uma taxa de imposto legal, abstendo-te a ti de qualquer declaração contributiva.

Mas estou so a dissertar sobre o tópico com base numa mera especulação, claro, portanto, quando dispuseres de dados mais concretos, se mantiveres alguma dúvida, entra em contacto, para aí vermos do que se trata afinal...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

Entrar para seguir isto  
Seguidores 0