Entrar para seguir isto  
Seguidores 0
Mysterium

Contrato - Alterações na Renda


4 publicações neste tópico

Boa tarde,

Sou inquilino e pretendo realizar contrato com a senhoria.
Utilizo o espaço como atelier para a minha actividade profissional mas para situações pontuais, embora me esteja arrendado todo o ano.
Ao longo do ano, pouco utilizo o espaço (creio que é indiferente para a questão)
Tenho algumas dúvidas:

- Na minha actividade, estou isento de IVA, ao abrigo do art. 9º
- Estou colectado em nome individual, singular, regime simplificado - como artista. Portanto, não tenho empresa. Presumo que a despesa da renda, não sirva para despesa pois pelo que sei, a minha actividade já presume essas despesas nos 30% (creio) que são despesas de actividade e que me isenta de IVA. A despesa de renda que uso para abater no IRS é a da habitação.

Questões
1- A senhoria não sabe como fazer o contrato e quais despesas terá. Ela aluga o espaço por 350 Eur + as despesas que terá por alugar. Mas não sabemos quanto será. Quanto será então o valor total? 350 Eur + quanto ? Já me disseram que terei que pagar mais 28%, é correcto? Portanto, uns 450 Eur?

Entretanto disseram-me que esses +28% é retenção na fonte que no meu caso não preciso... fiquei ainda mais confuso, então afinal já não preciso de pagar +28%? Fica então pelos 350eur sem despesas adicionais?

2 - A senhoria referiu que talvez também tivesse que acrescentar IVA?? Nunca ouvi falar de IVA em rendas, até porque eu estou isento de IVA na minha actividade... tem que se acrescentar ou não?

Existe diferença a entre contrato para espaço para uso profissional e contrato para renda de habitação? Convém referir que não é um espaço comercial no verdadeiro sentido do termo, ou seja, não é uma loja, não entram pessoas para comprar produtos. É o espaço que uso como atelier para produzir arte. Portanto, se em vez de me ser feito contrato de espaço para uso de actividade, for um contrato habitação, terei (ou teremos) vantagens?

Agradeço desde já os esclarecimento s.
Muito obrigado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
1 hour ago, Mysterium said:

1- A senhoria não sabe como fazer o contrato e quais despesas terá. Ela aluga o espaço por 350 Eur + as despesas que terá por alugar. Mas não sabemos quanto será. Quanto será então o valor total? 350 Eur + quanto ? Já me disseram que terei que pagar mais 28%, é correcto? Portanto, uns 450 Eur?

É impossível saber à partida quanto é que ela vai pagar. As rendas são sempre brutas.

É verdade que se ela quiser ser taxada à taxa liberatória (não optar pelo englobamento) paga 28% sobre os rendimentos líquidos (ou seja depois de deduções que ela possa fazer, mas como não sabe à partida, então não se pode calcular).

1 hour ago, Mysterium said:

Entretanto disseram-me que esses +28% é retenção na fonte que no meu caso não preciso... fiquei ainda mais confuso, então afinal já não preciso de pagar +28%? Fica então pelos 350eur sem despesas adicionais?

Os impostos sobre os rendimentos da senhoria não são sua responsabilidade. Ela é que tem que os pagar.

1 hour ago, Mysterium said:

2 - A senhoria referiu que talvez também tivesse que acrescentar IVA?? Nunca ouvi falar de IVA em rendas, até porque eu estou isento de IVA na minha actividade... tem que se acrescentar ou não?

Não existe IVA nenhum em rendas.

1 hour ago, Mysterium said:

Existe diferença a entre contrato para espaço para uso profissional e contrato para renda de habitação? Convém referir que não é um espaço comercial no verdadeiro sentido do termo, ou seja, não é uma loja, não entram pessoas para comprar produtos. É o espaço que uso como atelier para produzir arte. Portanto, se em vez de me ser feito contrato de espaço para uso de actividade, for um contrato habitação, terei (ou teremos) vantagens?

Existem diferenças, mas nesse caso tem que ser um contrato de arrendamento para efeito comercial. Aliás, o espaço deve estar licenciado para serviços, por isso não se pode fazer um contrato de habitação (pelo menos na teoria).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 2 horas, scpuser disse:

É impossível saber à partida quanto é que ela vai pagar. As rendas são sempre brutas.

É verdade que se ela quiser ser taxada à taxa liberatória (não optar pelo englobamento) paga 28% sobre os rendimentos líquidos (ou seja depois de deduções que ela possa fazer, mas como não sabe à partida, então não se pode calcular).

Os impostos sobre os rendimentos da senhoria não são sua responsabilidade. Ela é que tem que os pagar.

Não existe IVA nenhum em rendas.

Existem diferenças, mas nesse caso tem que ser um contrato de arrendamento para efeito comercial. Aliás, o espaço deve estar licenciado para serviços, por isso não se pode fazer um contrato de habitação (pelo menos na teoria).

Grato pela resposta.

Então, simplificando. De momento eu estou a pagar 350 Eur. Ela diz que a ter contrato eu pagarei 450 Eur.
Tendo em conta a minha actividade - isenção IVA (que já percebi que é indiferente) - e não sendo actividade comercial mas sim regime simplificado - Outros Artistas - artigo 9º, e não fazendo retenção actualmente:

- Devo aceitar os 450 Eur ou na minha condição poderia ficar isento desse valor extra ou parte dele - não querendo, claro, prejudicar a senhoria, ou seja, querendo que ela receba sempre os seus 350eur na íntegra, líquidos. Alguma proposta que lhe poderia fazer?

- Não tenho a certeza se o espaço está licenciado para serviços... mas sei que já foi sede de outras empresas com actividades semelhantes como atelier. De qualquer forma, tem mesmo que ser um contrato comercial, certo? Posso de alguma forma ficar prejudicado por isso? A partir do momento em que tenho esse contrato, o que muda na minha declaração de IRS e finanças? Essa renda devo declarar? É que pelo que sei só a renda de habitação serve para abater no meu IRS.

- Outra questão, a minha declaração de IRS não apresenta rendimentos que justifique o valor das rendas em um ano inteiro. Ou seja, eu pago a renda mas ela é suportada por partilhas de renda de pessoas que pontualmente vão usando o espaço - e que também não recebem recibos pelos pagamentos que fazem dessas partes da renda. Logo, se antes eu n tinha contrato e não existiam esses 4200eur (350x12) de renda no meu IRS, agora, numa declaração de uns 9mil eur, apresentar despesa de 5400 eur (450x12)..é estranho...ou seja, é muita despesa para quem só ganha os 9mil. Devo-me preocupar com esta questão?

Muito obrigado.

 

 

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Caros,

Se alguém tiver conhecimento para poder responder, agradeço imenso. Obrigado!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

  Only 75 emoticons maximum are allowed.

×   Foi criada uma pré-visualização automática a partir da ligação que colocou.   Mostrar apenas como ligação

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

Entrar para seguir isto  
Seguidores 0