rbd

Declaração de IRS separada - é possível?

6 publicações neste tópico

Olá, primeiro tópico neste forum.

Tenho algumas dúvidas: vivo há uma série de anos com a minha mulher, já na segunda casa em comum e com filhos, mas não estamos casados. Nunca percebi exactamente o que é que define a união de facto, nem se traz mais direitos ou deveres, mas deve ser isso que somos...

Mas adiante, chegámos a fazer uma declaração de IRS conjunta só porque achámos que devíamos, e agora estávamos com ideias de voltar a fazer em separado. Mas como em 2008 trocámos de casa temos que preencher o anexo G. Já chegámos a entregar declarações de IRS separadas depois de partilharmos casa, onde basicamente declarávamos metade das despesas da casa cada um, e podíamos declarar em duplicado outras coisas como a poupança habitação, quando se podia.

No anexo G é também possível fazer declarações separadas? Como? Não estou a ver a declarar a casa por metade do valor duas vezes...

Independentemente de entregar separado ou junto, as despesas da casa nova entram de alguma maneira no anexo G? Ou são só as da casa que vendemos?

Não tem a ver com o anexo G, mas tendo já feito uma declaração conjunta como unidos de facto, se fizermos separados agora devemos indicar que somos solteiros ou separados de facto? Não percebi a diferença.

Se me puderem ajudar, agradeço.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boas

Do que eu sei sobre esse assunto, é que qualquer casal que viva em economia comum à mais de 2 anos, o que também implica ter o mesmo domicilio fiscal à 2 anos, pode optar por entregar a declaração de IRS em conjunto, mas é apenas opção, passando depois a ser tributados pelas regras aplicáveis a casados. Se é benéfico ou não só analisando caso a caso fazendo simulações.

Não encontro nada no código do IRS que diga que depois de optar uma vez pela entrega da declaração em união de facto, tenhas de manter essa opção nos anos seguintes, logo és livre de fazer a opção em cada ano conforme o que melhor interessar. Portanto aqui há uma vantagem em ralação aos casados, porque aí não é possível optar, quando muito entrega como separados de facto mas esse regime é muito prejudicial.

No teu caso, podes agora entregar declarações separadas, não é por teres de entregar o Anexo G que tens de entregar em conjunto.

E entregando agora a declaração separados, é como solteiros, o separado de facto só se aplica em casados que já não vivem em economia comum, mas ainda não foi decretado o divórcio.

Estou a presumir que a casa vendida vos pertencia em partes iguais, e sendo assim, cada um tem de declarar metade do valor de aquisição e metade do valor da venda, existe mesmo um campo para indicares a quota que cada um tinha no imóvel vendido.

Se compraram casa nova e há reinvestimento, para ficarem os dois isentos de mais valias, cada um declara o reinvestimento da sua parte, mas a casa tem de pertencer aos dois.

Espero ter ajudado

Cumprimentos

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Olá, está tudo muito bem explicado! Tenho é que voltar a fazer simulações porque as que tinha feito era sem a troca da casa.

Muito obrigado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Afinal surgiram dúvidas nos valores. Assumindo que cada um possui 50% da casa antiga, todos os valores devem ser declarados pela metade? Ou há algum que se declare o total e eles calculam os valores finais?

Ou seja:

- Valor de Venda

- Valor de Compra

- Despesas e Encargos

- Quota

- Valor em dívida do empréstimo antes da venda

- Valor de reenvestimento

Os que me levantaram mais dúvidas foram o da Quota (se os valores já estão a metade ainda digo que é só 50%?) e o valor do crédito que era único. Este último na simulação fazia variar o reembolso para metade...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Afinal surgiram dúvidas nos valores. Assumindo que cada um possui 50% da casa antiga, todos os valores devem ser declarados pela metade? Ou há algum que se declare o total e eles calculam os valores finais?

Se a declaração de IRS for feita em separado cada um vai declarar no campo 401 do anexo G a sua parte, qual o valor de aquisição que lhe corresponde, qual o valor da venda que lhe corresponde, a sua parte nas despesas, etc. Depois quando fazes a identificação do artigo matricial é que indicas qual a parte do prédio que foi transmitida, no fundo vais dizer que aqueles valores respeitam a 50% do imóvel.

Os que me levantaram mais dúvidas foram o da Quota (se os valores já estão a metade ainda digo que é só 50%?)

Eu acho que estás a pensar que irias indicar o valor total da transacção e depois aos dizeres que só respeita a 50% o programa iria calcular metade dos valores. Mas não é assim que funciona, cada um vai ser tributado pelos valores que indicar no campo 401, porque até podia acontecer de só um vender a sua parte e o outro manter a propriedade.

Quanto ao crédito, não são os dois titulares do empréstimo?

Se sim cada um coloca metade.

Se só um é titular então só esse é que indica o valor do crédito.

O valor em divida do empréstimo à data da venda só é relevante para determinar qual o valor que tens de reinvestir para ficares isento de mais valias. Se vendes por 100 e devias 30 ao banco, tens de reinvestir 70 (100-30) para ficares isento das mais valias. Se não devias nada ao banco tens de reinvestir (sem recurso a crédito) a totalidade do valor da venda.

Se eu vendesse a minha casa, e partindo do principio que detinha 50%, que tinha sido adquirida por € 50 000 (valor total) e vendida por € 100 000 (valor total), o valor do empréstimo em divida era € 40 000 e que iria comprar uma nova em que € 60 000 do valor de aquisição era sem recurso ao crédito (também adquirida em compropriedade) pelo que existiria reinvestimento, preencheria da seguinte forma:

Campo 401

Valor de aquisição € 25 000

Valor realização € 50 000

Identificação matricial artigo 1111, quota 50%

Campo 503 valor em divida do empréstimo

€ 20 000

Campo 504 valor a reinvestir

€ 30 000, este valor é depois distribuído pelos campos 505, 506, 507  ou 508 conforme o momento em que se verificar o reinvestimento

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ok, mais uma vez obrigado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor