Prodrigues

Evitar Mais Valias


8 publicações neste tópico

Boa Tarde, 

Preciso da vossa ajuda.

Sou filho único e herdei dos meus mais pais uma moradia, que era uma casa de férias deles.

Os meus pais morreram em 2011 e 2013.

Estou a vender esta casa, cujo dinheiro é para o meu filho, uma vez que ele já lá mora desde 2009 (antes dos meus pais morrerem aquela já era a morada fiscal dele)

O valor patrimonial da casa em 2011 era 15 mil euros e em 2013 cerca de 80 mil euros. A casa vai ser vendida por 220 mil euros. 

Nunca foi feita uma doação ao meu filho porque nunca pensei que fossem cobradas mais valias uma vez que ele tem a morada fiscal nesta casa e a venda é para habitação própria permanente dele. Soube agora que as coisas não são assim. 

Pensei então em fazer a doação, mas disseram que para não pagar as mais valias o meu filho teria de esperar dois anos para vender. é verdade? Ele já tem um interessado na casa. E agora?

Seria possível eu fazer uma venda fictícia ao meu filho (pelo valor patrimonial actual)? Ele podia vender logo a seguir e assim já seria considerado investimento em habitação própria permanente? E sendo fictício não haveria transacção real de dinheiro. isto é possivel? 

Custa-me pensar que os meus pais se mataram a trabalhar para deixar uma casa para o neto e depois uma grande parte vai para o estado. Já me falaram em 20 mil euros ou mais de mais valias! Não é justo nem para o meu filho nem para os meus falecidos pais.

Obrigado e desculpem o desabafo.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Primeiro convém averiguar bem quais são as mais-valias. Considerar os valores de aquisição, aplicar o coeficiente de valorização monetária, e por aí fora. Penso que nesse caso são apenas tributadas 50% das mais-valias apuradas.

Mas considerando o a diferença inicial de 220 para 80 mil, vai ser sempre um valor bastante elevado a pagar, considerando a taxa a aplicar de 28%.

Quanto a ser justo, por essa linha de ideias tudo era injusto. O dinheiro que nos custa a ganhar através do trabalho também fica uma fatia considerável para o estado. Os juros das nossas poupanças também são sujeitos a imposto. Porquê exlcuir rendimentos de venda de casas?

1

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa noite,

Sim Pedro Pais, o meu filho vai investir tudo na compra de uma habitação própria permanente. E é por esse motivo que digo que é injusto, acima de tudo porque foi burrice minha em não ter feito a doação na devida altura. Ele não vai ter qualquer lucro. Mas como a casa está em meu nome, aos olhos da lei vou ter um rendimento excpecional este ano... e não vou.

Ruicarlov, disse uma taxa de 28%? Onde posso ver essa tabela. A última pessoa com quem falei falou-me em 40 e tal %. Confesso que sou muito leigo nestas questões. A prova disso é esta situação. É por isso que peço ajuda.

 

 

Editado por Prodrigues
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não estou a analisar completamente o assunto, mas não pode fazer agora a doação e depois a venda? Pode ser vantajoso, em princípio.

A 10/31/2016 at 12:57, ruicarlov disse:

Mas considerando o a diferença inicial de 220 para 80 mil, vai ser sempre um valor bastante elevado a pagar, considerando a taxa a aplicar de 28%.

Salvo erro essa taxa especial não se aplica às mais-valias imobiliárias obtidas por residentes. 

1

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
10 hours ago, Pedro Pais said:

Não estou a analisar completamente o assunto, mas não pode fazer agora a doação e depois a venda? Pode ser vantajoso, em princípio.

Salvo erro essa taxa especial não se aplica às mais-valias imobiliárias obtidas por residentes. 

Pois, parece que se utiliza a taxa do escalão de IRS em que o contribuinte se situa.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sim, poderia fazer a doação e depois a venda, mas a venda teria de ocorrer 2 anos depois da doação, já não vou a tempo.

E se fosse ao contrário. Vendo esta casa que herdei e comprava a outra em meu nome e colocava como minha habitação própria permanente. É possível ficar isento assim? Quantos anos teria de esperar para fazer a doação para o meu filho? Ou só é possivel ficar isento se for de venda HPP para compra de HPP?

Obrigado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 25 minutos, Prodrigues disse:

mas a venda teria de ocorrer 2 anos depois da doação

Porquê?

há 26 minutos, Prodrigues disse:

Ou só é possivel ficar isento se for de venda HPP para compra de HPP?

As mais valias só ficam isentas na compra e venda de hpp. 

1

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead