valter1994

longo prazo Projecto de vida

39 publicações neste tópico

Boa noite, sou um jovem de apenas 21 anos que pretende investir mensalmente de forma a obter uma rentabilidade dos investimentos alinhando um pensamento centrado nos alugueres e juros composto a longo prazo. Estou ciente do funcionamento da bolsa de valores no entanto o que desperta o meu interesse nesta fase inicial da minha vida como investidor são os imóveis de baixo valor procurando uma rentabilidade em torno de 1% mês. Actualmente estou a pagar uma prestação de um contrato de promessa compra e venda de um parqueamento que custou 3.900 euros  sendo esse contrato feito por mim e por o proprietariado com recurso a um notário evitando assim juros do banco sendo finalizado em meados de Fevereiro de 2017. 

Sou proprietário de uma habitação doada por uma familiar e dou-me uma luxo de poder investir grande parte do meu rendimento activo e terei o meu primeiro imóvel para ser alugado de forma a obter uma renda passiva ( parqueamento ). No entanto não tenho amigos que partilhem a mesma filosofia e seguem o caminho tradicional da sociedade o típico empréstimo a 40 anos para pagar uma habitação no qual trabalham com medo de perder o emprego de forma que não tem espaço para admitir investimentos. Até agora tenho dificuldade de encontrar pessoas com quem possa partilhar informações e este caminho tem sido um pouco solitário o que venho procurar neste foram é uma ajuda mutua em que possamos partilhar formas de investir e encontrar de certa forma um mentor que tenha experiência na área. 

1

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Para quem esta a dar os primeiros passos recomendariam que tipo de investimento ? 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

É muito interessante que te interesses pelos temas do investimento, quanto mais cedo melhor. Não gosto particularmente do tema do imobiliário, uma vez que normalmente assume uma proporção exagerada do património total e a rentabilidade está associada a diversos riscos; ainda assim, admito que haja quem tenha bons resultados com estratégias semelhantes.

Dito isto, este é o local certo para expores as tuas ideias e questões. 

Na minha opinião, os investimentos que fazem mais sentido na tua idade são educação, desenvolvimento de negócios próprios, e investimentos financeiros em carteiras diversificadas.

1

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado pelo apoio, eu admito que o desenvolvimento de negócios próprios é algo que gosto no entanto ainda não adquiri conhecimentos para tal estou a cerca de 2 anos a pensar na abertura de um franschising devido ao facto de receber algum apoio da empresa mãe. 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Em relação á educação eu adquiri o hábito da leitura virada para a educação financeira e quanto mais tempo passo a ler mais descobro que o conhecimento é algo que não tem data é algo a ser feito ao longo da vida.

Vou deixar uma pergunta no ar... Para os empreendedores e investidores que tem a experiência acumuladar com o decorrer dos anos. Se soubessem o que sabem hoje que investimentos faziam se tivessem a minha idade? 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 13 horas, valter1994 disse:

Se soubessem o que sabem hoje que investimentos faziam se tivessem a minha idade?

Essencialmente uma carteira diversificada de acções, de index ETFs com baixos custos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Inicialmente preferia um projecto financeiros que me desse um pulo a nível financeiro no entanto acarreta riscos superiores. Um negócio... Ou imóveis com rentabilidade a 1% mês. 

O meu idealismo consiste no lucro obtidos dos imóveis ou do negócio investir em acções/ obrigações fundos etc 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boas

Imoveis com rentabilidade a 1% ao mês são um achado rarissimo nos dias que correm.

A bolsa está em maximos historicos por isso é de esperar menores resultados e maior risco nos proximos anos.

Por isso mais vale acumulares algum capital até encontrares um dos raros achados do imobiliario.

Um negocio é o que potencialmente trará maiores lucros mas é o mais dificil de ser bem sucedido.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Os achados no imobiliário não são assim tão raros dou um exemplo da zona do Barreiro onde é possível adquirir imóveis até 30.000 euros e alugar com facilidade por 270 a 300 euros. Nomeadamente um familiar meu adquiriu um T1 por 15000 euros mais 5000 euros a remodelar e alugou por 230 euros. 

Nos parquemantos de valor até 5000 euros ao alugar por 50 euros tem uma rentabilidade 1% não é um valores líquido.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu acho que há ai um excesso de optimismo.

Não podes contar em manter um taxa de ocupação de 100%. Basta teres azar e ficas 6 meses com caloteiros a viver no teu imovel, antes que os consigas expulsar.

Isso não se aplica a parqueamentos como é obvio.

Eu tambem vivo no Barreiro e caloteiros são mais que as mães...

De qualquer forma se conseguires arranjar um apartamento com as mesmas condiçoes ou semelhantes ao desse teu familiar, é investir, seja para alugar ou para revender.

Eu estranho é o numero enorme de imobiliarias que há no barreiro e em outras cidade da margem sul como o Pinhal Novo e o Montijo.

1

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Imóveis existem a bons preços o que trava é a parte financeira. Tenho conhecimento num imóvel a ser vendido por 15000 euros no entanto existe um franschising de mesmo valor que me desperta o interesse a alguns anos. Não sei bem que rumo tomar e se deva arriscar num credito pois até este momento por andar a adquirir parqueamentos tenho conseguido pagar as prestações atrás de contratos a notários sem recurso a crédito. Qual será a decissao mais acertiva ? Se o negócio falhar fico preso a um crédito de 6 a 7 anos a pagar 300 mensais e retorno nulo no caso do imóvel é algo mais seguro mas com uma taxa de retorno mais lenta ( alugar paga o imóvel na totalidade em torno dos 12 a 13 anos). 

Risco vs segurança 

Faz com que muita gente tenha medo de avançar principalmente investidores de perfil conservador. 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
A 12/10/2016 at 22:11, valter1994 disse:

Vou deixar uma pergunta no ar... Para os empreendedores e investidores que tem a experiência acumuladar com o decorrer dos anos. Se soubessem o que sabem hoje que investimentos faziam se tivessem a minha idade? 

Valter

 

Na tua idade faria o que eu fiz: investiria fortemente na formação. Se conseguires um emprego que te dê, no mínimo dos mínimos, 40.000€ anuais já líquidos de impostos (se conseguires ainda mais, tanto melhor...) ganharás muito mais do que os investimentos passivos te poderão dar.

 

Além de que, há determinadas portas que só se abrem quando alcanças determinados patamares profissionais. Quando tiveres o teu emprego seguro e bem remunerado, então pensa a sério nos investimentos. E ainda irás muito a tempo. Até lá, poupa, se puderes, mas nas calmas.

 

Outra coisa: vive também a vida agora. Não deixes de fazer as viagens que tiveres de fazer. Nem de sair com as miúdas. Nem de te divertires. Arranja tempo para isso, sem descurar a formação. É que a tempo passa, só tens uma vida, e não é aos 40 ou 50 anos que irás fazer a vida que deverias ter feito quando tinhas 20 e não fizeste porque só te preocupavas com investimentos e acumulação de riqueza.  

 

 

1

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 2 horas, valter1994 disse:

Imóveis existem a bons preços o que trava é a parte financeira. Tenho conhecimento num imóvel a ser vendido por 15000 euros no entanto existe um franschising de mesmo valor que me desperta o interesse a alguns anos. Não sei bem que rumo tomar e se deva arriscar num credito pois até este momento por andar a adquirir parqueamentos tenho conseguido pagar as prestações atrás de contratos a notários sem recurso a crédito. Qual será a decissao mais acertiva ? Se o negócio falhar fico preso a um crédito de 6 a 7 anos a pagar 300 mensais e retorno nulo no caso do imóvel é algo mais seguro mas com uma taxa de retorno mais lenta ( alugar paga o imóvel na totalidade em torno dos 12 a 13 anos). 

Risco vs segurança 

Faz com que muita gente tenha medo de avançar principalmente investidores de perfil conservador. 

Valter,

 

Há uns 4 ou 5 anos, o negócio do imobiliário estava completamente arrasado. Entretanto, com a i) instabilidade dos países árabes, ii) a melhoria das condições económicas na Europa e iii) o aumento das ofertas low cost de companhias aéreas nos destinos de Lisboa e Porto, fizeram atrair turistas em massa. Desenvolveu-se então o negócio do arrendamento de imóveis a turistas e muitos potenciais moradores foram empurrados para as periferias.  E assim se desenvolve também um pouco o negócio do arrendamento das periferias, como é o caso do Barreiro.

 

Mas a instabilidade nos países árabes e na Turquia não irá durar para sempre. As cidades como Lisboa e Porto começarão a "já estar conhecidas" e os turistas a tentarem conhecer outras cidades que ainda não conheçam. Começam-se a ver sinais de uma estagnação económica europeia não muito distante (em todo o caso, em todas as décadas se assistiu a algum período de estagnação económica seguida de recuperação).

 

Como os imóveis são investimentos para longo prazo, é preciso ter cuidado. Porque se isto abana, muita gente que agora arrenda casa nas periferias, depois muda-se para mais perto do centro (porque depois já consegue rendas a preço mais suportável). Ou compra casa, porque os preços descem. Ou então muda-se para casa dos pais ou emigra, porque não consegue pagar nenhuma renda em lugar nenhum (não sem antes ficar a dever meses e meses de renda). 

 

Pensa bem nisto antes de avançares com soluções que envolvam a alavancagem bancária e os empréstimos. E não dês um passo com a perna direita sem que a esquerda esteja bem segura.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A abordagem que fez poderá ser uma realidade mas volto a realçar que nas crises é a melhor altura para investir tanto na bolsa como no imobiliário no entanto tem de pensar a longo prazo, se fazer investimentos a curto prazo durante uma crise econômica vai acabar falido. Depois de uma grande crise o crescimento voltará , nada é eterno. Relativamente ao ganhar um grande salário não é o meu objectivo devido ao facto de o que quero eu quero é independência financeira. Em relação ao viver a minha vida ao 20 eu não me enquadro nessa faixa etária e não tenho a necessidade de fazer o que os outros jovens fazem, eu faço o que me motiva. Á duas coisas que eu no futuro quero orgulhar me de não depender de uma reforma e de não ter chefes. Quero estar no controlo da minha vida.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

E para atingir uma carreira que a retribuição seja 40.000 anuais normalmente é para um indivíduo que se expecifica numa área e atinge esse valores em torno dos 30 anos. No meu caso sigo outra abordagem de quem procura a independicia financeira antes dos 30 anos e não tenho interesse em ter uma licenciatura devido ao facto de não querer ter chefes devido a isso não preciso de nenhum canudo para provar o que sei. Eu actualmente leio várias áreas que acho interessante e vou a aulas na universidade fazem módulos isolados das mais diversas áreas, sabendo que dessa forma nunca terei uma licenciatura. A minha família nem sempre vê o que faço de bons olhos mais apoia me sempre.

Mas a sua abordagem é um bom percurso de vida no qual respeito e dou muito valor. A formação é essencial devido ao custo de oportunidade se investir 20.000 numa formação durante a minha idade activa poderei ter uma retribuição de 30.000 a 40.000 anuais

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 22 minutos, valter1994 disse:

A abordagem que fez poderá ser uma realidade mas volto a realçar que nas crises é a melhor altura para investir tanto na bolsa como no imobiliário no entanto tem de pensar a longo prazo, se fazer investimentos a curto prazo durante uma crise econômica vai acabar falido. Depois de uma grande crise o crescimento voltará , nada é eterno. 

E, no imobiliário, neste momento, é que estamos em crise? Ou estávamos em crise há 5 anos e agora está tudo a bombar? É só ver a evolução dos preços para se ter uma ideia de quando é que se estava em crise, com os preços desvalorizados...

E na bolsa, é este o momento da crise? Ou estamos em bull market há 9 anos?

há 29 minutos, valter1994 disse:

Relativamente ao ganhar um grande salário não é o meu objectivo devido ao facto de o que quero eu quero é independência financeira. 

Ainda bem que há quem não goste de grandes salários. Eu cá gosto muito. Também não verifico qualquer incompatibilidade entre "grande salário" e "independência financeira". Normalmente, o primeiro dá uma grande ajuda à segunda... 

há 32 minutos, valter1994 disse:

Em relação ao viver a minha vida ao 20 eu não me enquadro nessa faixa etária e não tenho a necessidade de fazer o que os outros jovens fazem, eu faço o que me motiva. Á duas coisas que eu no futuro quero orgulhar me de não depender de uma reforma e de não ter chefes. Quero estar no controlo da minha vida.

Pensava que tinhas nascido em 1994. 2016 - 1994 = 22. É a faixa etária dos primeiros vintes (que vai dos 18 aos 25).

Uma elevada formação é uma ferramenta que impede de seres espezinhado por chefes (porque têm receio que mudes para a concorrência). E possivelmente permitir-te-á que ascendas tu ao lugar de chefe. Nesse caso, serão os outros, e não tu, que terão de se preocupar com as tuas ordens.

Sobre não depender da reforma, dos 30 aos 70 vão 40 anos. Mais do que tempo suficiente para acumulares a riqueza necessária para não dependeres da reforma aos 70 (que é para onde caminha a idade da reforma), se tiveres o tal "grande salário".

 

Mas são opções. Pediste uma opinião, eu dei-te a minha. Serviu-me muito bem para mim, mas se não te serve a ti, segue o teu caminho.

 

Desejo-te a melhor sorte e que nada, mas mesmo nada, te corra mal.

 

:)

 

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Faço os 22 este ano ainda e sim nasci em 94. O que você falou aqui no fórum é um grande contributo para todos nós. Á vários caminhos para o sucesso e você atingiu o seu, eu espero ter sucesso no caminho que quero percorrer mas vou lutar para merecer e alcançar o que pretendo.  Gostava de ir mantendo o contacto consigo. 

Neste fórum vou expor passo a passo as minhas conquistas e derrotas que a vida me porperciona. 

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

" fazer dinheiro é algo que se aprende " adoro investidores que começam do zero são aqueles que o dinheiro passa a ser eterno porque sabem respeitar o dinheiro... O que custa é o início depois investir vai ser algo normal. Quem ganha o Euromilhões na maioria das vezes são pobres e após ganhar só querem gastar como se não houvesse amanhã. Acabam falidas num espaço de tempo de 15 anos. Já pensaram porque que os ricos não jogam ? Os ricos levam décadas a construir um império e não tendem a acteditar  na sorte, eles têm a consciência de que na vida não á atalhos para a riqueza.

No meu ver para acumular património vem dos hábitos que cada indivíduo segue. A maioria das pessoas acha que não pode ficar rica com um baixo salário eu quero provar que é possível. 

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu tenho a sorte de uma coisa que se chama "heranças " mas por não acreditar na sorte não me sinto digno de receber um 400.000 em imóveis e terrenos. Quero construir sucesso por mim mesmo e um grande património para que na altura de receber as heranças ser merecedor e saber respeitar  o dinheiro e o que os meus antepassados conquistaram para hoje eu estar bem na vida.

Eu podia ter uma atitude menos acertiva e esperar pelas minhas heranças mas não acho correcto, hoje olho para os meus pais e avós e vejo duas gerações diferentes a dos avós uma regeraçao  que estagnou e não aumentou o património limitando se adquiri a própria habitação. Actualmente olho para o meu pai e vejo um homem que lutou e sacrificou se para dar as melhores condições a mim e á minha irmã. Adquiriu  um imóvel ainda em novo e ficou preso a uma prestação alta que o limitou no entanto consegui-o comprar me um apartamento T1 para mim que contribuiu para que eu não fica se preso a rendas e possibilitou me tornar me um investidor. Ainda consegui-o comprar mais alguns imóveis e aos meus olhos é o meu ídolo. Tenho a responsabilidade de herdar as coisas do meu avô e do meu pai e aprendi com as duas  personalidades diferentes uma conservadora e uma empreendedora mas que cometeu o erro de ir ao banco comprar uma casa.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O meu avô podia ter ajudado o meu pai no momento em que ele quis comprar habitação mas por ser conservador não ajudou com receio de vender um terreno para adquirir um apartamento, isso levou ao meu pai a recorrer ao crédito á habitação. No entanto o meu pai sofreu e lutou para pagar aquela habitação ele vivenciou essa experiência e proporcionou uma habitação para mim devido ao facto de ele querer uma vida melhor para mim do que a vida que ele levou. 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
A 13/10/2016 at 13:46, Zaigard disse:

Boas

Imoveis com rentabilidade a 1% ao mês são um achado rarissimo nos dias que correm.

A bolsa está em maximos historicos por isso é de esperar menores resultados e maior risco nos proximos anos.

Por isso mais vale acumulares algum capital até encontrares um dos raros achados do imobiliario.

Um negocio é o que potencialmente trará maiores lucros mas é o mais dificil de ser bem sucedido.

Boas,

Quando dizes que a "bolsa está em máximos históricos" convém elucidades/referires que mercado é que te referes...

Editado por Cardoso24
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Mesmo com a bolsa em máximos se fazer um investimento médio investir o mesmo ao longo dos anos com os mercados em baixa e depois em alta vai obter um retorno positivo a longo prazo. 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
On 15/10/2016 at 3:54 PM, Cardoso24 said:

Boas,

Quando dizes que a "bolsa está em máximos históricos" convém elucidades/referires que mercado é que te referes...

Boas

Tens toda a razão. Obviamente que a bolsa como conceito geral não está em máximos históricos mas os índices mais importante, sp500, sp500 ajustado á inflação, msciworld, estão muito próximos do valores mais altos de sempre.

Além disso as obrigações estão claramente em valores máximos na sua valorização ou que lhes confere yields mínimas ou negativas. Refiro a obrigações de países da OCDE.

Resumindo num portfólio saudável de obrigações e ações globais, bem mais de 75% dele está em máximos o que permite facilmente verificar que as rentabilidades futuras 5 a 10 serão muito inferiores ás dos últimos 5 anos. E mesmo numa perspetiva de longo prazo penso que nunca é boa ideia investir em activos cujo o preço está num maximo.

Mas claro coisas magicas podem acontecer na bolsa e sinceramente acho mais provável o sp500 chegar 2300 ou mais antes do próximo bear market do que aquelas noticias do "vendam tudo".

Por isso acho melhor ir poupando dinheiro e quando a altura chegar em que apareça um imóvel "low cost" ou os mercados estejam em valores mais favoráveis ao longo prazo ai sim é de investir.

 

11 hours ago, valter1994 said:

Mesmo com a bolsa em máximos se fazer um investimento médio investir o mesmo ao longo dos anos com os mercados em baixa e depois em alta vai obter um retorno positivo a longo prazo. 

Mas investir é fazer dinheiro ou evitar perder dinheiro? Basta ver o sp500 ajustado á inflação para se concluir que vale agora o mesmo que valia em 2000 ou seja dinheiro posto lá em 2000 nem conseguiu bater inflação. Já dinheiro colocado em 2009 é dois dígitos de valorização media ao ano.

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Mas quando eu disse investir a longo prazo tendo um valor médio investido é durante uns 30 ou mais anos. Pode não dar lucro nos primeiros anos contudo vai ao longo dos tempos tendo rendimentos, vários estudos assim o indicam. O mais importante do investidor a longo prazo não é seguir as massas nem as tendências mas sim em empresas em que os seus serviços são essenciais e necessários á população. Produtos que mesmo em épocas de crise a sociedade vai necessitar de ter. Um exemplo que eu sempre gosto de dar é a electricidade, mesmo quem não consome mas tem contrato vai ter de pagar, mesmo quando estão de ferias estão pagando.    

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Amigos preciso de uma opinião referente a um painel solar na minha habitação... acham que vale a pena o investimento? 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead