josé_m

Poupança - Investimento

8 publicações neste tópico

Tenho possibilidade de investir 100.000€ e não prevejo necessitar do dinheiro por 2 anos e não gosto de investimentos de risco. O que me aconselha?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Com essa quantia a maior parte dos bancos terá todo o gosto em lhe dar aconselhamento financeiro ou em administrar o seu dinheiro. Mesmo que seja para investir apenas em produtos com pouco ou nenhum risco .

Se optar por depósitos a prazo, algumas das melhores taxas actualmente são (eventualmente alguns não permitem investir quantias tão grandes - mas penso que nada impede que subscreva várias vezes o mesmo produto):

* http://www.bigonline.pt/pt/PoupancaRendimento/depositosprazo.asp

* https://www.bancobest.pt/ptg/start.swe?SWECmd=GotoView&_sn=XpVHAGHhPmYeizknW8vDqnY7oqL-bFIsngS3r3zuZik_&SWEView=BEST+Home+Page+View&SWEHo=www.bancobest.pt&SWETS=1211215450

* http://www.bancopopular.pt/?idm=1328

* http://www.bpn.pt/eportal/v10/PT/aspx/ofertaBpn/particulares/depositos/dpinteracv/index.aspx

* http://www.cajaduero.pt/particulares/depositoscreditos/depositopremier01.asp

Vários destes bancos oferecem também algumas taxas promocionais bem atractivas para novos clientes, tipicamente durante apenas alguns meses. Pode valer a pena abrir conta num desses bancos só para tirar partido dessas taxas e depois mudar o dinheiro para outro produto / banco.

Pode também aproveitar para tentar negociar a taxa de juro junto do banco. Para montantes a partir de um certo valor, normalmente os bancos aceitam ir um pouco mais além do preço de tabela só para poder ter acesso a tanto dinheiro de uma vez. Essas condições não estão muitas vezes expostas ao público em geral, surgindo apenas no preçário como "taxa negociável" ou às vezes nem isso... de qualquer forma, perguntar não custa...

Outra alternativa são os chamados produtos com capital garantido ou de baixo risco. Trata-se de produtos cujas rendibilidades são potencialmente melhores do que os depósitos a prazo mas em que há a possibilidade de que a rendibilidade seja também muito baixa ou mesmo nula. Alguns exemplos:

* O banco BIG apresenta periodicamente produtos deste tipo. O que têm actualmente em carteira é http://www.bigonline.pt/pt/PoupancaRendimento/pestruturados.asp (valorização associada à valorização de um pacote de acções até 20%. Se valorizarem mais do que isso o banco só lhe dá 5%. Se desvalorizarem o banco devolve-lhe o montante que entregou e assume o prejuízo).

* Descobri por mero acaso este no Millenniumbcp: http://www.millenniumbcp.pt/site/conteudos/35/article.jhtml?articleID=493737 (mais um também associado a acções, desta vez das companhias de energias renováveis - se nenhuma das acções do pacote se desvalorizar mais do que 15%, ganha 8%. Caso contrário não ganha nada - mas se precisar do dinheiro antes dos 3 anos de duração do produto pode perder dinheiro).

* Há tempos apareceu muita publicidade a este produto: http://www.accumulator.pt/ Neste caso existe mesmo a hipótese de perder dinheiro uma vez que o capital só está seguro de 5 em 5 anos. Se precisar do dinheiro antes disso tem que se sujeitar à rendibilidade que o produto apresentar na altura (que pode ser muito positiva mas também pode ser negativa, em alguns casos).

Este tipo de produtos permite tentar tirar proveito de rentabilidades potencialmente mais altas, sem riscos muito grandes. No primeiro o maior risco que corre é que o dinheiro não valorize, ou seja, também não perde dinheiro com isso (tirando a desvalorização da inflação).

Pode sempre tentar misturar um pouco dos dois mundos - investir parte do dinheiro em depósitos a prazo e outra parte em aplicações deste género - mesmo que o dinheiro não renda com estas últimas, o rendimento dos depósitos a prazo permite cobrir um pouco essas perdas. E num cenário positivo melhora bastante o seu rendimento do que se investisse só em depósitos a prazo.

Seja como for reitero o que disse ao início: com essa quantia, facilmente um banco lhe oferece o serviço de aconselhamento personalizado e pode descobrir outros produtos tão ou mais interessantes do que estes...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O Deutsche Bank tinha um bom produto para montantes acima dos 100.000€ mas não me recordo do nome nem de qual a rentabilidade. Penso que andava pelos 8% ou 11%, qualquer coisa assim.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Alguém está por dentro dos PPR? Gostava de fazer um e de saber qual será o melhor.. E já agora por acaso sabem quanto é que deduz no IRS?

Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

As deduções pode consultalas no link abaixo.

http://www.optimize.pt/index2.php?option=com_content2&task=view&id=85&pop=1&page=2&Itemid=106

Se tiveres menos de 35 anos é aconselhavel um PPR que invista maioritariamente em acções, digo eu.

O BPI reforma acções parece-me um bom PPR.

http://www.bpiinvestimentos.pt/Fundos/FichaProdutoBPI.asp?CodFundo=877&CodGestora=1&sim=Reforma

O do link abaixo também não deixa de ser uma opção a considerar.

http://www.pedropais.com/forum/index.php?topic=23.0

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Quando dizem que são dedutíveis por exemplo 400€ quanto é que vamos receber de IRS? Como é feita a conta? É multiplicado este valor pela % que descontamos para o IRS?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Quando dizem que são dedutíveis por exemplo 400€ quanto é que vamos receber de IRS? Como é feita a conta? É multiplicado este valor pela % que descontamos para o IRS?

Para investir em PPR deve ter em conta 4 aspectos:

1. Tributação: As mais-valias geradas são tributadas a 20% até ao 5º ano, 16% até ao 8º ano e para prazos superiores o Estado fica com 8% dos ganhos gerados.

2. Benefícios fiscais: Todos os anos poderá obter, no máximo, 20% dos montantes anuais que colocar no PPR, até um limite de 400€ para menores de 35 anos, 350€ para quem tem entre 35 e 50 anos, e 300€ para idades superiores  até aos 65 anos de idade. No entanto, isto não significa que colocando todos os meses 167€ no PPR, totalizando cerca de 2000€ ao fim de 12 meses, o valor necessário para obter o benefício máximo para pessoas com menos de 35 anos, o Estado lhe dará 400€. Esse montante estará dependente dos descontos e das despesas apresentados. Ou seja, supondo que as despesas que realizou nesse ano (saúde,educação,seguros,empréstimo à habitação,...) totalizarem um valor equivalente ao montante dos descontos realizados, não terá qualquer benefício fiscal por parte do PPR. Significa que o benefício fiscal será igual à diferença entre os descontos e as despesas, até um máximo de 400€. Por isso, antes de avançar com a entrega do IRS, faça uma simulação, com base nos descontos e despesas que acumulou antes de declarar o valor que investiu no PPR, descarregando no site das Finanças o simulador para esse efeito.

3. O melhor: Quem investe em PPR fá-lo com o objectivo de preparar a reforma. Como tal, a escolha pelo PPR ideal deve ser tomado com base na idade do investidor. Assim, se a reforma estiver a mais 10 ano de distância a escolha ideal será optar por um PPR que esteja maioritariamente exposto ao mercado accionista, como o BPI Reforma Acções ou o SGF Reforma. Se o prazo for inferior a escolha deverá recair para um PPR mais conservador, que esteja menos exposto a acções como o Millennium Poupança PPR. Consulte o site da APFIPP e veja o desempenho dos vários PPR.

4. Resgate: Ao subscrever um PPR o subscritor apenas poderá resgatar o dinheiro investido sem sofrer qualquer penalização caso ocorra uma das condições presentes no Decreto-Lei nº 158/2002 de 2 de Julho de 2002: a) Reforma por velhice do participante; B) Desemprego de longa duração do participante ou de qualquer dos membros do seu agregado familiar; c) Incapacidade permanente para o trabalho do participante ou de qualquer dos membros do seu agregado familiar, qualquer que seja a sua causa; d) Doença grave do participante ou de qualquer dos membros do seu agregado familiar; e) A partir dos 60 anos de idade do participante;

;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Alcagoitas,

Mais bem explicado seria difícil.  ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor