Entrar para seguir isto  
Seguidores 0
Gecko

Imóvel para investimento - Opiniões...


4 publicações neste tópico

Bom dia.

Tenho neste momento um imóvel alugado (um apartamento a render 500€) e ando a pensar seriamente em expandir o negócio. Agora a questão é saber o que comprar, quando e como...

Não tenho muito dinheiro para investir portanto teria inevitavelmente de pedir um empréstimo. Logo, quanto menor for o meu investimento melhor. Essa é logo a primeira questão, onde posso encontrar bons negócios imobiliários? Imóveis penhorados, etc? Como se processa esse tipo de negócio?

Depois há a questão de saber o que comprar. Uma habitação ou um espaço comercial? Ou algo que possa ser utilizado com uma finalidade mista, por exemplo um apartamento que possa alugar para escritórios? E há ainda a opção de ser uma casa para alugueres de curta duração, por exemplo para férias ou estudantes.

Como posso fazer uma estimativa de qual seria o investimento mais rentável?

1

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

PM

1

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

@Gecko conseguiste obter informações? Podias partilhar comigo? Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
A 26/08/2016 at 22:08, rmesq disse:

@Gecko conseguiste obter informações? Podias partilhar comigo? Obrigado

Nada de muito concreto.

Fiquei a saber que para o investimento ser atraente deverá dar no mínimo uns 8% ao ano e é preciso ter cuidado para ver se a renda não está artificialmente elevada. Ou seja, é possível que para vender o proprietário em conluio com o inquilino coloquem uma renda muito mais elevada do que o normal para aquela casa naquela zona e depois de tu comprares o inquilino diz algo do estilo "ah, afinal encontrei uma casa melhor. Só fico se baixar a renda para X, senão vou embora".

Alugar para férias só resulta em imóveis extremamente bem localizados pois o investimento inicial é maior, o risco de danos e furto é maior, o risco de o imóvel ficar desocupado é maior, portanto é necessário que a diária ou a renda á semana seja muito mais elevada para ser rentável.

A hipótese de ser uma casa alugada para comercio (consultório, escritórios, etc) também me parece atraente pois permite que se faça uma espécie de "negócio misto", do estilo X de renda base mais X% dos lucros do inquilino. Muitos inquilinos empresariais gostam disto pois conseguem negociar uma renda mais baixa com o senhorio a assumir parte do risco, especialmente se for um novo negócio, e para os proprietários também é bom pois apesar de ser mais arriscado se correr bem há o potencial para lucros maiores graças a essa componente variável.

Do ponto de vista do financiamento, assumindo que se reúnem as condições para o banco conceder o empréstimo, seria possível pedir um empréstimo ou hipotecar uma casa que já se tenha para financiar a compra de um novo imóvel partindo do pressuposto de que uma renda o mais baixa possível será de 100 e tal, 200 e poucos € para depois alugar por 400 ou 500€. É arriscado? Sim. Mas já dizia o provérbio, a sorte protege os audazes e quem não arrisca não petisca. Porque é que alguém pagaria um aluguer de 500€ quando pode pagar um empréstimo de 200€? Bem, acima de tudo porque os bancos só emprestam a quem dá garantias e actualmente com a precariedade dos contratos de trabalho é complicado oferecer essas garantias. Se um inquilino ficar desempregado e não me pagar a renda, leva uma ordem de despejo e o mais que perco são os meses de renda que o processo demora a correr, e mesmo isso é provável que recupere. Um banco perde um valor muito mais elevado e é extraordinariamente difícil penhorar um imóvel de primeira habitação. Depois também há a questão da mobilidade. Para mim pessoalmente não faz sentido pois gosto de assentar, manter a família e os amigos por perto e ver o pecúnio a crescer mas para a maior parte das pessoas da minha geração (25-30 anos) o "normal" é passar uns meses em Lisboa, depois aceitar um trabalho no Porto, entretanto passar uns tempos no estrangeiro... Enfim, são opções que fazem com que a compra seja algo que não faz sentido.

Quanto a onde os encontrar, descobri que no sapo imóveis costumam aparecer imóveis da banca, mas nada de extraordinário, portanto isso é algo que ainda tenho de pesquisar melhor. Para quem tenha um bom montante para investir também há programas de reabilitação urbana que permitem comprar imóveis devolutos com condições muito atraentes.

E foi basicamente isto que descobri. Quem tiver algo a acrescentar que mande!

1

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

Entrar para seguir isto  
Seguidores 0