Entrar para seguir isto  
Seguidores 0
Zaigard

Ajuda na compra de imoveis ( impostos e diversos )


5 publicações neste tópico

Já obtive as informações a titulo pessoal, podem fechar o tópico.

Editado por Zaigard
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Já agora não queres partilhar?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
On 26/08/2016 at 3:16 PM, rmesq said:

Já agora não queres partilhar?

Li neste forum que calculo de impostos na venda era utilizado o vpt e o preço acordado na escritura. Se o vpt for 50k e o valor de venda for 60k, pagar-se-ia impostos sobre os 10k de mais valias. Tive duvidas se essa informação era valida . Mas essa informação não está de todo correta.

Utiliza-se na esmagadora maioria dos casos o preço da ultima compra no calculo do imposto. Ou seja, se uma casa tiver um vpt de 50k, for comprada por 30k e revendida por 60k, paga impostos sobre as mais valias de 30k. Só se utiliza o vpt quando não há registos de anterior venda ou a escritura está "perdida".

Pelo menos foi o um empresario do ramo da "compra, remodelação e revenda" de imoveis e uma empregada de um notorio/cartorio me disseram.

Claro assim há muito menos espaço para optimização fiscal... pelo menos é o que me foi transmitido.

O imobiliario parece me um investimento que so uma casa em 50 e com sorte é que vale a pena...

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

@Zaigard o imposto é aplicado sobre o lucro que obtiveste, mesmo na venda de um negócio. Se ele é avaliado em 100k se o vendeste por 150k pagas os impostos de 50k... Acho que é igual para o imobiliário.

 

Cumprimentos,

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde.

 

Vou permutar o meu apartamento por uma moradia de maior valor com o empreiteiro. A moradia foi avaliada em 215K €. Pretendo "apenas" 165K €. Atualmente, ainda me falta pagar 50K € ao banco (que irá ser o mesmo para a nova aquisição).

Uma vez que os custos envolvidos na permuta são bastante inferiores a aquisição (essencialmente IMT) pretendia esclarecer uma dúvida relacionada com o montante máximo que o banco empresta parta o novo empréstimo (máxiomo 80% - menor de 2 valores: escritura ou avaliação)

Segundo a CGD me informou, apenas podem emprestar no máximo o resultado da seguinte operação

Valor máximo novo empréstimo = Valor escritura - valor imóvel dado em permuta + valor do CH ainda em dívida no banco.  

Considerando que abaixo de 80.000 € estamos isentos de IMT (apenas pagamos imposto de selo) como poderei atingir os 165K € que pretendo considerando, por exemplo os seguintes valores, de modo a ficar isento de IMT (considerando que a diferença dos VPT de ambos os imóveis é inferior a 80K €, logo não há problema neste campo):

Valor escritura: 200 K €;

Valor imóvel dado  permutra: 112 K €;

Valor atual em dívida ao banco : 50 K€

Valor máximo empéstimo: 138 K €

 

Apenas "vejo" uma alternativa, ou seja, vou considerar valores superiores para a escritura (valor real da aquisição, como determina a le; sem problema para o empreitiri) e uma valor inferior para o imóvel dado em permuta:

Valor escritura: 215 K €;

Valor imóvel dado  permutra: 100 K €;

Valor atual em dívida ao banco : 50 K€

Valor máximo empéstimo: 165 K €

 

Embora pague IMT sobre 115K € (cerca de 700 € em vez de 0€) consigo subir o valor do empréstimo que pretendo.

Estarei a raciocinar bem?

Obrigado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

Entrar para seguir isto  
Seguidores 0