Entrar para seguir isto  
Seguidores 0
Visitante Pergaminho

IRS a pagar por causa de rendas ?


10 publicações neste tópico

Olá a todos,

Em 2015 não tive rendimentos excepto do meu apartmento que está alugado (passo recibos electrónicos no portal da finanças).

A simulação deste ano dá um valor a pagar de ~600eur e estou a tentar perceber porquê :unsure:

Em anexo segue a simulação (não se é suficiente ou precisam mais dados).

 

Obrigado!HS3YHeQ.png

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Os rendimentos prediais são tributados autonomamente à taxa de 28%. Não dizes, mas creio poder inferir que os teus rendimentos subtraídos dos encargos com o arrendamento totalizam 2451€, é isso?

Se fores residente em Portugal, neste caso compensa optar pelo englobamento. Ao fazê-lo, os rendimentos prediais serão adicionados ao rendimento global e taxados a 14,5%, uma vez que estás no primeiro escalão. Isso deve reduzir o imposto a pagar para pouco mais de metade... talvez menos ainda, dependendo do agregado familiar. No entanto, esta opção só está disponível para residentes.

Também dá para perceber que não tens qualquer dedução à coleta. Quer isso dizer que não tens uma única fatura emitida com o teu número de contribuinte? É que pelo menos os 250€ das despesas familiares, costumam ser fáceis de alcançar... Das duas uma: ou não pediste nenhuma fatura com número de contribuinte, ou ficou qualquer coisa por validar no eFatura (infelizmente, em qualquer dos casos, já é tarde para fazer alguma coisa a esse respeito). Mas acho que devias mudar os comportamentos este ano, para ver se na próxima declaração tens alguma dedução...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 4 horas, Visitante Pergaminho disse:

Olá a todos,

Em 2015 não tive rendimentos excepto do meu apartmento que está alugado (passo recibos electrónicos no portal da finanças).

A simulação deste ano dá um valor a pagar de ~600eur e estou a tentar perceber porquê :unsure:

Em anexo segue a simulação (não se é suficiente ou precisam mais dados).

 

Obrigado!

 

há 2 horas, pauloaguia disse:

Também dá para perceber que não tens qualquer dedução à coleta. Quer isso dizer que não tens uma única fatura emitida com o teu número de contribuinte? É que pelo menos os 250€ das despesas familiares, costumam ser fáceis de alcançar... Das duas uma: ou não pediste nenhuma fatura com número de contribuinte, ou ficou qualquer coisa por validar no eFatura (infelizmente, em qualquer dos casos, já é tarde para fazer alguma coisa a esse respeito). Mas acho que devias mudar os comportamentos este ano, para ver se na próxima declaração tens alguma dedução...

Também acho estranho não teres qualquer dedução. Não tiveste despesas de saúde? Não foste ao supermercado? Não puseste gasóleo?
Ou fizeste tudo isto e optaste por não colocar nenhuma factura com contribuinte? Deves ser a primeira pessoa que vejo sem qualquer dedução :blink:

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 1 hora, Wakka disse:

Também acho estranho não teres qualquer dedução. Não tiveste despesas de saúde? Não foste ao supermercado? Não puseste gasóleo?
Ou fizeste tudo isto e optaste por não colocar nenhuma factura com contribuinte? Deves ser a primeira pessoa que vejo sem qualquer dedução :blink:

Eu acrescentaria "não tens nenhuma conta lá de casa em teu nome?" (é que nestes casos nem é preciso fazer nada, que a fatura já sai com o NIF).

Mas há vários casos de pessoas naturalmente sem deduções - os não residentes, por exemplo.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado aos dois :)

há 7 horas, pauloaguia disse:

 

Os rendimentos prediais são tributados autonomamente à taxa de 28%. Não dizes, mas creio poder inferir que os teus rendimentos subtraídos dos encargos com o arrendamento totalizam 2451€, é isso?

 

Afirmativo.

E também tenho várias "despesas" inseridas:

  • apartamento (IMI, condiminio e crédito habitação)
  • sáude, cerca de 130€ (automaticamente inseridas por isso deve ser do e-fatura)
  • despesas de educação, cerca de 20€ (tb  automaticamente inseridas, universidade)

Quanto à minha situação, em Janeiro de 2015 aceitei um emprego no Reino Unido e mudei-me: por isso não tenho qualquer outro rendimento ou despesas. 
Mas nunca cheguei a atulizar a minha morada até Maio 2016 sendo que ainda continuo no Reino Unido.
A simulação acima fiz como residente visto que não alterei a morada.

O que acham ?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 10 minutos, Visitante Pergaminho disse:

E também tenho várias "despesas" inseridas:

  • apartamento (IMI, condiminio e crédito habitação)
  • sáude, cerca de 130€ (automaticamente inseridas por isso deve ser do e-fatura)
  • despesas de educação, cerca de 20€ (tb  automaticamente inseridas, universidade)

As do apartamento já estão a ser consideradas no anexo F.

Mas o que queres dizer com "automaticamente inseridas por isso deve ser do e-fatura", relativamente às outras? Pois se não estão a aparecer aqui... porque dizes que estão automaticamente inseridas?

há 10 minutos, Visitante Pergaminho disse:

Quanto à minha situação, em Janeiro de 2015 aceitei um emprego no Reino Unido e mudei-me: por isso não tenho qualquer outro rendimento ou despesas. 
Mas nunca cheguei a atulizar a minha morada até Maio 2016 sendo que ainda continuo no Reino Unido.
A simulação acima fiz como residente visto que não alterei a morada.

O que acham ?

Acho que estás a prestar falsas declarações. Ou a fugir ao fisco, como preferires...

Se te declaras como residente então tens de declarar todos os teus rendimentos, incluindo os que são obtidos no estrangeiro.

Se o fisco português calha de cruzar informações com os do Reino Unido, então estás tramado...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Disse que estão automaticamente inseridas porque aquando do preenchimento, apareceram com esse valor 130.

Quer dizer que isso deveria aparecer na simulação?

 

Quanto à questão de residência, peço desculpa pois acho que fui mal interpretado 😊

A última coisa quero são problemas com o fisco.

Eu pensei como não mudei a minha morada fiscal teria de declarar a.morada que esteva registada em 2015.

Sendo assim vou corrigir a declaração para residente no estrangeiro.

 

Obrigado

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 33 minutos, Visitante Pergaminho disse:

Disse que estão automaticamente inseridas porque aquando do preenchimento, apareceram com esse valor 130.

Apareceram em que campo?

há 33 minutos, Visitante Pergaminho disse:

Quer dizer que isso deveria aparecer na simulação?

Sim, enquanto residente, essas deduções deviam aparecer como deduções à coleta.

há 33 minutos, Visitante Pergaminho disse:

Quanto à questão de residência, peço desculpa pois acho que fui mal interpretado 😊

A última coisa quero são problemas com o fisco.

Eu pensei como não mudei a minha morada fiscal teria de declarar a.morada que esteva registada em 2015.

Sendo assim vou corrigir a declaração para residente no estrangeiro.

Desde que consigas provar que passaste a maior parte do ano fora do país, podes fazê-lo, mesmo que não coincida com a tua morada fiscal.

Claro que ao passar a não residente perdes o direito às deduções de educação e saúde...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
A 19/05/2016 at 19:27, pauloaguia disse:

Apareceram em que campo?

Citação

 

Anexo H, Quadro 6: 651 (saude), 653 (educação) e 655 (juros divida).

 

A 19/05/2016 at 19:27, pauloaguia disse:

Desde que consigas provar que passaste a maior parte do ano fora do país, podes fazê-lo, mesmo que não coincida com a tua morada fiscal.

Claro que ao passar a não residente perdes o direito às deduções de educação e saúde...

Provas não faltam.

E os juros do crédito, ainda contam ? (O apartamento está arrendado como habitação permanente do arrendatario.)

 

Obrigado :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 3 horas, Visitante Pergaminho disse:

E os juros do crédito, ainda contam ? (O apartamento está arrendado como habitação permanente do arrendatario.)

Tenha a resposta à minha própria pergunta:tive oportunidade de fazer a simulação agora e não posso incluir o Anexo H e respectivos juros.

Acho que já tenho tudo preenchido e duas coisas mudaram:

  • o quociente familiar (adicionei o meu filho)
  • sobretaxa->deduções 12,63: não sei de onde foi calculado.

O que não mudou foi o valor a pagar mas imagino que é mesmo assim pelas rendas que recebi :rolleyes:

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

Entrar para seguir isto  
Seguidores 0