Entrar para seguir isto  
Seguidores 0
Marlene

Subsidio de Desemprego

3 publicações neste tópico

Bom dia,

Tenho uma dúvida, e gostava de obter a vossa ajuda.

Trabalhei por conta de outrem cerca de dois anos consectivos.

A crise tem destas coisas, e eu recebi a carta para o Fundo de Desemprego em 31 de Janeiro de 2009.

Em simultaneo, eu também exercia actividade em nome individual, e cessei actividade em 6 de Fevereiro de 2009.

Será que por causa disso não tenho direito ao subsidio de Desemprego?

No centro de emprego, disseram-me que devia apresentar a minha declaração de IRS de 2008, para que podessem fazer os cálculos e avaliarem se tinha direito ou não ao Subsidio de Desemprego...

Será que, se eu tivesse cessado actividade a 31 de Janeiro de 2009, já tinha direito?

Será que uma coisa não tem nada a ver com outra?

Tantas dúvidas...

Podem ajudar-me?

Obrigada

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom dia,

Tenho uma dúvida, e gostava de obter a vossa ajuda.

Trabalhei por conta de outrem cerca de dois anos consectivos.

A crise tem destas coisas, e eu recebi a carta para o Fundo de Desemprego em 31 de Janeiro de 2009.

Em simultaneo, eu também exercia actividade em nome individual, e cessei actividade em 6 de Fevereiro de 2009.

Será que por causa disso não tenho direito ao subsidio de Desemprego?

No centro de emprego, disseram-me que devia apresentar a minha declaração de IRS de 2008, para que podessem fazer os cálculos e avaliarem se tinha direito ou não ao Subsidio de Desemprego...

Será que, se eu tivesse cessado actividade a 31 de Janeiro de 2009, já tinha direito?

Será que uma coisa não tem nada a ver com outra?

Tantas dúvidas...

Podem ajudar-me?

Obrigada

Pelo que sei de alguns casos que conheço, se estiveres a receber o subsídio de desemprego é que estás proibida de abrir actividade, como é evidente, senão eles cancelam logo.

Como entretanto, logo após o despedimento, também encerraste actividade, tens tudo para fazer o requerimento e ser aceite, como é evidente, até porque a tendência anunciada recentemente será para alargar o subsídio aos trabalhadores por contra própria e não para o restringir...

Como a entrega do IRS da 2ª fase começa amanhã, aconselhar-te-ia a enviá-la logo que tenhas todos os elementos reunidos para depois poderes avançar para o pedido no IEFP.

Portanto, parece-me que não fizeste nada de errado, mas também te digo que se te recusarem o pedido, vale sempre a pena recorrer, até porque agora existe uma comissão encarregue de analisar esse tipo de situações, não desistas de lutar por aquilo a que tenhas direito!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

Entrar para seguir isto  
Seguidores 0