joaomanuelfernandes

irs Mais Valias

36 publicações neste tópico

Tenho dúvidas quanto ao preenchimento do anexo G.

Vendi a minha casa, em 2015, por 190000€.

Tinha sido comprada em 2012 por 160000€.

A dívida ao banco era de 153580,60€.

Tenho despesas de compra e venda de 16044,77€

Pretendo reinvestir a diferença entre o valor que vendi e o que sobrou do pagamento do empréstimo em obras. Neste momento já reinvesti 27848,40€

Quais os campos para lançamento destes dados?

É que nos simuladores de IRS que se encontram na net tenho direito a reembolso.

No site da AT dá-me valor a pagar. Será que o simulador tem erros?

Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Só com esses dados não dá para responder. Por exemplo, sem haver retenção na fonte obviamente nem sequer haveria direito a reembolso... Seria preciso colocares aqui as simulações de cálculo de imposto para se poder comentar. É perfeitamente possível (e provável) que haja erros em qualquer um dos simuladores.

Relativamente às mais valias da venda da casa são de 190.000 - 160.000 - 16.044,77 = 13.955,23€. Admitindo que era a tua habitação própria e permanente (morada fiscal) e que estás a renivestir na construção ou na compra da tua nova habitação própria e permanente, então esse valor de reinvestimento já anula as mais valias e, por aqui, não tens nada a pagar. Se algum dos imóveis não era a tua habitação própria e permanente então o reinvestimento não é descontado às mais valias - nesse caso estas seriam tributadas em 50% (ou seja, considera-se que tens um rendimento adicional de quase 7000€; quanto vais pagar de imposto sobre isso depende da taxa aplicada ao teu escalão de IRS).

Quanto à forma como se preenche o anexo G, deves criar uma linha no quadro 4 (linha 4001) com a identificação e os valores referentes à aquisição e venda do imóvel. Admitindo que há reinvestimento deves indicar no quadro 5 o ano em que o dinheiro foi reinvestido no campo 5001, no campo 5002 a linha 4001, no campo 5005 os 153.580,6€ que vais amortizar, no campo 5006 os 27.848,4€ e no campo 5007 e/ou 5008 o tal valor que já reinvestiste. Deves também identificar o imóvel onde o dinheiro foi reinvestido nos campos ao fundo do quadro 5A.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado pela resposta. 

O valor reinvestido não foi para a aquisição mas para obras de melhoramento.

relativamente aos valores de irs tenho direito a reembolso sem o anexo g.

amanhã vou experimentar outra vez.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 22 horas, pauloaguia disse:

 

Boa tarde Paulo

Necessitava da tua ajuda, num processo simples:

Compra da casa em 2006: 130.000€

Venda casa em 2015: 145.000€

Despesas com venda/compra da casa: 6.000€

Quando contrai a casa em 2006, recorri a credito bancário, sendo o valor em divida (em 2015 quando vendi a casa) de 100.000€

Ou seja...muito resumidamente, a minha mais valia foi de 9.000€

Ainda em 2015, comprei uma nova habitação própria e permanente no valor de 180.000€ tendo recorrido a credito bancário no valor de 180.000€.

Questões:

 - O coeficiente de desvalorização da moeda em 2006 é de 1,12. sendo assim o valor de compra será de 130.000€ *1,12=145.600. Neste caso não terei mais vaila, certo???

- A minha principal duvida é no preenchimento do anexo G. Neste caso o que devo preencher o quadro 4? o valor de aquisição meto os 130.000€ ou os 145.600?

Nesta situação achas que devo preencher o quadro 5 (Reinvestimento)? há lá um campo  (intenção de reinvestimento) nº5005, que se refere ao valor em divida à data de alienação do bem....acha que devo lá colocar o valor de 100.000€?

 

Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 7 minutos, Andre Augusto disse:

 - O coeficiente de desvalorização da moeda em 2006 é de 1,12. sendo assim o valor de compra será de 130.000€ *1,12=145.600. Neste caso não terei mais vaila, certo???

Certo.

há 7 minutos, Andre Augusto disse:

- A minha principal duvida é no preenchimento do anexo G. Neste caso o que devo preencher o quadro 4? o valor de aquisição meto os 130.000€ ou os 145.600?

Os 130.000€. O fisco faz as contas (para que achas que serve a indicação do ano de compra? :) 

há 7 minutos, Andre Augusto disse:

Nesta situação achas que devo preencher o quadro 5 (Reinvestimento)? há lá um campo  (intenção de reinvestimento) nº5005, que se refere ao valor em divida à data de alienação do bem....acha que devo lá colocar o valor de 100.000€?

Não há reinvestimento porque tu pediste emprestado todo o dinheiro que gastaste na venda da casa. E porque também não há mais valias para reinvestir... Logo, a questão nem se coloca...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde

Também vendi uma casa em 2015 que tinha comprado em 2004. Fiz as contas á mão e tenho de mais-valias cerca de 480 €. Não pretendo reinvestir.

Ontem tentei submeter o meu IRS e deu-me um valor "exorbitante" a pagar, aumentando o meu rendimento global em mais 12.000 Euros.

Falei hoje com a linha de apoio do portal das Finanças e disseram-me que o simulador não está a considerar o anexo G e não está a considerar despesas nenhumas do anexo H, por isso a simulação dá-me valor a pagar e não a receber, conforme simulei anteriormente. Disseram-me para não me preocupar que depois o fisco "faz as contas".

Deverá valer a pena esperar para submeter mais tarde?

Obrigada

 

 

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
A 03/05/2016 at 17:11, pauloaguia disse:

Só com esses dados não dá para responder. Por exemplo, sem haver retenção na fonte obviamente nem sequer haveria direito a reembolso... Seria preciso colocares aqui as simulações de cálculo de imposto para se poder comentar. É perfeitamente possível (e provável) que haja erros em qualquer um dos simuladores.

Relativamente às mais valias da venda da casa são de 190.000 - 160.000 - 16.044,77 = 13.955,23€. Admitindo que era a tua habitação própria e permanente (morada fiscal) e que estás a renivestir na construção ou na compra da tua nova habitação própria e permanente, então esse valor de reinvestimento já anula as mais valias e, por aqui, não tens nada a pagar. Se algum dos imóveis não era a tua habitação própria e permanente então o reinvestimento não é descontado às mais valias - nesse caso estas seriam tributadas em 50% (ou seja, considera-se que tens um rendimento adicional de quase 7000€; quanto vais pagar de imposto sobre isso depende da taxa aplicada ao teu escalão de IRS).

Quanto à forma como se preenche o anexo G, deves criar uma linha no quadro 4 (linha 4001) com a identificação e os valores referentes à aquisição e venda do imóvel. Admitindo que há reinvestimento deves indicar no quadro 5 o ano em que o dinheiro foi reinvestido no campo 5001, no campo 5002 a linha 4001, no campo 5005 os 153.580,6€ que vais amortizar, no campo 5006 os 27.848,4€ e no campo 5007 e/ou 5008 o tal valor que já reinvestiste. Deves também identificar o imóvel onde o dinheiro foi reinvestido nos campos ao fundo do quadro 5A.

No simulador de mais valias da DECO os campos para preenchimento aparecem-me desta forma:

Valores a indicar no anexo G
Campo 401 do anexo G - Realização  190.000,00
Campo 401 do anexo G - Aquisição  160.000,00
Campo 401 do anexo G - Despesas e encargos  43.893,17
Campo 503 do anexo G  153.580,60
Campo 504 do anexo G  0,00
Nota:Os valores a indicar nos campos 505, 506, 507, 508 do anexo G dependem de quando foi reinvestido o valor de venda.

O campo 401 inclui as despesas de compra e venda e o valor reinvestido até à data (do bolo da realização da venda-amortização do empréstimo.

Fiquei com dúvidas quanto ao preenchimento do campo 5006, 5007 e 5008.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 45 minutos, joaomanuelfernandes disse:

No simulador de mais valias da DECO os campos para preenchimento aparecem-me desta forma:

Valores a indicar no anexo G
Campo 401 do anexo G - Realização  190.000,00
Campo 401 do anexo G - Aquisição  160.000,00
Campo 401 do anexo G - Despesas e encargos  43.893,17
Campo 503 do anexo G  153.580,60
Campo 504 do anexo G  0,00
Nota:Os valores a indicar nos campos 505, 506, 507, 508 do anexo G dependem de quando foi reinvestido o valor de venda.

O campo 401 inclui as despesas de compra e venda e o valor reinvestido até à data (do bolo da realização da venda-amortização do empréstimo.

Fiquei com dúvidas quanto ao preenchimento do campo 5006, 5007 e 5008.

Não é suposto o valor do reinvestimento ser considerado no quadro 4... mas fiquei com uma dúvida: quando, lá atrás, disseste que tinha ido para obras de melhoramento, estavas a falar de que casa? Da que vendeste ou da casa para onde te vais mudar?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Daquela para onde me vou mudar (mudei).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 22 horas, Visitante Maria José disse:

Boa tarde

Também vendi uma casa em 2015 que tinha comprado em 2004. Fiz as contas á mão e tenho de mais-valias cerca de 480 €. Não pretendo reinvestir.

Ontem tentei submeter o meu IRS e deu-me um valor "exorbitante" a pagar, aumentando o meu rendimento global em mais 12.000 Euros.

Falei hoje com a linha de apoio do portal das Finanças e disseram-me que o simulador não está a considerar o anexo G e não está a considerar despesas nenhumas do anexo H, por isso a simulação dá-me valor a pagar e não a receber, conforme simulei anteriormente. Disseram-me para não me preocupar que depois o fisco "faz as contas".

Deverá valer a pena esperar para submeter mais tarde?

Obrigada

 

 

 

Não disseram quando é que iam corrigir o simulador?

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 4 horas, joaomanuelfernandes disse:

Daquela para onde me vou mudar (mudei).

Então esse valor não entra no quadro 4, só no quadro 5.

No quadro 4 só entram dados referentes à casa que foi vendida...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Publicado (editado)

Boa tarde,

Estou com o seguinte erro no anexo G, seja com englobamento ou sem dá-me sempre o mesmo erro, alguém pode ajudar?

Obrigado

 

Capturar1.PNG

Editado por Valdas
Esquecimento do anexo
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Publicado (editado)

boas tenho duvidas em relaçao as mais valias: comprei um imovel em 1996 por 18 milhoes de escudos,tendo vendido esse mesmo imovel em 2015 por 270.000 euros,reenvesti num apartamento casa propia tb em 2015 140.000 euros,tive como despesas 27.000 euros,fiz varias simulaçoes inclusive no das finanças 2015 e o valor a pagar seria entre os 5.000 e 7.000 euros,tendo agora em maio saido o simulador das finanças 2016 o valor q me da a pagar e uns exorbitantes 22.500 mil euros,alguem me sabe explicar esta diferença ,eu estou no escalao dos trinta e tal por cento isto ja inserindo a venda da casa,agradecia q alguem entendido me explique o q se passa cumprimentos

Editado por vitor manuel
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom dia

joaomanuelfernandes, não disseram quando iam corrigir o simulador, disseram-me sim, que todos os dias reportam as "queixas" dos contribuintes e fazem actualizações, mas também já percebi o que está a acontecer, o simulador não está a considerar as despesas de encargos com o imóvel, ou seja, está só a fazer a diferença entre o valor da venda e o valor da compra (c/o coeficiente).

Pedi também esclarecimento através do portal, mas ainda não me responderam.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tentei agora e já está resolvido...

O simulador já considera as despesas e encargos do imóvel, finalmente...

Obrigada

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ainda assim, não deve estar totalmente correcto. Pelo simulador do Francisco Mesquita tenho a receber +/- 1400€. Fazendo a simulação no site da AT dá 348€ a pagar.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 14 horas, Valdas disse:

Boa tarde,

Estou com o seguinte erro no anexo G, seja com englobamento ou sem dá-me sempre o mesmo erro, alguém pode ajudar?

Obrigado

 

Capturar1.PNG

Falta indicar o titular. O código da freguesia está errado e o artigo costuma ser um valor numérico, se não estou em erro... Isto quanto ao quadro 4 que é o que estás a mostrar.

Quanto ao quadro 15, de que se queixa a validação, não dás dados para perceber qual possa ser o erro... Talvez estejas a optar pelo englobamento quando não tens o que englobar

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Publicado (editado)

boas alguem me sabe responder ao q escrevi ontem ,o simulador das finanças da me uma exorbitançia de mais valias ,sei q de ontem para hoje ja me baixou 5000euros a pagar mas mesmo assim ainda me esta a dar pelo menos 10000 a mais

Editado por vitor manuel
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 13 horas, vitor manuel disse:

boas tenho duvidas em relaçao as mais valias: comprei um imovel em 1996 por 18 milhoes de escudos,tendo vendido esse mesmo imovel em 2015 por 270.000 euros,reenvesti num apartamento casa propia tb em 2015 140.000 euros,tive como despesas 27.000 euros,fiz varias simulaçoes inclusive no das finanças 2015 e o valor a pagar seria entre os 5.000 e 7.000 euros,tendo agora em maio saido o simulador das finanças 2016 o valor q me da a pagar e uns exorbitantes 22.500 mil euros,alguem me sabe explicar esta diferença ,eu estou no escalao dos trinta e tal por cento isto ja inserindo a venda da casa,agradecia q alguem entendido me explique o q se passa cumprimentos

Valor de aquisição em 1989: 18.000.000$00 = 89783,62€ (o fisco vai aplicar o coeficiente de atualização de 2,49, ou seja, aos dias de hoje isto corresponde a 223.561,21€)

Valor de realização: 270.000€

Mais valias = 270.000€ - 223.561,21€ - 27.000€ = 19.438,79€ O fisco tributa metade, ou seja, o imposto vai incidir sobre pouco menos de 10.000€ (isto ainda sem sequer levar em conta o reinvestimento, o que ia anular completamente as mais valias e não dar nada a pagar). Logo nunca poderia dar esse dinheiro todo a pagar. Tens a certeza que estás a usar a versão mais recente? Tem havido algumas correções e muitas vezes, quem fez o download da aplicação logo nos primeiros dias, ainda está a fazer simulações com bugs.

Se mesmo na versão mais recente os problemas se mantiverem, então é contactar urgentemente as Finanças porque ainda me parece que há aí algo a corrigir...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 10 horas, pauloaguia disse:

Falta indicar o titular. O código da freguesia está errado e o artigo costuma ser um valor numérico, se não estou em erro... Isto quanto ao quadro 4 que é o que estás a mostrar.

Quanto ao quadro 15, de que se queixa a validação, não dás dados para perceber qual possa ser o erro... Talvez estejas a optar pelo englobamento quando não tens o que englobar

Titular, código freguesia e artigo foram colocados, só não postei por serem dados privados. A simulação foi efectuada com e sem englobamento, dá sempre o mesmo erro.

Resumindo: Era um apartamento que tinha alugado, mas que devia € ao banco, vendi o apartamento e liquidei a divida. Penso apenas que tenho de preencher o campo 4 para a venda do apartamento não?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 4 minutos, Visitante Valdas disse:

A simulação foi efectuada com e sem englobamento, dá sempre o mesmo erro.

Mas a questão é mesmo essa - não tens nada preenchido nos quadros onde podes optar pelo englobamento, nem sequer devias de preencher essa opção. Experimenta não marcar nem uma nem outra.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 5 horas, pauloaguia disse:

Valor de aquisição em 1989: 18.000.000$00 = 89783,62€ (o fisco vai aplicar o coeficiente de atualização de 2,49, ou seja, aos dias de hoje isto corresponde a 223.561,21€)

Valor de realização: 270.000€

Mais valias = 270.000€ - 223.561,21€ - 27.000€ = 19.438,79€ O fisco tributa metade, ou seja, o imposto vai incidir sobre pouco menos de 10.000€ (isto ainda sem sequer levar em conta o reinvestimento, o que ia anular completamente as mais valias e não dar nada a pagar). Logo nunca poderia dar esse dinheiro todo a pagar. Tens a certeza que estás a usar a versão mais recente? Tem havido algumas correções e muitas vezes, quem fez o download da aplicação logo nos primeiros dias, ainda está a fazer simulações com bugs.

Se mesmo na versão mais recente os problemas se mantiverem, então é contactar urgentemente as Finanças porque ainda me parece que há aí algo a corrigir...

muito obrigado pela resposta mas defacto a casa e de 1996 com um coficiente de 1.50 sobre mais ao menos 90.000 o q da 135.000 euros ,fazendo as contas de acordo com as informaçoes q me estas a dar entao as mais valias sao de 54.000 euros ,mas ainda tem q incidir 140.000 do reenvestimento,ai nao sei quanto sera tirado dos tais 54.000 euros ? qual a percentagem? mas ja começo a entender que que os valores a pagar defacto nao tem nada a haver com o q tem dado nos simuladores das finanças, se me souberem dizer quanto baixa dos 54.000 euros o dinheiro reenvestido agradecia pois assim terei um valor exacto do dinheiro q defacto vai entrar no meu irs?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Desculpa a troca do ano, realmente não sei onde fui buscar 1989 :P

Se tens uma mais valia de 54.000€ e reinvestiste 140.000€ então não há nada a taxar...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 13 horas, pauloaguia disse:

Mas a questão é mesmo essa - não tens nada preenchido nos quadros onde podes optar pelo englobamento, nem sequer devias de preencher essa opção. Experimenta não marcar nem uma nem outra.

Sem erros, o problema era mesmo esse.

Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
A 06/05/2016 at 00:03, pauloaguia disse:

Desculpa a troca do ano, realmente não sei onde fui buscar 1989 :P

Se tens uma mais valia de 54.000€ e reinvestiste 140.000€ então não há nada a taxar...

obrigado paulo pela resposta mas como nao ha nada a taxar se quando faço simulaçao pela deco da me 26.800 euros de mais valias,em q na simulaçao ponho inclusivamente os 140000 de reenvestimento? 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor